Pelo sexto ano consecutivo, o US News & World Report divulgou um ranking dos melhores países do mundo para viver. Em 2021, o US News classificou 78 países baseado em percepções globais. A pesquisa, realizada em parceria com a BAV Group e a Wharton School da Universidade da Pensilvânia, entrevistou 17 mil pessoas em todo o mundo, avaliando países com 76 indicadores diferentes. Neste artigo, nosso objetivo é falar sobre os países da Europa com melhor qualidade de vida em 2021. Para isso, selecionamos os sete primeiros a aparecer no ranking feito pela US News.

Conheça a seguir, os 7 países com melhor qualidade de vida na Europa em 2021 e os critérios usados na pesquisa que os elegeu.

Os 7 países da Europa com melhor qualidade de vida em 2021

Anualmente, o US News & World Report faz uma pesquisa nos países para verificar a educação, saúde, PIB, e outros aspectos, determinando, entre eles, a qualidade de vida dos países. Através dessa pesquisa, podemos conhecer quais são os países da Europa com melhor qualidade de vida, medida por indicadores como: poder de compra, esperança média de vida, saúde, educação, igualdade de gênero, segurança e qualidade financeira.

Confira o ranking a seguir dos países com melhor qualidade de vida na Europa.

1. Dinamarca

A Dinamarca, que não estava no ranking dos 7 países com melhor qualidade de vida da Europa em 2020, ficou com o primeiro lugar europeu em 2021 e a segunda colocação global na pesquisa. Fatores como igualdade de renda, política estável, segurança e bons sistemas de educação e saúde públicos foram decisivos para eleger a Dinamarca como o país com melhor qualidade de vida da Europa.

A capital, Copenhague, funciona como um hub que conecta o norte europeu com o resto do mundo, com o maior aeroporto internacional na Escandinávia, um sistema de metrô, um porto ativo e a Ponte Oresund, que liga à Suécia.

O governo dinamarquês é considerado muito estável e transparente. O país opera sob a monarquia constitucional e os membros do órgão legislativo supremo da Dinamarca, Folketing , são eleitos pelo povo. O governo da Dinamarca é totalmente progressista e a estrutura social do país dispõe de uma mobilidade social admirável.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Através da tributação progressiva, o país possui um sistema de saúde universal, no qual os cidadãos recebem assistência médica gratuita. O ensino superior também é gratuito.

A Dinamarca tem diversos setores industriais líderes como processamento de alimentos, produção de ferro, aço e maquinário e turismo. As principais exportações são máquinas agrícolas e industriais, produtos farmacêuticos, alimentos processados e móveis.

Brasileiros podem permanecer legalmente na Dinamarca por até 90 dias, sem necessidade de visto, já que o país faz parte do Espaço Schengen. Porém, quem pretende ficar mais do que isso ou até mesmo morar na Dinamarca, é necessário encontrar uma forma de conseguir o visto.

2. Suécia

A Suécia ficou com o terceiro lugar global na pesquisa e o segundo entre os países com melhor qualidade de vida na Europa em 2021. O país se destaca no ranking de qualidade de vida pelos sistemas de saúde e educação públicos bem desenvolvidos, segurança e estabilidade econômica e política. Além disso, a Suécia é comprometida com sustentabilidade, direitos humanos, distribuição de riquezas e educação universitária. É um belo país, com paisagens de tirar o fôlego, cidades incríveis e uma população extremamente educada.

Trata-se de um lugar voltado para a inovação, que deu ao mundo nada menos que o Prêmio Nobel, as embalagens Tetra Pak, os carros Volvo, os móveis da IKEA, entre várias outras coisas.

Para quem vai viajar para o país por até 90 dias não é necessário visto, mas, se você pensa em morar no Suécia, precisará solicitar o visto. Os vistos mais comuns são de trabalho, de vínculo familiar, asilo e estudante.

Viver bem na Europa

3. Noruega

A Noruega ficou em quarto lugar no ranking global da pesquisa e é o terceiro dos 7 países da Europa com melhor qualidade de vida em 2021. No ranking, a Noruega se destaca pela segurança, política estável e sistema de educação pública bem desenvolvido. A nação é próspera, uma das principais exportadoras de petróleo do mundo, o seu ensino superior é, geralmente, gratuito e possui rica tradição literária.

O país é um dos mais desenvolvidos do mundo, com excelente qualidade de vida e considerado um dos melhores lugares para viver. Além disso, a Noruega também é classificada como um excelente país para trabalhar na Europa, se destacando por políticas de licença-maternidade e igualdade de gênero. O índice de desemprego é baixo e os salários são bons, principalmente para aqueles que têm nível superior.

Muitos querem largar tudo no seu país para tentar a vida na Europa, e morar na Noruega pode ser uma boa opção. Ela é o destino ideal para quem procura um país desenvolvido e com qualidade de vida. O Portal Consular estima que a comunidade brasileira na Noruega já é composta por 6.500 cidadãos.

Os imigrantes adultos têm direito e dever de completar no mínimo 300 horas de formação da língua norueguesa. O objetivo é aumentar as chances do imigrante se integrar no trabalho e sociedade. Se pensa em morar no país e não possui cidadania europeia, será necessário solicitar um visto através da Embaixada Norueguesa no Brasil. Entre os vistos concedidos estão: familiar; Au Pair; estudante; refugiados; profissionais.

4. Suíça

A Suíça caiu quatro posições em relação à 2020, ficando com o quinto lugar global da pesquisa, sendo o quarto dos 7 países com melhor qualidade de vida na Europa em 2021. Fatores como economia e política estáveis e um sistema público de educação bem desenvolvido garantiram a sua colocação no ranking.

A Suíça tem 8,5 milhões de habitantes e as suas cidades se encaixam em todas as listas positivas feitas no mundo como as mais bonitas, as mais limpas, as mais seguras, as com maiores salários, as melhores para criar filhos, etc.

O país possui baixas taxas de desemprego, força de trabalho qualificada e um dos maiores produtos internos brutos do mundo. A economia é alimentada por taxas baixas de impostos corporativos, setor de serviços muito desenvolvido, com excelência em setores financeiros e uma forte indústria de manufatura de alta tecnologia. Desta forma, morar na Suíça se torna muito atrativo para quem pensa em viver na Europa.

Os cidadãos brasileiros não precisam de visto para fazer turismo na Suíça, contanto que permaneçam no país por no máximo 90 dias para visitas, negócios, estudo, tratamento médico ou participação em congressos e eventos. Porém, quem pretende morar na Suíça precisa ter um um emprego ou estar matriculado em alguma escola/universidade para conseguir o visto.

5. Holanda

A Holanda ficou com o sétimo lugar global da pesquisa e o quinto dos 7 países com melhor qualidade de vida da Europa em 2021. No ranking, o país se destaca por ser politicamente estável e ter sistemas de saúde e educação públicos bem desenvolvidos.

Conhecido por ter uma sociedade tolerante, foi o primeiro país a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Possui a maior concentração de museus do mundo e 32 mil quilômetros de ciclovias, que incentivam uma vida mais ativa.

Os holandeses pagam 52% de imposto sobre os seus salários e não reclamam por isso, pois têm qualidade de vida. Os transportes públicos funcionam bem, os salários são bons, o país é seguro, a educação é boa e a taxa de desemprego é mínima, além de terem poder de compra.

A Holanda é um país atraente para muitos brasileiros que desejam melhor qualidade de vida. Quem quer ficar mais de 90 dias na Holanda terá que providenciar um cartão de residência, obtido junto ao Serviço de Imigração e Naturalização (IND).

Caso você possua cidadania europeia, poderá se cadastrar na prefeitura já estando no país. Caso não tenha, vai ter que providenciar algum tipo de visto para morar na Holanda ainda estando no Brasil.

Viver com qualidade de vida na Europa

6. Finlândia

Com o oitavo lugar global da pesquisa, a Finlândia ocupa a sexta posição dos 7 países com melhor qualidade de vida da Europa em 2021. No ranking, o país se destaca pela segurança, sistema público de educação bem desenvolvido e por ser um bom lugar para famílias viverem.

O país que funciona como uma democracia parlamentar, é líder no fornecimento de educação. A Finlândia também possui alta classificação devido ao desempenho em direitos civis, qualidade de vida e liberdade de imprensa. Ainda foi um dos pioneiros no mundo a conceder às mulheres o direito ao voto e o primeiro a legalizar o sufrágio universal, o direito de votar e concorrer.

A economia finlandesa é voltada para o livre mercado e assim como os seus vizinhos nórdicos, o país faz investimentos consideráveis em redes de segurança social e serviços públicos. O país sofreu uma retração na demanda de suas exportações, o que causou uma recessão da qual ainda está se recuperando. Também existem outros desafios como envelhecimento da população e a manutenção do seu modelo de Estado de bem-estar.

Os brasileiros podem permanecer no país sem visto por até três meses. Para morar na Finlândia, é necessário ter uma permissão de residência e o documento deve ser solicitado na Embaixada ou Consulado finlandês no Brasil.

7. Alemanha

A Alemanha é sem dúvidas uma das maiores potências econômicas do mundo e no ranking da US News ela ficou com o nono lugar global, sendo o sétimo dentre países da Europa com melhor qualidade de vida em 2021. As suas pontuações no ranking foram especialmente altas em economia estável (com pontuação 100), educação e saúde públicas bem desenvolvidas. A força de trabalho qualificada e rica, prósperos setores de telecomunicações, saúde e turismo, foram outros fatores que elegeram o país. Além disso, a Alemanha é líder em importações e exportações, assim como berço de muitas figuras culturais importantes na história.

A Alemanha atrai muitos brasileiros por ser um país onde tudo funciona bem e onde há modernidade e qualidade de vida. Assim como outros países europeus, os brasileiros podem ficar até 90 dias na Alemanha sem visto. Para um período maior, é necessário fazer um pedido de visto que pode ser realizado após a entrada no país, diretamente no Departamento de Estrangeiros competente da cidade.

Depois disso, é preciso fazer um registro no Departamento de Imigração e pedir o tipo de visto que se encaixa no seu perfil, que pode ser: estudo superior, intercâmbio escolar, curso de idioma, reunião familiar, celebração de casamento e permanência de longa duração subsequente. Com o visto, ainda é necessário pedir uma permissão de residência (Aufenthaltstitel) para o tempo em que pretende morar na Alemanha.

O ranking dos 10 países com melhor qualidade de vida do mundo

No ranking geral dos países com melhor qualidade de vida do mundo, os dez primeiros colocados foram:

  1. Canadá;
  2. Dinamarca;
  3. Suécia;
  4. Noruega;
  5. Suíça;
  6. Austrália;
  7. Holanda;
  8. Finlândia;
  9. Alemanha;
  10. Nova Zelândia.

Como foi feita a pesquisa que elegeu os países da Europa com melhor qualidade de vida em 2021?

Os pesquisadores convidaram 17 mil pessoas para analisarem 78 países a partir de indicadores como relação com direitos humanos, nível de educação da população, clima, renda per capita, qualidade do sistema público de saúde, entre outros.

Os participantes consideraram o quanto cada nação se relacionava com 76 atributos diferentes, dando a maior ou menor nota em cada categoria.

Os atributos foram reunidos em nove sub-rankings principais:

  1. Aventura: se o país é amigável e divertido;
  2. Cidadania: relação com direitos humanos, igualdade de gênero, meio ambiente etc;
  3. Influência cultural: se o país é culturalmente significativo e influente;
  4. Empreendedorismo: ligação com o restante do mundo, nível de educação, força de trabalho qualificada;
  5. Herança: se possui uma história rica e atrações culturais;
  6. Abertura para negócios: práticas transparentes do governo, impostos, burocracia;
  7. Poder: liderança, influência econômica e política, alianças internacionais;
  8. Qualidade de vida: bom mercado de trabalho, estabilidade econômica, bom nível das redes públicas de saúde e educação, segurança;
  9. Expectativa de crescimento econômico aliado ao poder de compra.

O peso desses sub-rankings na lista global dos melhores países foi calculado a partir dos dados do produto interno bruto (PIB) em paridade de poder compra (PPC), categorias menores que tivessem melhor relação com esse medidor de riqueza ganharam um peso maior.

Confira o mapa da Europa e saiba onde estão localizados cada um dos países com melhor qualidade de vida do continente. Aproveite e conheça também as cidades mais baratas da Europa para morar.

Lembre-se do seguro viagem

Para visitar os países europeus, você vai precisar de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros para as despesas médicas e hospitalares.

Quer economizar na contratação do seu seguro viagem? Então utilize o nosso comparador de seguros. Essa plataforma foi desenvolvida pela Equipe Euro Dicas para apresentar os planos mais adequados ao seu destino e ao seu bolso.

Basta informar a sua data de ida e de volta, destino, nome e contatos, que nós iremos te ajudar a selecionar o melhor seguro para a sua viagem.

Se preferir, pode também fazer a cotação no Seguros Promo, site comparador que nós confiamos e recomendamos aos nossos leitores.

Vida na Europa

Como é viver em um dos países da Europa com melhor qualidade de vida?

Você já imaginou viver em um país do ranking? Morar em um país com uma boa qualidade de vida é saber que os impostos que você paga estão sendo bem gastos. É poder sair de casa sem se preocupar com a sua segurança, saber que os seus filhos estão recebendo uma educação de qualidade nas escolas públicas.

É saber que se você precisar de atendimento médico, você será atendido da melhor forma possível. Tudo isso e muito mais. E todos nós merecemos qualidade de vida, segurança e conforto, mas, infelizmente, alguns países possuem mais estrutura que outros para que a população possa viver dessa maneira.

Se você deseja viver em um dos países da Europa com melhor qualidade de vida, nosso e-book “O sonho de viver na Europa” pode ajudar a se inspirar e refletir. Nele você encontra diversos relatos de brasileiros que cruzaram o Atlântico em busca desse sonho.