10 países que mais pagam impostos na Europa

Europa  / 

De forma simples e resumida, imposto significa o dinheiro que os cidadãos de um determinado país devem contribuir para o Governo para garantir o funcionamento dos serviços públicos e coletivos. Mas quais são os países que mais pagam impostos?

Fizemos uma lista com os países que mais pagam impostos na Europa e uma comparação entre os países que mais pagam impostos no mundo.

Países que mais pagam impostos na Europa

De acordo com o levantamento feito pelo Eurostat em 2016 para saber o quanto de imposto e contribuições sociais é cobrado aos europeus, a Islândia é o país onde é cobrada mais carga tributária na Europa. Veja a lista.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

1º – Islândia

reiquiavique islandia

A Islândia lidera quando falamos dos países que pagam mais impostos na Europa. A carga fiscal é bastante alta e atinge 51,6% do seu Produto Interno Bruto (PIB).

Porém, em 2006, antes da crise, a situação do país era bem diferente: sua carga tributária era de 40,6% do PIB.

O grande salto na cobrança maior de impostos na Islândia foi entre os anos de 2015 e 2016.

A Islândia está entre os países mais seguros do mundo!

2º – França

Na França, os impostos correspondem a 47,6% do seu PIB. A carga fiscal do país aumentou em relação a 2006, que era de 44,9% do PIB.

Saiba quantos brasileiros moram na França, onde estão e o que fazem.

3º – Dinamarca

copenhagen dinamarca

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

A carga fiscal da Dinamarca em 2016 era de 47,3% de seu PIB. O percentual não mudou muito do apresentado 10 anos antes, que era de 47,8% do PIB.

Conheça tudo sobre a Dinamarca.

4º – Bélgica

Apesar de ser um dos países da União Europeia onde a carga tributária mais caiu entre 2015 e 2016, a Bélgica ainda apresenta valores elevados de cobrança de impostos: 46,8% de seu PIB.

Entenda qual é o custo de vida na Bélgica.

5º – Suécia

A Suécia possui impostos e contribuições de 44,6% do PIB do país.

Verifique o que o Brasil pode aprender com a Suécia.

6º – Finlândia

finlandia helsinquia

Na Finlândia a carga fiscal em 2016 foi de 44,3% de seu PIB. Apesar de estar entre os países que mais pagam impostos, o governo finlandês consegue oferecer à população bons serviços de saúde e educação de qualidade.

Você sabia que a Finlândia é o país mais feliz do mundo?

7º – Itália e Áustria

De acordo com a pesquisa da Eurostat, Itália e Áustria estão empatadas na cobrança de impostos e contribuições medidos de acordo com o percentual de seu PIB: 42,9%.

Veja como é a qualidade de vida na Itália e saiba tudo sobre a Áustria.

9º – Grécia

Em 2016, a carga fiscal da Grécia atingiu 42,1% do seu PIB, bem diferente de 2006, quando era de somente 32,7%.

Com a crise financeira, a Grécia pediu ajuda ao Fundo Monetário Internacional, ao Banco Central Europeu e à Comissão Europeia. Por isso, se viu obrigada a subir os impostos para melhorar sua situação financeira e sair da crise.

Saiba tudo sobre a Grécia.

10º – Luxemburgo

Luxemburgo é uma região autônoma, situada entre a França, a Bélgica e a Alemanha. Em 2016, os impostos cobrados pelo país representavam 39,6% do seu PIB.

Você sabia que o governo de Luxemburgo abriu processo de cidadania para brasileiros? Confira.

17º – Portugal

porto portugal

Muitas pessoas, principalmente brasileiras, querem morar em Portugal. Por isso, mesmo que a terrinha não esteja entre os países que mais pagam impostos na Europa, resolvemos inserir aqui a título de curiosidade.

Apesar do grande aumento dos impostos, que não foi totalmente revertido, Portugal ocupa a 17ª colocação e 36,9% de seu PIB são destinados à receita fiscal e contributiva. Esse dado é 2,1 pontos percentuais mais alto do que em 2006.

Se você tem planos de visitar Portugal, confira se é melhor comprar pacotes turísticos ou ir por conta própria.

Irlanda: o país europeu que menos paga imposto

A Irlanda é o país europeu onde cidadãos e empresas pagam menos impostos: 23,8% do seu PIB. O país caiu nove pontos percentuais em comparação com 2006. Esse valor é muito baixo a nível de Europa e também de acordo com o histórico do país, que é suspeito de ser um dos paraísos fiscais europeus.

A Irlanda sempre praticou baixos impostos. Entretanto, foi depois da crise financeira que conseguiu ser o país europeu que menos tributa.

A Irlanda se destaca, ainda, por ter sido o país que desceu de forma mais agressiva a sua carga tributária nos últimos anos (em segundo lugar foi a Noruega, país que possui um dos melhores Índices de Desenvolvimento Humano – IDH – do mundo).

Saiba qual é a melhor época para visitar a Irlanda.

Países que mais pagam impostos no mundo

rio de janeiro

De acordo com a última pesquisa feita pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a média de tributação mundial é de 34,3% da arrecadação do PIB.

Estão entre os países que mais pagam impostos no mundo: a Islândia, a França, a Dinamarca, a Bélgica e a Finlândia, que já vimos neste artigo, e o Brasil.

Repare a seguir que, aparentemente, o Brasil não possui percentual de arrecadação de imposto tão absurdo (fora da média da tributação apresentada, de acordo com o PIB).

Por outro lado, o Índice de Desenvolvimento Humano do país está bem abaixo do que os IDHs dos países que mais pagam impostos na Europa e no mundo.

Comparativo da carga tributária

De acordo com indicadores de 2017, a carga tributária no Brasil (que é de 32% de seu PIB) é mais alta do que a de muitos países desenvolvidos, como a Suíça (27,9% do seu PIB) e os Estados Unidos (26,4% de seu PIB).

O Brasil cobra mais impostos do que o Canadá e, até mesmo, do que o Chile. Os impostos do Reino Unido são praticamente iguais aos brasileiros (32,5%)!

Os impostos no Brasil não são revertidos em benefícios para a população

Porém, o elevado pagamento de imposto no Brasil não é revertido em serviços básicos para a população, como acesso à saúde e à educação de qualidade, o que deveria ser o propósito.

No Brasil, são cobrados muitos impostos e essa carga tributária é concentrada de forma desproporcional sobre o consumo, interferindo mais no dia a dia da população menos favorecida do que na classe privilegiada da sociedade.

O Brasil é o país onde a população mais trabalha para pagar impostos

Isso mesmo. De acordo com o Banco Mundial, o Brasil é o local onde população mais trabalha para pagar impostos: são 2.600 horas trabalhadas (mais que o dobro da 2ª colocada, a Bolívia, com 1.080 horas).

Leia também como são os impostos em Portugal.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.