Como trabalhar na Itália: salários, visto e como conseguir vaga

Como trabalhar na Itália é, sem dúvidas, uma nossas primeiras preocupações quando pensamos em mudar para o país. Afinal, “recomeçar” pressupõe “reinventar-se”, não é mesmo? Pensando nisso, preparamos um conteúdo completo para ajudar você com todas as informações sobre como realizar o seu sonho com calma e de forma segura.

Como trabalhar na Itália?

Trabalhar na Itália de forma legal é um importante passo para realizar o seu sonho de morar no país da bota. Para isso, aconselhamos se informar bastante sobre a situação econômica, política e social do país.

É inegável que a Itália sofreu bastante com a crise financeira de 2008. Desde então, o “bel paese” vem enfrentando alguns problemas com o nível de desemprego, sempre em torno dos 10%. Ademais, a dívida pública italiana ultrapassa os 190% do PIB, sem falar na pandemia causada pelo coronavírus, que causou uma grande estagnação na economia italiana, e logo, no mercado de trabalho.

Apesar disso, a Itália é o 7º país mais rico do mundo, faz parte do G8 e, gradualmente, está tentando recuperar os danos sociais. O mercado de trabalho está constantemente em busca de novos talentos e perfis de funcionários preparados e cada vez mais qualificados.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Para trabalhar, é indispensável poder morar na Itália legalmente, através de cidadania europeia, italiana ou visto de trabalho. Caso você seja um estudante e possua o visto e o Permesso di soggiorno per motivi di studio, saiba que você pode trabalhar de forma legal e segura, precisando ficar atento à carga horária de no máximo 25 horas semanais.

Mercado de trabalho para brasileiros na Itália

O mercado de trabalho na Itália para brasileiros não é dos melhores. Como dito acima, o país foi um dos mais afetados pelo coronavírus, assistindo ao fechamento de restaurantes, bares, cafés e comércio no geral.

Desta maneira, não vem sendo oferecidas grandes possibilidades e oportunidades para quem está pensando em trabalhar na Itália. Mas, se você já se encontrar na Itália, procurar um trabalho é mais fácil em relação a quem ainda está no Brasil.

procurar vagas para trabalhar na Itália

Como conseguir um emprego no país?

Uma das partes mais complicadas de se mudar para um país novo é aprender como procurar um emprego. Interessante são os grupos no Facebook que anunciam vagas de emprego – normalmente, os anúncios eram ligados ao setor do comércio e do turismo, como bartender, barista, garçom, etc.

Existem, também, sites de emprego na Itália, que apresentam ofertas em várias áreas. Alguns exemplos:

Como preparar o currículo enviar para a Itália?

O ideal é que o seu currículo responda à oferta de cada vaga, portanto é interessante ler atentamente o anúncio e os requisitos de cada vaga com atenção. Não deixe de colocar em seu currículo as soft skills e os idiomas que você domina!

Algumas empresas solicitam o envio de currículos no modelo Europass, uma espécie de template europeu que ajuda a deixar as informações pessoais, acadêmicas e profissionais mais fáceis de serem compartilhadas em toda a União Europeia.

Mas, se você está em busca de um emprego no mundo artístico ou criativo, o nosso conselho é utilizar um modelo mais pessoal, acompanhado do portfólio, de preferência em italiano ou em inglês.

Precisa de visto para trabalhar na Itália?

Para trabalhar na Itália, é necessário visto de trabalho. Se você já se encontra no país e possui um visto de estudo, por exemplo, saiba ser possível converter o seu Permesso di soggiorno per motivi di studio.

No caso do visto de trabalho existem três possibilidades:

  • Subordinato, concedido por vínculo empregatício;
  • Autonomo, destinado à sócios de empresas, profissionais autônomos ou liberais;
  • Stagionale, específico para trabalho sazonal.

Como solicitar o visto?

Para tirar o visto de trabalho, é necessário ter uma oferta de trabalho oficializada através de um contrato ou pré-contrato assinado e legalizado na Itália. Infelizmente, o governo italiano não concede visto de trabalho para quem está pensando em se mudar para o país e está em busca de novas oportunidades.

Documentos necessários

Para solicitar o visto de trabalho na Itália, você deverá apresentar:

  • Formulário de solicitação de visto;
  • Passaporte com validade superior a três meses da estadia pretendida;
  • Duas fotos 3,5×4,5cm (padrão oficial italiano);
  • Autorização (nulla osta) concedida pelo Sportello Unico per l’Immigrazione, através do pedido feito pelo Consulado ou Embaixada.

Vale lembrar que antes de sair do Brasil, é obrigatório ter um contrato ou pré-contrato de trabalho.

Quanto custa o visto?

O visto de trabalho custa 116€ e deverá ser pago diretamente no Consulado onde você o solicitou.

Como trabalhar na Itália com cidadania italiana?

Trabalhar na Itália com cidadania italiana é bem mais fácil. Do ponto de vista burocrático, você não terá nenhum problema, dado que você é considerado equivalente a qualquer cidadão italiano.

Portanto, contratar um estrangeiro com dupla cidadania italiana não é um obstáculo, nem para o empregador, nem para o empregado.

Inclusive, os cidadãos que detêm a cidadania italiana, se tiverem um contrato regular, têm direito ao seguro-desemprego e à aposentadoria.

Áreas com mais vagas na Itália

Atualmente, as áreas com mais vagas na Itália, segundo reportagem da Forbes são:

  • Professores particulares;
  • Médicos e enfermeiros;
  • Marketing e content;
  • Design gráfico;
  • Atendimento ao cliente;
  • Desenvolvedor Java;
  • Jornalista freelance;
  • Corretor de seguro;
  • Vendas.

Salário mínimo na Itália em 2021

Na Itália, não existe um valor mínimo salarial, ainda que por lei, o valor mínimo a ser pago por hora trabalhada corresponde a 7€. Além disso, algumas áreas tem mínimos estipulados pelos sindicatos de trabalhadores.

Salário médio na Itália

O salário médio na Itália é de cerca 1.400€. Esse valor pode variar de região a região, são eles:

Região geográfica Valor
Norte 1.600€
Centro 1.400€
Sul 1.200€

Profissões mais bem pagas na Itália

Segundo o site Money.it, quem trabalha em banco ou em empresas financeiras, costuma ter os melhores salários, podendo ganhar cerca de 3.500€ mensal. Claro, tudo vai depender do seu histórico universitário e competências.

De modo geral, as profissões e áreas mais bem pagas na Itália são:

  • Engenheiro;
  • Médico especializado ou Médico de família;
  • Informático;
  • Setor farmacêutico;
  • Logística;
  • Economista.

Profissões com os piores salários

Segundo pesquisas de mercado do site JobPricing, a agricultura está entre os setores com os piores salários, junto a:

  • Garçom;
  • Empregada doméstica;
  • Babá;
  • Pedreiro.

Além dos salários, que costumam ser mais baixos, os contratos também tendem a serem precários e irregulares.

Salário na Itália e custo de vida

Como vimos acima, o país está sofrendo bastante com a crise da Covid-19. Isso significa que muitas famílias estão tendo as suas rendas diminuídas por causa do fechamento do comércio e outros serviços.

Grosso modo, porém, podemos dizer que a relação salário e custo de vida na Itália tende a ser bastante proporcionais. Para se manter bem no país, o ideal seria ter um salário médio de acordo com a região no qual você vive, como indicado acima.

Em todo caso, mil euros é o mínimo que você precisaria ganhar para poder se manter com dignidade no país.

entrevista de emprego

Já tenho emprego e visto. E agora?

Se você já possui um contrato de trabalho e está com o visto em mãos, você está pronto para partir para o seu novo destino: a Itália!

Lembre-se que, assim que chegar no país, você deverá solicitar o Permesso di soggiorno. O permesso é o documento que dá direito à estadia legal no país, enquanto o visto garante o ingresso na Itália.

Para solicitar o documento, é necessário ir até os Correios italianos (Poste italiane) e retirar o kit giallo (kit amarelo).

A documentação exigida consiste em:

  • Passaporte válido;
  • Fotocópia do passaporte e da página que contem o carimbo de entrada no país e do visto;
  • Recibo de pagamento de requerimento (76,16€);
  • Fotocópia do comprovante de matrícula no curso desejado;
  • 4 fotos;
  • Comprovante de endereço.

O Permesso di soggiorno per motivi di lavoro (subordinato e indeterminato) tem duração de 24 meses e a sua emissão custa 76,16€.

Os documentos deverão ser entregues na Posta. Depois, você receberá um papel com a data de entrevista na Questura da Polizia di Stato – espécie de Delegacia da Polícia civil estatal, que também é responsável pelo Ufficio immigrazione.

Na Questura, o Oficial responsável registará a sua impressão digital e completará o processo de requerimento e devolverá o passaporte. Depois disso, você receberá o documento em casa.

Dicas para conseguir trabalho na Itália

Preparamos algumas dicas para responder a nossa pergunta inicial, “Como trabalhar na Itália?”.

Primeiramente, tenha paciência. O momento atual pede calma e em vista dos últimos acontecimentos, o mercado de trabalho está congelado. Caso você tenha se mudado há pouco para o país, procure fazer o máximo de experiência que puder, mesmo como trabalho voluntário. Infelizmente, nem todas as empresas estão recebendo os subsídios necessários para manter as contas pagas.

Procure melhorar a língua italiana: esse poderá ser um grande diferencial. Se puder, atualize-se, estude. Aproveite o tempo em casa para dar uma turbinada no seu currículo.

Para inspirar você nesse processo, reunimos histórias de brasileiros que se mudaram para diferentes destinos europeus e recomeçaram. No ebook O Sonho de Viver na Europa reunimos histórias, dicas do que deu certo e informações que podem ajudar você a tirar o sonho do papel.

Bruna é bacharela em Letras e mestre em Comunicação. De um jeito ou de outro, está constantemente em contato com as palavras, seja escrevendo, falando, lendo, revisando, ensinando ou traduzindo. Após dois intercâmbios e alguns anos entre Brasil e Itália, se mudou para o país da bota em 2017, onde também se sente em casa.

Artigos relacionados

Como morar na Itália: saiba o que é preciso para morar no país

Quer saber como morar na Itália? Confira nesse artigo dicas para organizar o seu planejamento de uma brasileira que já vive no país!

Custo de vida na Itália: confira os gastos médios no país

Saiba qual é o custo de vida na Itália para um casal, incluindo aluguel, despesas fixas, transporte e saúde. Veja quanto é preciso para viver na na Itália.

Cidadania italiana: quem tem direito, quanto custa e como conseguir

Veja como reconhecer a sua cidadania italiana, desde saber se tem direito, recolher documentos e reconhecer no Brasil ou na Itália (e qual o custo).

Vale a pena morar na Itália? Conheça as vantagens e desvantagens

Para quem se pergunta se vale a pena morar na Itália, é importante avaliar as vantagens e desvantagens. É o que você encontra neste artigo repleto de dicas.

Cidades da Itália: conheça as principais e informações sobre o país

Confira informações sobre as cidades da Itália, como: qual é a mais importante, quais são as mais lindas e sugestão de roteiro pelo país.

Nomes e sobrenomes italianos: conheça os mais populares

Conhecer os nomes e sobrenomes italianos pode ajudar na pesquisa pelos seus antepassados ou até servir de inspiração para escolher o nome dos seus filhos.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube

1