Como estudar na Europa de graça

Bolsa de estudo  / 

A vontade de melhorar o currículo e estudar fora é o sonho de muitos brasileiros. Se você se dedicou na escola e tem um bom histórico escolar, saiba que é possível estudar na Europa de graça. Basta procurar os países e as universidades certas. O ano letivo europeu começa em setembro, então comece a se preparar para se candidatar no próximo ano.

Se você sonha em estudar fora do país e ter uma experiência de vida na Europa, confira os países que mais oferecem bolsas de estudo para graduação e mestrado.
 

Alemanha
Uma das maiores potências mundiais e com uma qualidade de vida muito elevada, a Alemanha tirou os custos de mensalidade dos cursos de graduação e pós-graduação nas universidades públicas. As aulas são em inglês e não é preciso saber falar alemão. A Universidade Freie Universität Berlin, por exemplo, é uma das melhores da Alemanha e oferece cursos de mestrado, lecionados em inglês, em diversas áreas: Ciências Humanas, Ciências Sociais, Estudos Regionais, Biociências, Ciências Exatas e Medicina. A boa notícia é que não precisa ser europeu para se candidatar a uma vaga. A maioria dos cursos seleciona os candidatos de acordo com o histórico escolar e uma boa carta de motivação. Algumas universidades europeias também pedem cartas de referência de professores, universidades e chefes.
www.fu-berlin.de

Finlândia
Finlândia
O país escandinavo possui um dos melhores sistemas de ensino no mundo. E o melhor: é gratuito. O país também oferece bolsas de estudo para estrangeiros. Nos programas públicos, os alunos precisam ter dinheiro para se bancar no país e também podem trabalhar no regime part-time, por até 25 horas semanais.
www.studyinfinland.fi

Suécia
O país europeu também oferece cursos em inglês de forma gratuita. Os vistos de estudantes permitem que os estrangeiros trabalhem para conseguir se manter no país. Diversas instituições oferecem trabalho nas próprias universidades.
www.work.sweden.se

Noruega
As universidades norueguesas também não cobram mensalidades e possuem turmas pequenas para melhorar ainda mais a qualidade de ensino. As aulas nas universidades são em inglês e é necessário ter fluência comprovada através dos exames de proficiência TOEFL ou IELTS. Na Noruega você ainda “corre o risco” de ver um dos maiores fenômenos da natureza, a Aurora Boreal.
www.noruega.org.br

Eslovênia
Eslovênia
Situado no leste europeu, o pequeno país de 2 milhões de habitantes tem custo de vida muito acessível. Nas residências universitárias é possível morar por apenas €150 euros com todas as despesas incluídas. A Eslovênia oferece cerca de 150 cursos em inglês e o estudante paga apenas a matrícula.
www.slovenia.si

Sabia que brasileiros também podem concorrer a Bolsas de estudo para pós-graduação no Reino Unido, com tudo pago?

Dicas para estudar na Europa

O primeiro passo é fazer um planejamento. Você deve ir juntando dinheiro para a passagem e fazer seu passaporte. Além disso deve preparar seus certificados, diplomas e currículos em inglês e caprichar na carta de motivação (também em inglês). Pesquise as universidades que oferecem o curso que você quer fazer e se candidate! Estudar na Europa vai te fazer crescer e viver uma nova cultura. Uma experiência única para levar para toda a vida!

COMPARTILHE

Amanda é jornalista brasileira e faz Mestrado em Ciências da Comunicação em Braga, Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.

Posts Relacionados

Ter a oportunidade de estudar na Europa já não é um sonho tão distante quando se tem diversos...

O Ministério de Relações Exteriores e Desenvolvimento Internacional da França anunciou nesta semana...

Diante da falta de recursos, que levou o governo Dilma a enviar ao Congresso um Orçamento com...