Como estudar na Alemanha: tudo que você precisa saber

Eu nunca tive o sonho de estudar na Alemanha. Sempre quis apenas viajar, conhecer pessoas e outras culturas. Mas a vida acadêmica é uma caixinha de surpresas. Em 2012 apareceu essa surpresa boa: a oportunidade de estudar na Alemanha.

Fazer o doutorado integral com um profissional de excelência na minha área de estudo. Essa seria também a oportunidade de viajar, conhecer pessoas e outras culturas! Eu nem pensei três vezes, pensei só duas. Vou ou não vou? Eu vim.

Passei por todos os processos de me candidatar à bolsa, pedir visto, organizar toda a papelada exigida pela burocracia e finalmente, chegar no aeroporto e escutar o anúncio de “embarque iniciado”.

Isso aconteceu há alguns anos, porém os passos principais para chegar até aqui não mudaram. Vou contar para vocês um pouco do que é necessário para estudar na Alemanha e dar a minha visão sobre essa aventura.

Passos para estudar na Alemanha

No site do DAAD, é descrito o passo a passo para quem deseja estudar na Alemanha fazer. São oito.

Por que escolhemos a Goldenergy em Portugal?

1. Encontrar uma universidade de sua preferência;

2. Escolher um curso (no site do DAAD você encontra uma série de opções);

3. Verificar os requisitos de admissão (lembrando que o reconhecimento do diploma estrangeiro está vinculado a algumas condições – saiba tudo sobre como validar diploma na Alemanha);

4. Aprender alemão: diferencial;

5. Financiar os estudos;

6. Inscrever-se em um curso;

7. Solicitar um visto de estudo;

8. Encontrar moradia.

Caso tenha alguma dúvida sobre universidade ideal para seu perfil, oferta de vagas, bolsas de estudo ou qualquer outra pergunta, você pode entrar em contato diretamente com o DAAD.

Além disso, as universidades da Alemanha costumam ter um centro de orientação e ajuda aos estudantes estrangeiros. Nestes centros, você vai conseguir informações burocráticas e também outras dicas relevantes para o dia a dia na universidade e para estudar na Alemanha.

Dica: não confie em apenas uma fonte de informação sobre as regras da universidade

Nem sempre os pesquisadores e professores sabem todos os processos burocráticos para estudar na Alemanha.

Por isso, é recomendável que você entre em contato com a universidade para saber quais são os documentos necessários para que você possa iniciar seus estudos e busque informações em sites confiáveis, como o DAAD e da universidade escolhida.

O primeiro passo para estudar na Alemanha: entrar em contato com a universidade

Para estudar na Alemanha o primeiro passo é entrar em contato com a universidade e com a pessoa que lhe orientará no mestrado ou doutorado. Por que isso é importante?

Porque cada universidade tem suas próprias regras e requisitos. Inclusive, as regras podem mudar entre as faculdades de uma mesma universidade. Se você já sabe em qual universidade quer estudar, então é hora de procurar os meios para chegar até lá.

Documentos exigidos por todas as universidades: diplomas e visto

Validar o diploma e obter o visto é um procedimento obrigatório para estudar na Alemanha.

Diplomas de graduação e/ou de mestrado precisam ser validados

Validar o diploma significa ter uma avaliação para comparar se o seu curso no Brasil é equivalente ao curso na Alemanha e, portanto, se você está apto ou não para estudar na Alemanha.

Nem sempre o diploma é o único documento exigido para estudar na Alemanha

Parece meio trágico falar assim, mas se o seu curso do Brasil não é equivalente ao curso da Alemanha, pode ser que ainda assim você possa estudar na Alemanha, mas terá que receber a formação que falta no currículo.

Acreditem, o diretor da faculdade pediu para ler a minha dissertação de mestrado, para ter certeza de que o que fazemos no mestrado é o que eles também fazem. Ainda que você apresente o diploma do bacharelado, pode ser que tenha que apresentar também o histórico escolar da graduação.

É necessário traduzir documentos?

É sim. Prepare o bolso! Ter os documentos, como o diploma e histórico escolar, traduzidos para o alemão nem sempre é obrigatório, talvez a universidade aceite documentos em inglês, mas para poupar tempo e dinheiro eu já trouxe tudo traduzido para o alemão. E isso custa caro. Biblioteca na Alemanha

Tipos de visto para estudar na Alemanha

Brasileiros precisam de visto para estudar na Alemanha. De acordo com o site Study in Germany, os vistos de estudo na Alemanha são os seguintes:

  • Visto de estudante em potencial (Visum Zur Studienbewerbung): para quem ainda não recebeu a notificação de admissão em um curso universitário ou básico e quer ter a oportunidade de atender aos requisitos de admissão em uma instituição de ensino superior alemã;
  • Visto de estudante (Visum Zu Studienzwecken): se o estudante já foi aceito em uma universidade alemã;
  • Visto de curso de idiomas (Visa for Language Learning): para atividades educacionais que durem entre 3 meses e 1 ano, para o estudante participar de curtos cursos de alemão.

É importante ressaltar que, para solicitar um visto, você deve entrar em contato com a embaixada ou o consulado alemão em seu país de origem. No site Germany Visa é possível ter todas as informações sobre os vistos para a Alemanha.

S.O.S Estudantes estrangeiros

As universidades costumam ter um centro de orientação e ajuda aos estudantes estrangeiros. Nestes centros você vai conseguir informações burocráticas e também outras dicas relevantes para o dia-a-dia na universidade e para estudar na Alemanha.

Alguns centros podem oferecer atividades de integração social, leia-se: festas, excursões, atividades ao ar livre, etc.

Quanto custa estudar na Alemanha?

De acordo com o site Study in Germany, as taxas na Alemanha são muito baratas, comparando-as com outros países.

Grande parte das universidades e faculdades técnicas é financiada pelo estado e somente uma pequena quantia é financiada pelos estudantes.

Preços médios para estudar na Alemanha: graduação, mestrado e doutorado

Geralmente, não são cobradas taxas para programas de bacharelado e para a maioria dos programas de mestrado nas universidades estaduais.

O pagamento pode ser exigido para alguns programas de mestrado em educação continuada. Porém, não são muito altas em comparação com outros países. As taxas de ensino mais altas também podem ser cobradas em universidades privadas.

Universidades particulares

Dependendo da sua área de estudo, uma universidade privada pode oferecer cursos com qualidade superior ao de uma universidade pública. Mas o custo é alto.

Estudar em uma universidade particular ou faculdade técnica é bem mais caro, porque estas são financiados apenas por propinas e podem chegar a 20 mil euros anuais.

Taxas variam em cada estado

No país, todos os estados têm o direito de decidir se as taxas são necessárias ou se podem ser retiradas. Bayern, Hamburgo e Niedersachsen cobram taxas de aproximadamente 500 euros, o que é bastante barato. Os outros estados federais não cobram, mas alguns possuem regulamentos especiais. Para pagarem as taxas das universidades particulares, os estudantes podem pedir empréstimos para bancos ou auxílio para o governo.

O empréstimo do governo se chama BAföG, e pode ser requisitado por estudantes estrangeiros que não são da União Europeia, mas as chances de conseguir o auxílio são baixas. Veja alguns exemplos de custos de cursos nas universidades alemães, para que você tenha uma noção dos valores praticados para estudar na Alemanha.

Exemplo de custo

A taxa cobrada para fazer bacharelado em Bioquímica na Universidade de Ruprecht-Karls-Heidelberg é de 171,75€ semestrais, assim como para cursar mestrado em Bioquímica e mestrado em Literatura Clássica Moderna, por exemplo, nesta universidade.

Taxa semestral

Como dissemos, todos os estudantes devem pagar uma tarifa em dinheiro, chamada taxa semestral. Como dissemos, essa taxa é referente aos custos de administração do estudante e financiadas lanchonetes, residências ou instalações esportivas.

Na maioria dos casos, com essas taxas, também se obtém uma passagem semestral que pode ser usada para ônibus ou trem na área. A taxa do semestre varia entre 150 e 350 euros. Veja um exemplo dado pelo DAAD para a taxa de semestre cobrada pela Universidade de Colônia no semestre de inverno 2019/2020.

Bilhete semestral 185,60 euros
Contribuição social para a Studentenwerk 75 euros
Autoadministração de estudantes 11,50 euros
Esportes estudantis 1,75 euros
Faculdades / conselhos de estudantes 2,10 euros
Contribuição administrativa e de dificuldades 1,10 euros
Total 277,05 euros

Veja também o artigo que escrevemos sobre quanto custa estudar na Europa.

Prova de recursos financeiros para estudar na Alemanha

De acordo com o DAAD, antes de chegar na Alemanha, o estudante precisa de comprovante de financiamento (já ao solicitar um visto), uma garantia de que pode gerenciar seus estudos financeiramente.

A partir de 1º de janeiro de 2020, o valor é de 853 euros por mês ou 10.236 euros por ano. É possível fazer essa comprovação financeira na forma de comprovante de renda dos pais, um valor de segurança em uma conta bloqueada, uma garantia bancária ou uma bolsa de estudos reconhecida. Solicite informações à Embaixada ou ao Consulado Alemão do Brasil.

É possível estudar de graça na Alemanha?

Teoricamente não.

Mesmo nas universidades públicas há uma taxa de matrícula. As universidades públicas alemãs são subsidiadas pelo governo, por isso são consideradas gratuitas. Porém, a cada semestre os estudantes pagam uma taxa de matrícula que será usada para contribuir com os gatos do restaurante universitário, da oferta de práticas esportivas e dos alojamentos para estudantes.

Além dessas contribuições que são destinadas à universidade, no valor da matrícula está incluído o ticket de transporte público que vale para todo o semestre e inclui diversos meios de transporte em uma região bem ampla, geralmente válido em partes do estado. Nesse sentido, a contribuição semestral pode ser considerada tão pequena que estudar na Alemanha pode ser considerado gratuito.

Dependendo da modalidade de bolsa de estudos que você tiver, a agência de fomento pode até pagar a taxa de matrícula semestral. Aí sim, você vai estudar na Alemanha literalmente de graça. Saiba ainda como estudar na Europa de graça.

Bolsas para estudar na Alemanha

Na Alemanha, apenas os cursos de graduação nas universidades públicas são gratuitos. Mas o país disponibiliza alguns programas para quem pretende concorrer e estudar de graça no país.

Para você se candidatar, basta se inscrever em uma agência de fomento à pesquisa – algumas oferecem programas especiais para estrangeiros estudarem na Alemanha, e alguns editais até são específicos para brasileiros – ou verificar no site da universidade que pretende estudar as bolsas de estudo que ela oferece.

As principais agências que oferecem bolsas para estudar na Alemanha são:

  • DAAD;
  • Fundação Alexander von Humboldt.

Na página do DAAD é possível encontrar uma base de dados das ofertas de bolsas para estudar na Alemanha. Além disso, é possível consultar as oportunidades de bolsas de estudo no site Study in Germany.

Preciso saber alemão para estudar na Alemanha?

Para estudar não, mas para viver precisa. Muitos programas de pós-graduação são internacionais. As aulas são em inglês, a sua tese poderá ser escrita em inglês, e você terá colegas com os quais poderá conversar em outros idiomas.

Mas não é só disso que se vive, não é? Estudar na Alemanha é mais do que assistir aulas. De acordo com o DAAD, é possível estudar na Alemanha sem falar alemão, mas com o conhecimento da língua o dia a dia fica muito mais fácil, assim como estabelecer novos contatos.

Além disso, é um grande diferencial no currículo. Segundo o órgão, a língua alemã não é fácil, mas há sempre muitas possibilidades para aprender, seja em um curso, com um colega de moradia ou por meio de um Tandem-Partner.

Os alemães têm consciência de que nem todo mundo aprende alemão antes de estudar na Alemanha. Por isso, instituições como DAAD e Humboldt financiam cursos de alemão para os estudantes.

De qualquer forma, um certificado de proficiência em inglês é obrigatório.

Melhores universidades da Alemanha

A Alemanha é reconhecida por sua excelência em educação e pesquisa, além de se destacar no quesito qualidade de vida, oferecendo educação de baixo custo e custo de vida favorável para estudantes. A melhor universidade para estudar na Alemanha é, sem dúvidas, a que oferece os melhores cursos na sua área.

Mas se você pode escolher entre duas universidades ou mais, recomendamos que você procure saber se a cidade onde está essa universidade é amigável para estrangeiros e se o custo de vida é compatível com a sua situação financeira. Estudar na Alemanha biblioteca Estudar na Alemanha tem seus benefícios e o país possui algumas das melhores universidades do mundo.

Confira as instituições que estão entre as mais renomadas em 2020, de acordo com o ranking QS.

1º – Universidade Técnica de Munique;

2º – Universidade Ludwig-Maximilians München;

3 º – Universidade de Ruprecht-Karls-Heidelberg;

4º – Humboldt-Universität zu Berlin;

5º – KIT, Instituto de Tecnologia Karlsruhe;

6º – Freie Universitaet Berlin;

7º – Universidade RWTH Aachen;

8º – Universidade Técnica de Berlim (TU Berlin);

9º – Eberhard Karls Universität Tübingen;

10º – Universidade Albert-Ludwigs-Freiburg.

Você pode ainda conferir quais são as melhores cidades da Alemanha para viver e estudar.

Frequência às aulas e comportamento em sala de aula

Quando se trata de escola na Alemanha, o ensino é obrigatório e se os pais não obedecerem à lei ficam sujeitos à multa. Matar aula pode render multa no país.

Confira todas as informações sobre o sistema alemão de ensino.

Em entrevista para o jornal DW com relação ao comportamento dos jovens, o sociólogo e um dos fundadores do grupo de pesquisa Juventude, Cultura e Mídia, Waldemar Vogelsang, disse que a autoafirmação é um dos principais marcos da juventude atual.

Liberdade no meio acadêmico

“Nossas pesquisas empíricas mostram que há hoje um meio tipicamente estudantil, caracterizado pela liberdade e mobilidade. Não se pode, contudo, confundir essa liberdade com o que seria uma geração hedonista”, afirma Vogelsang.

Da mesma forma como nas gerações anteriores, o jovem vê no estilo de vida estudantil um corte do cordão umbilical que o ligava ao lar paterno. “Nestas repúblicas, o jovem pode exercitar uma nova forma de socialização, diferente daquela que conhece na família. Ele tenta quebrar as estruturas clássicas do convívio, tanto no que diz respeito às diferenças entre os sexos, quanto em relação à hierarquia que separa as gerações. É a oportunidade de viver de forma completamente diferente. Uma maneira de socialização guiada pelas próprias escolhas e não obedecendo regras impostas pelos outros“, pondera Vogelsang.

Consciência da importância do diploma

“Os jovens de hoje sabem que, sem um diploma universitário, fecham-se muitas possibilidades profissionais na sociedade contemporânea. Ao contrário do que acontecia com as gerações de estudantes de 20 ou até mesmo 10 anos atrás, há hoje uma procura maior por cursos de especialização e um abandono da vida política, que só toma importância esporadicamente”, acredita Vogelsang. berlim alemanha

Diferenças entre o sistema de ensino na Alemanha e Brasil

Na Alemanha nem todos os estudantes fazem mestrado antes de entrar para o doutorado. Ao final do curso de graduação eles passam por uma etapa equivalente ao mestrado, e isso é o que eles chamam de “Diploma”.

Você verá que muitas pessoas usam Dpl. (Diplomanden) ao invés de Ms. (Master) para informar o grau de escolaridade. Mas mesmo alguns diplomados fazem o curso de mestrado.

Nota 1 é a mais desejada

Uma diferença difícil de entender é com relação às notas de avaliação. Você receberá uma nota de 1 a 5, sendo que 5 é a pior nota! Literalmente, você precisa ser o número 1. Mas isso são apenas curiosidades.

Na Alemanha também há a formação em colégios técnicos ou em universidades. E não existe um sistema de avaliação como vestibular ou ENEM. O desempenho do estudante durante o que seria equivalente ao ensino médio no Brasil é usado para avaliar o candidato ao curso de graduação.

E é necessário candidatar-se diretamente na universidade ou colégio técnico, já que não existe um exame nacional de avaliação. Quanto aos cursos de pós-graduação, cada universidade tem suas regras para admissão.

Vantagens e desvantagens de estudar na Alemanha

Eu tenho a sensação de que quando pensamos em vantagens dizemos as coisas que são mais gerais, que serão vantagens para quase todas as pessoas, ainda assim com o viés pessoal. E se me perguntam sobre desvantagens, eu considero que as respostas são quase 100% pessoais.

As vantagens começam pelo seu currículo

Não é apenas porque está escrito lá que você estudou na Alemanha. Mas existe a experiência de estudar e trabalhar em instituições internacionais e em grupos multiculturais.

Isso é algo bastante valorizado nos negócios e na pesquisa. Aprender novo(s) idioma(s) também traz vantagens profissionais e pessoais. As experiências que vivemos aqui podem ser aplicadas no Brasil, trazendo inovação e fazendo a diferença no que consideramos que precisa ser melhorado no nosso país e que a Alemanha serve de exemplo nesse ponto.

Para falar a verdade, não vejo desvantagens

Muitas pessoas irão dizer coisas como: ficar longe da família, ter dificuldades de se integrar, ou que o estilo de vida é muito diferente e elas sofrem vivendo aqui. Isso são dificuldades, e não desvantagens. Nada disso é mentira. Mas nem todas as pessoas sentem isso.

Estudar na Alemanha pode ser uma situação temporária, você não ficará preso aqui para sempre. Fora do âmbito pessoal, pensando apenas na sua qualificação profissional, estudar na Alemanha não tem desvantagens.

E fazer um intercâmbio na Alemanha, vale a pena?

Se você não quer estudar na Alemanha por um longo período, uma boa opção são intercâmbios, ou um “sanduíche” no mestrado ou doutorado. As vantagens serão praticamente as mesmas de estudar por um longo período na Alemanha, e a única desvantagem é que o tempo passa rápido, e talvez quando acabar seu tempo aqui você ainda não estará com vontade de voltar pra casa.

Só tentando pra saber. Saiba tudo sobre morar em Berlim.

Vale a pena estudar na Alemanha?

Estudar na Alemanha vale a pena sim. No mínimo você vai aprender que não gosta de morar em outro país. Tudo bem, essa é a minha filosofia de vida, não tenho os pés no chão e tento aproveitar o que tem de bom mesmo quando não é a situação ideal. Mas diga a verdade, se você chegou até o final desse texto, você tem pelo menos um pouquinho de vontade de estudar na Alemanha, certo?

Comece a procurar as oportunidades, onde você gostaria de estudar, e também informe-se sobre a cultura da Alemanha e também sobre os brasileiros na Alemanha, para ajudar na sua adaptação. E agora, deu mais vontade de estudar na Alemanha? Então saiba tudo sobre morar na Alemanha nesse artigo.

Conheça a ESMT: a melhor escola de negócios de Berlim.

Rachel é brasileira e mora na Alemanha há cinco anos. Formada em biologia, deixou Minas Gerais para fazer mestrado em São Paulo, e o doutorado a trouxe para a Alemanha. Ainda não sabe se vai parar por aqui, ou qual será a próxima parada. Adora viajar, contar causos e conhecer pessoas.

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.

Artigos relacionados

Salário mínimo na Alemanha e profissões com melhores salários

A Alemanha é um país muito almejado pelos brasileiros, e pensando nisso, vamos falar tudo sobre o salário mínimo na Alemanha

Morar na Alemanha: tudo o que você precisa saber

Tem vontade de morar na Alemanha? Então leia esse artigo com tudo o que você precisa para mudar para lá: visto, clima, emprego, adaptação, idioma e mais.

Como conseguir cidadania alemã: veja o passo a passo completo

Você tem ascendência alemã ou mora na Alemanha? Saiba como obter a cidadania alemã, quanto tempo demora, quem pode solicitar, quanto custa e benefícios.

Custo de vida na Alemanha: saiba os custos de viver no país

Você sabe qual é o custo de vida na Alemanha? Veja preço de aluguel, alimentação, seguro de saúde, transporte e tudo o que você precisa saber.

Vistos para trabalhar na Alemanha: quais são e como tirar

Saiba quais são os vistos para trabalhar na Alemanha. Conheça os tipos de vistos e permissões de residência no país para os estrangeiros.

Emprego na Alemanha: guia completo para conquistar o seu

Veja como encontrar emprego na Alemanha, melhores sites para procurar emprego, salários, custo de vida, se precisa falar alemão e outras dicas.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube