Casas na Itália a 1 euro: sim, é verdade, mas com regras

Itália  / 

Às vezes você está navegando pela internet, pelas redes sociais e se depara com uma notícia mais ou menos assim: Casas na Itália a 1 euro. Oi? Como assim, só 1 euro? Só pode ser mentira!!! Por esse valor qualquer pessoa pode comprar uma casa!! E na Itália!

Como atualmente a propagação de fakenews é alta, fica até difícil saber o que é verdade e o que é mentira.

Pra saber qual é a real desse assunto, eu pesquisei pelos sites de notícias da Itália e descobri: É VERDADE!

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Casas na Itália a 1 euro: o projeto

O projeto Case a 1 euro partiu da iniciativa de alguns comuni (municípios) italianos para salvar algumas habitações do risco de destruição e de abandono. Isso não quer dizer casas completamente destruídas, mas de habitações que necessitam de reestruturação (mas não inabitáveis) e que apresentem estruturas sólidas.

Vender uma casa por apenas 1 euro pode parecer prejudicial às finanças do município, mas a realidade é que sem essa iniciativa haveria perda nos cofres públicos.

 

Essa ideia tem o propósito de repovoar aldeias que estão ficando desertas, abandonadas pela população jovem e pela morte da população idosa.

Além disso, o projeto poderia abalar o mercado imobiliário, facilitando o acesso a casas para jovens proprietários, para quem a capacidade de acessar uma hipoteca é muitas vezes um obstáculo intransponível nos dias de hoje.

Saiba tudo sobre trabalhar na Itália.

Não menos importante, com o repovoamento desses pequenos comuni também é promovido o nascimento de atividades de turismo, ativando a economia de toda a área em questão. Tem sempre com vista a acolher o turismo, podendo explorar a possibilidade de reconstruir a propriedade com um pequeno hotel, um B&B, ou pensar em um projeto maior que também envolve mais propriedades dentro do mesmo país com a capacidade de criar um hotel generalizado.

Em suma, as possibilidades e implicações são muitas e muito interessantes.

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Casas na Itália a 1 euro: como funciona

As casas são de propriedade de particulares que querem “se livrar” delas para não pagarem impostos e taxas. Os edifícios são vendidos como doações aos comuni que, através de procedimento público, vendem ao valor simbólico de 1 euro. Em outros casos, são as administrações municipais que atuam como fiadores para os proprietários dessas casas.

Então é fácil adquirir um imóvel pela bagatela de 1 euro, não é? Não! A pessoa compra a casa por esse valor, mas há compromissos que esses compradores devem garantir:

  • Planejar um projeto de reestruturação e reavaliação no prazo de 365 dias após a compra (aproximadamente 20 a 25 mil euros);
  • Apoiar as taxas de notário para registro, transferências e empilhamento;
  • Dois meses para começar o trabalho quando todas as autorizações forem permitidas;
  • Para garantir a segurança da compra pelo comprador, o Município solicita a estipulação de uma apólice de garantia de 5 mil euros por um período de três anos, que é então reembolsado no vencimento.
  •  

Caso esses requisitos não sejam obedecidos, os compradores serão removidos da propriedade.

Casas na Itália a 1 euro: quais municípios

No início, o projeto tinha a participação de 4 comuni. No site do projeto encontrei 11:

  • Zungoli, na província de Avellino, região da Campania
  • Mussomeli, na província de Caltanissetta, região da Sicilia
  • Pratrica, na província de Frosinone, região do Lazio
  • Fabbriche di Vergemoli, na província de Lucca, região da Toscana
  • Montieri, na província de Grosseto, região da Toscana
  • Ollolai, na província de Nuoro, região da Sardegna
  • Nulvi, na província de Sassari, região da Sardegna
  • Lecce nei Marsi, na província de Aquila, região de Abruzzo
  • Gangi, na província de Palermo, região da Sicilia
  • Ragalbuto, na província de Enna, região da Sicilia
  • Salemi, na província de Trapani, região da Sicilia

Além desses municípios italianos, a Grã-Bretanha e a França também aderiram a essa ideia.

Para mais informações, basta acessar o site Case a 1 euro que você encontra as orientações necessárias ou pelo sites dos municípios.

E assim, descobrimos que realmente é possível comprar casa na Itália a 1 euro! Saiba mais sobre imóveis na Itália.

A presto!

Em destaque na Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é a TransferWise. Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE

Aline é ítalo-brasileira, advogada e decidiu trocar a vida no Brasil para recomeçar na Itália. Adora viajar, conhecer pessoas, jogar vídeo-game e comer um churrasco. Gosta de arriscar e de novas experiências.