Doces italianos: 15 especialidades que você precisa provar

Itália  / 

Que a culinária italiana é uma das melhores do mundo, ninguém discute. O que poucos sabem é que quando o assunto são doces, o país da bota oferece muito mais do que o tiramisu, a sobremesa italiana mais conhecida no mundo todo. Fizemos uma pequena lista das delícias que você precisa provar quando estiver de passagem pela Itália. Não tem melhor e nem pior, todos são deliciosos doces italianos. Vale a pena experimentar. Confira!

Os 15 melhores doces italianos

1. Babà al rum

Babà al rum é uma espécie de bolo e é tradicional da cidade de Nápoles. Feito no forno, ele possui a forma de um cogumelo e é perfeito para os mais gulosos, pois mede de 5 a 7 centímetros e tem recheio abundante. A massa é embebida no rum.

Apesar de ser um dos doces italianos típicos, dizem que a receita foi criada por Estanislau I da Polônia, quando ele estava na França, e o nome seria de origem russa. Uma outra história é que o doce teria sido criado na Áustria.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Conheça também os doces típicos da França e da Holanda.

2. Baci di dama

Baci di dama são biscoitos originários da cidade de Tortona, em Piemonte. Os biscoitos são divididos em duas partes com recheio de chocolate.

O baci di dama nasceu na cidade de Tortona no século XVIII. A receita original tinha avelãs da região. Com o passar do tempo foram substituídas por amêndoas, em outras cidades da Itália. A mudança oficial da receita foi feita por Stefano Vercesi, em 1810, passando a chamar os biscoitos de baci dorati. Em 1908, os biscoitos participaram de uma feira em Milão e venceram a medalha de ouro, como melhor receita de doce da época.

3. Cannoli siciliani

Cannoli siciliani é uma sobremesa de origem siciliana, que é feita com massa frita e tem o formato de tubo. Dentro, um saboroso recheio de creme de ricota.

doces italianos cannoli

O cannoli siciliani nasceu em Palermo e Messina e, nesta época, era um dos doces italianos produzidos somente para as festas de carnaval da Itália. A primeira receita teria chegado até aos italianos pelas mãos dos árabes.

Quer saber mais? Veja esse artigo com tudo sobre a Itália.

4. Cantuccini

Cantuccini é um biscoito que também é conhecido como biscoitos de Prato. São típicos da região Toscana, feito com amêndoas secas no forno. São consumidos pelos italianos com café ou com vinho tinto.

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Diz-se que o cantuccini faz parte da culinária italiana desde a Idade Média e Renascença. Aliás, a autoria da receita é disputada entre várias cidades do país. Porém, normalmente, se diz que sua região berço é a cidade de Prato.

5. Cartellate

Cartellate é um doce italiano típico do Natal e faz parte da gastronomia pugliese. São como biscoitos e a receita ainda leva mel e canela.

O doce faz parte da tradição católica na região, quando as famílias preparam grandes quantidades antes do Natal e deixam em potes para consumir durante a festa. A sua forma representaria a coroa de espinhos no momento da crucificação de Jesus.

Conheça também as delícias dos doces espanhóis e doces portugueses.

6. Cassata siciliana

Cassata siciliana é um bolo feito com queijo ricota, pão de ló e frutas cristalizadas, típico da Sicília. A receita parece simples, porém, não é bem assim. Ela sofre variações de acordo com a cidade em que é produzida. Em algumas dessas variações leva pistache, pinhão, canela ou até chocolate.

doces italianos cassata

Não se fala muito sobre a origem da receita, somente que o nome tem origem árabe.

7. Castagnaccio

Castagnaccio é uma torta feita com farinha de castanhas de algumas regiões da Itália, entre elas Toscana, Lazio, Piemonte e Umbria. Devido a quantidade de lugares que a receita é preparada, o nome do doce italiano também sofre alterações. Castagnaccio também é conhecida como migliaccio, baldinho, castignà e ghirighio.

A invenção da receita é atribuída a Pilade da Lucca e a menção ao nome do seu autor é feita por Ortensio Landi, em Venetia, no ano de 1553.

Brasileiros na Itália: o que fazem? Onde vivem? Gostam de viver no país? Saiba tudo.

8. Crostata di ricotta romana

Crostata di ricotta romana é uma espécie de bolo, mal comparando. Aliás, as crostatas são receitas de doces italianos muito famosas na Itália.

Porém, no caso da crostata de ricota romana, o seu diferencial das demais, que normalmente levam recheio de fruta, é ser recheada do queijo ricota.

Não se sabe ao certo sobre sua origem, porém, os italianos acrediram que é uma herança dos hebraicos. Diz a lenda que os hebraicos passaram a fazer a crostata com a ricota no meio para esconder o queijo dos papas que os controlavam enquanto eles comercializam leite e derivados. Por isso, eles colocavam o queijo no meio da massa.

9. Frittelle al mascarpone

Frittelle al mascarpone é como um pequeno bolinho de chuva e são doces italianos que costumam ser servidos em festas. A receita é bem simples: farinha, açúcar, uvas passas, ovo, limão siciliano e óleo.

Quanto à sua história não tem muito mistério, a receita é atribuída ao chef napolitano Antonio Cannavacciuolo.

doces italianos frittelle

10. Gelato al fiordilatte

Gelato al fiordilatte é um sorvete e todo mundo sabe que os italianos são mestres na arte de fazer sorvetes. Eles mesmo reconhecem que não é fácil dizer quando nasceu o gelato.

Porém, na história moderna, o primeiro italiano a abrir uma gelateria foi Filippo Lenzi, no final do século XVIII. Já o primeiro gelato fiordilatte nasceu na Itália em 1948. Desde então, é um dos sabores de sorvete mais tradicionais do país.

Quais são as melhores cidades da Itália para morar? Descubra aqui o nosso top 10.

11. Lingue dolci friulane

Lingue dolci friulane é como se fosse um biscoito e lingue, porque o formato é muito parecido a de uma língua. A receita é bem simples: farinha, manteiga, água de flor de laranja, açúcar, água e sal. Dizem que o segredo para dar certo é acertar nas medidas. Um dos doces italianos perfeitos para saborear com um bom café.

Sobre a história, é reconhecida como um doce italiano da região de Friuli, porém, nada de detalhes e nem quem foi o inventor do biscoito de sabor suave.

12. Pastiera napolitana

Pastiera napolitana é um doce da cozinha de campo, típico de Nápoles e da época da Páscoa. É muito parecido com a crostata e sua receita leva grande quantidade de ricota.

Diz a lenda que alguns pescadores ficaram presos em uma embarcação durante um dia e uma noite porque fazia mau tempo.  Quando voltaram e foram questionados como tinham conseguido superar o imprevisto, disseram que comeram “pasta de ontem” feita com ricota e ovo. Teria sido inventada a receita no século XVI.

Ficou com vontade de morar na Itália e desfrutar de todas essas delícias? Saiba como neste artigo.

13. Pinza bolognese

Pinza bolognese é um doce de origem da cidade de Bolonha, que é preparado tradicionalmente durante as festas de Natal. Porém, é possível encontrar o doce em qualquer outra época do ano. O segredo da receita é a chamada mostarda bolognese.

A receita oficial aparece pela primeira vez em 1664, no livro intitulado “A economia do cidadão da pequena cidade”, de Vincenzo Tanara.

14. Seadas

Seadas é um doce originário da Sardenha. Para brasileiros, sua forma pode recordar um pouco um pastel. Porém, a receita leva alguns ingredientes nada usuais no Brasil, como farinha de sêmola de grão duro, farinha tipo 00, mel de laranja e queijo de pécora doce.

Se diz que o doce erroneamente é considerado uma receita espanhola por causa do nome muito parecido com palavras do idioma espanhol. Porém, que teria sido inventado na Roma antiga.

15. Tiramisu

Tiramisu é sem dúvida o doce italiano mais reconhecido fora do país. A sobremesa italiana é feita com biscoitos champagne molhados no café e queijo mascarpone.

Diz que a receita foi criada após a Segunda Guerra Mundial e a sua origem na Itália seria na cidade de Treviso. O tiramisu teria sido servido pela primeira vez no restaurante “Da Alfredo”, em Treviso. Porém, o restaurante apontado como o criador da receita nunca reclamou a autoria.

Para entrar no país é obrigatório contratar um seguro viagem para Itália. Por quê? Descubra aqui.

Em destaque na Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor