Doces espanhóis: conheça as receitas típicas de cada região da Espanha

Espanha  / 

Que tal fazer uma viagem pelas regiões da Espanha experimentando os principais doces espanhóis? Afinal de contas, a gastronomia de um país é parte fundamental da cultura. E quem não ama uma boa sobremesa? Reunimos 16 doces espanhóis separando por regiões e que são considerados os mais “representativos” de cada uma delas e do país. Acompanhe e fique com água na boca!

Doces espanhóis: região da Galícia

Tarta de Santiago

Uma homenagem a Santigo de Compostela.

Como é feito: com amêndoas misturadas com açúcar e ovos na mesma proporção. O toque final fica por conta da Cruz da Ordem de Santiago, que é desenhada em cima da mini torta com açúcar de confeiteiro.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

tarta de santiago

Conheça também os principais pontos turísticos da Galícia.

Doces espanhóis: região das Astúrias

Casadielles

Podemos dizer que é um doce espanhol carnavalesco, pois é feito para a festa. Porém, pode ser encontrado em qualquer época do ano.

Como é feito: é como se fosse um pastel frito feito com farinha e dentro está o “segredo”: o recheio. O tradicional leva nozes, avelãs, açúcar e anis. Porém, dependendo da zona da região, é possível experimentar recheios que não levam todos os ingredientes e em outras, que ainda levam vinho branco ou mel.

casadielles

Arroz con leche

Muito semelhante ao nosso arroz doce.

Como é feito: essa iguaria típica da região das Astúrias leva arroz, açúcar, manteiga e também raspas de limão e canela. É uma delícia!

Veja também quais são as comidas típicas da Espanha.

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Doces espanhóis: região da Cantábria

Quesada pasiega

Se tem notícia deste doce espanhol desde do século XIV, por isso, é considerado um dos doces espanhóis mais antigos.

Como é feito: com queijo fresco de leite de vacas de uma determinada região da Espanha, pois, segundo os espanhóis, é o que dá o sabor especial ao doce. É claro, que leva outros ingredientes e é considerado um doce praticamente impossível de se replicar em casa.

Doces espanhóis: país Basco

Goxua

O nome traduzido, na verdade, é doce na língua da região, a euskera. Além disso, o doce é considerado o “doce de vitória”, e o seu criador é o vitoriano Luis Sosoaga, que teria inventado a sobremesa nos anos 70. O que há controvérsias, pois outro espanhol, Miranda de Ebreo, reclama a autoria do goxua.

Como é feito: a verdade é que é um doce bem fácil de fazer e de sabor marcante. Leva nata, biscoito e creme.

Tudo sobre a Espanha: um guia para conhecer o país espanhol.

Doces espanhóis: região de Navarra

Torta de Txantxigorri

Não se assuste com o nome, que também pode ser chamada de chanchigorri. São tortas que tradicionalmente se preparam durante o período de matança de porcos, sendo a gordura do animal um dos ingredientes principais. É mais fácil de encontrar este doce durante o outono europeu.

Como é feita: além da gordura de porco, leva massa de pão e açúcar e costuma ser servida morna.

Trenza del Reyno

É feito de massa folhada e pode ter diversos recheios. Pode ser encontrado em quase todas as padarias.

Como é feito: é feito com farinha, leite, levedura seca, manteiga, ovosm nozes e amêndoas laminadas. É comum no café da manhã dos espanhóis.

Doces Espanhóis: região da Rioja

Fardelejos

Este doce espanhol tem uma longa história para contar, sua origem é árabe e começou a ser preparado na Espanha entre os séculos IX e X. Costuma ser um doce típico nas festas populares da Espanha, e tanto é consumido como sobremesa, como parte do café da manhã.

fardelejos

Como é feito: é como se tivesse “capas” muito finas e o seu recheio leva ovos, amêndoas, limão ralado e açúcar. Ainda tem uma deliciosa cobertura de glacê de açúcar.

Bebidas espanholas: 11 opções que você deve provar ao chegar no país.

Doces espanhóis: região de Castilla e León

Yemas de Ávila

Também são chamadas de yemas de Santa Teresa, uma homenagem a Santa Teresa de Jesus. É o principal doce de Ávila, tão importante, que se transformou em um tipo de souvenir da cidade. Porém, também pode ser encontrado em outras zonas da região.

Como é feito: tem a forma de pequenas bolas de cor laranja, lembram gemas de ovo e são servidas em forminhas como os docinhos que estamos acostumados a ver no Brasil. Levam ovos, açúcar, canela e raspas de limão.

yemas de santa teresa

Roteiro Portugal e Espanha: veja uma sugestão de plano de viagem pelos países.

Doces espanhóis: região de Aragón

Almojábanas

É um doce espanhol que tem calendário para experimentar. No dia 19 de março, dia de São José; no dia primeiro de novembro, Dia de Todos os Santos e no Natal. Há pouco tempo atrás, era um doce tradicional na Espanha em festas de casamento e batizados.

Como é feito: o doce pode ser banhado em mel ou água com açúcar caramelizado ou ainda podem ser recheados com creme. Normalmente, são de forma redonda como se fossem rosquinhas.

Brazo de Gitano

Parece com o nosso rocambole, mas sem estar muito enrolado e com recheio diferente.

Como é feito: é feito com farinha, ovo, nata e açúcar, e pode ser recheado com geleias ou com chocolate. Conseguiu imaginar? Dá até água na boca!

brazo de gitano doces espanhois

Mercados de Natal na Europa: conheça essa tradição europeia.

Doces espanhóis: região da Catalunha

Crema catalana

O doce bem popular em toda a Espanha, já foi quase que exclusivo para saborear no dia de São José.

Como é feito: o creme feito de gemas de ovo e açúcar com um toque suave de canela, ganha o efeito final, com o açúcar da cobertura, queimado na hora. Dando um contraste entre o doce suave e frio, com o crocante do açúcar queimado e quente.

crema catalana

Leia nosso artigo com tudo sobre a Catalunha.

Doces espanhóis: Madrid

Bartolillos

Um doce que é feito especialmente para Semana Santa. A origem da sobremesa recebe várias versões, uns dizem que chegou na Espanha através dos romanos quando invadiram a Península, enquanto outros dizem que é uma receita das irmãs de um convento espanhol. O que é certo é que há registros do doce em MadriD desde do século XIX.

Como é feito: são como pastéis de forma triangular e fritos. A massa é bem fina e o recheio de creme de ovos. É servido preferencialmente quente.

Torrijas

Muito parecido com as nossas rabanadas (é o doce que ilustra a capa deste artigo).

Como é feito: nesse doce o pão é molhado no vinho ao invés do leite, e depois de prontos, são acrescentados licor ou mel.

Saiba como é morar em Madrid e como é morar em Barcelona.

Doces espanhóis: região da Estremadura

Perrunillas

O que se sabe sobre o doce é que seria uma “invenção” de freiras espanholas.

Como é feito: o doce é feito com uma massa de textura seca e áspera, porém, quando se coloca na boca, se desmancha. Normalmente, são de forma redonda, porém, os ingredientes variam bastante. Manteiga de porco, ovos e canela são alguns dos ingredientes que são sempre usados em todas as versões do doce.

Doces espanhóis: região da Valência

Fartons

Teria sido elaborado pela primeira vez em 1969, pela família Polo para mergulhar em uma bebida de nome chufa, que é feita com vegetais e muito refrescante. O doce é mais consumido na cidade de Allboraya.

Como é feito: é esponjoso, como um bolo macio, que leva azeite de girassol. Faz boa combinação com bebidas quentes, como chocolate ou café com leite. Perfeito para quem gosta de mergulhar o que está comendo no café.

Buñuelos de Calabaza

É tipo um sonho, mas feito com abóbora.

Como é feito: leva abóbora cozida, farinha, fermento e água, faz a massa e depois frita, como se fossem bolinhos. Esses doces são típicos no café da manhã na região de Valência.

Veja nesse artigo como é morar em Valência.

Doces espanhóis: região da Andaluzia

Pastel cordobés

A data tradicional para preparação deste doce é no dia 17 de novembro como homenagem aos patronos de Córdoba: São Acisclo e Santa Vitória. A partir do ano de 1998 iniciou-se a “jornada do pastel cordobés”, neste dia, o doce é distribuído gratuitamente.

Como é feito: é como uma pequena torta com recheio de cabelo de anjo, sidra e em algumas versões, leva presunto no recheio.

Tocino de Cielo

Típico de Andaluzia, podemos dizer que é um doce parecido com o nosso quindim, mas sem o coco por baixo. É bastante saboroso, porém muito doce, para quem é bem “formiguinha”, essa é uma boa opção.

Como é feito: é feito basicamente com ovo, água, açúcar e limão, coberto com caramelo.

tocino de cielo doces espanhois

Saiba também como é morar em Sevilla.

Doces espanhóis: região de Múrcia

Paparajotes

O doce chegou na Espanha através dos árabes. Mais tarde, passou a ser a sobremesa das pessoas que viviam no campo, que preparam diariamente para comer depois do almoço, acompanhado de café aromatizado com canela.  Além de ser um prato típico da região, é mais consumido durante as Festas de São José, na primavera.

Como é feito: é feito das folhas do limoeiro, passadas em uma massa feita com farinha, canela e ovo, polvilhado com açúcar e depois fritos em azeite.

Veja o mapa da Espanha completo e entenda onde fica cada uma das regiões da Espanha.

Doces espanhóis: ilhas espanholas

Nas Ilhas Baleares experimente ensaimada, doce feito com massa de açúcar e que também leva manteiga de porco.

Nas Ilhas Canárias experimente frangollo, que é feito com base de leite, farinha de milho, limão, ovos, açúcar, manteiga, passas, amêndoas e canela.

Você já conhecia ou já provou algum desses doces espanhóis tão típicos de cada região? Eu confesso que já fui a Espanha algumas vezes, mas nunca experimentei nenhum desses. Vou colocar na minha “to do list” ou melhor, “to eat list” para a próxima ida à Espanha.

Conheça também os melhores doces portugueses, italianos e franceses.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Julia é brasileira, formada em Turismo e mora em Portugal há 6 anos. Tirou o mestrado em Empreendedorismo na Universidade da Beira Interior e atualmente está terminando o doutorado em Gestão. Apaixonada por viagens, baladas e por fazer novas amizades, gosta de usar o tempo livre para conhecer novos países e culturas.