Estudar na Itália de graça não é um sonho tão distante assim! Existem bolsas do governo e também das próprias universidades. É preciso ter paciência e se dedicar aos estudos. Quer saber como? Leia o nosso artigo exclusivo! Buona lettura!

É possível estudar na Itália de graça?

Você está pensando em morar na Itália por um período, estudando e sem pagar nada? Boas notícias!

Saiba que é possível estudar na Itália de graça, seja um curso de italiano ou se matricular em uma faculdade na Itália, o governo italiano disponibiliza bolsas de estudo para alunos estrangeiros ou com cidadania italiana que queiram estudar no país.

Como estudar na Itália de graça com ajuda do governo?

Uma das possibilidades de estudar de graça na Itália é concorrer a bolsas de estudo oferecidas pelo governo italiano. Grosso modo, existem duas bolsas possíveis para estudantes (estrangeiros ou cidadãos italianos): as bolsas da ADISU e as bolsas do MAECI.

Como conseguir uma bolsa ADISU?

A primeira, cujo acrônimo significa Agenzia per il diritto allo studio, é uma instituição regional que se ocupa do direito ao estudo, oferecendo bolsas e administrando o restaurante universitário. Cada região possui uma Agenzia local.

Neste caso, os pré-requisitos são:

  • Estar matriculado em uma universidade italiana;
  • Apresentar o Imposto de renda brasileiro;
  • Se inscrever no edital antes do início do ano acadêmico.

Para se inscrever em uma faculdade na Itália, é necessária a seguinte documentação:

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →
  • Histórico do Ensino Fundamental (I e II);
  • Certificado de conclusão do Ensino Fundamental;
  • Histórico do Ensino Médio;
  • Certificado de conclusão do Ensino Médio.

Lembre-se que todos os documentos deverão ser traduzidos por um tradutor juramentado que deverão ser apostilados (documentos originais em português, assim como as traduções). Também será necessário apresentar os documentos que comprovem a renda familiar (de todos os membros familiares maiores de idade) e os bens (como casa, carros, conta-poupança etc.).

Como conseguir uma bolsa MAECI?

Já a segunda opção de bolsa disponibilizada pelo governo italiano é oferecida pelo Ministero degli Affari Esteri e Coperazione Internazionale, algo como o nosso Ministério de Relações Exteriores. O MAECI é responsável pela promoção da língua italiana no exterior, oferecendo bolsas de estudo para estudantes estrangeiros (ou com dupla cidadania).

estudar na Itália de graça

Para conseguir estudar na Itália de graça e tentar uma das bolsas do governo italiano, você precisará se inscrever no site Borse di studio online do Ministério de Relações Exteriores da Itália. Os pré-requisitos para consegui-la são:

  • Apresentar o diploma de língua italiana;
  • Carta de motivação;
  • Escolher o tipo de curso;
  • Currículo.

A tipologia de documentação educacional que você deverá fazer o upload no site dependerá do curso que você procura. Se você estiver, por exemplo, em busca de uma bolsa para estudar na Itália de graça cursando um mestrado, por exemplo, você deverá apresentar os documentos apresentados acima no tópico Adisu.

Como fazer graduação de graça na Itália?

Se o seu sonho é cursar uma graduação na Itália, portanto, estudar na Itália de graça, saiba que é possível, sim! Isso porque o governo italiano, através da Adisu, como vimos, disponibiliza bolsas de estudos para alunos italianos e estrangeiros.

Grosso modo, você poderá escolher entre duas opções:

  • Bolsa de estudos + gratuidade no restaurante universitário;
  • Bolsa de estudos reduzida + gratuidade no restaurante universitário + quarto nas residências universitárias.

Universidades que oferecem bolsas

As universidades italianas tendem a oferecer poucas bolsas de estudo, dado que existe um órgão responsável por todas as universidades públicas que oferece bolsas de estudos. O motivo? Toda região (são 20 no total) destina verbas à ADISU, a qual todo ano as oferece através de um edital.

Para poder se inscrever, basta ler o edital de cada Agência ADISU. Você poderá achá-lo no site de cada universidade italiana. Esse é um ótimo modo para conseguir estudar na Itália de graça.

Por outro lado, algumas universidades particulares também oferecem bolsas de estudo ou desconto na taxa anual. A Università Bocconi, especializada em Economia, por exemplo, dá bolsas de estudos para alunos que tiraram notas boas. A IULM, outra universidade privada de Milão, mas especializada em Comunicação e Tv, também oferece bolsas de estudos.

Se você tiver tempo, dê uma olhada nos sites das universidades que você tem interesse em se matricular!

É possível fazer mestrado de graça na Itália?

A resposta para essa pergunta é: sim! Graças às bolsas da ADISU, você poderá estudar na Itália de graça, visto que as bolsas também são previstas para os cursos de pós-graduação na Itália. Esses cursos costumam ter duração de 5 semestres.

As universidades privadas também oferecem bolsas de estudo para fazer mestrado no país e, logo, conseguir estudar na Itália de graça. Nestes casos, é importante ter:

  • Média ponderada alta na graduação;
  • Bom currículo acadêmico.

E doutorado?

Aqui também temos uma resposta positiva! As universidades italianas oferecem bolsas de estudo para quem quer cursar um doutorado na Itália, no valor de aproximadamente 1.200€ mensais. As bolsas de doutorado não são oferecidas pelas ADISU, porém, esse órgão costuma disponibilizar alguns descontos na residência estudantil e no restaurante universitário para alunos de Doutorado.

Para mais informações a respeito de como estudar na Itália de graça cursando um Doutorado, você deverá consultar o edital disponível no site da universidade desejada.

Como estudar italiano de graça na Itália?

Se o seu objetivo é fazer um curso de italiano, saiba que também existem iniciativas para conseguir estudar de graça.

O portal Borse di Studio Online, administrado pelo Ministero degli Affari Esteri e Cooperazione Culturale – correspondente ao Ministério de Relações Internacionais do Brasil – dá bolsas de estudos para quem tenha interesse em estudar na Itália e fazer um curso de língua italiana, mas somente níveis avançados.

universidade de Itália de graça

O valor mensal da bolsa é de cerca 700€ e são distribuídas de uma a três mensalidades, dependendo da opção escolhida pelo bolsista. No caso dos cursos de língua, você deverá escolher entre a Università per Stranieri di Perugia e a Università per Stranieri di Siena. E claro, deverá pagar as mensalidades dos cursos.

Algumas escolas de língua italiana também oferecem a possibilidade de bolsas, como:

  • Scudit;
  • Campus Magnolie;
  • Università per Stranieri di Perugia.

Programas de bolsas para estudar na Itália

Caso você esteja interessado em estudar na Itália de graça e cursar um mestrado, além das bolsas mencionadas acima, você poderá optar pelo programa de bolsas Erasmus Mundus. As bolsas, porém, não preveem os dois anos seguidos na Itália, mas sim, um ano na Itália e outro, em outra localidade europeia. Essas bolsas são válidas por 24 meses e normalmente as mensalidades são em torno de mil euros.

Para se candidatar, é necessário:

  • Diploma de conhecimento de duas línguas estrangeiras da União Europeia;
  • Histórico escolar da graduação;
  • Bom currículo acadêmico;
  • Carta de motivação.

O período de inscrição vai de março/abril do ano anterior a sua partida. Portanto, fique atento ao calendário no site do Erasmus Mundus. Lembre-se que você deverá tirar o visto de estudante no primeiro país no qual você for estudar. O segundo país europeu reconhece automaticamente o seu direito de permanência, por ser um visto aceite e equivalente em todo o espaço Schengen.

No caso da Itália, porém, não se esqueça que além do visto de estudos, você deverá obrigatoriamente requerer o Permesso di soggiorno per motivi di studio, mesmo que você tenha um visto de estudos europeu!

Minha experiência ao estudar na Itália de graça

Durante o meu percurso acadêmico, ou seja, graduação e mestrado, eu consegui obter três bolsas de estudos: duas de intercâmbio (do qual, uma oferecida pelo governo italiano) e uma da ADISU Umbria, durante o meu mestrado na Itália.

A primeira bolsa de estudos para a Itália foi oferecida pela Universidade de São Paulo, onde cursei a minha graduação, no antigo Programa de Bolsas de Intercâmbio Internacional para os Alunos de Graduação USP. Graças ao meu desempenho, ganhei uma bolsa de seis meses para morar na Itália.

A segunda bolsa foi oferecida pelo MAECI e pude estudar três meses na Itália, na Università per Stranieri di Perugia, onde cursei o Curso Avançado nível C2 de Língua Italiana.

A última bolsa, por fim, foi a bolsa que obtive durante a Laurea magistrale, equivalente ao mestrado na Itália, defendido na Università degli studi di Perugia. A bolsa durou 24 meses, não era muito alta, mas com ela eu conseguia pagar o aluguel e as despesas de casa. Sem as bolsas de estudo, eu dificilmente teria conseguido estudar na Itália.

Dica para conseguir uma bolsa de estudos na Itália

Os sites das universidades são bem completos e constantemente atualizados, principalmente após a explosão da pandemia da Covid. Por esse motivo, consulte-os sempre. Além disso, os funcionários dos gabinetes de Intercâmbio costumam ser gentis e respondem aos e-mails. Aproveite!

Agora que você já sabe como funcionam as bolsas para estudar de graça na Itália é hora de começar a se planejar. O ebook O sonho de viver na Europa compartilha a experiência de vários brasileiros que decidiram se mudar para o Velho Continente. Nele você confere dicas, experiências e o planejamento de diferentes perfis de brasileiros.