Fazer faculdade na Itália: saiba o que é necessário para estudar no país

Itália  / 

Estudar fora, praticar uma nova língua e conhecer outra cultura é o sonho de muitos estudantes. E quando todas essas coisas se unem em um país fascinante, com uma longa reputação de excelência acadêmica, a vontade é ainda maior. Se você é uma dessas pessoas e sonha em fazer faculdade na Itália, saiba que o país oferece diversas oportunidades.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Com várias universidades e cursos espalhados pelo país, a Itália é reconhecida mundialmente não só pela sua deliciosa gastronomia, mas por ser um centro de ensino e inovação, o que atrai a cada dia mais estudantes de todas as partes do mundo, inclusive do Brasil.

Mas será que fazer faculdade na Itália é um processo complicado? O que é necessário para estudar no país? Neste artigo vamos te passar várias informações e dicas para você se preparar e conquistar esse sonho acadêmico.

Fazer faculdade na Itália: entenda o sistema de ensino do país

Antes de iniciar o processo para fazer faculdade na Itália é preciso se familiarizar com alguns aspectos específicos do sistema de ensino do país.

Os estudos universitários na Itália são divididos em:

Corsi di Laurea

O que no Brasil conhecemos por graduações, na Itália são os “Corsi di Laurea”, também chamados de “Laurea Triennale”, com duração de três anos. Para fazer faculdade na Itália em um curso desse nível é necessário ter diploma do Ensino Médio.

Laurea Magistrale

O segundo ciclo, equivalente ao nosso mestrado, é composto pela “Laurea Magistrale” ou “Laurea Specialista”. São cursos de dois anos de estudos aprofundados em uma área mais específica e têm como pré-requisito possuir uma graduação anterior.

Master

Os “Master universitario di primo livello”, ou simplesmente “Master” também são cursos de segundo ciclo e equivalem a pós-graduações do tipo especialização ou MBA no Brasil. Eles duram cerca de um ano e são mais voltados para o mercado profissional.

Dottorato di ricerca

Já o “Dottorato di ricerca”, que seria o doutorado no Brasil, é um curso de terceiro ciclo de pesquisa científica avançada, com duração de no mínimo três anos.

Veja aqui como fazer pós graduação na Itália e mestrado na Itália.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Como ingressar em uma faculdade na Itália?

Inicialmente é preciso saber que, na Itália, mesmo o ensino público, é pago. Os meios de ingresso no Ensino Superior na Itália são bem diferentes do brasileiro. Por isso, antes de escolher o curso que você vai fazer, é importante ter algumas informações.

Dependendo do curso escolhido, não é necessário fazer nenhum tipo de exame como requisito obrigatório para se candidatar a uma faculdade na Itália, pois a maioria dos cursos das universidades tem “accesso libero” (acesso livre), ou seja, basta se matricular e começar os estudos.

Já para alguns cursos específicos, geralmente da área de saúde, como odontologia, medicina e medicina veterinária, as universidades realizam exames de admissão que funcionam de forma semelhante aos exames brasileiros, avaliando aquilo que foi estudado ao longo da trajetória estudantil dos candidatos.

Verifique o tipo de ingresso

De qualquer maneira, ao escolher o curso que pretende fazer na Itália, verifique junto à Universidade qual é o tipo de ingresso, se tem ou não tem uma prova de seleção.

Posso usar o Enem para fazer faculdade na Itália?

Como vimos, a maioria dos cursos universitários na Itália têm acesso livre, portanto, fazer o Enem não é um requisito necessário para fazer faculdade na Itália.

Ao decidir estudar no país, será necessário verificar as regras específicas de ingresso no curso e instituição escolhidos.

Conheça as melhores universidades da Itália

Agora que você já sabe como funciona o sistema de ensino e o ingresso nas universidades, é preciso saber quais são as opções de cursos e onde fazer faculdade na Itália.

O país possui várias universidades públicas de excelência e com uma grande estrutura espalhada pelo país. Além disso, também há uma diversidade de ofertas de cursos em universidades particulares, como a famosa Bocconi di Milano.

Neste ranking listamos as instituições mais bem conceituadas da Itália. Os dados são da Times Higher Education.

1. Scuola Superiore Sant’Anna;

2. Scuola Normale Superiore di Pisa;

3. Universidade de Bologna;

4. Universidade de Pádua;

5. Universidade Vita-Salute San Raffaele;

6. Universidade Sapienza de Roma.

Bolsas para estudar na Itália

Diferentemente do Brasil, na Itália, mesmo as universidades públicas são pagas, e os valores geralmente variam dependendo da renda familiar, o que é analisado pelos órgãos responsáveis. No caso dos estrangeiros, para fazer faculdade na Itália é preciso pagar uma taxa anual fixa em torno de 500€.

No entanto, o Ministério das Relações Exteriores italiano (Ministerio degli Affari Esteri e della Cooperazione Internazionale), oferece diversas bolsas para estudantes estrangeiros por meio de programas de fomento da cultura italiana no mundo.

Essas bolsas chegam a arcar com diversos custos, como estadia e manutenção do estudante no país, e até mesmo passagem. Além disso, também há oferta de bolsas para fazer faculdade na Itália nos sites das próprias instituições.

Precisa falar italiano para fazer faculdade na Itália?

As universidades italianas estão ofertando cada vez mais cursos em inglês. No entanto, a maioria ainda é em italiano e nesses casos é necessário ter conhecimento da língua. Portanto, para fazer faculdade na Itália em programas ministrados em italiano, os estudantes internacionais têm que provar sua proficiência na língua antes de iniciar o curso. Veja nesse artigo as melhores maneiras de aprender italiano.

Nesses casos, as instituições costumam exigir nível B2 ou C1, mas quem não possui um certificado pode realizar uma prova da própria universidade.

Itália tem forte tradição universitária

A Itália é um país com uma forte e antiga tradição de ensino universitário. A universidade mais antiga da Europa é a Universidade de Bologna, que existe desde o ano 1088.

Além disso, a Itália é muito famosa por suas faculdades de Belas Artes, Arquitetura e Direito. Toda essa tradição no ensino universitário, faz com que milhares de pessoas se mudem para fazer faculdade na Itália. Saiba que também já escrevemos um guia de como estudar na Itália.

O que é preciso para fazer faculdade na Itália?

 

Concluir o ensino fundamental e médio

Assim como no Brasil, para se matricular numa universidade italiana, é preciso ter concluído os ciclos de ensino fundamental e médio.

Os ciclos têm a duração de 12 anos

Na Itália esses ciclos têm duração de 12 anos e a maioria dos brasileiros que querem fazer faculdade na Itália, completaram esses ciclos em 11 anos.

Cursar 1 ano de faculdade no Brasil

A maneira de completar o tempo de 12 anos, é cursar 1 ano de faculdade no Brasil (e ser aprovado em todas as matérias).

Declaração de Valor

Para comprovar que você realmente estudou e completou os ciclos de ensino fundamental e médio, é preciso de uma “Declaração de Valor“.

É emitido pelo consulado italiano

A Declaração de Valor é um documento emitido pelo Consulado Italiano, que detalha como foram os estudos do requerente. Vem especificado o tempo de estudo de cada ciclo, o tipo de avaliação e que a instituição de ensino é reconhecida no Brasil.

Documentos necessários

Para solicitar a “Declaração de Valor” é preciso apresentar ao Consulado Italiano seu histórico escolar e certificado de conclusão do ensino fundamental e médio, com tradução juramentada, entre outros documentos.

Cada Consulado Italiano no Brasil adota um procedimento específico, então verifique no site do Consulado Italiano de onde você mora como solicitar a “Declaração de Valor“.

Também pode ser útil ver como validar diploma na Itália.

Preciso de visto para fazer faculdade na Itália?

Se você não for um cidadão europeu, você precisará de um visto de estudante para fazer faculdade na Itália.

Quem emite o Visto de Estudante será o Consulado Italiano da sua residência, mediante a apresentação de documentação específica.

Documentos necessários para solicitar um visto de estudante

  • Formulário de Solicitação de Visto;
  • 1 fotografia 3,5 x 4,0 (conhecida como foto tessera em italiano, que é fotografia padrão para documentos aqui)
  • Passaporte com validade superior a 3 meses do visto requerido;
  • Comprovação de hospedagem;
  • Comprovação financeira de meios de sustento;
  • Inscrição na Universidade italiana;
  • Seguro de viagem.

A vida estudantil na Itália

Agora que você já sabe as informações necessárias para fazer faculdade na Itália, com certeza vai gostar de saber que os italianos também são conhecidos por serem pessoas receptivas, abertas e amigáveis.

Portanto, ao decidir fazer faculdade na Itália, saiba que você também fará amigos locais rapidamente. E eles vão te ensinar o jeito italiano de ser, conhecido como “la dolce vita”. Além disso, a Itália é um país com uma vida noturna e cultural agitada, sem falar na deliciosa gastronomia.

Fazer faculdade na Itália: dicas

  • Se você pretende fazer faculdade na Itália pesquise bastante sobre as universidades e fique atento às datas das candidaturas;
  • Caso seja aprovado para fazer faculdade na Itália, procure o consulado italiano mais próximo da sua cidade para obter o visto de estudante e demais documentos obrigatórios;
  • É verdade que o nível de exigência das universidades italianas é bem alto. Por isso, os livros dos programas das disciplinas devem ser estudados de verdade, profundamente, e com determinação.

Bom, espero que tenham gostado deste artigo sobre como fazer faculdade na Itália. Boa sorte e bons estudos na Itália!

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Andréia é brasileira, jornalista e consultora de viagens. O seu interesse por lugares, culturas, comidas locais, cafés alternativos e cidades antigas beira ao vício, e por isso ela resolveu unir suas duas paixões: viagens e escrita, para inspirar, ensinar e informar que o mundo é mais acessível e seguro do que a gente pensa, e muito mais maravilhoso do que a gente jamais poderia imaginar!

Ana Eliza, ou Ni como é conhecida, é brasileira, apaixonada por viagens e mãe da Olívia. Mora em Turim, na Itália e, juntamente com seu marido Fabiano, escreve o In Turim, um blog sobre a vida e turismo na cidade que foi a primeira capital da Itália.