Itália

Hino italiano: veja a história e interpretação do Canto degli Italiani

Você conhece o hino italiano? Sabe o que significa cada estrofe? A verdade é que para os estrangeiros que sabem italiano não é tão simples entender o hino da Itália. Aliás, alguns italianos confessam que nem para eles é tão simples assim cantar o próprio hino. Veja a interpretação estrofe a estrofe, e um pouco da história deste famoso hino.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança na TransferWise, que funciona em toda a Europa.


A TransferWise não exige comprovação de rendimentos, você só precisa ter um endereço na Europa.

ABRIR CONTA »

Interpretação do hino italiano: estrofe a estrofe

“Fratelli d’Italia, L’italia s’è desta, Dell’elmo di Scipio S’è cinta la testa”: Irmãos da Itália, a Itália despertou, com o elmo de Scipio cobriu sua cabeça.

Interpretação: As palavras acima estão dentro de um contexto histórico. Faz referência à guerra em que a Itália estava pronta para enfrentar a Áustria. Cobrir a testa é um sentido figurado e Scipio é o general romano Publico Cornelio Scipione.

“Dov’è la Vittoria La porga la chioma, Ché schiava di Roma Iddio la creò”: Onde está a Vitória lhe estenda a cabeleira porque escrava de Roma Deus a criou.

Interpretação: Faz referência a escravas da Roma antiga, que para se diferenciar das mulheres livres, tinham os cabelos cortados, enquanto as outras mantinham os cabelos longos. Enquanto a Deusa Vitoria foi a escrava da Roma antiga que ofereceu o seu longo cabelo para ser cortado.

Refrão: “Stringiamci a coorte, Siam pronti alla morte, siam pronti alla morte, L’Italia chiamò” (2 vezes): Estreitemo-nos na coorte, estejamos prontos para a morte, estejamos prontos para a morte, a Itália nos chamou.”

Interpretação: Quando no hino diz “coorte” está fazendo referência ao exército romano. Stringiamci a coorte quer dizer que os combatentes estavam unidos e iam lutar até a morte.

Conheça também a interpretação e história do hino de Portugal e hino da Espanha.

“Noi siamo da secoli Calpesti, derisi, Perché non siam popolo, Perché siam divisi. Raccolgaci un’unica Bandiera, una speme: Di fonderci insieme Già l’ora suonò”: Há séculos que somos pisados, escarnecidos, porque não somos um povo, porque somos divididos. Reunamo-nos sob uma única Bandeira, uma esperança: de nos unirmos. Já soou a hora.

Interpretação: O autor do hino destaca o fato de a Itália não ser unida. Na época o país era dividido em 7 estados e isso enfraquecia o país como um todo. Era alvo fácil de outros países. A Itália foi dividida em estados depois da queda de Napoleão, em 1815, pelo Congresso de Viena.

A unificação da Itália somente se deu com o fim da Primeira Guerra Mundial e a retomada de terras que até então estavam sob o domínio de outros países, que eram Trieste e Trento.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com toda segurança.

VER COTAÇÃO »

Refrão: “Uniamoci, amiamoci l’unione e l’amore Rivelano ai popoli Le vie del Signore; Giuriamo far libero il suolo natio Uniti, per Dio, Chi vincer ci può”: Unimo-nos, amemo-nos, a união e o amor revelam aos povos os caminhos do Senhor. Juremos libertar o solo nativo: unidos por Deus quem pode nos vencer.

Interpretação: Todo este trecho do hino faz referência a religiosidade mazziana. A mesma dizia que a revolução faria com que a Itália se unificasse. A expressão Deus e o povo resume a ideia do mazziano, isto é, que Deus se manifestava através do povo. Que o povo deve ser um “operário” de Deus e a Itália unida era uma vontade de Deus.

Se você gosta de hinos vai se interessar também pelo hino da França e hino da Inglaterra.

Refrão: “Dall”Alpi a Sicilia Dovunque è Legnano”:  Dos Alpes à Sicília por toda a parte é Legnano.

Interpretação: Faz referência a constante luta contra o domínio estrangeiro. Exatamente sobre o exército da “Liga Lombarda” que em maio de 1776, no dia 26, conseguiu interceptar o imperador que vinha para invadir parte da Itália. Com 2 mil homens ele acabou se deparando com 50 mil homens da “Liga Lombarda” e teve os seus planos frustrados.

“Ogn’uom di Ferruccio Ha il core, ha la mano”: Cada homem de Ferruccio tem o coração e a mão.

Interpretação: O poeta Francesco Ferrucci, que era um defensor da república de Florença, entre os anos de 1527-1530.

“I bimbi d’Italia Si chiaman Bailla”: As crianças da Itália chamam-se Balilla.

“Il suon d’ogni squilla I Vespri suonò”: O som de todos os sinos tocou às vésperas.

Interpretação: Os sinos da Itália tocaram para convocar que defendessem o território dos invasores. Faz referência a revolta da segunda-feira de páscoa, quando a Sicília finalmente se viu livre do domínio da dinastia angioína.

Refrão:“Son giunchi che piegano Le spade vendute”: São juncos que dobram as espadas vendidas.

Interpretação: Faz referência as tropas mercenárias que ocuparam o território italiano. Mameli reforçou esta estrofe, que foi censurada pelo governo de Piamonte.

“Già l’aquilla d’Austria”: A águia da Áustria.

Interpretação: Faz referência a águia de duas cabeças que era o símbolo da família imperial da Áustria, os Habsburgos.

“Le penne ha perdute Il sangue d’Italia, Il sangue Polacco, Bevé, col cosacco, Ma il cor le bruciò”: As plumas perdeu. O sangue da Itália, o sangue polonês, bebeu, com o cossaco, mas o coração as queimou.

Interpretação: O hino italiano termina com uma referência a um fato ocorrrido no Congresso de Viena do ano de 1815, quando o império russo recebeu a Polônia, ficando somente Cracóvia como território livre polonês. Porém, em 1846, a Polônia se revolta contra a ocupação e acaba perdendo Cracóvia para o Império austríaco.

Tem vontade de aprender italiano? Veja como aprender italiano grátis com vídeos, cursos e aplicativos.

História do hino italiano

O “Canto degli Italiani” é o nome do hino Nacional da República Italiana. O hino italiano também é chamado popularmente de “Fratelli d’Italia” ou, ainda, de “L’Inno di Mameli”. O último nome faz referência ao seu autor, Goffredo Mameli, que o escreveu. E quem criou a melodia do hino foi Michele Novaro.

A letra de Mameli foi considerada o hino italiano pela primeira vez no dia 12 de outubro de 1946, quando foi adotado “provisoriamente” pelo Conselho de Ministros da Itália. Porém, o hino de Mameli já tinha sido executado pela primeira vez, bem antes desta data, no ano de 1847, no dia 10 dezembro, na cidade de Gênova.

O reconhecimento do Conselho dos Ministros da Itália não fez da letra de Mameli o hino oficial da Itália antes de 4 de dezembro de 2017. Somente depois de 71 anos, o hino italiano de Mameli passou a ser considerado “o oficial Hino da Itália”. Isso mesmo, você ouviu o hino italiano muitas vezes antes de que ele fosse considerado o hino oficial do país.

Tem vontade de morar na Itália? Tudo o que você precisa saber está aqui.

O hino italiano que não era hino

Em 12 de outubro de 1946, o hino era adotado “provisoriamente”, graças a uma proposta do Ministro da Guerra daquela época.

O tempo foi passando, o hino continuou a ser executado no país, porém, somente entre os anos de 2001 e 2005, os italianos começaram a pensar que se tratava de uma decisão provisória.

Foi apresentada uma proposta de lei para que o hino de Mameli fosse definitivamente oficial na Itália, porém, a mesma não foi aprovada. Entre os anos de 2006 e 2008, e 2008 e 2013, novas tentativas, e de novo o projeto de lei não foi aprovado.

Enquanto se tentava aprovar diretamente um projeto de lei para que o hino de Mameli se tornasse oficial entre os anos de 2008 e 2013, em 2012, se apresentava uma nova lei.

Conheça também a história da bandeira da Itália.

A lei dizia que “pela cidadania entre os estudantes” o hino de Mameli deveria ser ensinado nas escolas.

De novo parecia que a lei não “teria sucesso”, porém, desta vez, a Comissão Constitucional da Câmara levou poucas semanas para aprovar a lei, afirmando que “reconhecia o texto “Canto degli italiani” de Goffredo Mameli e música de Michele Novaro como “hino nacional da Itália”.

Passando, dessa forma, a reconhecer as 6 estrofes do texto de Mameli e não somente as duas primeiras, que eram conhecidas anteriormente.

Descubra como é a qualidade de vida na Itália neste artigo.

Quem foi Goffredo Mameli, o autor do hino italiano

Nascido em Gênova, Mameli era poeta e considerado um patriota. Ele nasceu no ano de 1827 e faleceu muito jovem, com somente 22 anos, em Roma, no ano de 1849. O hino italiano não foi a sua única letra exaltando o país e destacando a história da Itália e suas vitórias diante dos “inimigos”.

Você sabia que é preciso seguro de viagem para Itália? Veja aqui como contratar esse documento, é obrigatório para entrar no país.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas.
Compartilhe

Artigos Relacionados

Fechar