Escolher o nome de um filho é uma tarefa muito difícil. Nós que somos pais, sabemos da importância da escolha do nome próprio que nosso filho/a vai carregar para o resto da vida. Escolher um nome “bonito” é quase sempre prioridade, o problema é que o bonito é relativo. No Brasil temos a mania de inventar nomes, colocar letras a mais e escolher alguns somente por estarem na moda. Mas quem nunca se deparou com um nome totalmente bizarro? Pois é, isso não acontece em Portugal. Sabe por quê? Porque existe uma lista de nomes permitidos em Portugal.
Mas você pode até pensar, “nossa, mas eu não posso dar o nome que eu quiser para o meu filho/a?” Não, se você é cidadão português precisa seguir a lista de nomes permitidos em Portugal.
Porém, não precisa ficar apavorado, a lista de nomes é bem grande e a cada ano, essa lista ganha novos nomes.

Lista de nomes permitidos em Portugal: como é essa lista de nomes para crianças?

Quando os pais do bebê forem registrar um filho no Cartório (em Portugal conhecido como Notário) precisam respeitar a base de dados do registro civil português e escolher um nome que faça parte da lista de nomes permitidos. Em Portugal, o nome próprio não pode gerar dúvida em relação ao sexo da pessoa.

Onde a lista de nomes permitidos em Portugal pode ser consultada?

A lista de nomes permitidos em Portugal pode ser consultada nessa página do site do IRN (Instituto dos Registos e do Notariado).
Saiba como funciona a realização de certidões e registros no IRN em Portugal.

Existem exceções para essa lista de nome?

Sim, cidadãos estrangeiros ou com dupla nacionalidade podem escolher nomes fora da lista de nomes permitidos em Portugal. Entretanto, é preciso a aprovação do nome pelo presidente do Conselho Diretivo do Instituto de Registos e Notariado (IRN).

Posso escolher um nome fora da lista?

Pode, se você for estrangeiro e tem autorização residência em Portugal é possível escolher um nome diferente da lista dos permitidos (um nome não português, como é dito pelo IRN).
Porém, como explicamos acima, é necessário um aval do IRN antes de realizar o registro civil do seu filho. Já os cidadãos portugueses precisam escolher um nome português para dar a seus filhos.
Nos últimos anos, as conservatórias de Portugal aprovaram novos nomes para os filhos de estrangeiros nascidos no país, como: Hillary, Melania, Adele, Tesla, Ryhanna, Liv, Penka, Dylan, Zidane, Bruce, Summer, Shakira, Brooklyn, entre outros. Em média, são feitos mil pedidos de nomes diferentes da lista de nomes permitidos em Portugal por estrangeiros a cada ano.
Casal escolhendo nome para filho da lista de nomes permitidos em Portugal
Descubra 13 coisas que você não deve fazer em Portugal.

Quais são os nomes mais comuns atualmente para crianças em Portugal?

Os nomes próprios no Brasil são bem diferentes de Portugal. No país luso existe pouco modismo e os pais portugueses optam mais pelos nomes tradicionais para seus filhos.
Pensando nisso, fomos atrás da lista dos nomes mais populares em Portugal, divulgada pelo Instituto dos Registos e do Notariado de Portugal.

Nomes femininos mais comuns em Portugal atualmente

  1. Maria;
  2. Leonor;
  3. Matilde;
  4. Beatriz;
  5. Carolina;
  6. Mariana;
  7. Ana;
  8. Sofia;
  9. Francisca;
  10. Inês.

Nomes masculinos mais comuns em Portugal atualmente

  1. Santiago;
  2. Francisco;
  3. João;
  4. Afonso;
  5. Rodrigo;
  6. Martim;
  7. Tomás;
  8. Duarte;
  9. Miguel;
  10. Gabriel.

Veja também a lista de nomes e sobrenomes portugueses mais comuns.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Você tem direito à Cidadania Portuguesa?

A Atlantic Bridge é a assessoria que nós recomendamos para ajudar você a adquirir a nacionalidade portuguesa com segurança e agilidade. São profissionais experientes e da nossa confiança para orientar o seu processo.

Começar →

Como registrar uma criança em Portugal?

Em Portugal, é possível registrar o bebê recém-nascido ainda no hospital. Não é preciso ir até um cartório após o nascimento. E o melhor de tudo: o pai pode fazer o registro da criança sozinho.
Não é necessário a presença dos dois pais do bebê. No Brasil, isso só foi possível a partir de 2015 que, tanto a mãe como o pai podem registrar o filho juntos ou sozinhos no cartório.
Crianças que nascem em Portugal têm direito à cidadania portuguesa? Entenda como funciona.

Tempo para registro do filho

A criança nascida em território português precisa ser registrada em até 20 dias corridos do nascimento (no Brasil o prazo é de 15 dias). O registro pode ser feito no próprio hospital onde a criança nasceu ou em qualquer conservatória de registro civil.

Custo da certidão de nascimento

Tanto em Portugal, quanto no Brasil, a primeira certidão de nascimento da criança é gratuita.

Curiosidades da Língua mãe

Em Portugal, a palavra registro é utilizada sem a segunda letra “r”. Ou seja, você não leu errado em todo o texto, no país europeu de língua portuguesa a palavra correta é registo. Veja outras diferenças do português de Portugal e português do Brasil.
Sonha em morar em Portugal? Preparamos um produto super especial para ajudar a planejar a mudança de maneira mais tranquila. O Programa Morar em Portugal apresenta todas as informações necessárias em 22 aulas em vídeo, desde o planejamento no Brasil até o período de adaptação no país. Vale a pena!