Sites para alugar apartamento na França: conheça os melhores

França  / 

Se você decidiu morar na França, mas não tem amigos ou familiares no país para abrigá-lo, será importante ficar por dentro das burocracias necessárias e quais são os melhores sites para alugar apartamento na França.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Acompanhe a seguir os principais sites para encontrar o apartamento ideal e confira também algumas dicas e cuidados que se deve ter ao alugar uma moradia em solo francês.

Melhores sites para alugar apartamento na França

Os sites de aluguel de imóveis atuam como facilitadores de todo o processo de busca. Isso porque você pode descobrir os valores cobrados por cada tipo de moradia sem sair de casa.

Quando o objetivo do viajante é apenas turístico, é possível encontrar um apartamento para temporada no Airbnb sem maiores problemas. Entretanto, se você busca uma moradia fixa na França, é necessário bem mais do que um acordo pela internet.

A seguir, listamos os principais sites para alugar apartamento na França para que você possa começar a sua busca desde já. A dica mais importante de hoje é: sugerimos buscar apartamentos por sites para alugar apartamento na França que sejam seguros. Como você está procurando um lugar para ser a sua nova casa, deverá ter certeza de que ela estará lá quando você chegar, não é?

Lodgis

Caso o seu destino seja Paris, é possível encontrar uma casa confortável através do site Lodgis. É uma agência imobiliária que funciona desde 1999, focada em oferecer apartamentos e casas para locação ou venda em Paris.

Seu grande diferencial é que está empenhada em atender à demanda internacional por imóveis na capital francesa. Ou seja, perfeita para quem ainda não chegou, mas quer garantir logo um teto na disputada Paris.

Orpi

Esse site é muito prático e serve muito bem para quem não tem tempo a perder. Nele estão reunidos mais de 1250 agências imobiliárias que anunciam seus imóveis. Ou seja, pelo Orpi você consegue ver muito mais opções de uma vez só.

Não precisa perder tempo buscando de site em site, de imobiliária em imobiliária. Além do que, os imóveis ofertados estão espalhados por toda a França e não apenas em Paris, como no Lodgis.

O site conta com diversos filtros capazes de atender demandas bem específicas. O cliente pode escolher um imóvel para compra ou aluguel, o tipo – se é um apartamento ou studio, por exemplo – e qual o seu limite de preço. Outras especificações também estão disponíveis, vale a pena conferir.

PAP

Tem muita gente que não confia em imobiliárias e, quando se trata de realizar um contrato em outro país, pode preferir negociar diretamente com o proprietário. Pensando nessas pessoas, surgiu o PAP: de Particulier a Particulier.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

O site reúne os proprietários e, após uma aprovação, faz uma visita ao imóvel para realizar uma qualificação e precificação do mesmo. Dessa forma, você que está alugando ou comprando tem certeza que o imóvel passou por um pente fino antes de ser anunciado.

ImmoStreet

O ImooStreet é um site de fácil utilização que categoriza os imóveis por regiões francesas, como por exemplo, Île-de-France, Bourgogne, Provence-Alpes-Côte d’Azur, Rhône-Alpes, entre outras.

Contudo, você também pode refinar a sua busca e visualizar somente os imóveis que realmente lhe interessam. Assim, do lado esquerdo da tela você pode selecionar as opções casa, escritório, loja, loft e até mesmo estacionamento.

Esse é um dos mais famosos sites para alugar apartamento na França e também em outros países da União Europeia.

Housing Anywhere

Outro que está na lista dos sites para alugar apartamento na França é o Housing Anywhere. O site é bem intuitivo e fácil de utilizar. Para buscar casas ou apartamentos, basta usar os filtros disponíveis na página inicial.

Dessa forma, em “onde você vai”, escolha o local em que deseja encontrar um apartamento para morar. Em seguida, é possível informar a data de chegada e de partida para buscar as opções de imóveis disponíveis na data desejada. Por último, basta clicar em “Pesquisar e Reservar”.

TripAdvisor

Popularmente conhecido com um site relacionado a setores de viagens, turismo e hotelaria, o TripAdvisor também possui uma plataforma voltada a aluguéis, só que nesse caso, de casas e apartamentos para temporada.

Para realizar a busca nesse site, é preciso informar a data da sua chegada em solo francês, assim como a sua data de regresso para o Brasil. Dessa forma, são exibidos os imóveis disponíveis durante o período informado, assim como a classificação oferecida por outros viajantes para cada um.

Conheça as 10 melhores cidades da França para morar.

apartamentos na França

Quanto custa alugar um apartamento na França?

Responder à pergunta acima nem sempre é uma tarefa fácil, pois saber quanto custa alugar um apartamento na França depende de vários fatores, como por exemplo, a localização. Quanto mais perto de Paris, mais caro será o valor da moradia. Já nas cidades mais distantes da capital, o valor costuma ser mais baixo.

O custo final para alugar um apartamento na França também depende de outras questões, como o tamanho do apartamento. Além disso, o estado de conservação do imóvel e se ele é mobiliado ou não também influenciam no valor final. Você também não deve se esquecer de somar aos custos do aluguel as taxas de serviços cobradas pela imobiliária.

Contudo, se for alugar diretamente com o dono, o valor do aluguel pode cair consideravelmente. Veja a seguir os custos médios para alugar um apartamento na França, levando em consideração um apartamento de um quarto:

 Paris (Capital da França)  900€ – 1050€
 Dijon (Côte-d’Or)  305€ – 420€
 Estrasburgo (Alsácia)  380€ – 695€
 Lyon (Ródano-Alpes)  384€ – 570€
 Versalhes (Yvelines)  606€ – 849€
 Nice (Alpes Marítimos)  500€ – 750€
 Toulon (Var)  370€ – 485€
 Valence (Drôme)  276€ – 400€
 Avignon (Vaucluse)  330€ – 450€
 Orsay (Essonne)  325€ – 670€

 

Já um imóvel de três quartos na periferia da França custa, em média, entre 680 euros e 1500 euros. Deu para perceber que quanto mais próximo do centro, mais dinheiro você terá que desembolsar e menos espaço terá, não é?

Além disso, o custo com contas como luz, água, internet e gás não devem ser esquecidas. O básico, sem internet, costuma variar de 90 euros a 231 euros, dependendo do quanto tempo você passa em casa e do tamanho do imóvel. Os gastos com wi-fi são relativamente baixos, podendo variar de 19 euros a 39 euros.

Leia mais sobre o custo de vida na França.

O que é necessário para alugar apartamento na França?

Agora que você ficou por dentro dos principais sites para alugar apartamento na França, está na hora de conhecer os trâmites burocráticos exigidos para reservar uma moradia.

Geralmente, as imobiliárias ou donos dos imóveis costumam exigir vários comprovantes dos locatários, incluindo o depósito adiantado por um período de três meses e o visto para morar na França.

Confira a seguir o que é necessário para alugar um apartamento no país para começar a providenciar a documentação:

  • Contrato para trabalhar na França;
  • Contracheque dos últimos três meses;
  • Carte de séjour: uma espécie de carteira de identidade para estrangeiros que moram na França;
  • Se for aluguel por temporada, comprovante de rendimentos no Brasil ou outro país de origem;
  • Comprovante de rendimento superior a pelo menos 3x o valor do aluguel;
  • Comprovante de residência na França (em nome próprio, dos pais ou de conhecidos);
  • Número da conta bancária na França;
  • Fiador;
  • Última declaração do Imposto de Renda.

bairros e sites para alugar apartamento na França

Cuidados na hora de alugar um apartamento na França

Para te ajudar a se prevenir contra os principais golpes na França relacionados a aluguéis, preparamos uma lista com os principais cuidados que se deve ter ao alugar um apartamento na França:

Utilize sites conhecidos no mercado

Os sites para alugar apartamento na França exibem resultados de pessoas particulares e de imobiliárias. Portanto, ao realizar a sua busca, não esqueça de procurar saber sobre a idoneidade de quem está anunciando.

Além disso, visite o endereço fornecido para checar pessoalmente a veracidade do anúncio e as condições do imóvel.

Contrato de locação

Exija o contrato de locação. Nunca aceite “acordos de boca”, mesmo que pretenda alugar um apartamento na França direto com o proprietário.

O contrato é o documento que garante que o acordo entre locador e locatário será respeitado. E caso não seja, o contrato de locação também serve como prova judicial para futuras reclamações e questionamentos.

Ainda, só pague o adiantamento do aluguel mediante a assinatura do contrato de locação. E nunca ofereça pagamento antecipado para reservar um imóvel sem contrato assinado, principalmente estando ainda no Brasil. E lembre-se de nunca assinar o contrato sem antes ler tudo com muita atenção.

Visite o imóvel acompanhado

Se possível, ao visitar um imóvel, leve uma pessoa com você. Uma segunda opinião sobre o estado do mesmo, da vizinhança e também sobre o proprietário pode ser decisiva na hora de escolher sua nova casa. Não é raro alguém notar um detalhe que passou despercebido pelos seus olhos.

Dicas finais

Os sites para alugar apartamento na França atuam com facilitadores do processo de busca pelo imóvel ideal. Isso porque mesmo sem sair de casa, é possível verificar os preços cobrados por cada moradia, além de poder espiar previamente as condições de conservação de cada uma através de fotos.

Se ficar inseguro, peça ajuda de algum familiar ou amigo que viva na França para ajudá-lo nesse processo. E não se esqueça de manter o contrato e demais documentos bem guardados.

Seguindo essas dicas, temos certeza de que a sua experiência em alugar um apartamento na França será positiva e renderá ótimas recordações. E lembre-se de que para entrar na França, o seguro de viagem Europa é obrigatório. Saiba tudo sobre ele no nosso artigo.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.

Alexandre Nogueira é brasileiro, jornalista e especialista em comunicação esportiva. Possui ainda pós-graduação em Jornalismo Esportivo e especialização em marketing digital. Tem prazer em dar dicas de roteiros turísticos europeus e recomendar os melhores passeios. Ama jornalismo, cinema, viajar, escrever, o futebol e o Santos, não necessariamente nessa ordem.