Como abrir empresa na Inglaterra: tudo o que você precisa saber

Inglaterra  / 

A situação política-financeira do Brasil não está muito fácil, por isso muitas pessoas pensam em sair do país e começar uma nova vida em outro lugar. Se você tem a veia empreendedora e deseja montar seu próprio negócio, já pensou no Reino Unido? Pois é, apesar de exigentes, abrir empresa na Inglaterra é muito menos burocrático do que se imagina.

Se você ficou interessado no assunto não deixe de ler nosso artigo e descubra o que precisa fazer para começar seu próprio negócio na Inglaterra.

Abrir empresa na Inglaterra: melhores negócios para brasileiros

Se você tem o espírito empreendedor e muita vontade de morar fora do Brasil, uma opção disponível seria abrir empresa na Inglaterra. Você pode montar o seu próprio negócio, começar uma Start-up ou investir em uma rede de franquias, por exemplo.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

As empresas que tendem a fazer mais sucesso e podem gerar mais lucro são aquelas que já possuem reputação no Brasil, como nos setores de alimentação – restaurantes, produtos típicos e regionais brasileiros -, calçados, lingeries e estética (massagem, depilação, maquiagem, cabeleireiros).

Mas negócios no ramo de marketing, tecnologia e informática também têm bastante força no mercado britânico. Você pode encontrar empresas grandes como Havaianas, Garoto e Melissa. Outras opções são no setor de serviços, como limpeza residencial, construção e reforma, transporte pessoal e de carga, entre outras.

Saiba como abrir empresa na Itália e também na Espanha.

Posso abrir empresa na Inglaterra com passaporte brasileiro?

Você consegue abrir empresa na Inglaterra facilmente com um passaporte europeu, bastando apenas possuir o documento que prove seu direito de permanecer no país, o chamado indefinite leave or remain ou documento de autorização de residência permanente.

Já com o passaporte brasileiro também é possível, mas nesse caso será preciso dar entrada no visto específico para isso e, claro, investir uma boa quantia no negócio. O investimento mínimo é de £50 mil.

Qual o procedimento?

Para abrir empresa na Inglaterra, primeiramente, claro, você precisa fazer o registro da sua empresa no Companies House, uma espécie de cartório online para abrir empresas. Após essa primeira etapa, você vai receber o Certificate of Incorporation, um documento que prova definitivamente a abertura da empresa. Com esse documento é possível abrir conta em banco, alugar locais para a empresa, entre outros.

Depois de duas semanas, o Her Majesty Revenue and Customs (HMRC) vai enviar uma carta com o Employer Number. Esse número te dará o direito de a sua empresa contratar alguém legalmente.

Preparação

abrir empresa na Inglaterra

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Antes de tudo, é importante preparar um bom plano de negócios. Além de ser um item essencial em sua estratégia para abrir uma empresa, também pode ajudar bastante na hora de atrair financiamento ou conseguir algum empréstimo.

De maneira geral, o empreendedor deve escolher a modalidade que melhor se enquadra ao seu negócio: empresa individual; companhia limitada ou sociedade. Dependendo do setor no qual a sua empresa será vinculada, o registro também estará vinculado a outros procedimentos, como a contratação de seguros e obtenção de licenças.

Como é o processo em comparação ao Brasil?

Felizmente, o procedimento para abrir empresa na Inglaterra não é demorado e exige muito menos burocracia do que no Brasil. É claro que se você tem interesse em montar um negócio na Inglaterra, não vai se livrar totalmente da papelada. O governo britânico é bastante exigente, mas o processo também é muito eficiente.

Normalmente em um dia a sua empresa já está aberta. Mas apesar de mais tranquilo, a recomendação é procurar um contador na Inglaterra que pode te ajudar em todo o processo para registrar a sua empresa.

Empresas em áreas que envolvem comida e bebida geralmente são as que mais exigem burocracia e legislação. O processo não é tão simples quanto abrir uma loja de sapatos, mas é para garantir todos os cuidados com regras de higienização e segurança alimentar. Ainda bem, não é mesmo?

Existe um visto para empreendedores?

A resposta é sim! O governo britânico tem buscado estimular a entrada de empreendedores e investidores no país e por isso estabeleceu um visto especial para essa categoria, o chamado Tier 1.

Quem pode de candidatar para o visto T1:

Empreendedores

Nessa modalidade de visto de trabalho, o interessado precisa de um investimento mínimo de £50 mil em fundos de investimentos e, conforme os critérios, o valor poderá ser de pelo menos £200 mil.

A taxa a ser paga é de £1.277 para o aplicante principal e o mesmo valor para cada dependente. Além disso, claro, também é preciso pagar a sobretaxa de saúde, que vai depender da sua idade, local onde vai morar e se possui dependentes. Você também vai precisar se adequar aos critérios de conhecimento da língua inglesa.

Você terá direito a ficar no máximo três anos e quatro meses no país, mas pode prorrogar o visto por dois anos. Após esse período, é possível solicitar a residência permanente. Nesse tipo de visto você também tem direito a trazer membros da família para viver na Inglaterra.

Empreendedores recém-formados

O candidato deve ter o endosso do Department for Internacional Trade (DIT) ou de uma instituição britânica de ensino superior autorizada sobre uma ideia de negócio genuína e credível.

A taxa do visto é de £363, além da sobretaxa de saúde, que varia de acordo com a sua idade. O visto tem duração de um ano e pode ser prorrogado por mais um ano. No entanto, não é possível aplicar para a autorização de residência permanente.

Investidores

Existe a modalidade de investidor, destinado aos interessados em realizar investimentos a partir de £2 milhões em títulos do governo britânico, capital social ou empréstimo em empresas registradas e ativas no Reino Unido. Você pode aplicar para a residência permanente se o investimento for superior a £10 milhões e ou três anos se o valor investido for acima de £5 milhões.

Normalmente o processo demora cerca de três meses para ficar pronto, por isso fique atento às datas antes de você viajar para a Inglaterra. A decisão sobre o resultado do visto sai em três semanas. O valor do visto é de £1.623 e você também deve pagar a sobretaxa de saúde. Então se, por exemplo, você tem 33 anos e está vindo sozinho para a Inglaterra com o visto de investidor, a taxa será de £700.

Você terá direito a ficar no máximo três anos e quatro meses no país, mas pode prorrogar o visto por dois anos. Após esse período, é possível solicitar a residência permanente.

Talentos excepcionais

É aberto somente para candidatos que se destacam em áreas da ciência, artes e humanidades. A excelente notícia nesse caso é que não é preciso investimento inicial, mas os interessados a um visto desta categoria devem ter reconhecimento de entidades ou organizações.

São liberados mil vistos por ano e a autorização de residência tem duração de três anos e quatro meses, podendo ser prorrogado por mais dois anos. Após cinco anos, é possível dar entrada ao pedido de residência permanente.

Quais são os documentos necessários?

  • Passaporte válido;
  • Visto ou outro documento que prove seu direito de morar na Inglaterra;
  • Nome da empresa;
  • Endereço da empresa;
  • Employer Number;
  • O Memorandum of association: documento legalizado e assinado pelos sócios confirmando a abertura da empresa;
  • Articles of association: regras escritas sobre a abertura e funcionamento da empresa, assinada por todos os envolvidos;
  • Pagamento da taxa de £12 para processo online.

Quais são os requisitos gerais?

Para abrir empresa na Inglaterra você vai precisar preencher alguns requisitos, como:

  1. Ter acima de 18 anos;
  2. Para uma empresa limitada, exigência mínima de capital mínimo de pelo menos £1, mas o ideal é que a conta bancária seja aberta com pelo menos £100. Se a empresa for equivalente a uma sociedade anônima, o capital social mínimo de £50 mil;
  3. Ter uma conta bancária na Inglaterra;
  4. Recomendável que a empresa tenha pelo menos um diretor, um sócio e o cargo de secretária; Para a empresa S.A, mínimo de três sócios acionistas.

Os empresários também devem contratar um seguro especial, chamado de employers´liability insurance, de no mínimo £5 milhões e deve ser feito por uma seguradora autorizada.

Quanto se paga de imposto?

empresa na Inglaterra

Alguns dos impostos a serem pagos assim que você possui a sua empresa são:

  • Income tax: equivalente ao imposto de renda sobre o lucro do negócio;
  • Corporation Tax;
  • VAT: para negócios com receita superior a £85 mil calculados ao final de cada ano fiscal;
  • National Insurance Number: pago junto com o Income Tax, é calculado de acordo com o formulário de retorno dos impostos.

Caso sua empresa tenha funcionários, você deve pagar o Income Tax e o National Insurance Number de cada um.

Leia também sobre as profissionais mais bem pagas na Inglaterra.

Motivos para empreender na Inglaterra

Você não precisa de muitos motivos para abrir empresa na Inglaterra. Apesar de algumas incertezas em relação ao Brexit, o país é uma das economias mais fortes e estáveis do mundo. A moeda é extremamente valorizada, com a Libra valendo mais do que o Euro. Além disso, a localização é privilegiada, facilitando o comércio internacional.

Leia também tudo o que já falamos sobre morar na Inglaterra e quais as melhores cidades para morar.

Em destaque na Euro Dicas
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é a TransferWise. Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Nós usamos o Seguros Promo para comparar várias opções e economizar.

    COMPARAR SEGUROS »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.