Franquias na Inglaterra: quanto custa, como abrir e os melhores negócios

Ter um negócio próprio é o sonho de muitas pessoas, porém, sabemos que para empreender é necessário muita dedicação, trabalho e foco. Agora coloque tudo isso em outro país: parece impossível para você? Abrir franquias na Inglaterra, por mais improvável que possa parecer, é muito mais fácil e menos burocrático do que no Brasil! Porém, por se tratar de solo estrangeiro é necessário seguir algumas regrinhas exigidas pela lei britânica.

Para você que sonha em morar na Inglaterra e começar uma história de sucesso com um negócio próprio mas não tem recursos ou ideias para iniciar algo do zero, as franquias são excelentes opções.

Para clarear sua mente e inspirar seus sonhos, vamos te mostrar o passo a passo de tudo que é necessário para abrir franquias na Inglaterra! Vamos lá?

Franquias na Inglaterra: como abrir

O processo que envolve a abertura de uma empresa na Inglaterra é bem simples e menos burocrático se comparado ao processo brasileiro.

Para quem deseja ser um franqueado precisa, primeiramente, dar entrada na abertura da empresa. Para isso é preciso fazer seu registro no Portal Companies House. Logo na sequência você receberá um certificado indicando e comprovando que a sua empresa está oficialmente aberta. Esse documento se chama Certificate of Incorporation e essas duas etapas levam apenas um dia para serem concluídas.

Conta Bancária Europeia Online

Você pode abrir a sua conta bancária multimoeda grátis em 5 minutos e com toda a segurança na TransferWise. Poderá fazer transferências instantâneas para mais de 50 países com taxa de câmbio até 8x mais barata.

Com o certificado em mãos você já poderá abrir conta em banco, alugar um espaço e fazer qualquer solicitação em nome e com foco na empresa. A terceira etapa é o recebimento do Employer Number (corresponde ao nosso CNPJ). Ele é enviado para você cerca de 15 dias após a abertura da empresa pelo órgão responsável, o Her Majesty Revenue and Customs, e é um documento muito importante para que você consiga contratar funcionários.

Com o Employer Number você também consegue dar entrada na solicitação de um visto específico para investidor/empresário/empreendedores. O processo é o mesmo para abrir franquias na Inglaterra, filiais, abertura de grandes empreendimentos ou qualquer outra modalidade de negócio no país.

Leia também o que já falamos sobre como abrir empresa na Inglaterra.

lojas na inglaterra

Veja também como abrir empresa na Inglaterra.

Documentos necessários

Dentre os documentos essenciais para a abertura de uma empresa ou franquias na Inglaterra estão:

  • Passaporte em dia;
  • Nome da empresa;
  • Endereço da empresa;
  • Visto de residência;
  • Employer number;
  • Memorandum of association (com os nomes, dados e assinaturas dos sócios);
  • Recibo do pagamento da taxa do processo de inscrição online do Certificate of Incorporation (custa £12).

Acompanhe a nossa lista completa dos documentos para morar na Inglaterra.

Principais requisitos exigidos

Além de apresentar a documentação exigida e listada acima é necessário que o interessado e futuro franqueado cumpra os seguintes requisitos:

  • Ter conta bancária em um banco inglês;
  • Ter 18 anos no mínimo;
  • Ter disponível um capital de £50 mil;
  • A empresa precisa ter um “corpo” para tal é importante apresentar: um diretor, uma secretária e um sócio.

Quer trabalhar na terra da rainha? Então saiba como está a situação de emprego na Inglaterra.

Leia também como abrir uma conta no exterior e saiba como fazer a sua.

Prova de conhecimentos em língua inglesa

Para estrangeiros que não possuem passaporte europeu pode ser solicitado um teste comprovando que a pessoa possui conhecimentos em língua inglesa.

Afinal, se você pretende abrir um negócio em um país onde o idioma é diferente da sua língua nativa, é essencial que você tenha compreensão suficiente para se comunicar e também para conseguir ler e assinar contratos.

Aproveite e leia nosso artigo sobre como aprender inglês.

Quanto custa?

Além das taxas para abertura de empresa, licenças e abertura de conta bancária em um banco inglês, o valor para iniciar um negócio gira em torno de £50 mil. Esse valor pode variar dependendo tamanho e do tipo de negócio que você pretende abrir.

Uma dica importante é: antes de iniciar qualquer negociação com redes de franquias na Inglaterra, procure um bom contador inglês para que ele possa indicar todos os trâmites legais. Além disso, ele pode realizar a soma de todos os custos reais que você precisará desembolsar.

Lembre-se que não é apenas o valor do investimento da rede escolhida. Outros gastos entrarão na conta e você precisará estar ciente do valor no ato da abertura da empresa e também nos meses seguintes até obter o lucro estimado.

Tipos de franquias

A Inglaterra é um país com forte polo industrial e em sua capital Londres há espaço para todos os nichos de negócio. Dentre os que mais se destacam estão:

  • Alimentação (restaurantes, lanchonetes, cafeterias e bares);
  • Tecnologia;
  • Vestuário.

Entenda como funciona o sistema de saúde da Inglaterra e como é morar na Inglaterra.

Franquias brasileiras

O Brasil é mundialmente conhecido por sua gastronomia, beleza e moda praia, logo, por que não investir em franquias brasileiras de marcas sólidas e que podem ser lucrativas no exterior?

Dentre os principais tipos de franquias na Inglaterra que podem ser boas opções para investir estão:

  • Beleza e bem-estar (clínicas de estética, depilação, salões de cabeleireiro);
  • Moda praia e fitness;
  • Comidas típicas brasileiras;
  • Moda feminina regional.

O setor que envolve Startups voltados à tecnologia, marketing e publicidade também é um segmento que vem crescendo no Reino Unido e pode ser uma ótima opção. Outro nicho de sucesso é o que envolve serviços particulares de transporte ou alugueis de veículos.

Conheça as profissões mais bem pagas na Inglaterra.

Quais as franquias na Inglaterra mais famosas e lucrativas?

Dentre as redes de franquias na Inglaterra mais famosas, podemos destacar 3 que são sucesso não apenas entre ingleses, mas em todo o mundo:

  • The Body Shop – Valor de investimento: 98 mil a 515 mil reais;
  • Little Kickers – valor de investimento: 14 mil a 30 mil reais;
  • Kangoo Shop – valor de investimento: 30 mil reais.

Marcas brasileiras famosas que fazem sucesso no exterior

Há muitas marcas brasileiras que fazem sucesso no exterior. Atualmente o setor que atua com a venda de doces ou os tradicionais “brigadeiros gourmet” são os que mais crescem fora do Brasil.

Primeiro porque é um prato desconhecido pelo público estrangeiro, fácil de trabalhar e de conquistar clientela. Segundo porque acaba fazendo sucesso com brasileiros que moram fora do país e sentem falta da guloseima.

Entre as empresas mais famosas e sólidas no Brasil que oferecem opções de franquias e garantem um bom retorno financeiro ao investidor estão:

  • Havaianas – valor de investimento: 354 mil reais;
  • Instituto Embelezze – valor de investimento: 180 mil dólares;
  • Gigatron Franchising – valor de investimento: 1.500 dólares;
  • iGUi – valor de investimento: 50 mil a 100 mil dólares;
  • Master Chicken – valor de investimento: 70 mil dólares;
  • Não+Pêlo – valor de investimento: 200 mil dólares;
  • Pão To Go – valor de investimento: 150 mil dólares;
  • Puket – valor de investimento: 150 mil dólares;
  • Ronaldo Academy – valor de investimento: 150 mil a 200 mil dólares.

Bom, como podemos ver, abrir franquias na Inglaterra é bem mais fácil do que muita gente pode imaginar. Aliás, se duvidar é até mais tranquilo do que no Brasil, não é? Uma dica muito importante é planejar bem o negócio, colocando tudo no papel e se organizando na hora de levantar o valor inicial do negócio – seja através de recursos próprios ou por meio de empréstimos bancários.

Vai viajar para o Reino Unido? Então saiba tudo sobre o consulado da Inglaterra no Brasil.

Gostou das nossas dicas e já se imagina abrindo uma franquia na Inglaterra de produtos ou serviços tipicamente brasileiros? Para ter mais dicas como esta não esqueça de nos seguir nas redes sociais!

Andrea é jornalista e também tem formação em Linguística. Apesar de nascida em Curitiba, não demorou muito tempo para seu coração ganhar o mundo. Começou a trabalhar com agronegócio, área que a fez ganhar gosto para trabalhar fora do escritório, com pessoas de culturas e lugares diferentes. Com uma câmera na mão, desbravou inúmeras cidades e nunca mais parou. Decidiu unir a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, sete países da África e Ásia. Ao lado do filho já morou no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a maternidade, produção de conteúdo e viagens pelo Reino Unido e Europa.

Artigos relacionados

Morar na Inglaterra: tudo o que deve saber para morar no país

Quer saber como é morar na Inglaterra? Saiba detalhes sobre tipos de visto, melhores cidades, mercado de trabalho, custo de vida e muito mais

Emprego na Inglaterra: tudo o que precisa para encontrar a sua vaga

Saiba como encontrar um emprego na Inglaterra, as áreas, os salários, o custo de vida no país, dicas e sites para encontrar a sua vaga.

Profissões mais bem pagas na Inglaterra: conheça o top 10

Descubra aqui quais são as profissões mais bem pagas na Inglaterra, como encontrar vagas de trabalhar e estabelecer a carreira no país.

Visto para Inglaterra: principais tipos e como solicitar

Entre os vistos na Inglaterra encontramos o que chamamos de Tier 1, Tier 2 e o Tier 5. Cada um deles possui algumas subdivisões.

Custo de vida na Inglaterra: saiba os principais gastos no país

Tudo sobre o custo de vida na Inglaterra. Saiba quanto custa e quais despesas terá com moradia, transporte, lazer, alimentação e bebida.

Cidades da Inglaterra: as 10 melhores e maiores do país

Você quer morar na Inglaterra mas não conhece o país e não sabe onde morar? Preparamos um guia detalhado sobre as melhores e maiores cidades da Inglaterra.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube