A Inglaterra é o destino de diversos brasileiros que sonham com uma vida melhor. Mas além das vagas que não exigem qualificação profissional, o país também oferece oportunidades em áreas melhor remuneradas. Por isso, se você quer ganhar mais, é essencial conhecer as profissões mais bem pagas na Inglaterra.

Confira abaixo quais são as profissões mais bem pagas na Inglaterra e o que você precisa para conseguir um emprego no país. Vamos lá?

Profissões mais bem pagas na Inglaterra

Afinal, quais são as profissões mais bem pagas na Inglaterra? O país está sempre em busca de novos profissionais bem qualificados, especialmente em áreas mais específicas.

Se você é brasileiro com qualificação profissional de alto nível, é possível trabalhar na Inglaterra em diversas áreas que procuram por bons profissionais. Um dos setores que mais precisa de pessoal é o de Tecnologia da Informação e altos executivos.

De acordo com pesquisa do The Office of National Statistics (ONS), no Reino Unido, os dez profissionais com os melhores salários no país em 2021 (anuais) são:

  1. Executivos principais: em média de £123.577. É importante destacar que essa área também inclui diretores médicos, vice-presidentes e funcionários públicos, profissionais de TI. Ou seja, qualquer área em que seja executivo-chefe;
  2. Corretores: em média £133.868. Inclui corretores da bolsa, negociantes de câmbio e corretores de seguros;
  3. Diretores de marketing: em média £87.890 por ano;
  4. Pilotos de aeronaves: entre £68.354 a £89.928 por ano;
  5. Gerentes e diretores financeiros: até £104.849 por ano;
  6. Advogados internos: em média £80.210 por ano;
  7. Controladores de tráfego aéreo: em média £81.132;
  8. Médicos: entre £30.291 a £132.613;
  9. Diretores de TI e comunicação: entre £40 mil e £84.306 por ano;
  10. Gerentes e diretores de instituições financeiras: entre £29.530 e £91.543 por ano.

Vale destacar que todos os valores apresentados são referentes ao salário antes de deduções de impostos. Também não estamos contando bonificações e outros benefícios.

Qual o salário médio na Inglaterra?

Saber quais são as profissões mais bem pagas na Inglaterra é muito importante, mas se você não se enquadra em nenhuma, também deve entender qual é a média salarial no país.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Para ajudar, vamos entender quanto é o salário mínimo no país. Diferente do que estamos acostumados, o salário mínimo no Reino Unido é pago por hora. Essa regra se aplica a todos os trabalhadores. Assim, seja qual for o salário, ele não pode ser menor que o valor mínimo estabelecido por hora.

Outra diferença é que ele é estabelecido conforme a idade do trabalhador. A partir de abril de 2021 os valores são:

  • Trabalhadores com idades iguais ou superiores a 23 anos: £8,91 por hora (cerca de R$63);
  • Trabalhadores entre 21 e 22 anos: £8,36 por hora (cerca de R$59);
  • Trabalhadores entre 18 e 20 anos: £6,56 por hora (cerca de R$46);
  • Menores de 18 anos: £4,62 por hora (cerca de R$32);
  • Salário de aprendiz: £4,30 por hora (cerca de R$30).

Anualmente, o Governo do Reino Unido calcula a média de ganhos de funcionários usando dados da Pesquisa Anual de Horas e Ganhos (ASHE).

Os dados mais recentes são de 2020, que mostrou que o salário médio anual para funcionários em tempo integral era de £31.461 (cerca de R$220 mil) por ano.

Salário médio na Inglaterra

Dessa forma, conseguimos perceber que o salário médio na Inglaterra está abaixo das profissões mais bem pagas no país, ou seja, se você deseja receber os salários atrativos listados acima, é preciso estar inserido em alguma das áreas citadas.

Como conseguir uma vaga para áreas que pagam melhor na Inglaterra

Se você quer buscar emprego em uma das áreas mais bem pagas na Inglaterra, existem diversas formas de pesquisar vagas ainda no Brasil. Veja abaixo as mais indicadas:

Sites de emprego

Os sites de emprego na Inglaterra são umas das primeiras opções para quem busca por trabalho. Neles, você pode encontrar desde vagas que exigem pouca qualificação e, portanto, o salário é menor, até as vagas mais qualificadas e mais bem pagas.

Antes de começar a sua pesquisa, tenha em mente em que área deseja trabalhar e quais são as suas qualificações. Algumas opções de sites para quem busca as profissões mais bem pagas na Inglaterra são:

  • Gov.UK – site oficial do Governo do Reino Unido onde você encontra empregos de meio período, integral, como freelancer ou contratos formais em diversas áreas;
  • Total Jobs – você pode se candidatar a empregos com altas qualificações. No próprio site é possível filtrar as vagas pelo salário desejado;
  • Indeed – você também encontra vagas na famosa plataforma Indeed. Você pode filtrar as vagas por salário, tipo de emprego, localização, empresa ou cidade;
  • Reed – como dissemos acima, saúde, negócios, área jurídica, TI e marketing estão entre as profissões mais bem pagas na Inglaterra. No Reed, você encontra vagas nessas e outras áreas, além de cursos para aprimorar o currículo;
  • Glassdoor– pesquise as vagas de acordo com o salário desejado. Você ainda pode escolher por vagas que exigem português;
  • Hays – você pode filtrar as vagas por qualificações e salários por hora ou anual.

Por outro lado, se você não tem as qualificações para as profissões mais bem pagas da Inglaterra, pode optar por buscar uma vaga no Lista Brasil, um site de busca de emprego para estrangeiros fora do Brasil. Nele, os empregos normalmente exigem pouca ou nenhuma qualificação, mas também oferecem salários mais baixos.

LinkedIn

O LinkedIn é uma excelente maneira para conseguir um bom emprego na Inglaterra, especialmente quando falamos das profissões mais bem pagas. Isso porque, recrutadores e executivos de empresas inglesas usam a rede social profissional para buscar talentos para trabalhar. Aliás, o Linkedin é o canal mais usado por headhunters para encontrar profissionais que preencham as suas vagas.

Ao procurar um emprego com bom salário na Inglaterra, você precisa ter um perfil atraente, já que será a primeira impressão de recrutadores. Lembre-se que as profissões mais bem pagas, normalmente, exigem mais qualificação. Por isso, siga algumas dicas:

  • Cadastre o seu currículo em inglês e português;
  • Inclua o seu portfólio, com informações pertinentes, como as suas competências e histórico profissional;
  • Interaja com outros profissionais e aumente o seu networking, especialmente com pessoas que trabalham em empresas na Inglaterra;
  • Refine as buscas para empregos na Inglaterra e escolha as opções de emprego que mais lhe agrada.

É importante manter o seu perfil sempre atualizado. Inclua sempre cursos e quaisquer competências que você tenha.

Outras redes sociais

Outra opção é por meio das redes sociais, como o Facebook. Existem grupos exclusivos para brasileiros que buscam uma colocação no mercado de trabalho inglês. Outra dica é procurar por grupos da cidade que você quer ir.

Apesar dessa ser uma boa opção, sempre tenha cuidado com golpes. Desconfie de propostas que são irrecusáveis ou que você tenha que fazer qualquer depósito para poder garantir o emprego.

Outro detalhe é que essa é uma maneira de procurar emprego mais voltada para quem busca trabalhos que exigem pouca qualificação. Se você busca pelas profissões mais bem pagas na Inglaterra, opte pelas opções que falamos acima.

O que é preciso para trabalhar na Inglaterra?

Após saber as profissões mais bem pagas na Inglaterra, antes de arrumar as malas, é preciso saber alguns detalhes para trabalhar no país. Veja abaixo.

Visto

O primeiro passo para trabalhar legalmente na Inglaterra é ter um visto que permita a ocupação. Um visto de turismo, por exemplo, não permite que o viajante tenha um emprego no país. Os vistos para Inglaterra que permitem o trabalho são:

  • Visto de estudante, com direito a trabalhar meio turno (20 horas semanais);
  • Visto de residência ou cidadania britânica;
  • Visto de noivado (depois de seis meses de visto);
  • Visto de casamento;
  • Visto de parceiro (com intenção de casar) em relacionamento há no mínimo dois anos;
  • Visto EEA family;
  • Visto de trabalho.

Onde procurar emprego na Inglaterra

Os vistos de trabalho na Inglaterra têm algumas opções e só podem ser pedidos após você ter conseguido o emprego. Veja as opções de vistos de trabalho:

  • Visto de trabalhador qualificado – é o mais comum, voltado para profissionais com alta capacitação e que já possuem uma oferta de emprego na Inglaterra e um suporte da empresa. As classificações para esse visto são: geral, esportistas, ministros religiosos, serviço prioritário e transferência interna. Exige conhecimento em inglês e permite a estadia por 5 anos.
  • Visto para trabalhador temporário – voltado para trabalhadores temporários como em intercâmbio, voluntariado, participação em eventos esportivos ou religiosos, treinamento e pesquisa. Exige um patrocinador e tem duração de 12 meses;
  • Visto de graduação – voltado para quem deseja estudar e trabalhar no país. Permite trabalhos com carga horária reduzida e é preciso estar vinculado a uma instituição de graduação ou pós. Exige conhecimentos em inglês e tem duração de 2 anos;
  • Visto de Talento Global – voltado para quem tem mais de 18 anos e é um líder ou líder em potencial nas áreas: acadêmica ou pesquisa, artes e cultura ou tecnologia digital. Permite a permanência por até 5 anos.

Validação de diploma

Se você tem já tem uma formação no Brasil e deseja validar o diploma na Inglaterra também é possível. Ela deve ser feita pela agência nacional do Reino Unido para qualificações e habilidades internacionais (ENIC). O órgão compara o que você estudou no Brasil com o sistema educacional do Reino Unido e permite que você trabalhe ou não no país com o seu diploma conseguido no Brasil.

A declaração deve ser solicitada online, no site da ENIC e você deve apresentar as traduções juramentadas dos seus documentos se eles não estiverem em inglês. A avaliação é concluída em até 15 dias úteis e a Declaração de Comparabilidade custa £49,50 (cerca de R$350) + uma taxa de entrega em sua residência.

Idioma

Normalmente, quando falamos das profissões mais bem pagas na Inglaterra, também precisamos ressaltar que elas costumam exigir mais qualificação. Sendo assim, é certo dizer que falar inglês fluentemente é praticamente obrigatório para essas vagas.

Se você não sabe inglês ou sabe apenas o básico, irá conseguir vagas com salários menores e, muitas vezes, trabalhos temporários e informais.

Vale a pena trabalhar na Inglaterra?

Afinal, será que vale a pena trabalhar na Inglaterra? O país é muito atrativo, seja por sua cultura, qualidade de vida, oportunidades de estudo e melhores salários que no Brasil.

O país tem sido uma terra de oportunidades e tem bons salários, como vimos a média salarial é de pouco mais de £31.461 no país. Sendo assim, se a sua intenção é mandar dinheiro para o Brasil, os trabalhos são bem atrativos, já que a Libra tem custado, pelo menos, R$7. No entanto, é preciso se lembrar que o custo de vida na Inglaterra é bem alto.

Por outro lado, se os empregos mais bem pagos rodam por volta das £80 mil por ano, eles são voltados para profissionais qualificados e até com tempo de serviço. Se você não tem muita qualificação, o mais certo é que irá conseguir empregos em restaurantes, como babá ou sem salões de beleza, por exemplo. Mas, apesar desses serem considerados como “subempregos” você encontrará boas condições de trabalho, mas salários mais baixos.

Pensando em todas as vantagens e desvantagens, consideramos que vale a pena trabalhar na Inglaterra. O país oferece boas oportunidades de emprego, condições de trabalho, qualidade de vida, saúde e segurança.

O sonho de viver na Europa

Se você está pensando em partir morar na Europa, você pode adquirir o nosso e-book: “O Sonho de Viver na Europa”, que reúne uma série de depoimentos e histórias de brasileiros que resolveram deixar o Brasil em busca de melhores oportunidades de trabalho e de qualidade de vida.

Nele você descobre como é a vida no velho continente diretamente da fonte. Veja as histórias de pessoas que saíram do Brasil com destino à Europa e contaram os detalhes para você se inspirar e refletir. Esse será o pontapé inicial para viver o seu próprio sonho de morar e trabalhar na Inglaterra.