Diferença entre seguro viagem e seguro saúde: entenda aqui

Seguro Viagem  / 

Muitas pessoas confundem seguro viagem e seguro saúde. Apesar de estarmos falando em “seguro”, são dois serviços completamente diferentes, e que são exigidos em situações diferentes. Para ficar mais clara qual a diferença entre seguro viagem e seguro saúde, vamos falar de cada um deles e quando será necessário contratar um e outro.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Qual é a diferença entre seguro viagem e seguro saúde

O seguro viagem, como o próprio nome sugere, deve ser contratado para viagens. O que significa que o serviço irá cobrir imprevistos durante o período de viagem contratado. Claro que o tipo de cobertura depende do que foi acordado na apólice com a seguradora.

É o seguro, por exemplo, exigido para quem vai fazer turismo em um dos países que fazem parte do Tratado de Schengen (tratado sobre trânsito de pessoas em países membros).

Já o seguro saúde funciona de forma semelhante ao plano de saúde que conhecemos e é o serviço exigido, na maioria dos casos, como requisito para quem vai pedir vistos para passar uma temporada em outro país.

Veja em detalhes qual a diferença entre seguro viagem e seguro saúde!

O que é seguro viagem?

O seguro viagem é voltado para quem está com as malas prontas, pois o objetivo do serviço é dar suporte ao viajante. A ideia é contratar um seguro para cobrir qualquer tipo de imprevisto durante a viagem.

Em alguns casos, a contratação do seguro viagem é obrigatório, como é o caso do seguro de viagem Europa. Em outros, apesar de não ser obrigatório é aconselhável, especialmente se você pretende permanecer muito tempo fora da sua cidade de residência.

Para que serve o seguro viagem?

Em resumo, o seguro viagem deve dar suporte para quem está viajando, auxiliando em qualquer tipo de imprevisto. O serviço pode oferecer cobertura para atendimentos médicos de emergência, acidentes e até mesmo para roubo ou perda de documentos, cancelamento de viagem e extravio de bagagem.

Claro, que tudo depende do contrato que o viajante fecha com a seguradora. Por isso, um ponto importante da diferença entre seguro viagem e seguro de saúde é: o seguro viagem é mais abrangente e tenta cobrir todo tipo de imprevisto que possa atrapalhar a viagem dos clientes.

Quando o seguro viagem é obrigatório?

O ideal, principalmente no caso de viagens internacionais, é contratar um seguro viagem internacional. Porém, em alguns casos, o serviço é obrigatório, pois se trata de uma das exigências de determinados países para permitir que o viajante entre no seu território.

Você vai ouvir inúmeras pessoas dizendo que já viajaram sem o seguro viagem e o mesmo não foi solicitado na entrada do país destino, porém, tenha em mente que se trata de uma regra. O que significa que se você viajar sem seguro viagem e no controle da imigração, o solicitarem, será motivo suficiente para que a sua entrada no país não seja autorizada.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Viajar para fora do Brasil sem seguro viagem é correr o risco de ter que voltar para casa.

Países em que o seguro viagem é obrigatório

Você já deve ter ouvido falar dos países que fazem parte do Tratado de Schengen. Pois bem, são 26 países europeus e em todos eles, o turista brasileiro deve ter contratado um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros.

Veja quais são os países que fazem parte do Tratado de Schengen:

Áustria, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Eslovênia, Eslováquia, Estônia, Espanha, França, Finlândia, Grécia, Hungria, Holanda, Islândia, Itália, Lituânia, Luxemburgo, Letônia, Malta, Noruega, Portugal, Polônia, Romênia, República Tcheca, Suíça e Suécia. Para todos esses países é preciso contratar o seguro schengen.

Além dos 26 países, fazem a exigência do seguro viagem: Emirados Árabes, Qatar, Cuba e Turquia.

O que pensar antes de contratar um seguro viagem

Antes de viajar e de contratar um seguro viagem, veja se você já não possui o serviço oferecido pela operadora do seu cartão de crédito internacional. Algumas operadoras, dependendo do tipo de cartão de crédito, oferecem o serviço de seguro viagem gratuito. Conheça aqui, por exemplo, como funciona o Seguro Viagem Visa.

Todos nós sabemos o quanto cansativo é ler contratos, porém, pode acreditar, no caso do seguro viagem, não contrate nada sem ler todos os detalhes. O que acontece muitas vezes é que quando você precisa do serviço, descobre o quanto a cobertura é ruim.

As empresas de seguro viagem costumam oferecer serviços personalizados, como por exemplo, para grávidas, para família, para quem está indo praticar esportes radicais, entre outros.

O ponto mais importante: como será o reembolso. A lista de documentos que serão exigidos para reembolsar o dinheiro que você gastou em alguma emergência de viagem.

Quer contratar um seguro viagem barato? Saiba como aqui.

O que é o seguro saúde?

Agora, para entender a diferença entre seguro viagem e seguro saúde, falta compreender o que é o seguro saúde. O seguro saúde não é o mesmo que seguro viagem e tão pouco, plano de saúde.

O seguro saúde basicamente reembolsa o cliente e, nos dias atuais, algumas seguradoras possuem redes credenciada de médicos. Está totalmente voltado para tratamentos de saúde, portanto não é um serviço para ser contratado por um viajante, como o seguro viagem.

Saiba como contratar o seguro viagem para Portugal antes de embarcar para terras lusas.

Quais as vantagens de fazer um seguro saúde?

A mensalidade do seguro saúde é inferior a de um plano de saúde e o serviço lhe tira da fila de espera do serviço público de saúde.

Como não é um serviço prestado somente por credenciados, quem contrata pode escolher o hospital, laboratório e médico que gostaria de consultar. O que é ótimo para quem não quer ficar preso a determinados médicos ou hospitais, o que obriga um plano de saúde.

O seguro de saúde oferece uma série de possibilidades, obrigações impostas pela Agência Nacional de Saúde do Brasil. Com isso, fica mais fácil encontrar um perfil que lhe atenda e caiba no seu bolso.

Atenção ao seguro saúde para obtenção de visto de estadia prolongada

Vale ressaltar, que quando você está solicitando um visto, como por exemplo, de estudos, e pretende permanecer 1 ano no país de destino, normalmente é necessário contratar um seguro de saúde. Para a maior parte dos países estrangeiros, você não poderá contar com o serviço público de saúde do país destino e, por isso, uma das exigências é que você tenha assistência médica e hospitalar.

No caso de seguro de saúde para a emissão de um visto, isto é, que você irá usar fora do seu país, ele irá funcionar como um plano de saúde. Você contará com atendimento de saúde privado no país de destino.

Agora você já sabe qual a diferença entre seguro viagem e seguro saúde. O primeiro é para atender 100% viajantes, enquanto o segundo, pode ser uma opção econômica ao plano de saúde.

Quer fazer a cotação do seu seguro viagem? Clique aqui e faça uma comparação dos planos de seguro viagem das principais seguradoras do mercado.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Todo o conteúdo do portal Euro Dicas é escrito por redatores brasileiros que moram ou moraram na Europa e compartilham suas dicas de como escolher o país de destino, qual o custo de vida, cultura, idiomas e dia-a-dia. O objetivo é apoiar quem pretende sair do Brasil para morar na Europa.