Viajar é sempre bom, conhecer novos lugares, relaxar, experimentar novos sabores. Mas você resolveu embarcar em cima da hora e esqueceu de contratar um seguro de viagem? Não se preocupe! Vamos te mostrar como é possível fazer um seguro viagem já estando no exterior. Vamos lá?

É possível contratar seguro viagem já estando no exterior?

Sim. Algumas seguradoras oferecem a opção da emissão do seguro viagem para quem já está em viagem. Porém, adquirir um seguro viagem já estando no exterior não é tão simples quanto a contratação antecipada. Isso porque, a maioria das seguradoras só oferece planos para contratação realizada a partir do primeiro dia de viagem.

Por isso, tente sempre colocar no seu checklist de viagem: fazer um seguro internacional. Assim você terá menos preocupação no dia do voo e não arrisca ter que viajar sem a cobertura.

Mas se você esqueceu de contratar uma proteção antes da sua viagem, a opção é utilizar o site Real Seguro viagem ou o Seguros Promo e contratar um seguro já estando no exterior. Porém, é preciso se atentar a alguns detalhes. Acompanhe!

Período de carência

Primeiro, é preciso informar que nem toda seguradora aceita vender seguro viagem para quem já está no exterior. Aquelas que aceitam, geralmente pedem um período de carência de dois a três dias. Além disso, algumas não oferecem essa possibilidade em todos os planos.

Isso acontece porque o seguro viagem tem caráter preventivo. Ele não é uma assistência que você contrata já estando acidentado ou hospitalizado. Isto, inclusive, configuraria uma fraude, suscetível a processos jurídicos.

O negócio das seguradoras é, justamente, vender um serviço que pode ou não ser usado. E elas têm todos os seus custos e operacionalidades calculados em cima desta realidade. Dito isto, vamos aos planos de seguro viagem Europa que permitem a contratação por quem já se encontra no exterior.

Quais seguradoras comercializam planos para quem já está no exterior?

A forma de contratar um seguro viagem já estando no exterior irá depender do local de compra.  No Real Seguro Viagem é mais simples. No momento da cotação, você irá selecionar a opção “Já estou em viagem”. Dessa forma, só serão apresentados os planos com essa opção.

Já no Seguros Promo, um dos primeiros itens na descrição de todos os planos é: “Permite emissão em viagem?”. Caso a resposta seja positiva, você pode contratar o seguro.

Mas como eu vejo esta informação?

Os passos para ver quais planos permitem a emissão já estando no exterior dependem do comparador que você estiver usando. Veja coMo encontrar a informação no Seguros Promo e Real Seguro Viagem.

1. Real Seguro Viagem

O Real Seguro Viagem é a melhor opção para contratar o seu seguro viagem já estando no exterior, o processo é mais simples. Confira o passo a passo:

  1. Acesse o Real Seguro Viagem e coloque os dados para a cotação. O primeiro item é: “A viagem começa…” e as opções de respostas são: “Da minha casa” ou “Já estou em viagem”. É neste momento que você deve selecionar a segunda opção:
  2. Informe os outros dados da viagem, como destino, data de início e fim;
  3. Coloque os dados pessoais do viajante;
  4. Ao escolher “Já estou em viagem”, o site só irá apresentar opções de planos que permitam a emissão após o embarque;
  5. Você irá notar que o número de planos ofertados é menor. No entanto, pode escolher qualquer um deles e finalizar a compra;
  6. A apólice será enviada diretamente para seu e-mail.
Tela inicial do Real Seguro Viagem
Passo 1 da cotação do seguro viagem já estando no exterior no Real Seguro Viagem.

2. Seguros Promo

Confira o passo a passo de como contratar o seguro viagem já estando no exterior através do Seguros Promo:

  1. Acesse o Seguros Promo e informe os dados da sua viagem: destino, data de embarque e de retorno e os seus dados pessoais.
  2. Feito isto, verá as opções de planos disponíveis;
  3. Vá à opção “Ver Cobertura Completa” para conferir se é permitida a contratação no exterior.

No entanto, é importante destacar que esses passos servem apenas como uma consulta prévia no site Seguros Promo. Isso porque, não é possível contratar os planos já estando em viagem por meio do site. Uma vez que a contratação pode precisar de análise, a venda é feita exclusivamente pelo telefone.

Confira o alerta que abre na tela ao tentar fazer a compra do seguro para o mesmo dia da cotação.

Contato do Seguros Promo para comprar o seguro viagem já estando no exterior
Após conferir o plano de seguro viagem já estando no exterior, você deve entrar em contato com a central de atendimento para contratá-lo.

Sendo assim, você deve fazer a consulta e compra por meio dos seguintes contatos:

Dica para economizar no seguro viagem

Vamos te dar uma dica valiosa: sempre contrate seguro viagem via comparadores.

Além de apresentarem várias opções de seguradoras e de planos — ajudando a comparar custos e benefícios oferecidos, sendo fundamental para uma boa tomada de decisão sobre qual plano comprar — você ainda tem mais uma vantagem.

Os comparadores costumam ter os melhores preços do mercado porque eles comercializam uma maior quantidade de planos diariamente, o que garante bons descontos.

A nossa recomendação são os sites Real Seguro Viagem e Seguros Promo. Mas, lembre-se sempre de comparar antes para garantir o melhor preço.

Mesmo assim, é melhor contratar seguro viagem antes da viagem?

Com certeza, sim!

Como dissemos, ao optar por adquirir o seu seguro viagem já estando no exterior, você perde a possibilidade de poder contratar seguradoras e planos bem interessantes. Afinal, não são todos que aceitam este procedimento.

Além disso, você perde os benefícios do seguro viagem relacionados ao deslocamento da viagem. Entenda quais são:

Assistência à viagem

A maioria das seguradoras também disponibiliza aos seus segurados algumas coberturas essenciais para a viagem, como seguro para extravio de bagagem e seguro por atraso de voo.

Entretanto, ao contratar o seguro viagem já estando no exterior, você perde a cobertura desses benefícios, afinal, a sua viagem de ida já foi realizada. Então, caso a sua bagagem tenha sido extraviada, a seguradora não poderá fazer nada a respeito. O mesmo vale se o voo atrasou e você teve despesas com alimentação, por exemplo.

Neste caso, não poderá solicitar o reembolso do seguro viagem pelo que gastou no aeroporto. O que poderia, se tivesse contratado o plano desde o primeiro dia da viagem que ofereça tal cobertura.

Atendimento médico e obrigatoriedade do seguro

Mas, mais grave do que tudo isto é: se você precisar de atendimento médico durante o voo, antes da contratação e até três dias depois da contratação do plano, os custos médicos não serão cobertos pela seguradora.

Seguro viagem obrigatório

Outro detalhe importante é que por conta da carência de 2 a 3 dias, você pode chegar ao seu destino e ainda não ter a cobertura. Então, também fica sujeito a não conseguir entrar em países onde o seguro é obrigatório, como acontece nos países europeus que assinaram o Acordo de Schengen.

Por isso, mais uma dica: vale muito mais a pena contratar seguro antes da viagem. Quanto maior a antecedência, melhor, mas o recomendável é ao menos um dia útil antes.

Por que devo contratar um seguro viagem internacional?

Você deve contratar um seguro viagem internacional para ter garantia de assistência caso seja necessário. Imprevistos podem acontecer a qualquer momento, mas com um plano de seguro viagem, você terá mais tranquilidade para lidar com as situações.

Todo viajante deveria contratar um seguro viagem.
Seguro viagem no exterior oferece cobertura para atendimento médico, extravio de bagagem e outros imprevistos.

Isso porque, ao contratar um seguro viagem, você terá uma série de coberturas fundamentais e outros benefícios bastante interessantes que garantem muito conforto e segurança à viagem. Veja abaixo:

Coberturas obrigatórias no seguro viagem

Ao comprar seguro viagem internacional, o plano deve conter:

  • Despesas médicas hospitalares (DMH);
  • Despesas odontológicas;
  • Traslado de corpo;
  • Regresso sanitário: voo para o país de origem com acompanhamento médico necessário;
  • Traslado Médico: o transporte do local do acidente ou da emergência até o hospital, com acompanhamento médico, caso o paciente não tenha condições de se locomover sozinho;
  • Seguro para morte acidental em viagem;
  • Seguro para invalidez permanente total ou parcial por acidente em viagem.

Coberturas facultativas às seguradoras

Os itens facultativos são aqueles que as seguradoras podem optar por oferecer ou não aos segurados. Quanto mais coberturas oferecidas, maior garantia de estar contratando o melhor seguro viagem:

  • Fisioterapia;
  • Despesas farmacêuticas por reembolso;
  • Despesas médicas com Covid-19;
  • Quarentena obrigatória;
  • Prorrogação de estadia por recomendação médica;
  • Acompanhamento de parente;
  • Passagem aérea para parente/acompanhante;
  • Hospedagem do acompanhante;
  • Seguro bagagem extraviada;
  • Danos à mala;
  • Cancelamento de viagem;
  • Interrupção de viagem ou garantia de viagem de regresso;
  • Seguro para atraso de voo;
  • Assistência jurídica durante a viagem;
  • Localização de bagagem;
  • Assistência em caso de perda de documentos.

Na pesquisa que fizemos no Real Seguro Viagem, encontramos planos para 10 dias de cobertura de viagem para a Europa em janeiro de 2023 a partir de R$ 144. Aliás, o plano já é um seguro viagem Covid-19.

Pense bem: R$14,40 por dia de viagem, paga ou não a sua tranquilidade?

Quem deve contratar o seguro viagem?

Todo viajante deve contratar o seguro viagem.

Ele será sua garantia de que toda emergência ou situação inesperada durante a viagem terá amparo da seguradora. Além disso, em alguns destinos, o seguro viagem não é opcional, ele é exigido, assim como visto ou passaporte.

E este é o caso de 27 países da Europa, signatários do Tratado de Schengen. Este acordo de livre circulação determina que todo viajante deve possuir um seguro viagem com cobertura para despesas médicas hospitalares de 30 mil euros (ou o equivalente em outra moeda).

Como utilizar o seguro viagem no exterior?

Para utilizar o seu seguro viagem no exterior, você deve sempre ter com você o contato da seguradora, informado na apólice de seguro viagem — o documento de contratação do plano.

Em caso de emergência, urgência ou qualquer outra necessidade de consulta, você liga para a central de atendimento, que funciona 24 horas, sete dias por semana e recebe as informações de que precisa — inclusive sobre para qual hospital se dirigir.

Também tem a opção de ir diretamente para o hospital e acionar a seguradora depois, solicitando o reembolso dos procedimentos realizados. Mas, em caso de dúvidas, o ideal é sempre contactar a seguradora antes.

Como escolher o melhor seguro viagem Europa?

Como falamos, o melhor lugar para comparar e escolher o melhor plano de seguro viagem para o seu perfil é via comparadores, como o Real Seguro Viagem e Seguros Promo, por exemplo.  Se quiser outra opção., também gostamos do Compara Online.

Mas para selecionar o seu plano corretamente, vamos te dar algumas explicações que podem ajudar bastante.

Defina a DMH

A DMH (Despesas Médicas Hospitalares) é uma das primeiras coberturas que vemos em qualquer plano de seguro viagem. Ela se refere ao valor que a seguradora irá pagar no total pelas despesas médicas hospitalares caso seja necessário.

Quanto maior a cobertura para de DMH, melhor para você. Isto porque você terá mais segurança de que, aconteça o que acontecer durante a viagem, todo tratamento estará coberto pela seguradora.

A cobertura de DMH deve estar de acordo com o destino

Cada plano tem um valor total para essa cobertura. Na prática, quanto maior for esse valor, melhor. Mas, para definir o DMH necessário para a sua viagem, é preciso considerar as exigências do seu destino.

Para alguns destinos, a cobertura de DMH é exigida por lei, como nos países europeus do Tratado de Schengen. Mas para todos os destinos vale a orientação de que o valor do DMH deve ser definido considerando os custos do atendimento médico do destino da viagem. Se o país tiver medicina cara (como nos Estados Unidos), a cobertura DMH deve ser mais alta e vice-versa.

Em resumo, os valores mínimos para a cobertura DMH para cada destino são:

  • Europa: 30 mil euros;
  • Estados Unidos e Canadá: 60 mil dólares;
  • Ásia: 40 mil dólares;
  • América Latina: 15 mil dólares;
  • Viagens nacionais: 10 mil reais.

DMH de acordo com o tamanho da viagem

Outro detalhe importante para definir a DMH é o tamanho da viagem. Isso porque, a maioria das coberturas tem um valor fixo que deve ser usado até atingir o seu limite. Por exemplo, supondo que você contratou um plano de USD 30 mil. Os gastos irão cobrir esse limite até o fim da viagem.

Então, quanto mais tempo você ficar em viagem, maior deve ser a cobertura DMH ou deve considerar planos que oferecem a DMH por evento. Assim, você não precisa contratar outro plano de seguro viagem durante a estadia, caso atingir o limite.

Cobertura de DMH de acordo com o perfil do viajante

Ainda, na hora de definir os valores de DMH, é preciso considerar o seu perfil de viajante. Gestantes, idosos, pessoas com doenças preexistentes e praticantes de esportes devem sempre contratar um plano com DMH com o dobro do mínimo recomendado e com coberturas específicas que atendam cada um dos perfis.

Em regra geral, a partir de 60 mil dólares (ou o equivalente em outra moeda) já passa a ser um bom plano para estes públicos (exceto para os Estados Unidos). Mas, quanto maior o valor, melhor.

Atenção: alguns planos excluem esses públicos por serem considerados de maior risco, então é fundamental ler com atenção a descrição do plano para ver se ele atende ao perfil desejado.

Boa viagem!