Taxas da Remessa Online: descubra as mais baratas do mercado

Enviar dinheiro para o exterior  / 

A Remessa Online é uma forma rápida, segura e barata para enviar dinheiro para o exterior. Neste artigo, você vai conhecer as taxas da Remessa Online e poderá comprovar que elas são as mais baixas do mercado.

Taxas da Remessa Online: baixas e transparentes

Não é mais necessário se preocupar com taxas elevadas e tarifas surpresa. Com a Remessa Online, você sempre sabe o que está pagando, sem letras pequenas ou taxas escondidas.

Taxas da Remessa Online: tarifa bancária

A tarifa bancária é a tarifa de utilização do sistema bancário para realização de transferências internacionais. O custo é variável, com base no valor enviado. Entenda melhor:

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »
  • Envios de US$ 150 até US$ 1.500 (ou equivalente em outra moeda): o custo é fixo de R$ 5,90;
  • Envios a partir de US$ 1.500 (ou equivalente em outra moeda): a tarifa bancária é gratuita.

Por oferecer as melhores tarifas do mercado e preços justos para enviar e receber dinheiro do exterior sem burocracias e sem as taxas elevadas dos bancos, nós do Euro Dicas recomendamos a Remessa Online para nossos leitores.

Confira o artigo que fizemos com as melhores formas de enviar dinheiro para o Brasil.

Taxas da Remessa Online: custo

O custo da operação também é o menor do mercado. Ele é fixo, de 1,3%.

A cotação comercial do momento da moeda estrangeira selecionada é usada em todas as remessas internacionais. Além disso, não há nenhuma taxa adicional na cotação comercial.

A simulação do dinheiro que você deseja enviar para o exterior é feita em tempo real e nela já aparecem todas as taxas e os impostos incidentes.

Note também que, além de oferecer as melhores taxas para enviar dinheiro para o exterior, a Remessa Online tem os limites mais altos do mercado.

Taxas da Remessa Online: cálculo da transferência pela Remessa Online

Além de verificar, em tempo real, todas as tarifas que serão cobradas na sua transação financeira para o exterior, você também pode verificar como é feito o cálculo da transferência pela Remessa Online.  Ele é feito da seguinte forma:

Câmbio comercial + custo + IOF + tarifa bancária = preço.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »
  • Câmbio comercial: é feito com base na cotação comercial da moeda estrangeira, de acordo com o mercado. Como vimos, não é somada nenhuma outra taxa à cotação comercial;
  • Custo: trata-se do valor que é cobrado pela operação na Remessa Online. Como também vimos, ele é fixo de 1,3% em todas as remessas internacionais, sendo o custo mais baixo do mercado;
  • IOF: é o imposto sobre todas as operações financeiras. O percentual é variável, de 0,38% a 1,1%, de acordo com o motivo da sua remessa;
  • Tarifa bancária: como também visto, ela varia de acordo com o valor enviado. É fixa de R$ 5,90 para valores maiores que US$ 150 e totalmente gratuita para valores maiores que US$ 1.500.

De acordo com informações presentes na plataforma da Remessa Online, algumas remessas específicas podem conter outros impostos federais. Veja adiante no item “Impostos incidentes nas taxas da Remessa Online”.

Remessa Online é a solução mais rápida para enviar dinheiro para o exterior. Confira neste artigo que fizemos.

taxas da remessa online comparacao

Impostos Incidentes nas taxas da Remessa Online

1. Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)

Este é o imposto pago por pessoas físicas e jurídicas que realizarem operações de crédito, câmbio, seguro ou operações relativas a títulos ou valores mobiliários. A taxa aplicada sobre quase todas as remessas internacionais é de 0,38%.

Porém, na compra de moeda estrangeira em espécie, o valor do IOF é de 1,1%. Já para o uso de cartão de crédito, de débito, de pré-pago ou de traveler cheque, o valor cobrado é de 6,38%.

Veja neste artigo como funciona a Remessa Online e como poupar no envio de dinheiro, considerando as taxas da Remessa Online.

2. Outros impostos: remessas específicas

Na maioria das remessas, há apenas a cobrança do IOF. Porém, em transferências mais específicas, podem surgir outros impostos, como:

  • Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF)

Este é o imposto criado para antecipar o recolhimento do Imposto de Renda. Por isso, o contribuinte deve pagar parte da sua dívida com o Governo Federal antes de realizar a declaração anual.

Certos envios, como para contratação de serviços e pagamento para fins turísticos, são exemplos de remessas em que esse imposto é aplicado.

Quando tem aplicação de Imposto de Renda Retido na Fonte, a cobrança é efetuada no momento em que a operação cambial é feita. Como o liquidante do IR está no Brasil, existe um reajuste no imposto aplicado na operação.

O cálculo para o reajuste da alíquota é realizado da seguinte forma: AF = AI / (1 – AI), onde: AF é a Alíquota Reajustada e AI é a Alíquota Não Reajustada.

É válido ressaltar que na maioria das remessas internacionais não há cobrança deste imposto. O reajuste no imposto é uma legislação do Banco Central. Veja o artigo legislativo referente à alíquota:

Art. 725 – Quando a fonte pagadora assumir o ônus do imposto devido pelo beneficiário, a importância paga, creditada, empregada, remetida ou entregue, será considerada líquida, cabendo o reajustamento do respectivo rendimento bruto, sobre o qual recaíra o imposto, ressalvados as hipóteses a que se referem os arts. 677 e 703, parágrafo único (Lei nº 4.154, de 1962, art. 5º, e Lei no. 8981, de 1995, art.63, parágrafo 2o.).

Descubra como declarar remessas para exterior no imposto de renda.

  • Remessas a paraísos fiscais

Um paraíso fiscal é um país em que a incidência do Imposto de Renda é inferior ou igual a 17%. O Brasil não possui acordos tributários com os países considerados paraísos fiscais, de maneira a não incentivar relações comerciais com eles.

A tributação de remessas e pagamentos aos paraísos fiscais é diferente quando comparada com outros países. Cada tipo de envio possui a sua própria alíquota.

Diversos países são considerados um paraíso fiscal pela Receita Federal, como, por exemplo:

  • Andorra;
  • Chipre;
  • Comunidade das Bahamas;
  • Emirados Árabes Unidos;
  • Hong Kong;
  • Ilha da Madeira;
  • Ilhas Marshall;
  • Ilhas Maurício;
  • Liechtenstein;
  • Maldivas;
  • Mônaco;
  • Panamá;
  • Polinésia Francesa;
  • San Marino;
  • São Martinho, entre outros.

ESTA USA: a autorização de viagem da Europa para os EUA.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.