Como declarar remessas para exterior no imposto de renda: saiba tudo

Enviar dinheiro para o exterior  / 

Na hora de fazer o imposto de renda, uma dúvida muito comum que surge para quem envia dinheiro para outros países é: “Como declarar remessas para o exterior?

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Escrevemos este artigo para esclarecer tudo o que você precisa saber na hora de fazer a sua declaração de imposto de renda (IR).

Como declarar remessas para exterior: declaração de entrada e saída de recursos

Em primeiro lugar, para enviar ou receber dinheiro do exterior, é importante contar com o apoio de uma instituição credenciada pelo Banco Central do Brasil a realizar operações de câmbio.

Muitas pessoas querem saber se precisam mesmo declarar para a Receita Federal toda a entrada e a saída de dinheiro do Brasil. Não, não é necessário. A Cartilha de Câmbio do Banco Central apresenta algumas exceções:

  • Quando o porte é de até R$ 10 mil;
  • Quando o porte em moeda estrangeira é igual a R$ 10 mil;
  • Quando é comprovada a sua entrada ou saída do Brasil, na forma prevista na regulamentação.

Confira estratégias de como comprar euro mais barato.

Como declarar remessas para exterior: informações importantes

Se você transferiu dinheiro do Brasil para outro país e quer saber como declarar remessas para o exterior ou se é necessário inserir essa informação no seu IR, vamos te ajudar.

Finalidade do dinheiro

Antes de tudo, é necessário saber a natureza da sua transferência: envio para a sua conta no exterior, para parentes, para efetuar pagamento, fazer investimentos ou outra.

Onde você mora legalmente

A Receita Federal também solicita a informação de sua moradia, o país onde você mora legalmente: seu país de origem ou de destino.

Quando declarar

É preciso fazer a declaração em duas situações:

  • Caso você tenha recursos em espécie;
  • Caso você tenha recursos em uma conta no exterior.

Se você enviou mais que R$ 10 mil em dinheiro em espécie, é necessário informar na ficha “Bens e Direitos”.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Descubra aqui se receber dinheiro do exterior paga imposto.

Como declarar remessas para exterior no Imposto de Renda

É recomendável que você declare à Receita Federal todas as suas transferências internacionais acima de US$ 3 mil.

Veja a seguir a necessidade da declaração no Imposto de Renda, com base na finalidade da sua transferência.

Disponibilidade: entre contas da mesma titularidade

Não é preciso informar número do contrato de câmbio no Imposto de Renda. Você deve informar somente o número da conta que você tem no exterior e o nome da instituição bancária.

Manutenção de residentes ou doação: para contas de familiares ou terceiros

Não é preciso informar número do contrato de câmbio no imposto de renda. Você deve preencher somente o nome do beneficiário e o país.

Além disso, é preciso somar o valor total das remessas de manutenção ou doação por beneficiário, efetuadas no ano fiscal anterior.

Veja aqui qual é o limite de remessas para o exterior, até quanto de dinheiro você pode transferir para outro país.

Serviços: pagamento de serviços prestados no exterior

Para esta finalidade, sugerimos informar o número do contrato de câmbio, pois já ocorreu a incidência do Imposto de Renda.

Esse número do contrato de câmbio pode ser encontrado no comprovante da remessa.

Investimentos: envios realizados para a sua conta investimento no exterior

Não é preciso declarar cada contrato de envio ou resgate; é importante informar o valor que tinha disponível na sua conta investimento no dia 31 de dezembro do ano fiscal anterior.

Confira 10 vantagens da Remessa Online para envio de dinheiro para o exterior.

Passo a passo de como declarar remessas para o exterior em espécie

Confira o passo a passo que deve ser feito, com base nas informações da Remessa Online.

1. No campo Código, selecione a opção 64 – Dinheiro em espécie – moeda estrangeira.

2. No campo Discriminação, informe o quanto havia de dinheiro estrangeiro em espécie existente até o último dia do ano-base.

3. No campo Situação em 31/12 do ano anterior ao ano-base (R$), coloque novamente o valor em reais do saldo de moeda estrangeira existente até 31 de dezembro do ano anterior ao ano-base, informado na Declaração de Ajuste Anual do ano-base, se for o caso;

4. No campo Situação em 31/12 do ano-base (R$), informe o valor em reais do saldo de moeda estrangeira existente, feito com base no custo médio ponderado, e correspondente ao valor informado no campo “Situação em 31/12/2017 (R$)”, mais o valor em reais de cada aquisição, subtraído do valor em reais de cada alienação realizada no ano-calendário de 2018, atentando-se que o custo da moeda adquirida é:

  • No caso de aquisição em reais, o valor pago;
  • No caso de aquisição em moeda estrangeira (exemplo: se você tinha libras e comprou euros), a quantidade de moeda estrangeira convertida em dólares dos Estados Unidos da América, pelo valor fixado pela autoridade monetária do país emissor da moeda, para a data da aquisição e, em seguida, em reais pela cotação do dólar fixada, para venda, pelo Banco Central do Brasil, para a data da aquisição.

Remessa Online ou TransferWise: veja qual é a melhor para enviar dinheiro.

Passo a passo de como declarar recursos de uma conta do exterior

Se você possui uma conta bancária no exterior e mora no Brasil, é necessário declarar sua conta no seu Imposto de Renda. Porém, é muito importante destacar que a declaração só precisa ser realizada quando o valor desse investimento for maior que US$ 100 mil.

Como fazer

Neste caso, além de fazer a declaração no Imposto de Renda, é necessário fazer uma declaração direta no Banco Central, por meio de guia conhecida como Capitais Brasileiros do Exterior (CBE).

Essa informação deve constar em “Bens e Direitos – Depósito bancário em conta corrente no exterior”. Depois, você tem que inserir o país em que essa quantia ou esses bens estão.

1. No campo Discriminação, você deve preencher os dados bancários: nome do banco, agência e conta. O valor do saldo em moeda estrangeira que havia na conta no último dia do ano também ser especificado no campo correspondente.

2. Este valor deve ser convertido em reais de acordo com a taxa de câmbio calculada pelo Banco Central, na data corrente.

3. É importante destacar que se tiver valorização da moeda estrangeira em relação ao real, você não precisará pagar o imposto sobre a diferença de valor. Porém, deve informar o ganho em “Rendimentos Isentos e não tributáveis – Outros”.

4. Se a sua conta corrente no Brasil ou no exterior estiver com saldo negativo de mais de R$ 5 mil, o valor deve ser considerado um empréstimo e constar em “Dívida e Ônus Reais”.

5. A carga tributária será acionada apenas em caso de contas remuneradas (Money Market), se ocorrer o resgate de valores para a internalização do capital ou quando os juros e rendimentos em aplicações externas (lucros) sejam levados para o Brasil.

6. Nessas ocasiões, uma alíquota de 15% é aplicada e o contribuinte recolhe o IR por uma DARF gerada no programa de Ganho de Capital em Moeda Estrangeira (GCME).

Assista ao vídeo da Remessa Online, baixe o e-book (link abaixo do vídeo) e saiba mais informações sobre seu Imposto de Renda.

Descubra como abrir conta bancária em Portugal, saiba quais são os principais bancos e as condições.

Como declarar remessas para exterior: dúvidas comuns

Confira, agora, algumas dúvidas comuns que as pessoas têm na hora de declarar (ou não) seu Imposto de Renda.

1. O que pode acontecer se eu precisar declarar Imposto de Renda e não declarar?

Você deverá pagar uma multa e terá seu CPF pendente de regularização. Dessa forma, terá diversas complicações, como: solicitar um empréstimo, tirar passaporte, prestar concurso público, entre outras, e poderá, até mesmo, ser preso por dois anos.

2. O que é “cair na malha fina”?

É quando o seu imposto de renda foi feito de maneira incorreta e a Receita Federal comprovou irregularidades.

3. Qual é a data para eu receber minha restituição do IR?

Se depois de declarar seu Imposto de Renda você comprovar que pagou mais imposto do que deveria, deve verificar no site da Receita Federal quando será feita a restituição do seu IR.

4. Gastos com saúde são dedutíveis?

Sim. É possível deduzir gastos com médicos, dentistas e psicólogos.

Remessa de dinheiro para o exterior: o que precisa saber.

5. Em 2018, enviei para o exterior uma remessa de R$ 3 mil pela Remessa Online, para custear os estudos do meu filho. Como declaro no Imposto de Renda 2019?

As despesas com instrução no Brasil e no exterior são dedutíveis no Imposto de Renda. Isso significa que podem ser usadas para descontar o valor do imposto devido.

São consideradas despesas educacionais os pagamentos com:

  • Creche;
  • Pré-escola;
  • Ensino fundamental, médio e superior (graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado e especialização);
  • Educação profissional (ensino técnico e tecnológico).

Se a despesa paga for enquadrada nas condições mencionadas, e, considerando que seu filho é dependente na sua declaração, é possível pode lançar o valor de 3 mil reais na aba “Pagamentos efetuados”, utilizando o código 02, referente a despesas de instrução no exterior.

6. É obrigatório inserir CPF dos meus dependentes?

Sim. Na declaração de 2019, ano-base 2018, é obrigatório informar o CPF de todos os dependentes que estão incluídos nela, independentemente da idade.

No blog da Receita Federal, você encontra mais informações e também o passo a passo de como fazer a sua declaração de Imposto de Renda em 2019.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.