Tudo sobre a Escócia: história, moeda, economia, idioma e curiosidades

Escócia  / 

A Escócia já foi cenário de diversos filmes, como Coração Valente, Trainspotting, Highlander – O Guerreiro Imortal, 007 – Operação Skyfall, a animação Valente e até a saga Harry Potter teve cenas rodadas no país.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Conheça a história desse país que faz parte da região administrativa do Reino Unido e é famoso pelas saias masculinas, chamadas de kilts.

O processo para vistos na Inglaterra mudou! E agora?

Onde fica a Escócia

Scotland (Escócia, em escocês) ocupa o terço norte da ilha da Grã-Bretanha e faz fronteira com Oceano Atlântico ao norte, com o Mar do Norte a leste, com a Inglaterra a sudeste, com Solway Firth e Mar da Irlanda ao sul e Canal do Norte a oeste – esse último separa a Escócia da ilha da Irlanda e do oceano Atlântico.

Com área aproximada de 78.772 km², a única fronteira terrestre do país é com a Inglaterra, ao Sul. A Escócia tem cerca de 790 ilhas e mais de 30 mil lagos, além de uma costa de 11.800 quilômetros de extensão.

Ilhas da Europa: conheça as principais!

Capital, moeda e idioma

A capital do país é a cidade de Edimburgo, que também é um dos principais destinos turísticos da Escócia. A moeda local é a libra esterlina, já que o país integra a União Europeia mas não a Zona Euro.

libra esterlina

O idioma oficial é o inglês, mas algumas comunidades falam o gaélico escocês e o scots.

Descubra quais os países que falam inglês na Europa.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Breve história da Escócia

O Sul e Centro da Grã-Bretanha foram ocupados pelo Império Romano, território que foi transformado na província romana de Britânia e atualmente equivale à Inglaterra e País de Gales.

O norte, por sua vez, foi habitado pela tribo celta dos pictos e conhecido como Caledônia. No século VI, os escotos (invasores celtas) invadiram a região e estabeleceram o reino de Dalry.

Segundo a tradição, o Reino da Escócia foi fundado no ano de 843, quando Kenneth I se tornou rei das tribos dos pictos e dos escotos.

No mesmo século, os anglos invadiram a maior parte da Caledônia e a região, junto com outras possessões anglas ao norte da atual Inglaterra, tornou-se parte do reino inglês de Nortúmbria.

A conquista normanda da Inglaterra em 1066 permitiu a introdução do feudalismo na Escócia e um relacionamento comercial mais amplo com a Europa.

No século X, os reis de Alban ocuparam a Nortúmbria e os domínios da Escócia estenderam-se por todo o território ao norte do Solway Firth e o rio Tweed. Os reis Alejandro I e David I estabeleceram o sistema monárquico feudal anglo-normando e aboliram o sistema de possessão de terras por clãs.

Europa Ocidental: países, diferenças com a Oriental e história

Resistência escocesa

Margarida, neta de Alexandre III, era a única herdeira viva do rei. Quando morreu, Eduardo I da Inglaterra aproveitou para proclamar a soberania inglesa sobre a Escócia.

Em 1205 foi formada uma aliança com a França em busca da independência escocesa.

A resistência, liderada pelo patriota escocês William Wallace, restaurou a monarquia e fez com que Robert Bruce fosse coroado rei da Escócia em 1306. Chamado de Roberto I, começou uma campanha de guerrilha contra os ingleses.

A guerra entre escoceses e ingleses só teve fim em 1328, quando os regentes de Eduardo III aceitaram o termo do Tratado de Northampton que dava a independência à Escócia.

Reforma e era moderna

A Igreja Católica foi abolida no ano de 1560 e o Calvinismo foi adotado no país. No início do século XVI Jaime IV casou-se com Margaret Tudor, filha de Henrique VII da Inglaterra, e herdou o trono inglês, tornando-se Jaime I da Inglaterra.

Em 1660 a Escócia voltou a se separar da Inglaterra, mas em 1707 os ingleses ameaçaram interromper o comércio e livre circulação na fronteira comum entre os países.

A alternativa encontrada pelos Parlamentos de ambos os países foi promulgar os Atos de União, que anexaram a Escócia ao Reino Unido da Grã-Bretanha e garantiram que o país poderá manter seu próprio sistema jurídico, político e religioso.

Custo de vida na Inglaterra: tudo o que precisa saber

Bandeira da Escócia

Também chamada de Cruz de Santo André ou Sautor, a bandeira da Escócia é hasteada nos edifícios do governo todos os dias entre às oito da manhã e o pôr do sol.

bandeira da escocia

Santo André é o santo padroeiro da Escócia e foi crucificado em uma cruz em forma de X. Segundo conta a história, a bandeira tem origem em uma batalha do século IX, na qual pictos e escoceses lutaram contra os anglos e um Sautor milagroso apareceu no céu azul. As tropas escocesas venceram a batalha.

Conheça também a bandeira da Inglaterra e a bandeira do Reino Unido.

Quem governa a Escócia?

O chefe de Estado escocês é Isabel II, também conhecida como Rainha Elizabeth II, a monarca britânica. Pela primeira vez o país tem como primeiro-ministro uma mulher, Nicola Sturgeon, do Partido Nacional Escocês.

O primeiro-ministro é o líder político e chefe de governo da nação, responsável por formular, desenvolver e representar a política de Estado do governo escocês, além de representar o país no Reino Unido.

Economia da Escócia

Embora a economia escocesa dependa da evolução da economia no Reino Unido, pode-se dizer que o país se destaca pela produção agrícola e têxtil.

A indústria de bovinos, ovinos e suínos é responsável por até 40% da produção agrícola no país, o que representa 800 milhões de libras esterlinas anualmente (cerca de US$ 1333,60 milhões). A contribuição para o PIB é de 6,5%.

O cultivo de cereais e batatas são os principais, e a exploração florestal representa mais de um terço da produção madeireira da Grã-Bretanha. Nas ilhas e região Nordeste a pesca é atividade fundamental para subsistência.

As principais indústrias são de produtos químicos, instrumentos de engenharia e eletrônica. O turismo está em crescimento e o setor de bebidas conta com mais de 110 destilarias, sendo o whisky o principal produto.

Pontos turísticos da Escócia

A Escócia é um destino que atende fãs de cinema, história, vida noturna, arquitetura e arte.

Começando pelos castelos! A atração mais visitada da Escócia é o Castelo de Edimburgo, que oferece uma vista maravilhosa da cidade e foi um dos mais atacados do mundo, sobrevivendo a todo tipo de cerco militar ao longo dos séculos.

Castelo de Edimburgo, na Escócia

Depois você pode conhecer o Castelo de Stirling, na cidade de mesmo nome que é palco do filme “Coração Valente”. Lá você também encontra o Monumento a William Wallace, que conta com documentos e artefatos do patriota.

Por fim, o Castelo de Eilean Donan, um dos mais bonitos do país, em meio a três lagos diferentes e logo na entrada da Ilha de Skye.

Ilha de Skye, na Escócia

A Ilha, inclusive, é outro ponto de interesse: é a de mais fácil acesso das Terras Altas Escocesas e contém aquele cenário clássico escocês, com abismos, precipícios, faróis e belas cachoeiras.

As Highlands, ou Terras Altas Escocesas, reúnem vales, montanhas nevadas e belos lagos profundos. É um lugar grandioso e de passagem obrigatória! Se tiver sorte você pode ver a Aurora Boreal a olho nu.

É na Escócia também que se encontra o famoso Lago Ness, localizado nas Terras Altas da Escócia e com 226 metros de profundidade. Em suas margens estão as ruínas do Castelo de Urquhart.

Castelo de Urqhart, às margens do Lago Ness

O maior corpo de água doce do Reino Unido nunca congela e guarda um dos maiores mistérios da humanidade: afinal, o Monstro do Lago Ness existe ou não? Segundo mais de mil relatos, sim. Vale uma visita para tirar a dúvida.

Por fim, não deixe de visitar Glasgow, com toda sua riqueza cultural, e conhecer o Viaduto Glenfinna, em Lochaber, por onde passa o Expresso Hogwarts na saga “Harry Potter”.

Viaduto de Glenfinnan, na Escócia

Ah, e vale lembrar que a Escócia tem a produção de whisky mais tradicional do mundo, com cinco regiões produtoras – Campbeltown, Highlands, Lowlands, Speyside e Islay. A Rota do Whisky é um passeio imperdível para os amantes da bebida!

Saiba ainda onde encontrar as melhores feiras medievais na Europa.

Curiosidades sobre a Escócia

Vamos falar sobre os kilts? A saia masculina xadrez foi incorporada à identidade nacional escocesa somente no século XVII. Na verdade, ela nasceu na Irlanda e foi levada para o país quando o povo gaélico migrou para a região de Highlands no século XIV.

E sobre o Monstro do Lago Ness, nem ouse procura-lo com arpões, redes de pesca ou armas! A Secretaria de Estado do país ordenou que o animal fosse deixado em paz depois que o boato sobre sua existência ganhou força em 1933. O documento pode ser visto aqui.

O país tem mais de três mil castelos e alguns até estão à venda. E adivinhe qual o animal símbolo de lá: nada mais nada menos que um unicórnio, que é visto como símbolo de masculinidade, pureza e alegria.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Clara é natural do interior de São Paulo e tem muito orgulho do sotaque caipira. Jornalista que adora gatos, tatuagens e livros, vê o mundo de cabeça para baixo e tem como vícios memes da internet e soltar piadas inesperadas no meio de uma conversa.