Brasileiros retidos em Portugal devem voltar para casa essa semana

Muitos brasileiros que vieram passar férias na Europa não estão conseguindo retornar para o Brasil por conta da pandemia do coronavírus. Muitos voos foram cancelados, além de um grande número de hotéis fechados. O maior número de brasileiros retidos estão em Portugal. Alguns deles têm feito relatos nas redes sociais em situação muito fragilizada ao serem colocados para fora de seus hotéis e sem ao menos conseguir um voo para voltar para casa.

Brasileiros retidos na Europa: voos de retorno cancelados por causa do coronavírus

A televisão RTP de Portugal fez uma reportagem com brasileiros retidos no Aeroporto de Lisboa, que tiveram seus voos cancelados e não têm para onde ir. Grande parte dos brasileiros entrevistados estavam em cruzeiro que fez uma escala não planejada na Espanha e os turistas chegaram por terra até a capital Lisboa.
Como a viagem de férias foi interrompida por causa do coronavírus, eles tiveram que comprar novas passagens, arcando com um alto custo. Porém a maioria dos voos foi cancelados. Veja a lista dos voos cancelados por coronavírus na Europa.

Repatriamento de 1.300 brasileiros em Portugal deve acontecer a partir de 13 de abril

De acordo com o Ministro conselheiro da Embaixada do Brasil em Lisboa, Luciano Andrade, o repatriamento de 1.300 brasileiros retidos em Portugal por causa do cancelamento de voos deve começar nessa semana, a partir do dia 13 de abril.
O diplomata afirmou que:

Num primeiro momento “o esforço estará direcionado para os viajantes que tiveram os seus voos cancelados e registaram a sua situação junto das repartições consulares, ao longo do mês de março” e, depois, serão visados “os viajantes registados já no mês de abril.

Luciano Andrade afirmou também que será dada a prioridade a idosos, gestantes, deficientes, crianças de colo e menores de idade, além de outros cidadãos que estão em quadro de vulnerabilidade extrema.
Os passageiros serão contactados diretamente para receber as informações necessárias para o regresso. O Consulado do Brasil em Lisboa publicou que:

“O Governo brasileiro está ciente de que a deterioração da realidade económica, em razão das medidas de combate à covid-19, tem deixado um número crescente de brasileiros residentes apreensivos com a sua permanência em Portugal”.
Os consulados no país continuarão atentos à evolução desse quadro. Recomenda-se a todos que procurem seguir as orientações das autoridades portuguesas, em especial neste período em que vigora o estado de emergência”.

“Fomos abandonados aqui”

Uma brasileira que está retida em Portugal, Rafaela Santos, disse que não recebeu nenhuma novidade. A única informação que ela recebeu foi um e-mail da Embaixada dizendo que estão “analisando a situação”.
Segundo ela, há muitos brasileiros que já estão ficando sem dinheiro até para se alimentar dentro do aeroporto de Lisboa e outros que estão comprando passagens por preços exorbitantes (entre R$10 mil e R$45 mil reais) e sem garantias que o voo vai sair, pois muitos estão sendo cancelados.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Queremos um posicionamento sério do Governo, do Consulado, pois tem pessoas que estão aqui desde semana passada e nada foi feito – pediu Rafaela.

Voos apenas para São Paulo e Rio

Muitos brasileiros que iriam voltar para casa tinham como destino a cidade de Fortaleza (Ceará), Recife (Pernambuco) e Salvador (Bahia). Porém, agora só há voos disponíveis para São Paulo e Rio de Janeiro. Os brasileiros estão em uma área restrita do aeroporto e pedem ajuda do governo brasileiro para conseguir retornar para o Brasil.
Nem as companhias aéreas garantem uma resposta, nem o Consulado do Brasil em Portugal. A ANA (Aeroportos de Portugal) tem distribuído garrafas de água para os passageiros, porém há muitos idosos que estão horas esperando no aeroporto.

TAP Portugal

A TAP Portugal anunciou as medidas de contingência, como pedir o voucher por voo cancelado e outras informações nessa página oficial, saiba tudo.
Portugal decreta Estado de emergência por conta do coronavírus: saiba o que muda.

Azul

A companhia aérea informou através de comunicado que os clientes com voos Azul com destino de ou para Lisboa ou Porto (Portugal), Estados Unidos e América do Sul previstos até o mês de setembro de 2020, poderão alterar ou cancelar seus voos. Maiores informações estão descritas na página oficial da Azul.
Veja as regras divulgadas pela empresa:

  • Alterações em voos: os clientes poderão alterar a data do seu voo (uma vez) sem incidência de taxas de alteração desde que o novo voo seja realizado até o dia 30 de setembro de 2020;
  • Pedido de cancelamento: os passageiros poderão cancelar sua reserva sem custo de taxas de cancelamento, deixando o valor como crédito na Azul para compras futuras (com validade de um ano a contar da data da emissão do bilhete cancelado, sendo o valor pessoal e intransferível).

Para as reservas realizadas em Agências de Viagens, os passageiros deverão entrar em contato direto com as mesmas para realizar os procedimentos de alteração. Contato da Central de Atendimento (11) 4003-1118. Brasileiros retidos na Europa voos cancelados

Embaixadas brasileiras não tem dado conta de atender todos os brasileiros

As Embaixadas do Brasil não tem conseguido responder a todos os pedidos de ajuda de brasileiros que estão no exterior tentando voltar para casa. Há falta de informações e falta de funcionários.

Em Portugal

O Consulado-Geral do Brasil em Lisboa pediu que os brasileiros mandem e-mail com seu nome, os dados do voo (companhia, dia, horário, número do voo, localizador) e que expliquem sua situação para retorno ao Brasil, através do e-mail: [email protected]

Na Itália

Já para quem está na Itália, o Consulado-Geral do Brasil em Milão está operando em regime de plantão. Quem precisar de assistência consular deve entrar em contato por email: [email protected]

Na França

Na França, o Consulado-Geral do Brasil em Paris disponibilizou um número para os brasileiros que estejam com dificuldade de retornar ao Brasil: +55 61 98260-0787 ou pelo email: [email protected]

Na Inglaterra

Também na Inglaterra, o Consulado-Geral do Brasil em Londres disponibilizou o email: [email protected] para assistência e esclarecimento de dúvidas.

Na Holanda

Na Holanda, o Consulado-Geral do Brasil em Amsterdã disponibilizou um telefone de contato: + 55 (61) 9826 00 787 e disponibilizou um formulário para os brasileiros preencherem pelo site em caso de emergência e ajuda para retornar ao Brasil.

Depoimentos de brasileiros retidos na Europa

A brasileira Rafaela Santos, de 34 anos, está de férias em Portugal e teve seu voo de retorno ao Brasil cancelado. A professora universitária de Teresina, no Piauí, esteve de férias durante 20 dias na Europa e passou pela Hungria, Alemanha e Portugal.
Rafaela afirma que não está conseguindo retornar para o Brasil e explica que “tem muita gente em uma situação muito complicada, passando necessidade, que está sem dinheiro ou que tem diabetes, câncer, pessoas que são transplantadas, mães com criança de colo”. Os brasileiros fizeram um grupo no WhatsApp, como rede de apoio e estimam cerca de 1.200 brasileiros retidos em Portugal, com voos cancelados.

“Não sei como vai ser nossa realidade ao voltar ao Brasil, se ficaremos em quarentena em São Paulo ou se vamos poder ir para nossos estados no Brasil, porque muitas fronteiras estaduais já estão fechadas”.

De acordo com professora há companhias aéreas cobrando passagens de R$ 45 mil para um voo retorno ao Brasil, nos pouquíssimos voos que não foram cancelados. Para Rafaela muitas companhias estão agindo de má-fé e tem sido muito difícil o contato para resolução do problema.

“Temos medo de voltar para o Brasil e sermos tratados como leprosos”, afirma Rafaela.

Itamaraty conversa com companhias aéreas para repatriar brasileiros retidos pelo mundo

Com o fechamento das fronteiras ao redor do mundo, o Itamaraty está tentando levar os brasileiros retidos na Europa e no exterior. Somente no Peru, na América do Sul são pelo menos 3.770 turistas brasileiros retidos por causa do fechamento das fronteiras peruanas. Leia a matéria completa no site do Jornal Estado de Minas.
Os países com mais brasileiros com dificuldades de retornar ao Brasil são:

  • Peru;
  • Portugal;
  • Marrocos.

Os brasileiros em Portugal foram até o Consulado do Brasil e fizeram pressão através da imprensa para fazer o repatriamento e poderem regressar ao seu país. De acordo com uma nota do Ministério do Turismo, os brasileiros em Portugal serão repatriados até domingo. Mas os brasileiros em Portugal não acreditam que será resolvido tão rápido.

Orientação do SEF de Portugal

De acordo com o SEF de Portugal (Serviços de Estrangeiros e Fronteiras), a orientação aos brasileiros que excederem seu prazo de permanência em Portugal (90 dias) é que guardem o bilhete original de partida, mesmo que o voo tenha sido cancelado.
No momento de embarcar de volta ao Brasil, é necessário apresentar também o bilhete original. Isso bastará para liberar a saída do brasileiro do país europeu devido à pandemia do coronavírus.
Brasileiros irregulares em Portugal e a situação do Coronavírus: o que fazer? Mostramos aqui.

Opções de hospedagem em caso de cancelamento de voos

Nesse momento de pandemia, quem teve o voo cancelado deve procurar opções de hospedagem pelo Booking, Airbnb, ou Uniplaces.
A Equipe da Uniplaces está fazendo uma força tarefa para alojar pessoas que estão retidas na Europa de uma forma rápida e sem contatos pessoais. Se estiver nessa situação, veja aqui o comunicado da empresa. Os grupos do Facebook também são boas opções para encontrar quartos para alugar de brasileiros que moram no exterior até ter o voo remarcado ou da ajuda do Itamaraty para o repatriamento.
O Consulado do Brasil em Portugal também informou que as farmácias estão vendendo medicamentos sem receita para todos os cidadãos que necessitarem de medicamos contínuos, como é o caso dos diabéticos e hipertensos.
Posso remarcar ou cancelar viagem por causa do Coronavírus? Descubra tudo.

Amanda Corrêahttps://vagaspelomundo.com.br/
Amanda Corrêa é brasileira, jornalista, mora na Europa desde 2014. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho, experiência na área de assessoria de imprensa e televisão. Já morou na Inglaterra e atualmente mora em Portugal. Amanda já visitou 15 países do mundo, ama viajar e conhecer novas culturas e gastronomias. É co-fundadora do site Vagas pelo Mundo, apresentadora do podcast "Partiu Morar Fora" e produtora de conteúdo para diversos portais.

Artigos relacionados

Family Search: saiba se é seguro e como funciona

Para ajudar a conectar familiares existe o Family Search, ferramenta que coleta, preserva e compartilha registros genealógicos no mundo todo.

Países fáceis de imigrar: veja os 4 mais receptivos da Europa

Confira a lista de países fáceis de imigrar e descubra o porquê da facilidade. Veja como é a adaptação, visto e burocracias para brasileiros nesses países.

Apostila de Haia: o que é, como fazer e quanto custa

Entenda o que é a Apostila de Haia, por que ela ajuda quem quer morar fora do Brasil, quais documentos pode apostilar e onde apostilar.

Carta de motivação: modelos e dicas para preparar o documento

Confira dicas para preparar uma carta de motivação, um modelo desse documento e veja exemplos de como escrevê-la para intercâmbio, mestrado e universidade.

Cidades que pagam para morar: 10 regiões encantadoras

Confira a lista de cidades que pagam para morar ou dão moradia ou terreno e veja quais são as condições para isso. Há várias na Europa.

Morar na Noruega: motivos para morar e para não morar no país

Razões para morar e para não morar na Noruega, custo de vida no país, história, moeda, língua, imigração, vistos e dados sobre a população local.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube