Europa

MBA no exterior: veja se vale a pena e quais são os melhores

Cursar um MBA no exterior é o sonho de milhares de pessoas que buscam aprender novas culturas, aprimorar seu currículo e progredir em sua carreira. E neste artigo vamos falar para você se esse investimento vale a pena, quais são os melhores MBAs fora do Brasil e se é melhor fazer MBA no Brasil ou no exterior. Você verá, ainda, informações sobre valores de um MBA no exterior, bolsas e financiamento estudantil.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança na TransferWise, que funciona em toda a Europa.


A TransferWise não exige comprovação de rendimentos, você só precisa ter um endereço na Europa.

ABRIR CONTA »

Vale a pena fazer um MBA no exterior?

Sim. Fazer um MBA no exterior traz diversas vantagens para o estudante, como:

  • Mais oportunidades de destaque no mercado de trabalho;
  • Possibilidade de conquistar melhores vagas de emprego;
  • Possibilidade de aumentar seu salário;
  • Aumento do networking;
  • Potencialização das suas habilidades de liderança;
  • Acessibilidade às melhores universidades do mundo;
  • Vivência em outro país;
  • Aprendizado de uma nova cultura;
  • Aprimoramento de outro idioma;
  • Autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, entre outras.

Conheça as principais vantagens e desvantagens da experiência de morar fora do Brasil.

Quais são os melhores MBAs no exterior?

Confira quais são os melhores MBAs no exterior, de acordo com o Ranking da Financial Times 2020.

1º – Harvard Business School, Estados Unidos;

2º – University of Pennsylvania, Estados Unidos;

3º – Stanford Graduate School of Business, Estados Unidos;

4º – Insead, França/Singapura;

5º – Ceibs, China;

6º – MIT: Sloan, Estados Unidos;

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com toda segurança.

VER COTAÇÃO »

7º – London Business School, Reino Unido;

8º – Columbia Business School, Estados Unidos;

9º – HEC Paris, França;

10º – University of Chicago: Booth, Estados Unidos.

Na Europa, estão entre os melhores MBAs, de acordo com o ranking:

1º – INSEAD, Multi Campus;

2º – London Business School, Reino Unido;

3º – HEC Paris, França;

4º – IESE Business School, Espanha;

5º – ESADE Business School, Espanha.

MBA no exterior X MBA no Brasil

Existem algumas diferenças entre o MBA no exterior e o MBA no Brasil. A maioria dos cursos de MBAs no Brasil é oferecida no período da noite ou aos finais de semana, um formato parecido ao “part-time” nos Estados Unidos.

Por um lado, é possível que o estudante brasileiro consiga trabalhar enquanto estuda. Mas, por outro, perde a oportunidade de fazer networking com pessoas de diferentes nacionalidades e de fazer estágios promissores no decorrer do curso.

Além disso, optar por estudar no exterior ou no Brasil não envolve somente a escolha do seu curso, e sim os planos de cada um. Na hora de analisar, é importante se atentar para alguns pontos cruciais, como: variedade de cursos, metodologia de ensino e qualidade da universidade, do curso e da turma.

Variedade dos cursos

Se formos comparar o Brasil com outros países, as universidades brasileiras têm limitação em relação aos cursos de especialização. Para se destacar no mercado, o estudante pode sair do país e realizar um curso relacionado a áreas que não estão disponíveis no Brasil.

Metodologia de ensino

A maioria dos cursos de MBA no Brasil costuma ser basicamente teórica, na qual os professores explicam os temas mais importantes de acordo com o curso em tese, deixando as discussões e as práticas um pouco “de lado”. MBA no exterior estudante Por outro lado, um MBA no exterior oferece, em grande parte de seu curso, oportunidades de vivenciar estudos de casos, tarefas realistas, simulações, oferecendo ao aluno uma maior vivência no mercado onde ele trabalha ou irá trabalhar.

Confira 7 ações fundamentais para quem quer estudar no exterior.

Qualidade da universidade

Mesmo que haja algumas universidades brasileiras entre as 150 melhores do mundo, ao cursar um MBA no exterior você tem a oportunidade de escolher uma instituição ainda mais conceituada, tendo em vista que a maioria das melhores universidades do mundo está nos Estados Unidos e na Europa.

Geralmente, as melhores posições dessas instituições se devem pela infraestrutura proporcionada, o que também pode impactar – e muito – na decisão de um recrutador ao comparar candidatos com MBA no Brasil com aqueles que fizeram MBA no exterior.

Saiba mais sobre o MBA em Portugal para brasileiros

Qualidade do curso

Universidades como a Fundação Getúlio Vargas, a Universidade de São Paulo (USP), o ESIC Business & Marketing School e o IBMEC, entre outras, por exemplo, se destacam entre os MBAs no Brasil.

Porém, no Brasil há uma visível banalização de muitos outros cursos. E o motivo principal para isso é devido ao fato de o Ministério da Educação brasileiro (MEC) classificar o MBA como “lato sensu”, que tem um padrão mínimo de qualidade menos exigente.

Em outros países, quando falamos de carga horária e rigidez no controle pelo órgão regulador, o MBA seria semelhante a um mestrado (stricto sensu) no Brasil. Depois de concluir o curso no exterior, o estudante pode pedir a validação do seu diploma junto ao MEC, que ficaria reconhecido como Mestrado Strictu Senso e permitiria ao MBA dar aulas no Brasil, por exemplo.

Saiba como funciona e quais são os melhores cursos de MBA na Europa.

Qualidade da turma

Os critérios de recrutamento e seleção dos alunos que vão compor a turma também estão entre as diferenças entre um MBA no exterior e um MBA no Brasil. Pode-se afirmar que alguns cursos brasileiros não exigem muito dos estudantes que pretendem realizá-los, diminuindo a qualidade do MBA. É comum apresentar o histórico escolar para entrar em uma pós-graduação no país.

Por outro lado, instituições estrangeiras de universidades renomadas costumam realizar uma seleção criteriosa para selecionar seus estudantes. Normalmente, são solicitadas provas de raciocínio (GMAT e GRE), além de exames de proficiência e carta de recomendação, entre outros requisitos, de acordo com a instituição.

Outras diferenças entre MBA no exterior e MBA no Brasil

Além do informado, outras diferenças entre um curso de MBA no exterior e um no Brasil podem ser destacadas, como:

Curso Duração Valor médio Perfil Impacto
MBA no exterior 1 a 2 anos, período integral 80 mil € (quase R$ 350 mil – de acordo com a cotação de fevereiro de 2020) Estudantes de diferentes nacionalidades, entre 22 e 35 anos de idade Reconhecimento internacional para cargos gerência
MBA no Brasil 1,5 ou 2 anos, meio período R$ 35 mil Brasileiros com diferentes perfis profissionais, entre 25 e 40 anos de idade Reconhecimento nacional para cargos de analista

Quanto custa um MBA no exterior

Como você viu, estudar um MBA no exterior custa mais caro do que no Brasil, o valor médio é de 80 mil euros. Além disso, você deve considerar as despesas que terá no país escolhido com o custo de vida.

É importante, ainda, mencionarmos que há universidades com cursos de MBA no exterior que cobram anuidades mais elevadas para quem não é europeu; isso dependerá do país, da universidade e do curso escolhido por você. Por isso, antes de tomar uma decisão de estudar fora, o estudante deve pesquisar, com atenção, quanto custa estudar na Europa.

Confira alguns exemplos de quanto custa fazer alguns dos melhores MBAs na Europa.

Instituição Preço Salário médio anual 3 anos depois da formação*
INSEAD
  • Em 2020: 87 mil euros
  • Em 2021: 89 mil euros

As taxas são pagas em prestações.

US$181.277
London Business School Em 2020: 87.900 libras  + 240 libras  referentes à associação estudantil US$171.492
HEC Paris Em 2020: 72 mil euros US$164.529
IESE Business School Em 2020: 89.950 euros para dois anos de estudo US$151.347
IE Business School Para o ano acadêmico 2020/2021: taxa de matrícula é de 72.200 euros US$135.422

*A medida está em PPP ((Purchase Power Parity) e os dados são referentes ao ano corrente e dois anos anteriores. A fonte é o Ranking da Financial Times.

Bolsa para MBA no exterior

Achou os custos de um MBA no exterior altos? Calma, pois é possível estudar em outros países com bolsa de estudo. Há requisitos de admissão e para auxílio nos estudos diferentes de acordo com o programa escolhido. E o principal deles é apesentar seu histórico escolar com boas notas.

Bolsas parciais ou integrais

As bolsas são oferecidas pelas próprias instituições de ensino e podem ser de 10 a 100% do valor da mensalidade. Além disso, há programas do governo e de fundações e institutos, como a Fundação Estudar (Programa Líderes Estudar) e o Instituto Ling, por exemplo, de acordo com os países, que ajudam os estudantes a realizarem seu sonho de cursar um MBA no exterior.

Webinars Gratuitos para Estudar na Europa

Estes webinars são ideais para as pessoas que sonham em continuar os seus estudos fora do Brasil. Neles, especialistas vão compartilhar dicas e informações de como se inscrever em bolsas de estudo no exterior e obter excelentes opções econômicas de financiamento estudantil.

VER WEBINARS »

Neste artigo, você pode saber mais informações sobre bolsa de estudo na Europa. Também já escrevemos sobre como estudar na Europa de graça em diversos países, com dicas e oportunidades para você.

Financiamento estudantil para MBA no exterior

Caso você não consiga uma bolsa de estudo para cursar seu tão sonhado MBA no exterior ou consiga uma bolsa parcial e não tenha como arcar com os custos dos estudos e/ou com o custo de vida em outro país, não precisa desistir, pois você pode tentar um financiamento estudantil.

Como conseguir?

É possível tentar um financiamento estudantil por meio da própria instituição escolhida, de bancos ou de empresas que concedem empréstimo a estudantes.

A Prodigy Finance é uma dessas empresas. A instituição oferece empréstimos para estudantes internacionais nas principais escolas de negócios do mundo ou uma instituição de pós-graduação participante. Os empréstimos são financiados por ex-alunos e possuem taxas de juros competitivas, variando de acordo com o candidato. Além disso, o processo de inscrição para o empréstimo é simples e online.

De acordo com o site da Prodigy, a instituição já financiou os estudos de mais de 18.600 estudantes de 150 países e tem parceria com mais de 900 escolas. No entanto, é válido destacar que não são todos os cursos de todas as instituições que são elegíveis a empréstimos. Os empréstimos são para cursos nas áreas de: Negócios, Engenharia, Direito, Políticas Públicas e Medicina.

Acesse a página da Prodigy para verificar se a instituição e o curso de seu interesse são elegíveis ao financiamento estudantil.

É difícil conseguir?

Não. Como você viu, há diferentes possibilidades de você conseguir um empréstimo estudantil e cursar um MBA no exterior.

Bancos e instituições locais costumam exigir fiador ou garantia própria na Europa para conceder o empréstimo. A Prodigy é uma das poucas instituições que não exige nem fiador e nem qualquer garantia, facilitando a concessão do financiamento.

MBA no exterior é um diferencial no currículo

Quem faz um MBA no exterior tem um diferencial no currículo, tem a possibilidade de estudar nas melhores universidades do mundo, cursar os melhores cursos, conseguindo, dessa forma, melhores oportunidades de emprego e salários mais altos, seja no Brasil, na Europa ou em outra região do mundo.

Comprove neste artigo como a empregabilidade e os salários para quem estudou no exterior aumentam.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas.
Compartilhe

Carolina Carvalho

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.

Artigos Relacionados

Fechar