MBA na Europa, como funciona e quais os requisitos para se candidatar

Como funciona o MBA na Europa

Europa  / 

Estudar é sempre o melhor caminho para adquirir conhecimento e o MBA pode ser uma boa escolha para quem pensa em progredir em sua carreira profissional.

O MBA é um curso lato sensu voltado para quem procura aprimorar seus conhecimentos na área de negócios e administração, muito procurado por executivos, gestores e empresários. Se você tem curiosidade em saber mais sobre estudar MBA na Europa, vou te explicar tudo sobre o assunto.

O que é MBA?

Do inglês Master in Business Administration, é popularmente conhecido como MBA, um diploma reconhecido mundialmente, projetado para desenvolver habilidades para as carreiras de negócios e gerenciamento. Alguns exigem que os candidatos completem um estágio em alguma organização, o que pode ajudar a aumentar oportunidades de trabalho após o curso.

Tipos de MBAs

Existem dois tipos principais de MBAs: o Executive e o Full-Time. O curso de MBA Executive é mais longo, possui carga horária menor e é mais flexível. Por isso é mais procurado por pessoas que estão no mercado de trabalho. O MBA Full-time é um curso mais curto, tem carga horária mais rigorosa e por isso é preciso se dedicar integralmente ao curso.

Ambos os cursos são muito procurados por executivos, empresários ou profissionais que querem aumentar o conhecimento de forma global. Ter uma experiência que desafiará todas as formas de pensar e preparar você para os desafios do mercado.

Qual a diferença entre Master e MBA?

É comum confundir Master com MBA devido a semelhança das palavras.

O chamado Master é o mestrado, sendo o campo de abrangência de estudo maior, em sua maioria a maior exigência para admissão é ter graduação. Já o MBA é voltado para carreiras de negócios ou de gerenciamento e exigem vários requisitos que explicarei ao longo desse post.

Aproveite para conhecer os melhores mestrados em Portugal.

Qual curso tem maior peso para o currículo?

O MBA na Europa tem maior valor do que os mestrados na área de negócios.

Já no Brasil os cursos de MBAs possuem exigências diferentes, tanto no curso como no ingresso para ele, assim como a qualidade dos cursos oferecidos. Um exemplo de diferença é que a carga horária exigida no Brasil é inferior ao dos cursos globais e ainda, não são creditados por qualquer uma das três câmaras internacionais que regulam os cursos mundialmente.

Como funciona o MBA na Europa

Os MBAs mais requisitados da Europa são acreditados por três câmaras internacionais ao mesmo tempo. Elas não somente dão “selo de qualidade” como garantem o apoio da universidade ao aluno mesmo após o curso. Por isso o peso do MBA na Europa é tão maior.

2 Cursos em um

Exisem alguns programas de MBA na Europa que oferecem o chamado “double degree” ou “dual degree“, uma opção de combinar o curso com outra universidade parceira e receber dois diplomas, sendo o outro um mestrado em alguma área de interesse.

Requisitos de um MBA na Europa

Requisitos para cursar MBA na Europa

Para fazer um MBA na Europa existem alguns requisitos mínimos que variam de acordo com a universidade e também o tipo de MBA.

Experiência de trabalho

Um dos requisitos para cursar o MBA na Europa é a exigência de tempo de trabalho. Como o tempo de curso varia de universidade para universidade e de acordo com o programa, geralmente para MBA full-time as universidades pedem no mínimo 2 anos. Já o Executive MBA a média de experiência de trabalho é maior que dois anos.

Teste GMAT

Também podem solicitar o Teste GMAT, um teste de admissão padronizado, que avalia habilidades analíticas e quantitativas para gerenciamento. Uma boa pontuação indica forte aptidão do candidato. O Gmat é feito no computador, é adaptativo e dura quase quatro horas. A pontuação vai de 200 a 800. A avaliação analítica e de raciocínio são classificadas separadamente, em escalas de 1-6 e 1-8.

Para aplicar para as melhores universidades da Europa, é preciso ter o Gmat alto. Para INSEADE, o Instituto Europeu de Administração de Empresa da França, considerada uma das melhores escolas de negócio do mundo, a média do teste Gmat dos alunos é de 690.

Teste IELTS ou TOELF

Outro requisito que a universidade pode pedir é o teste de proficiência em Inglês. A maioria das escolas de MBA na Europa pedem pontuação entre 7 ou 7,5 no IELTS. Outras não exigem que seja entregue o exame mas deixam claro que este poderá ser cobrado.

Tem dúvidas sobre o assunto? Leia mais sobre exame de proficiência em inglês.

Documentação

Outras exigências comuns para entrar em um MBA na Europa é o Currículo acadêmico e profissional e cartas de recomendação de colegas de trabalho.

Entrevista

Depois dessas exigências avaliadas, a escola poderá te convidar para uma entrevista para entender seus objetivos com o curso e seu histórico profissional.

Melhores MBAs na Europa

London Business School
O ranking de classificação de MBAs pode mudar de acordo com o critério de avaliação. As principais mídias que avaliam MBAs do mundo todo são a The Economist, a Forbes e o Financial Times. São eles:

  1. London Business School, Inglaterra
  2. HEC Paris, França
  3. IE Business School, Espanha
  4. University of St. Gallen, Suíça
  5. Insead, França
  6. SDA Bocconi, Itália
  7. Iese Business School, Espanha
  8. Esade Business School, Espanha
  9. Erasmus University, Holanda
  10. IMD, Suíça

Conheça também melhores cursos da Espanha.

Como escolher o melhor curso de MBA na Europa

Na hora de escolher seu MBA na Europa é importante considerar não apenas o ranking do curso oferecido, mas também verificar se o curso tem relevância com a indústria que pretende trabalhar. Por exemplo, alguns são mais focados no mercado financeiro, outros em tecnologia.

Outros fatores importantes são o custo do programa, as possibilidades de estágios ou experiências em outras universidades, idade média da turma e até a cidade.

Analise se o curso é o melhor para o seu perfil

Os MBAs na Europa são criteriosos em colocar os melhores alunos e as pessoas certas no curso certo. É importante você filtrar os cursos que te atendem para não entrar em um processo cansativo de admissão e depois ser reprovado porque não é o curso correto para você.

Duração do curso e valores de um MBA na Europa

Nas universidades mencionadas, os valores de um MBA Full-time variam entre 45 e 84 mil euros. O Executive pode variar entre 60 e 96 mil euros. Todas as universidades oferecem opções de bolsa de estudo, por mérito ou outras.

Existem diversos fatores que influenciam no tempo de duração do MBA. Se ele é Full-time ou Executive, ou se pretende fazer “double degree“. Os cursos de MBA Full-time podem ser de 10 a 18 meses e o MBA Executive de 14 a 24 meses.

Veja bolsa de estudo no Reino Unido com tudo pago.

Vale a pena fazer um MBA na Europa? 

Decidir fazer um bom MBA na Europa é um caminho difícil, que requer muitas horas de estudo para o exame Gmat, aulas de inglês, currículo, cartas de recomendação, entrevistas de admissão nas escolas, investimento financeiro, etc.

O importante é ter em mente que tudo que é bom requer esforço e que no final a experiência de aprendizado do curso, o networking entre os colegas do curso e da universidade, juntamente com as possibilidades de trabalho serão a recompensa para a vida.

Um curso de MBA, principalmente em universidades reconhecidas da Europa, irá te posicionar no mercado de trabalho. Pois um dos critérios dos rankings que avaliam os MBAs é a empregabilidade dos alunos após o curso bem como o aumento salarial.

O MBA abre portas

Claro que como nada na vida, um MBA não é garantia de que você ficará rico, se é isso que você procura. Mas se você conseguir um curso que atenda suas expectativas, for criterioso na sua escolha e estar atento as oportunidades de emprego e principalmente conhecer as pessoas certas e oportunidades de trabalho durante e após o curso, um MBA na Europa ajudará e muito na sua carreira.

Principalmente a conquistar um espaço privilegiado no mercado de trabalho europeu, já que muitas empresas captam profissionais antes mesmo do final do programa.

Se você se interessa em estudar no exterior, não deixe de ler sobre como estudar na Europa de graça.

COMPARTILHE

Karina Sell, atualmente mora no Rio de Janeiro. Já viajou por 54 países, morou quatro anos em Sydney e um ano em Paris. Trabalhou anos em uma multinacional sueca, fez uma tese sobre repatriação, morou e trabalhou com pessoas de diversas culturas e viveu experiências únicas.