Mestrado na Europa: quanto custa e como garantir a sua vaga

Ter um mestrado na Europa no currículo pode abrir várias portas para sua carreira profissional. Diversas faculdades europeias oferecem programas de pós-graduação de alto nível e com vagas abertas para brasileiros. Continue lendo este artigo para descobrir as oportunidades de mestrado abertas na Europa.

Como é fazer mestrado na Europa?

Fazer um mestrado na Europa é uma oportunidade única para aprofundar os conhecimentos aprendidos durante a graduação. E, com essa experiência, você garante um diferencial no currículo e tem mais chances de ser aprovado em seleções de emprego e bolsas acadêmicas.
Além de dar um up na carreira, durante os estudos você tem a oportunidade de trabalhar com pessoas de outras nacionalidades, vivenciar novas culturas e aperfeiçoar o idioma.
Com tantas vantagens, o investimento em um mestrado na Europa vale muito a pena. A maioria das faculdades na Europa disponibilizam bolsas e um percentual das vagas para estudantes estrangeiros.
Quanto custa estudar na Europa? Confira os custos detalhados aqui.

Precisa de visto?

Os cursos de mestrado têm a duração média de dois anos, por isso os estudantes precisam solicitar vistos de estudante.
Com o intuito de atrair estrangeiros, os países europeus disponibilizam permissões especiais para alunos da pós-graduação.
Cada governo estipula os seus próprios requisitos, mas o processo de solicitação consiste basicamente no preenchimento de formulários, declarações e autorizações que devem ser apresentados no Consulado ou Embaixada de cada país.

Mestrado na Europa com bolsa

A maioria dos países europeus disponibilizam bolsas de mestrado para estudantes brasileiros. Normalmente, elas cobrem o valor total ou parcial do curso de mestrado na Europa.
Confira abaixo as principais bolsas disponíveis:

Veja como concorrer a bolsas de estudo de até R$ 12 mil para brasileiros.
 Procurar vagas de mestrado na Europa

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Mestrado na Europa: faculdades públicas também são pagas

Os estrangeiros que pretendem cursar mestrado na Europa em universidades públicas precisam pagar uma taxa anual ou semestral. Os valores variam de acordo com o curso e universidade no exterior.
Veja abaixo, as tarifas médias cobradas para estrangeiros nas faculdades públicas de alguns países europeus.

  • Portugal: entre 2.000€ a 14.000€ por ano;
  • França: cerca de 3.770€ por ano;
  • Espanha: cerca de 4.000€ por ano;
  • Eslovênia: cerca de 2.500€ por semestre.

Esses valores podem ser ainda mais altos caso você opte por cursar o mestrado em uma faculdade privada. Uma alternativa para estudar na Europa de graça é ser aprovado em bolsas de estudo para as universidades desses países.

Financiamento para estudar na Europa

Caso você não tenha disponibilidade financeira para bancar seus estudos e o custo de vida na Europa, uma boa opção é optar por um financiamento estudantil. Existem diversas instituições e bancos que oferecem o empréstimo. A principal diferença é que os bancos costumam ter taxas mais altas e condições menos favoráveis.
Se você quiser uma recomendação, indicamos a Prodigy Finance, que além de ter condições diferenciadas, você só começa a pagar o empréstimo 6 meses depois de concluir o seu curso.

Mestrado em Portugal

São várias opções de bolsas e cursos de mestrado em Portugal. E para escolher o programa de pós-graduação ideal é importante conhecer as faculdades, funcionamento das seleções, custos e vistos. Confira abaixo essas informações.

Melhores universidades

As universidades portuguesas estão entre as melhores do mundo. Esse dado foi comprovado pelo ranking da Quacquarelli Symonds (QS) de 2019, que avalia anualmente as universidades com excelente nível de ensino em todo o mundo. Veja quais são as melhores de Portugal:

Como se candidatar

Anualmente, essas universidades abrem processo seletivo para mestrado em diversas áreas. Para se candidatar, é preciso preencher os pré-requisitos exigidos pelo edital de cada programa e os documentos. Os principais são:

  • Carta de motivação;
  • Diploma (do último curso acadêmico concluído);
  • Currículo em formato Europass;
  • Cópia CPF;
  • Pagamento da taxa de inscrição;
  • Projeto de mestrado.

Como cada instituição tem um cronograma específico, vale a pena acompanhar os sites das faculdades para não perder prazos. As cartas de recomendação para mestrado também podem ser incluídas na candidatura.

Custo

O custo para fazer mestrado em Portugal varia de acordo com a faculdade e curso que você pretende estudar. Mas, as despesas iniciais deste processo são:

  • Taxa de candidatura: a partir de 30€ (depende da faculdade escolhida);
  • Taxa de inscrição: a partir de 30€ (depende da faculdade escolhida);
  • Valor anual do curso: entre 2.000€ a 14.000€ (depende do programa de mestrado).

Os valores anuais do curso mudam de acordo com a instituição e programa escolhido. No entanto, se você for aprovado em uma bolsa de mestrado o valor cai drasticamente.
Você também deve incluir no orçamento as despesas para morar em Portugal, ou seja, taxas para o visto, aluguel, transporte, alimentação e outros.
Confira aqui os melhores mestrados em Portugal em diferentes áreas.

Visto

Após a aprovação do mestrado na Europa, o interessado precisa solicitar o visto de estudante no Consulado ou Embaixada de Portugal. Os principais documentos solicitados são:

  • Carta de aceitação na universidade;
  • Formulário de visto preenchido;
  • 02 fotos 3×4, com fundo branco;
  • Certificado de antecedentes criminais;
  • Comprovação de subsistência em Portugal;
  • Passaporte com validade superior a 6 meses;
  • Seguro viagem;
  • Comprovante de hospedagem em Portugal;
  • Pagamento da taxa do visto.

Mestrado na Espanha

Com universidades de excelência e uma grande variedade de bolsas, a Espanha é um dos destinos preferidos dos brasileiros que pretendem cursar mestrado na Europa. Veja mais informações sobre essa oportunidade logo abaixo:

Melhores universidades

Os pós-graduandos têm a oportunidade de cursar o mestrado em universidades públicas ou privadas. Essas instituições de ensino superior, possuem linhas de pesquisa nas principais áreas do conhecimento. Conheça as melhores universidades da Espanha:

  • Universidade Autônoma de Madrid – UAM;
  • Universidade Autônoma de Barcelona – UAB;
  • Universidade de Sevilha;
  • ESPC – Europe Madrid Campus;
  • EAE Business School International;
  • Instituto Universitario de Investigación Ortega y Gasset (IUIOG).

Como se candidatar

O processo seletivo para o mestrado varia de acordo com a instituição. Normalmente, são lançados editais uma vez ao ano antes do início do ano letivo da Espanha. Para não perder os prazos, é importante acompanhar o calendário da universidade.
Para participar da seleção, é preciso pagar uma taxa inicial e enviar documentos como diploma de graduação e a carta de motivação, com os seus motivos para estudar na Espanha.
Estudantes na Europa
Caso você opte por uma bolsa, será necessário participar de uma entrevista com um comitê de admissão da instituição. Serão avaliados critérios como mérito acadêmico ou condição financeira. Saiba tudo sobre como se candidatar à Universidade na Espanha.

Custo

Os preços dos programas de mestrado na Espanha variam de acordo com o curso, região e faculdade. No entanto, quem pretende financiar o curso por conta própria precisa fazer um investimento de cerca de 4 mil euros.
Muitos estudantes recorrem a bolsas de estudos para driblar o alto preço dos programas de mestrado espanhóis. Existe uma grande variedade de bolsas que oferecem desconto total no valor do curso ou ajuda de custo para o estudante.

Visto

O mestrado na Espanha tem duração entre 1 a 2 anos, por isso os candidatos precisam ter um visto de estudante para estudar e morar legalmente no país. Esse documento pode ser solicitado no Consulado da Espanha no Brasil ou na Embaixada. É exigida a seguinte documentação:

  • Formulário de solicitação do visto;
  • Foto 3×4;
  • Carta de aceite da universidade espanhola;
  • Passaporte válido e documentos de identificação;
  • Atestado médico com Apostila da Convenção de Haia;
  • Diploma de graduação com Apostila da Convenção de Haia;
  • Documentos que comprovem meios de subsistência na Espanha;
  • Comprovante de pagamento da taxa para emissão de visto;
  • Certidão de antecedentes criminais;
  • Documentos que comprovem a estadia.

Mestrado na França

A França é outro destino procurado para cursar mestrado na Europa. O ensino superior no país é de alta qualidade e com faculdades de reconhecimento mundial. Saiba mais sobre o mestrado na França.

Melhores universidades

As faculdades francesas são reconhecidas mundialmente pela qualidade do seu ensino superior. Veja abaixo a nossa lista das melhores universidades na França:

  • Paris Sciences et Lettres;
  • École Polytechnique;
  • Sorbonne University;
  • Paris Diderot University;
  • École Normale Supérieure de Lyon;
  • École des Ponts ParisTech;
  • Paris-Sud University.

Todas essas universidades possuem programas de pós-graduação nas principais áreas de conhecimento.

Como se candidatar

O primeiro passo para fazer mestrado na França é decidir qual a linha de pesquisa você deseja se candidatar. Após isso, você deve procurar a universidade francesa que ofereça o programa ideal para os seus objetivos.
Uma dica bacana para acompanhar as seleções de mestrado é acessar o site Trouver Mon Master. Nele, você pode ficar atualizado sobre os editais de pós-graduação das principais universidades francesas.
Quando você encontrar o edital ideal, acesse o site da universidade, faça o pagamento da inscrição e envie os documentos exigidos pela instituição.
Veja aqui o passo a passo de como se candidatar à universidade na França.

Custo

Os estudantes estrangeiros precisam pagar uma taxa de matrícula anual no valor de 3.770€. Além desse custo, o estudante também precisa incluir no orçamento despesas referentes à alimentação, moradia, transporte dentre outros.
Mas, assim como outras seleções de mestrado na Europa você também encontra bolsas de estudo financiadas pelo governo brasileiro ou francês. Com elas, o estudante não precisam pagar o curso ou receber um desconto no valor total.

Visto

O visto de estudante é obrigatório para quem quer fazer mestrado na França. Após a aprovação, é preciso entrar em contato com o consulado da França e apresentar os seguintes documentos originais e com cópias:

  • Formulário de solicitação do visto preenchido;
  • Passaporte válido com vencimento de 3 meses após o término do curso;
  • 2 fotos 3,5×4,5 com fundo branco, sem data e colorida;
  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Comprovante de inscrição ou pré-inscrição na faculdade francesa;
  • Comprovante de financiamento ou autofinanciamento no valor de 615€ mensais;
  • Garantias financeiras suficientes para a duração do curso, tais como declaração total de imposto de renda, extrato de conta e últimos contracheques;
  • Comprovante de moradia na França durante os 90 dias.

Mestrado na Europa para brasileiros é uma boa ideia?

Se você tem a oportunidade de fazer mestrado na Europa, então aproveite. A experiência de estudar com professores e alunos de culturas diferentes da sua é inexplicável. Durante o curso você irá aprender técnicas e métodos de pesquisa modernos.
As probabilidades de você encontrar estudantes brasileiros também são grandes, o que facilita a adaptação no país. Além disso, o fato de estar vivenciando uma nova cultura, estimula você a pesquisar e ficar atualizado sobre as notícias brasileiras.
Confira também o nosso guia completo e saiba como fazer mestrado no exterior.

Andrea é jornalista e também tem formação em Linguística. Apesar de nascida em Curitiba, não demorou muito tempo para seu coração ganhar o mundo. Começou a trabalhar com agronegócio, área que a fez ganhar gosto para trabalhar fora do escritório, com pessoas de culturas e lugares diferentes. Com uma câmera na mão, desbravou inúmeras cidades e nunca mais parou. Decidiu unir a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, sete países da África e Ásia. Ao lado do filho já morou no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a maternidade, produção de conteúdo e viagens pelo Reino Unido e Europa.

Artigos relacionados

Family Search: saiba se é seguro e como funciona

Para ajudar a conectar familiares existe o Family Search, ferramenta que coleta, preserva e compartilha registros genealógicos no mundo todo.

Apostila de Haia: o que é, como fazer e quanto custa

Entenda o que é a Apostila de Haia, por que ela ajuda quem quer morar fora do Brasil, quais documentos pode apostilar e onde apostilar.

Carta de motivação: modelos e dicas para preparar o documento

Confira dicas para preparar uma carta de motivação, um modelo desse documento e veja exemplos de como escrevê-la para intercâmbio, mestrado e universidade.

Morar na Noruega: motivos para morar e para não morar no país

Razões para morar e para não morar na Noruega, custo de vida no país, história, moeda, língua, imigração, vistos e dados sobre a população local.

Cidades que pagam para morar: 10 regiões encantadoras

Confira a lista de cidades que pagam para morar ou dão moradia ou terreno e veja quais são as condições para isso. Há várias na Europa.

Países fáceis de imigrar: veja os 4 mais receptivos da Europa

Confira a lista de países fáceis de imigrar e descubra o porquê da facilidade. Veja como é a adaptação, visto e burocracias para brasileiros nesses países.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube