Europa

Validar diploma brasileiro na Europa: veja como fazer

Você quer estudar, morar ou trabalhar na Europa? Para aproveitar adequadamente todas as oportunidades acadêmicas e profissionais que o continente tem a oferecer, é preciso antes validar seu diploma brasileiro na Europa.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança na TransferWise, que funciona em toda a Europa.


A TransferWise não exige comprovação de rendimentos, você só precisa ter um endereço na Europa.

ABRIR CONTA »

Neste artigo vamos falar sobre quem precisa realizar o processo, como validar, quanto custa, dentre outros pontos importantes para você não errar na hora de planejar esse passo em sua carreira.

Quem precisa validar diploma na Europa?

Infelizmente, não há nenhum procedimento de legitimação automática de diplomas de outros países pela União Europeia. Portanto, se pretende continuar os estudos ou atuar legalmente em sua profissão, é preciso buscar as autoridades locais para solicitar o reconhecimento de seu curso e a legalização de seu diploma acadêmico.

Para estudar

Se você já possui uma graduação e seu objetivo é seguir em um mestrado na Europa ou mesmo um doutorado, o primeiro passo é encontrar uma instituição que ofereça o curso ou o equivalente ao curso no qual você obteve diploma no Brasil para validar o grau brasileiro na Europa.

Em muitos cursos, é possível obter um Declaração de Comparabilidade ou Certificado de Correspondência, documento que confirma como suas qualificações no exterior se comparam ao sistema educacional local. Para isso, é preciso contatar o National Academic Recognition Information Center (NARIC) do país em questão.

É através do NARIC que será determinado o grau de equivalência de seu diploma em relação às certificações europeias. E, posteriormente, encaminhado à instituição competente.

Já falamos em outros artigos sobre dicas de como validar diploma brasileiro em alguns países da Europa. Algum desses é o seu destino? Confira e comece a preparar tudo o que é pedido!

Se o seu país de interesse é outro, você pode consultar mais informações sobre o processo de reconhecimento de diplomas acadêmicos de cada país no site da União Europeia.

Para trabalhar

Nesse caso, há duas possibilidades. Se a sua profissão for regulamentada no país de destino, tiver formações e qualificações parecidas, será possível requerer a certificação de sua habilitação profissional no país.

Profissionais de áreas como comunicação, educação, economia e administração, por exemplo, podem requerer essa equivalência. Já certas profissões como médicos e outros profissionais da área da saúde, advogados e demais juristas, controladores de tráfego aéreo e pilotos podem precisar realizar algumas provas específicas de avaliação de qualificação e/ou registrar-se no seu sindicato para poder exercer suas funções.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com toda segurança.

VER COTAÇÃO »

Aproveite e confira neste artigo como é trabalhar na Europa.

As profissões mudam de acordo com o país

As profissões regulamentadas podem variar de país para país na Europa. Portanto, não adianta passar pelo processo de regulamentação em Portugal, por exemplo, se você pretende trabalhar na França.

É preciso solicitar o procedimento já no país de destino. Para saber se sua profissão é considerada regulamentada e validar o diploma brasileiro na Europa, acesse a base de dados das profissões regulamentadas do país onde pretende viver.

Descubra aqui quais são as profissões mais bem pagas na Europa.

procedimento de como validar diploma brasileiro na Europa

Como fazer para validar diploma brasileiro na Europa?

O processo para validar diploma brasileiro na Europa pode ser um pouco demorado, pois envolve tanto o governo do Brasil como no país de destino. Por isso, aconselhamos que você dê início aos procedimentos o quanto antes.

Para começar o processo de validação de diploma há dois procedimentos básicos a serem completados:

  • Tradução juramentada;
  • Apostilamento da Haia.

Documentos principais

Os documentos exigidos podem variar de uma instituição para a outra, no entanto, praticamente os mesmos documentos são exigidos em todos os países da Europa. É importante entrar em contato diretamente com a universidade de sua escolha e verificar o que eles exigem,

A Universidade do Porto, em Portugal, por exemplo, exige:

  • Diploma original;
  • Certificado de notas. O modelo deve ser consultado com a entidade escolhida;
  • Histórico da faculdade com os programas de disciplinas e cargas horárias;
  • Outros documentos, listados e solicitados pela instituição no exterior.

Alguns países também requerem um exame de proficiência da língua como Inglaterra e Alemanha, por exemplo. Então, se quiser ter mais chances de sucesso, busque revisar sua fluência no idioma ou fazer um curso intensivo enquanto prepara a mudança.

Tradução juramentada

A tradução é solicitada para validar o diploma brasileiro na Europa quando o país pretendido não é de língua portuguesa. Porém, longe de poder ser feita por qualquer profissional, a tradução juramentada é uma tradução legal de seus documentos no Brasil e visa torná-los válidos em outros países.

Para tanto, ela pode ser feita em cartório, empresa ou um profissional de tradução associado à junta comercial de seu estado. Uma rápida consulta na internet pode revelar as opções disponíveis mais próximas de você.

Normalmente, é necessário fazer a tradução juramentada de seu diploma e o histórico acadêmico antes de poder prosseguir com o Apostilamento de Haia, o qual falaremos no próximo tópico.

Apostilamento de Haia

A Apostila de Haia é um certificado de legitimidade para documentos expedidos pelo governo brasileiro. Ela deve ser emitida em cartórios e tabelionatos específicos, qualificados para protocolar esse tipo de documentação.

O certificado vem da Convenção da Haia, um tratado internacional criado em 1961 sobre a legalização de documentos estrangeiros e passou a vigorar no Brasil em 2016, descomplicando a tramitação para a revalidação de diploma.

Mais de 110 países fazem parte da Convenção e a lista dos membros pode ser consultada no site oficial do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão responsável pelo funcionamento da Apostila do Brasil.

E se o país que escolhi não fizer parte da Convenção de Haia?

No caso de o seu país de destino não ser parte da Convenção da Haia, será preciso seguir outras etapas para validar seu diploma. O passo a passo deve ser consultado junto ao consulado ou embaixada.

Veja a lista de embaixadas e consulados estrangeiros no Brasil.

tradução juramentada para validar diploma brasileiro na Europa

Quanto custa a validação?

Para chegar ao valor final da validação de diploma na Europa é preciso considerar vários custos. O custo do apostilamento de Haia, por exemplo, pode variar bastante de acordo com o Estado e região de sua escolha. O preço pode variar de R$ 34 em Santa Catarina a R$ 120 em São Paulo, por exemplo. Para saber o valor exato, entre em contato com os cartórios autorizados em sua cidade.

Já o processo completo para validar diploma brasileiro na Europa pode custar entre R$ 500 a R$ 3 mil, dependendo da quantidade de documentação exigida e trâmites legais no Brasil e exterior.

Como transferir o dinheiro para pagar?

Fazer um pagamento para uma pessoa ou instituição no exterior é mais fácil do que você imagina. Basta estar munido dos dados da conta em questão. Se não está familiarizado com essa prática, consulte nosso artigo sobre como transferir dinheiro para uma conta no exterior.

Aconselhamos o uso das plataformas Remessa Online e TransferWise. Nelas, é possível enviar dinheiro, fazer e receber pagamentos, acompanhar as transações, tudo de maneira rápida e segura. Além disso, o processo é válido tanto no Brasil quanto na Europa.

Quanto tempo demora para validar?

Ao concluir a tradução juramentada e o apostilamento, o próximo passo é enviar os documentos para o país de destino. O envio pode ser feito pelo próprio cartório ou empresa contratada. Em geral, todo esse trâmite, desde o levantamento de documentos, envio e resposta da entidade estrangeira demorar até seis meses para ficar pronto.

Vale a pena?

Validar o diploma brasileiro na Europa pode ser um pouco demorado, mas os benefícios são enormes.

Se você quer buscar novas oportunidades acadêmicas e profissionais na Europa, o único caminho legal é fazer a revalidação de diploma. Sem isso, não será possível atuar em sua profissão de formação ou prosseguir nos estudos.

Se você ainda tem dúvidas, é possível encontrar mais informações e instruções para a revalidação em países específicos e outras dúvidas no site da Divisão de Assuntos Educacionais (DCE) no Brasil.

Pretende se mudar para a Europa, mas ainda não tem destino certo? Confira o e-book Como Morar em Portugal e descubra tudo que é preciso para se mudar e trabalhar no país.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas.
Compartilhe

Andrea Côrtes

Andrea é uma jornalista curitibana que uniu a paixão pela profissão e pelas viagens e fez disso sua vida. Viajou por todos os cantos do Brasil e também se aventurou pelos Estados Unidos, África e Ásia. Ao lado do filho e do marido foi morar no Sri Lanka e no Vietnã. Desde 2018 vive na Inglaterra e divide seu tempo entre a produção de conteúdo e os passeios pelo Reino Unido.

Artigos Relacionados

Fechar