Enviar e receber dinheiro do exterior: como PF ou PJ? Essa é uma questão que traz dúvidas para as pessoas que possuem empresa. Por isso, neste artigo, buscamos esclarecer questões importantes para você relativas a esse tema. Confira!

Enviar e receber dinheiro do exterior: como PF ou PJ?

Enviar e receber dinheiro do exterior como pessoa física ou pessoa jurídica tem suas diferenças.

A seguir, explicamos informações importantes sobre cada uma das formas para que você entenda porque vale mais a pena enviar dinheiro para o exterior como pessoa jurídica.

Enviar dinheiro para o exterior como PF

Diversas plataformas realizam o envio de dinheiro para o exterior, como a Remessa Online, a Wise, a Western Union, o Paypal, entre outras. Também é possível fazer remessas internacionais por meio de bancos tradicionais e Correios.

Taxas

Cada método de possui suas taxas. Geralmente, elas são:

  • Taxa administrativa;
  • Tarifa bancária;
  • Imposto sobre Operações Financeiras (IOF);
  • Taxa de câmbio.

As taxas da Remessa Online, por exemplo, são as seguintes:

  • Taxa administrativa: a partir de 1,3% do valor enviado para a maioria das transações, como euro e dólar;
  • Tarifa bancária de R$ 5,90 para envios de até R$ 2.500 e gratuita para remessas superiores a R$ 2.500;
  • IOF de 0,38% para envios para terceiros, como amigos, familiares ou instituições educacionais, por exemplo, e 1,1% do valor enviado, caso a remessa seja para a sua própria conta no exterior;
  • Conversão da moeda com base no câmbio comercial, sem margem de lucro.

Limitações

O limite de envio de dinheiro para pessoas físicas depende do método escolhido para envio. De acordo com o Banco Central do Brasil, é possível enviar até USD 10 mil – ou o equivalente em moeda estrangeira – sem a necessidade de declarar os valores.

Com o cadastro simples da Remessa Online, por exemplo, o usuário (PF) consegue enviar até USD 37.500 por dia, desde que não ultrapasse USD 75 mil ao ano. Já com o cadastro completo, seu limite passa a ser baseado no seu imposto de renda.

Melhor plataforma para enviar dinheiro como PF

Tanto a Remessa Online quanto a Wise oferecem excelentes custos para o envio de dinheiro para o exterior como pessoa física. Dentre as duas, a nossa equipe utiliza da Remessa Online quando é preciso fazer transferências internacionais.

O atendimento em português, taxas baixas e transparentes, e alto limite de transferência são algumas vantagens da plataforma brasileira.

Envio como PJ

Algumas plataformas, como a Remessa Online e a Wise, são recomendadas para enviar dinheiro como pessoa jurídica.

Taxas

As taxas para realizar a transferência para outros países como PJ variam de acordo com o método escolhido. Nos sites das plataformas online é possível realizar a simulação do envio e saber, em tempo real, quanto, exatamente, você pagará pela transação.

A Wise, por exemplo, não cobra um valor fixo de taxa de envio. Isso significa que a tarifa para efetuar as operações, seja com o cartão empresarial ou pela conta, varia de acordo com uma série de fatores como:

  • Montante enviado;
  • Origem e destino do dinheiro;
  • Moedas de envio e de recebimento;
  • Forma de pagamento, via TED ou boleto.

Limitações

O limite de crédito para realizar transferências para outros países é de acordo com a condição financeira da sua empresa e com base na análise da documentação enviada. Caso o usuário pretenda aumentar o seu limite, ele pode utilizar a sua declaração de imposto de renda, bem como outros documentos que comprovem que o seu negócio possui capacidade financeira.

Melhor plataforma para enviar dinheiro como PJ

Embora que a Wise para empresas apresente melhor custo na simulação, a Remessa Online para PJ oferece mais vantagens para o usuário. Veja na tabela adiante um comparativo que fizemos entre as duas plataformas.

Remessa Online para PJ Wise para empresas
Versão gratuita Sim Sim
Câmbio Comercial Comercial
Suporte Eficiente Eficiente
Custo da transferência Taxa a partir de 1,3% + IOF Taxa única com o IOF incluso
Métodos de pagamento TED TED ou boleto
Site brasileiro com atendimento no Brasil Sim Não
Melhor custo de envio Na maioria das transações, principalmente quantias mais altas Pode ter melhores cotações em envio de menor valor
Trabalha com mais naturezas de envio Sim Não

Para quantias elevadas, a Remessa Online é mais vantajosa

Além disso, como a Remessa Online é uma plataforma brasileira, o usuário consegue negociar as taxas no seu idioma, podendo conseguir bons descontos nas suas remessas, principalmente quando os envios são de quantias elevadas.

O que vale mais a pena, enviar dinheiro como PF ou PJ?

Se você tem uma empresa, o ideal é enviar dinheiro como PJ. Dessa forma, o usuário pode ter uma série de vantagens, como, por exemplo:

  • Serviço exclusivo para pessoas jurídicas, com transferências internacionais especializadas para empresas, com atendimento exclusivo para este público;
  • A plataforma cuida das questões legais, caso a sua empresa faça importações e exportações (no caso da Remessa Online, por exemplo), deixando o usuário mais focado no seu negócio, sem a preocupação com as questões burocráticas;
  • Todas as remessas feitas são monitoradas em um ambiente seguro e amigável para todos os tipos de usuários;
  • Soluções exclusivas para empresas, como, por exemplo, recebimento de pagamentos de terceiros, possibilidade de pagamentos em massa, aumento e redução de capital de empresas, aporte ou compra e venda de capital, entre outras.

Além disso, é possível observar uma pequena diferença entre as taxas cobradas para transferências com pessoa física e transferência com pessoa jurídica. Por isso, é importante sempre fazer a simulação nas plataformas antes de realizar o envio do dinheiro.

Enviar e receber dinheiro do exterior PF ou PJ

Receber dinheiro como PF

Receber dinheiro do exterior como PF é simples. Na maioria dos métodos de envio, é possível receber os valores em sua conta bancária em um prazo médio 2 dias úteis após a transferência.

Taxas

Quem vai receber dinheiro do exterior paga imposto. Atualmente, é preciso pagar tributos em praticamente todos os produtos e serviços.

É necessário que o beneficiário do dinheiro pague o IOF, cobrado pela Receita Federal do Brasil para todas as operações de crédito, de câmbio, de seguro etc. A alíquota normalmente varia (0,38% ou 1,1% do valor enviado, conforme explicamos).

E, conforme o caso e dependendo da origem do dinheiro recebido no Brasil, pode haver, também, a incidência do Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN), do PIS/PASEP e do COFINS.

Limitações

Segundo o Banco Central do Brasil (BACEN), a pessoa física pode receber até R$ 10 mil sem grandes burocracias. Para valores mais elevados, é necessário apresentar a sua declaração de imposto de renda.

É preciso, ainda, verificar se existe isenção de Imposto de renda para o seu caso. Se você recebeu ao longo o ano um valor inferior ao limite estipulado pela Receita Federal de rendimentos tributáveis, como seu “salário” no exterior, você está isento do imposto de renda. Caso tenha recebido mais do que o limite estabelecido, o seu IR pode variar entre 7,5 e 27,5%, de acordo com o valor recebido.

Melhor plataforma para receber dinheiro como PF

A Remessa Online e a Wise se destacam quando o assunto é enviar e receber dinheiro do exterior como PF ou PJ. São bem mais baratas do que os bancos e outras plataformas como o Paypal, por exemplo.

O valor cobrado pelas duas plataformas é muito semelhante, mas nós preferimos a Remessa Online porque há outras vantagens em realizar transações com a plataforma, uma delas é a rapidez na entrega da remessa – os valores caem na conta de destino em até 1 dia útil após a identificação do pagamento pela plataforma.

Receber dinheiro como PJ

Assim como é simples que uma pessoa física receba dinheiro do exterior, o processo também é tranquilo quando feito por uma pessoa jurídica. O processo pode ser feito por meio de plataformas online.

Para um MEI poder receber pagamento do exterior pela Remessa Online, por exemplo, é necessário que a PJ se cadastre na plataforma da Remessa Online for Business e siga o passo a passo adiante.

1. Acesse a página de Recebimentos e informe a moeda que será recebida;

2. Espere até a tela apresentar os seus dados bancários da Remessa Online;

3. Informe os dados ao remetente do dinheiro e aguarde. A plataforma irá enviar um e-mail para você quando os valores forem recebidos;

4. Quando o dinheiro chegar, informe o motivo do recebimento da transferência;

5. Agora basta cadastrar uma conta bancária no nome da sua empresa e resgatar o dinheiro no momento mais conveniente para você.

Além disso, você deve emitir uma Invoice (fatura de pagamento) para a empresa contratante antes de receber o dinheiro.

Taxas

Como dissemos, o IOF incide em todas as operações de câmbio. Mas, de acordo com o método de recebimento do dinheiro, você pagará ou não mais taxas.

A Remessa Online, por exemplo, não cobra tarifa por recebimento e o valor da transação é convertido pela taxa de câmbio comercial, sem margem de lucro ou outras tarifas escondidas. Já os bancos, por exemplo, apresentam muitas desvantagens para recebimento, como diversas taxas e tarifas, como a taxa de envio e recebimento, custos Swift, além do IOF, obrigatório em todas as transferências internacionais.

Já explicamos como fazer e se vale a pena enviar dinheiro para o exterior pelo banco. Confira.

Limitações

Para receber dinheiro do exterior como pessoa jurídica, primeiramente, antes mesmo de solicitar o recebimento como PJ, é necessário que você tenha aberto um CNPJ e uma conta bancária PJ. Além disso, é preciso definir o regime tributário de sua empresa: Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real. Geralmente, essa definição varia de acordo com o tipo de empresa, seu faturamento e Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE).

Para receber dinheiro do exterior como PJ, também é preciso definir o valor do pró-labore, ou seja, o “salário” que os sócios que trabalham na empresa recebem. Aqui, a única regra é que o valor do pró-labore seja menor do que um salário mínimo. Com base nos valores atuais de 2021, equivalente a R$ 1.100.

Saiba como receber por serviços prestados no exterior. 

Simulação

No dia 10 de dezembro de 2021, fizemos uma simulação para o envio de R$ 9 mil como PJ. Confira os valores a serem recebidos pelo beneficiário nesta simulação.

Plataforma Valor enviado Valor recebido pelo beneficiário
Remessa Online for Business R$ 9 mil EUR 1.392,67
Wise para empresas R$ 9 mil EUR 1.399,30

Melhor plataforma para receber dinheiro como PJ

A Wise e a Remessa Online são plataformas recomendadas para receber dinheiro de outros países. Ambas não cobram taxas de recebimento do dinheiro e realizam a operação de forma simples, rápida e barata, até 8 vezes menores do que as cobradas pelos bancos.

O que vale mais a pena: receber dinheiro como PF ou PJ?

Para respondermos a esta pergunta, veja a simulação a seguir para pessoa física e pessoa jurídica.

Imposto de renda pessoa física

  • Salário mensal recebido: R$ 10 mil;
  • Salário anual recebido: R$ 120 mil.
Rendimentos Tributáveis PF (Salário anual) R$ 120 mil
Alíquota efetiva R$ 18,81%
Imposto devido anual R$ 22.567,68

Isso significa que, caso você opte por receber como pessoa física a sua receita do exterior, você pagará R$ 22.567,68 por ano de Imposto de Renda.

Você pode utilizar o simulador da Receita Federal para simular outros valores.

Imposto de renda pessoa jurídica

Veja o exemplo a seguir.

  • Faturamento por mês: R$ 10 mil;
  • Faturamento por ano: 120 mil;
  • Pró-labore (salário mínimo): R$ 1.100;
  • Regime tributário: Simples Nacional;
  • Outros impostos: INSS sobre o Pró-Labore (20%) e INSS Patronal (11%).
Faturamento anual R$ 120 mil
Alíquota Simples Nacional 6%
Imposto devido pela empresa anualmente R$ 7.200

É obrigatória a retirada do pró-labore e o pagamento do INSS patronal e previdenciário. Por isso, eles foram calculados separadamente.

Pró-labore

Pró-labore anual R$ 13.200
INSS previdenciário 20%
INSS patronal 11%
Imposto pago pelo empresário na retirada do Pró-labore anualmente R$ 4.092

Pagamento do INSS patronal e previdenciário

Imposto devido ao Simples Nacional R$ 7.200
Imposto devido ao INSS R$ 4.092
Imposto total pago pela PJ anualmente R$ 11.292
Imposto total pago pela PF anualmente R$ 22.567,68

Com base no exemplo apresentado, ao final do ano, uma empresa que presta serviços para o exterior que tem um faturamento bruto anual de R$ 120 mil pagaria cerca de R$ 11.292,00. Ao compararmos com o Imposto de Renda pago pela Pessoa Física, haveria uma economia de cerca de R$ 11.257,00, quase metade do valor.

Observação: exemplo retirado do site da Remessa Online.

O que considerar na hora de enviar e receber dinheiro do exterior como PF ou PJ?

Ao enviar e receber dinheiro do exterior como PF ou PJ, é necessário se atentar, principalmente, aos seguintes pontos:

  • Escolher uma instituição que seja autorizada pelo BACEN a realizar operações de câmbio. Por isso, antes de realizar as transferências internacionais, dê uma olhada no site do BACEN;
  • Considere a política e a economia do país onde você está e para onde você pretende enviar dinheiro, pois as moedas costumam oscilar de acordo com o mercado e, dessa forma, você consegue escolher o melhor momento para realizar o envio de dinheiro para o exterior e também a hora mais oportuna para resgatar os valores recebidos de outros países;
  • Simule sempre as operações, para poder conferir as taxas cobradas pelos métodos de envio e de recebimento do dinheiro e escolha aquele que ofereça melhor custo-benefício para você;
  • Repare que as plataformas online, como a Remessa Online e a Wise, são as formas mais baratas de realizar transações internacionais. Isso porque elas cobram taxas baixas e transparentes e se baseiam na taxa de câmbio comercial, sem margem de lucro, que os bancos, por exemplo, cobram;
  • Entenda os limites estipulados por cada método de envio, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas;
  • Entenda também a natureza da remessa no envio de dinheiro para o exterior, que é o motivo pelo qual você está enviando dinheiro para o exterior. Assim, você evita problemas na declaração de seu Imposto de Renda. (Observação: é importante dizer que as naturezas das remessas são diferentes para PF e PJ. Por isso, é importante ficar atento!);
  • Se você tiver uma empresa, opte por fazer envios e recebimentos de dinheiro como PJ. Assim, você paga menos imposto.

Veja também como receber salário do exterior.