Letônia: tudo o que você precisa saber para morar no país

Europa  / 

A Letônia não está entre os destinos preferidos de brasileiros nem para turismo nem para moradia. E, apesar de oferecer boa qualidade de vida, também não é tão escolhida por outros imigrantes que têm a Europa como destino.

Já pensou em morar na Letônia? Se está nos seus planos, não deixe de conferir este artigo. Nele, vamos apresentar a localização do país, o custo de vida na região, falar sobre habitação, emprego, salários e profissões. Vamos contar, ainda, um pouco da história do país, falar sobre os brasileiros que estão na Letônia, suas cidades e as curiosidades sobre o país.

Localização da Letônia

A Letônia está situada na Europa e é uma das três repúblicas Bálticas. O país faz fronteira a norte com a Estônia, a leste com a Rússia, a sudeste com a Bielorrússia, a sul com a Lituânia e a oeste com o Mar Báltico.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

A Letônia possui uma área de 64.589 km².

População

A população letã é de 1,96 milhão de habitantes (estimativa 2018). Ela é composta por: 52% letões, 34% russos, 5% bielorrussos, 3% ucranianos, 2% poloneses e 4% são de outras nacionalidades.

Veja também como é a população de Portugal: conheça os dados demográficos do país.

Cidades

As cidades importantes da Letônia são:

letonia riga

  • Riga (capital do país);
  • Daugavpils;
  • Liepāja;
  • Jelgava;
  • Jūrmala;
  • Ventspils;
  • Rēzekne;
  • Valmiera;
  • Jēkabpils;
  • Ogre;
  • Tukums;
  • Salaspils;
  • Cēsis;
  • Mārupe;
  • Ķekava;
  • Kuldīga;
  • Olaine;
  • Saldus;
  • Sigulda;
  • Talsi.

As principais delas são: Riga, Daugavpils, Liepaja, Jelgava, Jurmala e Saldus.

Saiba quais são as cidades mais baratas para viver na União Europeia.

História

O território da Letônia foi ocupado, até o isolamento causado pela expansão eslava no século VII, por povos que tinham contatos comerciais com o mundo mediterrâneo.

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

No século IX, os escandinavos chegaram ao país. Já nos dois séculos seguintes, a população vive com a pressão de russos e suecos.

No século XII, os alemães começaram com a evangelização da Livônia, região norte.

Século seguinte

Em 1237, a Ordem dos Cavaleiros do Gládio se fundiu com a Ordem Teutônica e subjugou todos os príncipes da Letônia.

1561

Neste ano, o país foi submetido à coroa polonesa e dividido em Curlândia e Livônia.

1621

Riga, capital da Letônia, foi conquistada pela Suécia.

1629

A Suécia conquistou, também, a maior parte da Livônia.

1710

Iniciou-se a dominação russa, que perdurou até o século XVIII.

Nacionalismo letão

No século XIX, o nacionalismo da Letônia foi despertado e foi intensificado na revolução russa, em 1905.

Primeira Guerra Mundial

Os alemães ocuparam a Letônia durante a primeira guerra. Porém, após a revolução bolchevique, o território letão estava sendo disputado por alemães e soviéticos e grupos nacionalistas.

Conheça a história da Europa, moeda, idiomas e muito mais no artigo tudo sobre a Europa.

1920

Em agosto de 1920, a União Soviética aceitou o governo nacionalista de Karlis Ulmanis, firmando um tratado de paz com a Letônia e reconhecendo a independência do país.

Segunda Guerra Mundial

Em 1940, a Letônia foi conquistada e anexada pelo exército soviético. Em julho de 1941, os alemães ocuparam os países bálticos, que foram retomados pelo Exército Vermelho em 1944. A partir daí, a Letônia se tornou uma república soviética.

Independência

A independência foi proclamada em agosto de 1991 e foi reconhecida por Moscou em setembro do mesmo ano.

A partir de então, a Letônia se afastou das estruturas político-econômicas e dos padrões socioculturais da antiga União Soviética.

Riga, na Letônia, está entre as cidades mais perigosas da Europa em 2018. Confira.

Moeda

A moeda oficial da Letônia é o euro, assim como a maioria dos países da União Europeia, como Espanha e Portugal, por exemplo.

Veja o artigo que fizemos sobre a Zona do Euro.

Cultura

A população da Letônia se destaca nas áreas artísticas, como arquitetura, literatura, pintura e dança.

letonia ponte

O país é muito conhecido pelo teatro e pela música (coral e clássica), que podem ser observados em muitos festivais, principalmente em Riga.

Idioma

O idioma oficial é o letão, mas a população também fala frequentemente russo.

Saiba também quais são os países que falam inglês na Europa.

Índice de Desenvolvimento Humano

O IDH na Letônia é de 0,830 (Pnud 2015), um Índice de Desenvolvimento Humano bastante elevado.

Custo de vida

Primeiramente, é importante calcularmos o preço da habitação, quando falamos em custo de vida na Letônia ou em qualquer outro local, pois esse gasto geralmente consome boa parte do seu orçamento.

Habitação

De acordo com as estatísticas do Eurostat, hoje em dia, apesar de ser um dos países europeus menos habitados, quase dois terços dos residentes na Letônia moram em apartamentos (relativamente pequenos).

O preço médio do aluguel de um apartamento com um quarto no centro da cidade é 350€. Se for em um vilarejo ou no subúrbio, esse valor cai para 250€.

O preço para alugar um apartamento com 3 quartos no centro da cidade é cerca de 600€. Se for em um vilarejo ou no subúrbio, esse valor já cai para 400€.

Outros gastos mensais

Outros gastos também devem ser considerados para saber uma média de quanto você vai gastar por mês residindo na Letônia. Confira:

  • Supermercado (por pessoa): 200€;
  • Transporte público: 1,15€ (bilhete unitário) e 50€ (passe mensal);
  • Eletricidade, gás, água e lixo: 165€ (gasto médio, mas dependendo da época do ano e do tamanho do apartamento, o valor pode aumentar);
  • Gasolina (litro): 1,28€;
  • Preço por minuto de ligação local de celular pré-pago (sem descontos ou planos): 0,08€;
  • Internet (6 Mbps, plano, a cabo / ADSL): 14,90€;
  • Academia: 40€;
  • Restaurante (dois pratos principais e sobremesas): 35€;
  • Lazer: há muitos programas, como cinema, por exemplo, por menos de 10€.

Descubra como é viver na Europa.

Empregos, salários e profissões

Estima-se que o PIB per capita na Letônia seja de US$ 27.300 (ano de 2017) e que haja 990 mil trabalhadores ativos no país (estimativa 2017). O salário mensal médio líquido do trabalhador no país é 700€. No entanto, um motorista de aplicativo costuma receber cerca de 700€ e um médico, em torno de 2.500€.

As profissões que estão em alta no país são aquelas ligadas à eletrônica, à indústria química, alimentar e madeireira, assim como os setores têxteis e as áreas ligadas às tecnologias da informação e comunicação.

Porém, o setor mais forte da economia letã é o de serviços financeiros.

Se você estiver buscando uma oportunidade de emprego na Letônia, vale a pena conhecer o site EURES, o Portal Europeu da Mobilidade Profissional.

Emprego na Europa: requisitos, vistos por país, contratos e diferenças.

Brasileiros na Letônia

Há brasileiros morando em diversos países no mundo. Mas, de acordo com o Portal Consular, a comunidade brasileira na Letônia é pouco expressiva. Os letões costumam ser muito amigáveis com os brasileiros e os povos estrangeiros.

Se pretende viajar para a Letônia, viver no país ou já mora na região, não deixe de entrar, também, no Portal Consular.

Curiosidades sobre o país

Descubra algumas curiosidades sobre esse país:

  • É comum que as pessoas da Letônia esperem esvaziar o saguão do elevador para não precisarem cumprimentar o vizinho;
  • A população letã não costuma sorrir para estranhos;
  • A Letônia é conhecida como o país invertido;
  • O país um pouco maior do que a Paraíba (Brasil);
  • O país é famoso por possuir influência na literatura e na música erudita;
  • O país é uma República Parlamentarista;
  • A Letônia tem mais mulheres (que são consideradas muito bonitas) do que homens. São 1,2 mulheres para cada homem;
  • O letão é um dos idiomas mais antigos da Europa. Estima-se que tenha aproximadamente 5 mil anos;
  • A taxa de natalidade é bem elevada no país, comparativamente com o restante da União Europeia;
  • A Letônia está entre os países do mundo que têm a internet mais rápida;
  • Cerca da metade do território letão é coberta por florestas;
  • O hóquei no gelo é o esporte nacional do país.

Sabe de mais alguma curiosidade sobre o país? Então compartilhe conosco!

Veja também 20 curiosidades da Europa que muitos brasileiros desconhecem.

Quer gastar menos em sua viagem à Europa? Então confira o artigo que fizemos com as melhores épocas do ano para visitar cidades europeias.

Em destaque na Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.