Se busca de uma região que vai oferecer boa qualidade de vida e contato com a natureza, morar no Alentejo pode ser uma ótima opção. Neste artigo, vou te dizer quais as melhores cidades da região, custo de vida e a experiência de uma brasileira que vive no Alentejo.

Como é morar no Alentejo?

O Alentejo é conhecido por sua produção de vinhos, azeitonas e azeites, o que significa que você estará rodeado de boas vinícolas e olivais, e que a sua economia gira em torno da agricultura.

Para saber melhor como é morar no Alentejo, conversei com a Samya Neves. Natural de Fortaleza (CE), a brasileira vive no Alentejo há quase um ano, onde trabalha como advogada migratória. Segundo ela, a escolha pela região se deu por conta do marido, cuja família é da região e o qual é proprietário de um restaurante de comidas alentejanas fundado ainda pelo avô.

“O Alentejo tem como sinônimo, o sossego e a tranquilidade, além de ser uma região com custo de vida mais baixo do que as demais regiões do país”, destaca Samya.

Por ser uma região onde a economia gira em torno da agricultura, a advogada comenta que “é bem legal assistir, de perto, o passo a passo de onde vem o azeite e a azeitona que compramos para as nossas casas”

Samya Neves
Samya Neves vive no Distrito de Beja. Foto: arquivo pessoal

Vale ressaltar que sossego demais pode ser bom para muitos, mas péssimo para outros. Então, quando questionada sobre um ponto negativo de morar no Alentejo, Samya foi categórica.

“Por ser uma região muito pacata, ou seja, muito tranquila não temos muitas opções de bares, cafés, restaurantes e vida noturna. No distrito de Beja, por exemplo, já que é onde moro, não possui shopping.”

Inclusive, esse ponto negativo foi também a principal dificuldade de adaptação enfrentada por Samya, uma vez que Fortaleza tem 2,7 milhões de habitantes e uma boa oferta de entretenimento.

Contudo, vale ressaltar que o país luso é mesmo pequeno e tem cerca de 10,31 milhões de habitantes em todo o seu território, sendo algumas cidades do interior de Portugal com um baixo número de habitantes, principalmente se comparado a Lisboa, por exemplo.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →

Onde fica o Alentejo em Portugal?

O Alentejo fica na região centro-sul de Portugal, tendo no leste a fronteira com a Espanha e a oeste o Oceano Atlântico.

Para ter uma noção de quilometragem a partir de Lisboa, o Alentejo está a menos de 100 km. A sua capital, Évora, é conhecida por ser uma “Cidade Museu” e com resquícios da Era Romana, o que lhe rendeu o título de Patrimônio da Humanidade da UNESCO.

Clima do Alentejo

O clima do Alentejo é considerado mediterrâneo, ou seja, verões secos e invernos chuvosos.

Na primavera e outono, o clima do Alentejo é mais agradável e ameno. No verão, o calor é bem alto e os termômetros podem marcar até 40 graus nos dias mais quentes.

Já no inverno, as temperaturas costumam cair bruscamente com termômetros marcando mínimas de 4 graus (e dependendo do ano chagando a zero). Um clima tão frio quanto o norte de Portugal.

Melhores cidades para morar no Alentejo

Primeiramente, vale dizer que quando digo em morar no Alentejo, estou referindo a uma região e não uma cidade em si. Esclarecido o termo, vamos à lista das melhores cidades.

Évora

Como já mencionei, Évora é a capital do Alentejo e uma cidade tombada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, por conta dos seus monumentos que datam a Era Romana. Além disso, uma atração que chama a atenção dos turistas é a Capela dos Ossos, uma capela bem diferente do que estamos acostumados, pois foi construída com crânios e ossos. Isso mesmo, você leu corretamente!

Morar em Évora é sinônimo de sossego apesar dos seus 56 mil habitantes. Por se tratar da capital desta região, oferece melhores opções de entretenimento como cinema, teatro, etc. Além disso, a Universidade de Évora também deixa a vida mais agitada por conta de seus alunos.

Beja

A Câmara Municipal de Beja a descreve como uma “cidade familiar onde é possível deslocar-se facilmente a pé ou de bicicleta, porque tudo fica perto e há sempre tempo para tudo”. Por essa descrição, conclui-se que Beja é uma cidade pacata e com aquele ritmo bem lento de interior. São cerca de 33 mil habitantes na cidade.

Beja é conhecida por suas atrações de turismo rural e enoturismo, mas para quem vive na cidade há opções de entretenimento com os eventos promovidos com o apoio da Câmara Municipal.

Santarém

Santarém é uma cidade localizada uma região conhecida como Ribatejo, o que significa que é o ponto mais central de Portugal, onde o norte, sul, leste e oeste se encontram tendo o Rio Tejo como a junção dessas partes. Segundo o site Visit Ribatejo, é uma região “com uma centralidade geográfica única, abrindo-se ora às montanhas das Beiras, ora à brisa do mar do Oeste, ora às planícies do Alentejo”. Gostou dessa diversidade?

É também conhecida por ser a capital gótica portuguesa. E quer saber uma curiosidade? O famoso Pedro Álvares Cabral, viveu em Santarém e os seus restos mortais estão sepultados na Igreja da Graça.

A cidade tem cerca de 60 mil habitantes, é arborizada e muito segura. Apesar de pacata, promove muitas festas e feiras típicas. Os estudantes do Instituto Politécnico de Santarém, acabam por levar um ar mais jovial a cidade. Além disso, é uma excelente opção para quem deseja sossego, sem estar longe da capital. De trem é possível chegar a Lisboa em apenas 40 minutos.

Portalegre

Com apenas 24 mil habitantes, Portalegre é famosa por sua riqueza natural devido à Serra de São Mamede, mas não espere encontrar uma cidade com muito entretenimento. Aliás, alguns dizem que ela fica “no meio do nada”.

A economia de Portalegre gira em torno da indústria têxtil com a fabricação de tecidos de lã, tapeçaria e fibras sintéticas. A agricultura também é forte na produção de cereais, vinho, castanhas e cortiça. Além do turismo rural, que tem se tornado uma boa opção para a economia.

Se deseja morar em Portalegre é bom saber que dentre as cidades que destacamos, ela é a menor delas e a mais pacata de todas. Parece aquelas cidades onde todo mundo se conhece e se cumprimenta na rua. Por outro lado, qualidade de vida e segurança são dois pontos que nem preciso dizer a Portalegre oferece, certo?

Custo de vida no Alentejo

Gostou dessa região e está interessado em morar em Portugal? Então, vamos à parte do custo de vida no Alentejo, pois ele será importante na hora de tomar a decisão e montar o planejamento financeiro da mudança.

Évora no Alentejo

Segundo a nossa entrevistada Samya, o custo de vida no Alentejo é bem mais baixo do que Lisboa, Porto e Algarve, cidades e região onde os aluguéis dispararam nos últimos anos devido ao grande número de imigração e turismo.

“Os aluguéis dos imóveis, os preços dos menus dos restaurantes, bares, cafés e hotéis são bem mais baixos do que nas cidades grandes, acima citadas.”

Os custos abaixo representam uma média do que é praticado nas cidades, de acordo com os dados disponibilizados na plataforma Numbeo no dia 29 de novembro de 2021.

Custos de moradia no Alentejo

Tipologia Évora Beja Santarém Portalegre
Apartamento (1 quarto) no centro da cidade 433€ 416€ 440€ 300€
Apartamento (1 quarto) Fora do Centro 390€ 300€ 350€ 550€
Apartamento (3 quartos) no centro da cidade 760€ 625€ 1.180€ 690€
Apartamento (3 quartos) Fora do Centro 710€ 450€ 525€ 466€

Custos da casa

Custo da casa Évora Beja Santarém Portalegre
Eletricidade, aquecimento, resfriamento, água, lixo) para apartamento de 85m2 98€ 90€ 60€ 58€
Internet 32€ 35€ 30€ 30€

Custos de alimentação no Alentejo

Item Évora Beja Santarém Portalegre
Leite (1 litro) 0,53€ 0,73€ 0,52€ 0,48€
Pão Branco Fresco (500g) 0,70€ 1€ 0,57€ 1,45€
Arroz (1kg) 0,75€ 0,82€ 0,80€ 0,90€
Ovos (dúzia) 1,73€ 2,34€ 2,45€ 1,75€
Queijo Local (1kg) 4,83€ 4,50€ 7,67€ 12,50€
Filé de Frango (1kg) 5,28€ 3,33€ 4,33€ 5,39€
Carne vermelha (1 kg) 14,93€ 7€ 8,99€ 8€
Maçãs (1kg) 1,60€ 1,50€ 1,07€ 1,16€
Banana (1kg) 1,28€ 1,02€ 0,90€ 1,18€
Laranjas (1kg) 1,27€ 1,05€ 1,23€ 0,95€
Tomate (1kg) 1,09€ 0,72€ 1,20€ 1,15€
Batata (1kg) 0,87€ 0,80€ 0,80€ 0,60€
Cebola (1kg) 0,95€ 0,80€ 0,87€ 0,89€
Alface (1 molho) 0,90€ 0,90€ 1€ 0,70€
Água (garrafa de 1,5 litros) 0,90€ 0,47€ 0,22€ 0,40€
Garrafa de vinho (gama média) 6€ 3,50€ 3€ 3€
Cerveja nacional (garrafa de 500 ml) 0,85€ 0,62€ 0,57€ 0,75€

Custos de lazer

Lazer Évora Beja Santarém Portalegre
Refeição, restaurante barato 10€ 8€ 7,25€ 8,50€
Refeição para 2 pessoas, restaurante de gama média, três pratos 25€ 30€ 30€ 37€
Cerveja doméstica (500 ml de chope) 1,25€ 2€ 1,20€ 2€
Cappuccino 1,56€ 1,47€ 0,65€ 1,20€
Refrigerante (330 ml) 1,35€ 1,30€ 1,20€ 1,35€
Água (330ml) 1,30€ 0,90€ 0,70€ 0,90€
Cinema 8,50€ 7€ 4,75€ 4,25€
Academia de ginástica 40€ 30€ 32€ 30€

Transporte no Alentejo

Item Évora Beja Santarém Portalegre
Bilhete só de ida (transporte local) 1,40€ 0,80€ 2€ 1,50€
Passe mensal (preço normal) 22,50€ 20€ 40€ 30€
Gasolina (1 litro) 1,66€ 1,58€ 1,56€ 1,30€

Custo médio para viver no Alentejo

Tendo em conta os valores das melhores cidades do Alentejo, é visível que não muda tanto assim. Para um casal sem filhos, o custo de vida médio para morar no Alentejo seria:

Apartamento (1 quarto) no centro da cidade 420€
Custos de casa 100€
Alimentação 200€
Custos de lazer 100€
Transporte 50€
Total 870€

Qualidade de vida no Alentejo

O Alentejo é uma região que oferece uma excelente qualidade de vida a seus moradores. Como são cidades pequenas, o clima do interior toma conta e parece que o tempo passa mais devagar e bem longe do ritmo frenético das grandes cidades.

Além disso, o contato com a natureza que a região oferece contribui bastante para a qualidade de vida. Como é uma região em que a economia gira em torno da agricultura, é possível ter sempre alimentos frescos e, principalmente, a procedência deles.

Saúde

Segundo o site da Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos, a região do Alentejo conta com seis hospitais e duas unidades de saúde local. Um novo hospital central do Alentejo está sendo construído em Évora, segundo o SNS. Além disso, as cidades contam com centros de saúde e médicos de família para atender a população.

A saúde pública de Portugal em geral é boa, mas não é gratuita. Há uma pequena taxa – para agendar consultas, realizar exames e procedimentos médicos. Outra opção é optar por um seguro saúde, que funciona como um plano de saúde coparticipativo para o sistema privado ficar mais acessível.

Educação

A região do Alentejo conta a Universidade de Évora que tem um ensino de excelência, apesar de não estar entre as melhores universidades de Portugal. Ela ocupou a posição 101-200 na categoria Top Global das Universidades Inovadoras, do ranking da WURI de 2021.

Além da Universidade de Évora, as cidades de Beja, Portalegre, Santarém contam com Institutos Politécnicos de Portugal e apresentam um bom ensino.

Para quem ainda não chegou ao nível superior, as cidades contam com escolas públicas, mas diferente do Brasil, o ensino público em Portugal é considerado muito bom.

Segurança

Para quem preza por segurança, morar no Alentejo é sinônimo de segurança, mas cuidado ao aceitar trabalhos sazonais nas colheitas. De acordo com o Relatório Anual de Segurança Interna de 2020 divulgado pelo Governo Português, existem casos de pessoas que são recrutadas para trabalhar e acabam sendo exploradas.

Oportunidades de trabalho no Alentejo

As oportunidades de trabalho no Alentejo são limitadas para profissionais altamente qualificados, com exceção de engenheiros agrônomos, ambientais, zootecnistas e outras áreas relacionadas a produção agropecuária.

Por outro lado, segundo a Samya, existem muitas ofertas de trabalho em outras áreas, tais como:

  • Ramo da restauração (bares, cafés e restaurantes);
  • Construção;
  • Estética;
  • Limpeza em geral;
  • Cuidadora de idosos;
  • Colheita de uvas e azeitonas nas épocas sazonais.

Vale a pena morar no Alentejo?

Depende muito do que você está buscando. A região do Alentejo é super agradável para quem gosta de uma vida mais rural e pacata, mas para quem gosta de agitação, seria um erro morar no Alentejo.

Agora que você já conhece o Alentejo, pode começar a planejar a sua mudança. Recomendo o Programa Morar em Portugal, com uma série de videoaulas e um ebook completo passando por todo o passo a passo da mudança.