Quando perguntam para um brasileiro sobre os sobrenomes comuns no Brasil, provavelmente, os primeiros nomes que sairão fora serão: Silva e Souza. Porém, a lista vai bem mais longe. O mesmo acontece na Espanha, alguns nomes e sobrenomes são mais populares que os outros. Provavelmente você tem amigos, conhecidos ou até mesmo familiares que carreguem nomes e sobrenomes espanhóis. E não é para menos, afinal, Brasil e Espanha sempre tiveram uma relação bem próxima. Veja abaixo as listas dos mais populares.

Nomes e sobrenomes espanhóis mais populares

Assim como em muitos países, com o passar dos anos, os nomes tradicionais dão lugar a novas tendências, quase sempre vindas do estrangeiro, não é mesmo? Entretanto, na Espanha a história é bem diferente e a tradição prevalece, isso é, com algumas exceções.

Muitos nomes são ligados à religião

É muito comum encontrar as Marias, Carmens, Franciscos, Josés e outros nomes ligados a bíblia na Espanha. Porém, hoje em dia, muitos espanhóis têm optado por nomes mais originais, e em alguns casos, até considerados excêntricos.

Sobrenomes mais famosos na Espanha

Confira a lista com os 20 sobrenomes mais comuns da Espanha, segundo o INE – Instituto Nacional de Estatística:

  1. García;
  2. Rodriguez;
  3. González;
  4. Fernandez;
  5. Lopez;
  6. Martinez;
  7. Sanchez;
  8. Perez;
  9. Gomez;
  10. Martin;
  11. Jimenez;
  12. Hernandez;
  13. Ruiz;
  14. Diaz;
  15. Moreno;
  16. Muñoz;
  17. Alvarez;
  18. Romero;
  19. Gutierrez;
  20. Alonso.

Cultura e tradições espanholas: conheça mais.

Nomes espanhóis masculinos

Os 20 nomes espanhóis masculinos mais comuns, segundo o INE são:

  1. António;
  2. Manuel;
  3. José;
  4. Francisco;
  5. David;
  6. Juan;
  7. Javier;
  8. José António;
  9. Daniel;
  10. José Luís;
  11. Francisco Javier;
  12. Carlos;
  13. Jesus;
  14. Alejandro;
  15. Miguel;
  16. José Manuel;
  17. Rafael;
  18. Miguel Angel;
  19. Pablo;
  20. Pedro.

Nomes espanhóis femininos

As Marias comandam os nomes espanhóis femininos mais comuns. Veja a lista dos 20 mais comuns, segundo o INE são:

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Procura assessoria para morar na Espanha?

Para solicitar a sua cidadania espanhola, visto, documentos, validação de diploma ou acompanhamento jurídico recomendamos o Escritório Madeira da Costa. Agende a sua consultoria e mude para a Espanha com segurança e tranquilidade.

SABER MAIS →
  1. Maria Carmen;
  2. Maria;
  3. Carmen;
  4. Ana Maria;
  5. Josefa;
  6. Maria Pilar;
  7. Isabel;
  8. Laura;
  9. Maria Dolores;
  10. Maria Teresa;
  11. Ana;
  12. Cristina;
  13. Marta;
  14. Maria Angeles;
  15. Lucía;
  16. Francisca;
  17. Maria Isabel;
  18. Maria José
  19. Antónia;
  20. Dolores.

Nomes que estão na “moda” na Espanha

Na Espanha, assim como no Brasil, alguns nomes são mais populares em determinada época. Veja os 20 nomes mais registrados dos recém-nascidos de 2020, segundo os últimos dados divulgados pelo INE.

Meninos Meninas
Hugo Lucía
Mateo Sofia
Martin Martina
Lucas Maria
Leo Julia
Daniel Paula
Alejandro Valéria
Manuel Emma
Pabli Daniela
Álvaro Carla
Adrian Alba
Enzo Noa
Mario Alma
Diedo Sara
David Carmen
Olivier Vega

Nomes de famosos para os bebês

O que um fã não faz? Segundo os dados do INE, em 2015 começaram a surgir alguns nomes que se referem a idolatria. Há registros de nascimentos de Aryas (personagem de Game of Thrones), Shakiras, Rihannas e até mesmo Neymar, o nosso famoso jogador de futebol que deixou história no Barcelona e pelo visto, alguns fãs alucinados.

Plaza de España em Sevilha, Espanha
A religião ainda está ligada aos principais nomes e sobrenomes espanhóis.

Compartilhamos um texto com curiosidades da Espanha que você provavelmente desconhece.

Nomes e sobrenomes espanhóis e suas particularidades

E aí, já identificou as pessoas do seu convívio que carregam nomes e sobrenomes espanhóis? Agora, vamos falar sobre algumas particularidades que provavelmente você não saiba.

Sobrenomes patronímicos

São chamados sobrenomes patronímicos aqueles que fazem referência ao nome do pai do filho que o recebia.

A grande maioria desses sobrenomes foi formada com a adição do sufixo “ez” como, por exemplo, Gonzalo, que passou a ser González.
Porém, a mudança do sufixo não foi a mesma em todas as regiões da Espanha, no País Basco, por exemplo, acrescentou-se o sufixo “iz”, como Mendo que passou a ser Méndiz.

Tem vontade de morar na Espanha? Saiba como aqui.

Sobrenomes toponímicos

São chamados sobrenomes toponímicos aqueles que fazem referência a residência ou ao lugar que aconteceu o nascimento, também é considerado construções e acidentes geográficos.

Neste caso, o sobrenome conserva as preposições como, por exemplo, Ávila (cidade espanhola), o sobrenome seria “de Ávila”, outros exemplos, de la Fuente, de las Heras, de los Molinos.

Sobrenomes que se referem aos traços físicos

Há sobrenomes espanhóis que fazem referência aos traços físicos, familiares e morais. Podemos exemplificar com Gordo, para traços físicos, Casado, para familiares, Bravo e Morais.

Cidadania espanhola para netos e bisnetos de espanhóis: veja se você pode solicitar.

Sobrenomes que se referem a ofícios

Há sobrenomes que fazem referência a trabalhos como, por exemplo, Zapatero (sapateiro, em português) ou a uma posição da profissão, como Alcalde (prefeito em português). Vale ressaltar, que um mesmo sobrenome na Espanha pode variar de acordo com a região.

Curiosidades surpreendentes sobre nomes e sobrenomes espanhóis

Gostou das particularidades que os sobrenomes espanhóis carregam? Então você vai se surpreender com algumas curiosidades. Vamos lá!

O sobrenome da mãe

Você sabia que antes era preciso uma autorização judicial para incluir primeiramente o sobrenome na mãe na certidão de nascimento do filho? E não vamos longe, essa medida acontecia dessa forma até o ano 2000. Isso porque na Espanha, ao registrar uma criança o sobrenome paterno deveria ser incluído primeiro do que o sobrenome materno.

Entretanto, a partir de junho de 2017 entrou uma nova lei que permite a decisão conjunta dos pais sobre qual sobrenome será primeiro e qual será o segundo. Caso não haja um consenso entre as partes, quem tomará a decisão será um funcionário do Registro Civil.

A mulher não adiciona o nome do seu marido no casamento

Na Espanha, em relação ao casamento, a troca de sobrenomes é bem diferente do Brasil. As mulheres não agregam o sobrenome do marido ao próprio sobrenome. Elas seguem com o mesmo sobrenome de solteira.

Quando o casamento é realizado no Brasil, entre uma brasileira e um espanhol, uma vez que a mulher agregue o sobrenome do marido, o que é possível, ao legalizar o casamento no Consulado espanhol, será feita uma observação, para que o novo nome, no futuro, conste na documentação da Espanha.

É muito importante observar essa mudança de nome, para que a mulher não passe a ser “duas pessoas”, com nomes diferentes nos países e tenha problemas, principalmente, quando for pedir a cidadania espanhola por casamento.

Brasileiros que tiram nacionalidade espanhola: como fica o nome?

Falando de nacionalidade espanhola: uma vez que um brasileiro tem a nacionalidade espanhola e vai preparar a documentação, o nome pode ser modificado, se for entendido que é necessário. É muito comum que isso aconteça e não se trata de uma opção e sim, uma determinação do governo espanhol. O brasileiro terá uma certidão espanhola e com o novo nome, se for o caso.

Na Espanha, em vias de regras, os espanhóis possuem nome e dois sobrenomes, nombre e apellidos. Em documentação para processos burocráticos, normalmente, se colocam os sobrenomes na frente do nome. Porém, diferente de alguns países europeus, como Itália, por exemplo, as pessoas se tratam pelo nome e não pelo sobrenome.

Conheça os nomes e sobrenomes italianos mais comuns.

Nacionalidade espanhola através do sobrenome

Em 2014, se espalhou pela internet, em diversos sites, a notícia de que governo espanhol havia divulgado uma lista com sobrenomes que teriam direito a nacionalidade espanhola. Não vamos nem continuar com o assunto, porque não passou de uma notícia falsa, muito difundida, mas, que, o governo espanhol se apressou em desmentir.

Porém, há sim, uma lei na Espanha que beneficia pessoas considerando o seu sobrenome.

O que é a lei

A Lei 12.2015 do dia 24 de junho, concede a nacionalidade espanhola aos “sefardies” originários de Espanha. Os sefarditas, em português, são os descendentes de judeus originários da Espanha.

Foi justamente em relação a essa lei que foi feita confusão dos sobrenomes que se espalhou pela internet. Não se trata do sobrenome, mas de provar que é descendente de um judeu originário da Espanha.

Além disso, as pessoas que desejam solicitar a cidadania espanhola devem provar que tem “um especial vínculo com a Espanha”, mesmo que não tenham residência legal no país.

Como solicitar a cidadania espanhola nesses casos

Existem algumas maneiras de solicitar a cidadania espanhola por sangue (descendência), por judeus sefarditas e por casamento. E para quem vive no país, também há possibilidade de conseguir a nacionalidade por tempo de residência na Espanha. Enfim, cada caso é um caso.

Diferente de Portugal e Itália, onde o processo de cidadania é mais facilitado pela legislação, na Espanha a lei é mais restrita. Por isso, contratar um serviço de assessoria pode ser de grande ajuda. Se desejar seguir por esse caminho, indicamos o escritório de advocacia Madeira da Costa. Para adiantar o atendimento, você pode preencher o formulário contando um pouco da sua história para que eles possam analisar previamente a sua possibilidade de adquirir a nacionalidade espanhola.

E aí, descobriu que tem sobrenome espanhol e quer viver no país? Recomendamos o nosso ebook Como morar na Espanha. Um guia completo com quase 300 páginas que vai te acompanhar em todo planejamento na jornada de mudança, desde a documentação no Brasil, custo de vida, aluguel de casa, entre tantos outros pontos importantes.