Pular para o conteúdo

uniplaces

Mais recentes

Pessoas que alugaram quarto em residência na França.
França

Quarto para alugar na França: dicas para encontrar o seu!

É possível encontrar quarto para alugar na França em prédios do setor público ou privado; nas residências estudantis, universitárias ou privadas; nos apartamentos compartilhados ou na casa de alguma família. Neste artigo, nós te apresentaremos algumas dessas opções e te damos dicas de como escolher bem o seu cantinho! Como encontrar quarto para alugar na França? Através de sites especializados. Neles, é possível fazer sua busca por cidades, bairros e delimitar um orçamento específico. Através dos filtros, você ainda pode adicionar aspectos importantes para você, tais como: Tipo de moradia, como casa, apartamento ou studio; Perfil da casa, como de família, repúblicas ou residências universitárias; Animal de estimação permitido ou não; Separação por gênero; Acesso a certas comodidades e serviços, como academia e lavanderia; Metragem do quarto; Presença ou não de mobília, entre outros. Quartos para estudantes na França Os quartos para alugar na França voltados para estudantes são numerosos! Seja via Uniplaces, CROUS, CIUP, Lokaviz (fundações ou plataformas de anúncios) ou até mesmo via grupos de Facebook, esteja certo de que opções não te faltam. Falamos sobre essas opções ao longo do artigo. Eles costumam ter o aluguel bem em conta, estarem localizados próximos a campus de universidades, bibliotecas e transportes públicos, e estão acostumados a acolher estudantes estrangeiros e intercambistas: ou seja, se você não fala muito bem francês, não se preocupe! Como veremos, se você vai estudar na França, a opção por alugar um quarto em vez de um imóvel inteiro vale muito a pena — principalmente se você estiver morando em Paris. Para você ter uma ideia, um apartamento para alugar em Paris de 14 m² custa a partir de 694€. Quartos para trabalhadores na França Se você está indo trabalhar na França e não possui vínculo com nenhuma instituição de ensino, é possível encontrar quartos para assalariados no país. Você pode buscar nos FTM (Foyer de travailleurs migrants), estabelecimentos com quartos individuais e coletivos voltados especificamente para trabalhadores de origem estrangeira. Também há a opção de procurar em associações voltadas para pessoas nessa situação, conforme falaremos mais adiante. Por fim, eventualmente é possível encontrar quarto para alugar na França em estabelecimentos estudantis e universitários. Ainda que nem todos aceitem, já vi algumas pessoas com visto de trabalho na França conseguirem vagas nesses lugares. Onde buscar um quarto para alugar na França? É possível buscar quarto para alugar na França em vários sites, e eles acabam sendo a forma mais prática e segura de se fazer isso. Como veremos, cada um deles tem seu benefício e pode ser mais ou menos direcionado para um perfil específico de inquilino. Veja abaixo os melhores por onde você pode começar sua busca: Uniplaces A plataforma Uniplaces possui uma ampla seleção de propriedades que disponibilizam quarto para alugar em várias cidades do mundo, com um ótimo custo-benefício. Aqui é possível encontrar tanto quartos para estudantes, como para trabalhadores e pessoas fazendo intercâmbio na França. Um de seus diferenciais é a facilitação do processo de locação, que não exige fiadores locais, processos seletivos e visitas presenciais. Ela visa diminuir a burocracia e poupar o tempo de quem procura, oferecendo uma série de dispositivos de segurança para os inquilinos. Além disso, a Uniplaces é confiável e oferece um certificado de acomodação pré-pago, que pode ser usado na hora de pedir um dos tipos de visto para a França, boa parte dos imóveis anunciados são verificados pessoalmente pela equipe e o site está disponível em várias línguas, inclusive o português. O Euro Dicas oferece a seus leitores um cupom de desconto exclusivo de 15%. Para utilizar, basta adicionar o código UPEURODICAS15OFF na parte de pagamentos para obter um excelente desconto na taxa administrativa da Uniplaces! [caption id="attachment_166538" align="alignnone" width="750"] Ao alugar quarto na França, fica muito mais fácil fazer amizades e esse é um ponto positivo para quem vai sozinho[/caption] Lokaviz O Lokaviz é uma plataforma criada pelo CROUS (Centre Régional des Oeuvres Universitaires et Scolaires), órgão que trabalha a favor da permanência dos estudantes no país. Nessa plataforma você encontra pequenos anúncios de quarto para alugar na França na casa de uma pessoa. Dentre as opções, há várias modalidades de aluguel para estudantes e tipos de moradia. Além disso, todas as opções do site são verificadas pela plataforma. A parte boa é que, encontrando um quarto via Lokaviz, você não precisará pagar as taxas comumente cobradas por imobiliárias, pode solicitar auxílio moradia à CAF e, provavelmente, terá um quarto bem próximo do transporte público. Por outro lado, é provável que os preços dos aluguéis sejam um pouco mais caros. Além disso, para você se inscrever no site, é necessário informar o INE, isto é, um número de identificação nacional dos estudantes. Isso significa que apenas pessoas que detenham esse código podem acessar o serviço. Foyers de Jeunes Travailleurs O Foyers de Jeunes Travailleurs (FJT) é um projeto realizado por associações, cujo objetivo é disponibilizar quartos mobilizados e espaços domésticos comuns por um pequeno preço. O público-alvo são jovens entre 16 e 30 anos, assalariados, estagiários, em formação de alternância e outros regimes de trabalho. Assim como nas outras opções, é possível fazer a busca por cidade e filtrar os resultados por elementos específicos. Para além dos quartos, o FJT também oferece um acompanhamento personalizado para orientar os jovens na entrada no mercado de trabalho. Os aluguéis costumam ser acessíveis e são elegíveis à solicitação do auxílio à moradia, no entanto, as vagas disponíveis são bem limitadas e as regras de convivência são bem estritas. La Carte des Colocs Criada por estudantes que buscavam quarto para alugar na França, a Carte des Colocs foi lançada em 2013 para lutar contra uma grande crise de moradias estudantis da época. Seus fundadores resolveram criar esse site no qual é possível anunciar gratuitamente opções de anúncios de quartos. A busca por meio de filtros também é possível aqui e as opções são muitas! Mas, por mais que haja um controle na fidedignidade dos anúncios, não é raro encontrar algumas opções suspeitas. Portanto, fique de olho! As descrições dos anúncios costumam conter todas as informações mais importantes e, aqui, o que mais vale é o match de perfil entre quem busca e quem aluga o quarto. CoHomly Se você procura um quarto para alugar na França que fique na casa de uma família francesa, a CoHomly pode ser uma boa opção. O site faz o link entre famílias que buscam uma ajuda personalizada para as crianças ou outros serviços de casa, e estudantes que querem economizar com o aluguel e estão dispostos a assumir algumas horas de tarefas domésticas — algo parecido com o Au Pair na França. Podem criar anúncios gratuitos tanto a família, quanto os estudantes. Em seguida, você pode realizar sua pesquisa e encontrar as opções de família e moradia no site. Por fim, basta contatar aquela que mais de interessa e iniciar uma conversa para estabelecer os parâmetros da estadia e os combinados. Nessa última fase, é preciso pagar uma pequena taxa para o site, que se compromete em acompanhar a formalização do acordo entre família e estudante. E as residências estudantis e universitárias? O CROUS é uma opção bem conhecida entre os estudantes que moram na França exatamente por permitir o aluguel de quartos por um valor bem menor do que aquele praticado normalmente nas cidades. [caption id="attachment_165474" align="alignnone" width="750"] É comum encontrar estudantes e pesquisadores estrangeiros nas residências universitárias. Foto: Bárbara Ábile.[/caption] A principal missão do CROUS com suas moradias universitárias é fornecer aos estudantes um local seguro e completo para que ele possa realizar seus estudos. Nesse sentido, há opções para diversos perfis, situações e orçamentos: studios ou quartos tradicionais; para um período curto ou um ano universitário completo. Por conta das inúmeras vantagens, as vagas para o CROUS costumam ser bastante disputadas e sua atribuição respeita uma série de critérios e datas específicas. Não à toa, há todo um processo de aplicação para as vagas e, caso você seja selecionado, precisa manifestar interesse até 48h. Outras opções para além do CROUS As Universidades e instituições de ensino superior, particularmente as chamadas Grandes Écoles, costumam indicar plataformas de pesquisa de quartos reservados a seus alunos. Para isso, basta você se informar junto ao serviço de relações internacionais de seu estabelecimento. Uma opção frequentemente indicada é a Cité Internationale Universitaire de Paris (CIUP). Busquei minhas residências por lá enquanto fazia minha pós-graduação na França e tive uma ótima experiência. Eles oferecem uma boa estrutura, localização e um preço benefício muito interessante para estudantes. Por fim, várias residências privadas também possuem vagas. Ainda que o preço costume ser um pouquinho maior, acaba valendo a pena na medida que inclui uma série de comodidades e serviços. Se você busca algo nesse parâmetro, procure na Uniresidences, a plataforma oferece excelentes opções de residências para universitários. Trabalhadores também são aceitos? Em alguns casos, sim, mas isso não é uma regra. É preciso se informar em cada plataforma de busca. No CROUS, por exemplo, a prioridade é dada aos estudantes que possuem baixos recursos financeiros. Na CIUP também há uma prioridade para estudantes e pesquisadores com bolsas de estudo na França, isto é, pensando no caso do Brasil, que foram contemplados com bolsas como as da CAPES, CNPq e outras fundações de incentivo à pesquisa. No entanto, em determinados casos, é possível abrir exceção. A opção mais democrática acaba sendo as residências privadas. Por exemplo, no site da Uniresidences, você pode filtrar a sua busca pelo perfil de casa que você busca. Há as opções para estudante, profissionais, apenas mulheres, lugares que aceitam animais de estimação, entre outros. Quanto custa um quarto para alugar na França? A partir 484€, segundo pesquisa que realizamos na Uniplaces. No entanto, os valores podem variar muito conforme a metragem, a localização, os serviços da moradia, e a cidade. Nesse sentido, vale a pena pensar para além de Paris, já que há uma série de cidades mais baratas na França. Para ilustrar essa variedade, veja abaixo o preço médio dos quartos para alugar na França: Cidade Metragem Preço médio Paris 13 m² 730€ Lyon 15 m² 576€ Bordeaux 15 m² 625€ Nice 20 m² 1.050€ Montpellier 15 m² 484€ Ao fazer a reserva através da plataforma Uniplaces, você pode utilizar o nosso cupom UPEURODICAS15OFF e obter 15% de desconto na taxa aplicada no seu quarto. É fácil encontrar quartos para alugar na França? Sim. Devido à quantidade de estudantes que o país recebe, a oferta de quartos para alugar na França também costuma ser enorme. Facilmente você pode encontrar muitas opções independentemente da duração da sua estadia no país. A dificuldade, nesse sentido, está não só em fazer isso à distância (falamos sobre isso mais abaixo), como também fazer coincidir suas expectativas com o que vai encontrar. Em minha primeira experiência, por exemplo, com um pouco mais de 20 anos, eu me sentia disposta a qualquer teto com um mínimo de segurança e conforto. Mas, após os 30, fiquei mais exigente e minha dificuldade foi maior. Portanto, leve essa questão da idade e de seu estilo de vida em consideração. Outro ponto que pode influenciar na facilidade de encontrar um cantinho só seu é a época do ano. Por isso, nós recomendamos que você inicie sua pesquisa o mais cedo possível. Caso você encontre algum quarto em um site seguro, que tenha o cancelamento gratuito e corresponda às suas expectativas, mesmo que parcialmente, indicamos que você o reserve. Assim você saberá que terá um lugar onde dormir e deixar suas malas enquanto faz uma busca mais detalhada. Quais as condições para alugar quarto na França? As condições variam muito conforme o tipo de lugar que você está alugando. Por exemplo, na Uniplaces, é possível encontrar as condições de aluguel nos próprios anúncios de quarto para alugar na França. Já as residências universitárias e estudantis (como CROUS e a CIUP) costuma exigir um comprovante de vínculo com alguma instituição de ensino do país, bem como o comprovante de renda regular. Ainda, como nessas residências há um mínimo de dias para se fechar o contrato, é comum que você tenha que comprovar que seu vínculo com a universidade francesa está garantido por um período determinado. Nas residências privadas, como repúblicas e afins, é menos comum a exigência de vínculo institucional, no entanto, o comprovante de renda é mandatório. Eu, por exemplo, encontrei muitos anúncios que exigiam não apenas que o futuro morador tivesse um emprego estável, mas que seu contrato de trabalho fosse de duração indeterminada. Mas, como eu tinha uma bolsa de estudo, minha candidatura era raramente levada a sério nesses lugares. Nas casas de famílias, por fim, é provável que você tenha que oferecer algo, em contrapartida. Nesse sentido, cuidado e supervisão de crianças ou idosos é algo bastante exigido nesses casos. Documentos necessários Os documentos para fechar contrato de um quarto para alugar na França vão variar conforme o tipo de estadia que você busca. Apesar disso, eles vão sempre girar em torno de documentos pessoais, detalhes de seu projeto de estudos ou trabalho na França e comprovantes de recursos financeiros. São esses os tipos de documentos exigidos pela lei francesa para todos os locatários de estadias privadas: Identidade válida com foto, como passaporte com visto ou carte de séjour; Justificativa de residência; Comprovante de vínculo profissional ou com instituição de ensino na França; Atestado de recursos financeiros, como holerites e contrato de trabalho para assalariados, ou comprovante de posse de bolsa. Precisa pagar caução e aluguel adiantado? Sim. A grande maioria dos quartos para alugar na França exige algum tipo de caução. Exceções podem ocorrer em casos como residências familiares ou moradias do tipo república. O valor varia conforme o tipo de residência, bem como o aluguel anunciado. Na Uniplaces, por exemplo, é comum que o valor seja o equivalente a um pouco mais de um mês de aluguel. Algo parecido ocorreu em minha experiência em uma residência universitária: tive que pagar uma taxa de inscrição e o valor de um mês de aluguel. [caption id="attachment_165477" align="alignnone" width="750"] Os quartos costumam ser pequenos e mobiliados, mas é uma boa maneira para economizar. Foto: Bárbara Ábile.[/caption] O momento de pagamento desse valor também costuma estar explícito no anúncio: pode ser no momento da mudança, mas também meses antes da sua chegada, para garantir sua vaga — esse último foi o que aconteceu comigo. Caso você desista da vaga, é bem provável que você não receba esse dinheiro de volta. Será o proprietário também que te informará se você vai receber esse dinheiro de volta ou não, bem como quais são as condições para tal. No meu caso, por exemplo, ao fim do contrato recebi parte desse valor, já que a taxa de inscrição não era reembolsada. Caso eu tivesse deixado algum tipo de avaria no imóvel, eu poderia receber menos ainda, ou até mesmo nenhum valor de volta. Portanto, é importantíssimo que você se informe sobre esses detalhes junto ao proprietário da moradia onde você encontrou seu quarto para alugar na França. O que considerar na escolha de um quarto na França A escolha de um quarto para alugar na França deve passar por diversos critérios, assim como um aluguel no Brasil. Eu diria até que o ideal é ser ainda mais criterioso, dado que você enfrentará diversas situações novas e, muitas vezes, terá que arcar com todas elas sem a presença física de familiares e amigos. Portanto, antes que você escolha seu cantinho somente com base na vista para cidade (seria um sonho, não nego), veja abaixo nossas dicas do que considerar na escolha de um quarto na França: Contas Considere as contas porque aqui elas serão em euros! Então, certifique-se de se informar acerca da divisão de gastos em seu novo quarto na França. Além do aluguel, que obviamente é o que mais eleva o custo de vida na França, é preciso considerar também outras despesas, como água, eletricidade, gás, aquecimento; manutenção das partes em comum e eventuais taxas. Além disso, pense também em algumas contas privativas a depender do seu caso, como a conexão de internet. Nos anúncios, os valores informados que compreendem todas (ou parte) dessas taxas citadas mencionam o termo “charges comprises” (cobranças inclusas, em tradução livre), e elas devem estar detalhadamente enumeradas na descrição do anúncio. Caso você leia “charges non comprises”, preste atenção: isso significa que o valor informado no anúncio não será o total do que você gastará por mês com moradia. Limpeza e manutenção A limpeza e manutenção de um quarto para alugar na França dependerá de onde ele está vinculado: uma casa de família, uma república, uma residência universitária e afins. Cada uma delas possuirá suas regras próprias, portanto, vale a pena se informar a respeito disso. Na minha experiência em uma moradia universitária, a limpeza e manutenção eram gastos inclusos em meu aluguel, portanto, eu já tinha acesso a esses serviços. Sinceramente, foi um dos diferenciais para mim! [caption id="attachment_165475" align="alignnone" width="750"] Outro diferencial da residência universitária é o acesso a comodidades, como lavanderia. Foto: Bárbara Ábile.[/caption] Não precisar me preocupar em resolver eventuais probleminhas domésticos (como uma lâmpada que não funciona, problemas de encanamento, descarga emperrada ou demora no aquecimento) em outra língua foi uma sorte grande! Além disso, poder contar com a limpeza nos ambientes em comum também foi algo importante, já que ambientes como a cozinha eram coletivos. Contrato Aqui você deve prestar muita atenção, já que é neste documento que estarão descritas todas as condições de uso do quarto para alugar na França. É importante que você possa contar com alguém que leia e entenda em francês (caso você ainda esteja aprendendo francês), se não for possível solicitar à imobiliária uma versão do contrato em outra língua. Peça ajuda e evite ao máximo assinar documentos sem ter entendido ou sem a ajuda de uma pessoa que represente seus interesses nessa locação. Isso vai te poupar muitos problemas ao longo de sua estadia. Espaço privado e comum Se você busca um quarto para alugar na França, certifique-se de se informar acerca de como funciona o acesso de terceiros em seu espaço privado e quais são os espaços comuns que você pode utilizar. Isso porque, a depender do lugar onde está localizado o seu quarto (por exemplo, uma casa de família ou uma residência universitária), pode ser que haja restrições de visitantes. Da mesma forma, é interessante haver clareza acerca dos espaços da casa que você pode circular. Se você estiver na casa de alguém que aluga um cômodo para você, pode ser que eles te peçam para não circular em certos cômodos. Regras Conheça todos os regulamentos da moradia e veja se elas funcionam para o seu estilo de vida. Por exemplo, é bem provável que nos espaços comuns exista regras de convivência e organização. Tais regras também podem existir para os horários, seja de visita ou de barulho, por exemplo. A sanção pela quebra de regras também dependerá de onde você estiver, e pode vir na forma tanto de notificação verbal ou até mesmo multas. Por isso, o ideal é que você se informe nos mínimos detalhes sobre os combinados de sua nova casa. Localização Esse ponto também é essencial! Calcule o tempo de deslocamento que você deverá empregar do seu quarto alugado na França aos lugares de seu interesse, como local de estudo e trabalho. Reflita também sobre a proximidade de transportes públicos na França, bem como de supermercados, farmácias, restaurantes, caixas eletrônicos, entre outros. Se possível, faça também uma pesquisa sobre o bairro e tente compreender um pouco da dinâmica dele. Se você for morar em prédio, considere a altura de seu andar em relação à rua e pense nos eventuais barulhos. Em minha última experiência, por exemplo, acabei me instalando de frente para uma obra enorme, que começava diariamente às 7h da manhã. Foi algo que passou batido para mim quando assinei o contrato, e que certamente me faria pensar duas vezes antes de me mudar. É arriscado alugar quarto na França ainda no Brasil? Depende do quarto. Segundo a minha experiência, se você está buscando um quarto em uma residência universitária ou um site seguro (como a Uniplaces), no qual o procedimento de contrato e veracidade das informações são mais garantidas, acredito ser completamente seguro fazer isso ainda no Brasil. Nas duas vezes que aluguei um quarto na França foi dessa forma e não tive nenhum tipo de problema: as fotos correspondiam à realidade, bem como os serviços inclusos. No entanto, se você aspira encontrar um quarto por outras vias, tratando diretamente com o proprietário ou pessoas físicas em geral (como repúblicas, por exemplo), pode ser que seja, sim, arriscado fazer isso ainda no Brasil. Principalmente se você não tem conhecidos no país que podem garantir que o anúncio visto na internet é fidedigno. Portanto, eu te aconselho a alugar quarto ainda no Brasil somente se você fizer por meio de um site sério, que te ofereça garantias ou, caso você puder, contar com alguém no Hexágono para te ajudar. Fique atento aos golpes na França! Cuidados a ter na hora de buscar quarto para alugar na França Os cuidados a ter na hora de buscar quarto para alugar na França são os mesmos que você deve ter no Brasil. Veja algumas dicas abaixo que aprendi com minha vivência: Se possível, visite o imóvel antes de fechar qualquer contrato; Procure avaliações do quarto que te interessou para se sentir mais seguro; Tente contatar antigos moradores e peça a opinião deles; Busque conselhos sobre o local da comunidade de brasileiros na França; Registre todos os acordos e combinados realizados com o proprietário; Faça uma pesquisa ampla de anúncios e veja se aquele que te interessou foge muito do padrão; Desconfie de preços muito baixos; Certifique-se de quais contas estão inclusas no valor final; Investigue se há algum problema estrutural no quarto; Veja se o seu perfil dá match com o perfil dos moradores da casa. Vantagens e desvantagens de alugar e morar em um quarto na França Depois de duas longas temporadas na França nas quais aluguei e morei em um quarto, é possível elencar as vantagens e desvantagens de fazer isso. A primeira vantagem é, sem dúvida, o custo-benefício. Compartilhar as contas de casa e contar com uma boa estrutura é algo que faz toda a diferença quando você se muda para um novo país. A Mariana, do canal Sonhe Alto Viagens nos conta um pouco sobre as facilidades de uma residência universitária para morar em Paris: Fora isso, pelo menos para mim, compartilhar certas responsabilidades com outros moradores também é algo que ajudou muito. Nessa dinâmica, você pode fazer novos amigos, propor outras formas de organização e participar ativamente da manutenção do seu lar. Outra vantagem, principalmente se você está em alguma residência universitária, é poder aproveitar de todos os serviços que ela oferece, como manutenção e limpeza. Eu adorava também conhecer pessoas de vários lugares do mundo e, dessa forma, treinar meu inglês e francês. Você acaba formando uma ampla rede quando aluga um quarto em Paris, por exemplo, o que te ensina muito sobre relações pessoais. E as desvantagens? Por outro lado, como desvantagem, devo dizer que nem sempre tanta coletividade dá certo. Várias vezes desejei estar em uma casa menor, com menos um fluxo de pessoas, ter um espaço para chamar de meu. Isso porque chegou um certo ponto que o vai e vem de moradores me desgastava, e por várias vezes era difícil me acostumar com tantos hábitos diferentes: de horários, de alimentação, de organização e, sobretudo, de limpeza. Além disso, por mais que você tente encarar as situações de coração aberto e muita boa vontade, nem sempre você será recebido dessa mesma forma. Então, os conflitos acabam acontecendo, o que é bem desagradável. Vale a pena buscar por um quarto para alugar na França? Sim! E a internet facilitou muito esse processo de busca! Encontrar um quarto para alugar na França é a melhor maneira de se estabelecer no país sem gastar muito. Normalmente, o resto da casa é compartilhado com outras pessoas, bem como as respectivas contas, o que faz com que o valor total tenha um ótimo custo-benefício no fim do mês. Perguntas frequentes sobre quartos para alugar na França Algumas perguntas são bem recorrentes entre os leitores que buscam quartos para alugar na França. Veja abaixo a resposta para cada uma delas: Onde buscar por família que aluga quarto para turista na França? É raro encontrar famílias que permitem o aluguel para pessoas que vão viajar para França por motivos turísticos. Normalmente, as famílias que optam por alugar quarto para estrangeiro que vivem no país e exigem algum tipo de projeto de estudos do inquilino, seja ele universitário, linguístico ou de curta duração. No entanto, uma forma de encontrar esse tipo de estadia é buscando em sites como Airbnb. Quanto é um quarto de casal na França para alugar? A partir de 700€, segundo busca realizada na Uniplaces tendo a cidade de Paris como base. É possível encontrar preços maiores ou menores do que isso a depender da cidade, bairro, tamanho do imóvel e comodidades inclusas. Onde alugar quarto ou studio para estudante na França? Recomendamos a Uniplaces pela facilidade, praticidade, segurança e custo-benefício dos quartos para alugar na França. No entanto, ainda há as opções das residências universitárias (como a CIUP, em Paris), casas de família e repúblicas de estudante. Agora que você já conhece as opções, escolha a que mais faz sentido para o seu perfil, bolso e objetivos na França! Boa sorte!

Jovem buscando quarto para alugar em Portugal
Portugal

Quarto para alugar em Portugal: onde encontrar e quanto custa

Buscar um quarto para alugar em Portugal é uma prática muito comum, seja entre os locais que precisam se mudar de cidade para estudar ou trabalhar, seja entre os estrangeiros que chegam ao país com os mesmos propósitos. São muitas as dúvidas que podem surgir em quem procura pela primeira vez. Assim, preparamos um pequeno guia que vai solucionar todas as questões e ajudar você nesse processo. Confira! Como encontrar um quarto para alugar em Portugal? Dê o pontapé inicial na sua busca por um quarto para alugar explorando os recursos de sites especializados como, por exemplo, a Uniplaces. Não esqueça de estabelecer um orçamento claro para orientar suas escolhas. Considere cuidadosamente a localização, desde as movimentadas ruas de uma cidade até as charmosas freguesias que dão vida a cada cantinho de Portugal. Enquanto navega pelas opções, preste atenção aos detalhes que farão toda a diferença na sua experiência. Por exemplo, você tem animais de estimação? Certifique-se de verificar se é permitido tê-los no local. Talvez você prefira o calor acolhedor de uma casa de família ou a atmosfera vibrante de uma república — seja qual for sua preferência, há um quarto para alugar que é a sua cara. Além disso, não subestime a importância de compreender as políticas de aluguel, os prazos do contrato e quaisquer taxas adicionais que possam surgir. Esses detalhes podem garantir uma busca tranquila e bem-sucedida. Quartos para estudantes em Portugal Existe diferença entre quartos para quem vai estudar em Portugal e para outros públicos, já que algumas residências são destinadas exclusivamente para estudantes. Geralmente são casas que recebem mais atenção dos locatários e costumam incluir no valor do aluguel limpeza, roupa de cama, toalhas e outras facilidades. Essas casas são a melhor opção para quem passa um período específico no país, como os estudantes de intercâmbio em Portugal. Isso porque são ambientes criados para esse público, com mesa de estudos nos quartos e convivência com outros estudantes. Outra vantagem é que geralmente essas casas e apartamentos estão localizadas em regiões mais próximas das principais universidades, facilitando o dia a dia do aluno. Quartos para trabalhadores em Portugal Para encontrar quartos para trabalhadores em Portugal, é possível direcionar a busca para locais mais calmos e residenciais, evitando áreas frequentadas predominantemente por estudantes. Procure por anúncios que indiquem preferência por profissionais ou trabalhadores e estabeleça comunicação com potenciais colegas de casa para garantir uma boa convivência, considerando diferenças de idade e responsabilidades. Não custa averiguar também como são a privacidade e segurança do local para evitar aborrecimentos no futuro. É aconselhável verificar as comodidades disponíveis nos arredores, como transporte público, supermercados e áreas de lazer, para garantir conveniência e qualidade de vida durante sua estadia. Onde buscar um quarto para alugar em Portugal? Existem muitos sites de aluguel de quartos em Portugal, nos quais você pode selecionar todos os itens que deseja e fazer uma busca mais precisa. Uniplaces A Uniplaces é um site famoso para encontrar quartos e apartamentos em toda a Europa, com um número muito grande de opções de quartos para todos os públicos. O site tem um funcionamento diferente das demais plataformas, já que é necessário pagar uma taxa ao site e não é possível visitar a casa antes de fechar o contrato. Isso porque toda a mediação entre locador e locatário é feita pela empresa, que garante seu dinheiro de volta caso o quarto não corresponda ao anunciado. [caption id="attachment_166274" align="alignnone" width="750"] A plataforma Uniplaces oferece ampla variedade de opções de quartos e apartamentos em toda a Europa.[/caption] Basta você reportar o problema em até 24 horas após a entrada no apartamento. Daqui a pouco conto minha experiência com essa plataforma. Mas antes disso, saiba que o Euro Dicas tem cupom de desconto para usar a Uniplaces. Basta adicionar o código UPEURODICAS15OFF para economizar 15% na taxa administrativa! Além disso, você pode optar pelo pagamento via cartão de crédito ou Paypal — que aceita o cartão de débito internacional da Wise, por exemplo! Minha experiência com a Uniplaces Quando eu, Carolina, me mudei para Portugal, em setembro de 2018, aluguei dois quartos pela Uniplaces. O primeiro seria apenas para o primeiro mês e o segundo, para os 10 meses seguintes. No primeiro quarto, tive problemas logo na entrada. A descrição não batia com o quarto, eu precisava de uma cama de casal — que estava descrito no anúncio — e a cama era de solteiro. Entrei em contato imediato com a plataforma e como não era possível me realocar para outro quarto, eles devolveram o valor da taxa. No segundo quarto não tive nenhum problema, era uma casa de família que seguia basicamente toda a descrição do anúncio e deu tudo certo. BQuarto Um dos mais populares sites para encontrar quartos é o BQuarto, onde você seleciona a região em que deseja viver. Também é possível buscar por quartos próximos à faculdade em que vai estudar ou pela data de entrada. Pelo site, você pode pegar o telefone do senhorio (proprietário) e entrar em contato diretamente com ele. Eu usei o BQuarto Depois de quase um ano vivendo em Portugal, eu, Carolina, busquei outro quarto para alugar. Dessa vez, recorri ao BQuarto. Como não precisava pagar taxa, pareceu-me a solução mais viável. Selecionei alguns anúncios e entrei em contato direto com os senhorios. Agendei uma visita para conhecer o imóvel e as condições de renda e correu tudo bem. Roomgo O Roomgo é uma plataforma que facilita a busca por quartos para alugar em Portugal. Oferece uma interface intuitiva e diversos filtros para que você encontre o quarto ideal, seja você um estudante ou um profissional. Tem uma vasta seleção de quartos, filtros avançados e um processo de busca simples. Erasmusu O Erasmusu é outra plataforma com uma ampla variedade de acomodações para estudantes em toda a Europa, desde quartos em apartamentos compartilhados até apartamentos T1 (quarto e sala) completos. O site permite que você entre em contato diretamente com o senhorio para tirar dúvidas e agendar visitas. Grupos e marketplace no Facebook Também há diversos grupos no Facebook para quem busca quartos para alugar em Portugal, em quase todas as cidades do país. As ofertas costumam ser boas e vale a pena fazer parte de alguns grupos, mesmo que seja apenas para conhecer os preços e pedir recomendações. [caption id="attachment_166278" align="alignnone" width="750"] Ao alugar um quarto em Portugal fica muito mais fácil de fazer amizades — e algumas para a vida toda![/caption] Além dos grupos, considere explorar o marketplace da plataforma, onde é possível encontrar uma variedade de opções e filtrar conforme suas preferências e necessidades. Neste caso, não custa redobrar sua atenção para evitar cair em um dos golpes mais comuns em Portugal: o de falsos anúncios de quartos e apartamentos. Nesse caso, nunca transfira dinheiro sem conhecer o quarto pessoalmente e assinar o contrato. Outros sites Há mais alternativas para encontrar seu quarto para alugar em Portugal. Algumas opções: Imovirtual; Idealista; Custo Justo; OLX; Casa Sapo; Properstar. E as residências estudantis e universitárias? As residências estudantis são uma excelente opção de acomodação para estudantes que desejam morar perto da universidade, em um ambiente seguro e com fácil acesso a serviços e comodidades. Em Portugal, existem diversas opções de residências, tanto privadas quanto pertencentes às próprias universidades. Veja as principais diferenças: Residências Privadas Residências Universitárias Mais caras que as residências das universidades Mais baratas que as residências privadas Mais opções de serviços e comodidades Menos opções de serviços e comodidades O importante neste caso é verificar as políticas de segurança, serviços oferecidos e regras de convivência para garantir uma estadia confortável e produtiva durante os anos acadêmicos. No geral, as residências costumam ser um ambiente seguro para fazer novas amizades e facilitar a adaptação à vida em um novo país. Uma opção interessante para encontrar residências estudantes é a Uniresidences, site de busca de alojamento de médio a longo prazo. A ideia é simplificar a busca por uma nova residência, garantindo que ela seja adequada ao estilo de vida de cada um. É possível reservar um lugar que prioriza o bem-estar, oferece tranquilidade e promove a sustentabilidade. Trabalhadores também são aceitos? Sim, em alguns casos. É importante observar que, em alguns casos, trabalhadores poderão ser aceitos, especialmente se os alojamentos não estiverem totalmente ocupados por estudantes durante o período letivo. É recomendável verificar com antecedência as políticas de admissão de cada residência e garantir que atendam às suas necessidades específicas como trabalhador. Quanto custa um quarto para alugar em Portugal? Para ter uma ideia dos preços de quartos para alugar em Portugal, fizemos uma busca na Uniplaces para as principais cidades do país. Todos os quartos selecionados são em regiões centrais ou próximos do metrô e/ou trem urbano e com contas incluídas. A pesquisa foi realizada em 11 de março de 2024 e apresenta os valores mínimos e máximos encontrados na plataforma. Cidade Valor de aluguel Lisboa 400€ a 930€ Porto 290€ a 790€ Aveiro 340€ a 500€ Braga 270€ a 600€ Coimbra 250€ a 750€ Preparamos também um conteúdo especial sobre alugar quarto em Lisboa e quartos no Porto, confira mais detalhes e dicas. É preciso pagar caução ou aluguel adiantado? Sim. O que a maioria dos senhorios (proprietário) pede é uma caução, que corresponde ao valor de um mês de renda extra e deve ser pago na entrada. Caso o quarto esteja nas mesmas condições de conservação da entrada ou nada tenha sido danificado, no momento da saída você recebe o valor integral da caução de volta. Mas com o aumento da procura por quartos para alugar em Portugal, já existem alguns senhorios que pedem aluguel adiantado para garantia. [caption id="attachment_166275" align="alignnone" width="750"] O aluguel de quartos em Portugal é uma prática comum entre estudantes e uma maneira eficiente de economizar.[/caption] Em todos os quartos, eu, Carolina, paguei uma renda de caução e tive o valor devolvido sem nenhum problema no final do período. Um detalhe é que só no último quarto em que fiquei é que o senhorio emitia recibo. Nos demais, não havia um contrato além do que foi estabelecido na reserva pela plataforma. Saiba como é o custo de vida em Portugal e qual o impacto do aluguel nas despesas mensais. É fácil encontrar quartos para alugar em Portugal? Sim. As épocas com maior oferta de quartos são fevereiro e agosto, em que é mais fácil encontrar quartos com preços variados. Se você procura um quarto para alugar em Portugal, é importante, nesse processo, utilizar os sites mais recomendados e filtrar a pesquisa conforme o que você deseja. Em algumas situações, vale a pena ser bem específico. Se você quer morar em uma determinada região, por exemplo, faça a busca direto no mapa disponibilizado pelos sites. Documentos necessários Para alugar um quarto em Portugal, o processo é geralmente menos burocrático do que para alugar um apartamento, e os documentos solicitados são mais simples. Aqui estão os documentos comumente exigidos: Documento de identificação, como o passaporte brasileiro ou autorização de residência; NIF (Número de Identificação Fiscal), especialmente se o senhorio emitir recibos; Adiantamento do valor da renda (valor do aluguel), que geralmente equivale a uma ou duas rendas e funciona como uma caução, uma garantia ao senhorio. É importante destacar que o adiantamento da renda deve ser devolvido no final do contrato ou utilizado como pagamento do último mês de estadia. O que considerar na escolha de um quarto em Portugal? Existem alguns fatores que você deve avaliar no momento da escolha do quarto. São detalhes que podem afetar sua experiência. A dica para não errar é ter bem claras as suas prioridades, sejam elas espaço, localização ou facilidades da casa. Seja específico na busca e tire todas as dúvidas com o senhorio antes de assinar o contrato. Entenda o seu perfil: estudante ou trabalhador? Outro ponto importante nesse momento é ter claro o tipo de quarto que planeja alugar. Existem quartos baratos e alto padrão, quartos exclusivos para estudantes ou ainda os que aceitam apenas trabalhadores. Desta forma, considere o que você precisa e com quais pessoas você quer morar. Alguém que trabalha nem sempre tem paciência com o clima festeiro universitário, por exemplo. Contas incluídas Quando as contas são incluídas no valor do aluguel, você pagará a mesma quantia todos os meses. Nela, estarão incluídos o aluguel do quarto, a energia elétrica, a água, a internet, a limpeza, etc. Pode ser que a princípio pareça um pouco mais caro, mas a principal vantagem é que não haverá surpresas na hora de dividir as despesas com os outros moradores do apartamento. Quando as contas não são incluídas, ao final de cada mês os moradores precisam se organizar para pagá-las. Acontece que o valor pode variar muito de um mês para outro, especialmente no inverno, onde a conta de energia é mais alta devido ao maior uso de aquecedores elétricos. E isso pode gerar conflito entre os habitantes de uma mesma residência. Para ter uma noção de quanto vai custar o aluguel do quarto sem contas incluídas converse com os moradores da casa antes da entrada. Em média, as contas podem ficar entre 20€ e 50€ para cada morador. Limpeza A princípio, uma casa sem limpeza incluída pode não parecer um problema para quem está acostumado a limpar o próprio quarto. A limpeza das áreas em comum, no entanto, pode ser mais um gerador de conflito entre os moradores de uma casa. Isso porque os hábitos de limpeza podem variar muito conforme as origens de cada pessoa, o que pode dificultar ainda mais a convivência de todos. Acredite: uma pessoa que limpe a casa semanalmente pode evitar muito estresse. Banheiro Privado ou compartilhado? Se você é uma pessoa sistemática e não gosta de compartilhar o banheiro com outras pessoas, vai ter que pagar um pouco mais por uma suíte. Compartilhar banheiro não é fácil, especialmente para quem trabalha e tem horários muito específicos para sair de casa. Se optar por um banheiro compartilhado, compare a quantidade de banheiros da casa com a quantidade de quartos. O ideal é que seja pelo menos um banheiro para cada dois quartos. Emite recibo? Comprovativo de pagamento emitido no site das finanças, o recibo permite descontar do imposto de renda em Portugal. Lembra do NIF que o senhorio pode pedir? Ele serve para isso, já que o recibo será emitido no Portal das Finanças no seu nome. Outra vantagem do recibo é que ele garante a você um comprovativo de morada. Assim, se precisar solicitar autorização de residência ou qualquer tipo de serviço desse tipo, o recibo pode servir como comprovante de residência. Isso facilita muito a vida. O problema é que alguns senhorios preferem sonegar imposto e, por isso, pedem que os moradores da casa paguem em dinheiro. Se você está morando em um quarto temporariamente, para um intercâmbio, por exemplo, o recibo é dispensável. Se você trabalha, no entanto, vale a pena insistir no recibo. Tempo de contrato Não existe uma regra para o aluguel de quartos, vai depender muito do acordo com seu senhorio. Existem quartos que você só precisa avisar que vai sair um mês antes de deixar o imóvel. Em outros casos, você precisa cumprir o contrato até o fim. Por isso, verifique as condições do contrato. No final, são elas que vão impactar na devolução da caução. De preferência, peça ao senhorio que as condições estejam claras no contrato. Cozinha Se você planeja cozinhar em casa, as instalações da cozinha fazem muita diferença no dia a dia. Dá para mais de uma pessoa cozinhar em simultâneo? Tem armário para todo mundo? Tem espaço suficiente na geladeira? Todos esses detalhes fazem diferença no convívio. Por isso, verifique essas questões, pergunte sobre os armários, sobre o espaço na geladeira. Algumas casas costumam ter duas ou três geladeiras para comportar todos os moradores. Outras oferecem apenas uma geladeira compartilhada, ou então disponibilizam frigobares nos quartos. Residências ou em casas de família A escolha entre residências estudantis e casas de família depende de diversos fatores, como suas necessidades pessoais, estilo de vida e orçamento. As residências estão geralmente localizadas perto das universidades, facilitando o acesso às aulas e outros serviços. Oferecem um ambiente seguro e monitorado, ideal para estudantes que desejam se sentir protegidos. Também há diversos serviços e comodidades, como internet, lavanderia, biblioteca, sala de jogos e muito mais. Além disso, é um ótimo lugar para conhecer novos amigos e fazer networking com outros estudantes. Não esquecendo do custo de morar em uma residência estudantil, que pode ser mais acessível do que alugar um apartamento. Por outro lado, as residências estudantis geralmente oferecem menos privacidade e independência do que morar em um apartamento. [caption id="attachment_166276" align="alignnone" width="750"] A convivência com demais moradores é um fator a se considerar na hora de alugar quarto em Portugal.[/caption] Se você optar por casas de família, saiba que elas costumam ter mais privacidade do que morar em uma residência estudantil. Você também terá mais independência. Se fizer esta escolha, terá oportunidade de uma imersão na cultura local. O que não é tão positivo nas casas de família é que elas podem não estar localizadas perto das universidades. Também considere que o custo pode ser mais caro do que ficar numa residência estudantil. É preciso lembrar ainda você terá de cumprir regras e normas mais específicas e não terá tanta interação social com outros estudantes. É arriscado alugar ainda no Brasil? Existem riscos. Pode acontecer de o local ser muito ruim e você simplesmente não conseguir viver, ou então do anúncio ser falso e o quarto não existir. A única plataforma totalmente garantida, seja de que o anúncio é real, seja de que você pode reclamar posteriormente caso o quarto esteja em más condições, é a Uniplaces. Algumas pessoas optam por alojamentos temporários em plataformas como Uniplaces ou Airbnb no momento da mudança. Já morando em Portugal, começam a busca por quartos que possam visitar presencialmente. Em alguns casos, você pode até deixar a visita agendada logo para os primeiros dias. Cuidados a ter na hora de buscar quarto para alugar em Portugal Na busca por um quarto para alugar em Portugal, é importante ter alguns cuidados para garantir uma experiência tranquila. Aqui estão algumas dicas de ouro: Desconfie de ofertas boas demais para serem verdade; Defina um orçamento claro e realista para evitar surpresas desagradáveis; Pesquise em sites confiáveis e tenha atenção às avaliações de outros usuários; Considere a localização e as comodidades próximas, como transporte público e supermercados; Certifique-se da segurança do local; Confirme a existência de internet, água, luz e gás; Confirme a veracidade das fotos e informações; Verifique as condições do quarto e da casa, incluindo questões de segurança e higiene; Comunique-se abertamente com o dono do lugar sobre suas necessidades e expectativas; Se possível, agende uma visita ao quarto antes de alugar; Evite pagar adiantado o valor total do aluguel sem ter certeza do que está fazendo; Tire todas as suas dúvidas com o senhorio; Exija que o NIF do senhorio conste do contrato; Solicite o contrato de arrendamento por escrito. Se for trabalhar em Portugal, exija que o contrato seja registrado nas Finanças; Leia atentamente o contrato de arrendamento antes de assinar, garantindo que todas as condições estejam claras; Guarde todos os recibos e comprovantes; Mantenha o quarto em bom estado. Vantagens e desvantagens de alugar e morar em um quarto Alugar e morar em um quarto pode trazer vantagens significativas, como custos mais baixos em comparação com alugar um apartamento completo. Além disso, geralmente há menos responsabilidades domésticas, já que áreas compartilhadas como cozinha e sala de estar são cuidadas pelos colegas de casa ou pelo proprietário. No entanto, é importante considerar algumas desvantagens. A falta de privacidade e espaço pessoal pode ser um aspecto desafiador, especialmente se você valoriza seu próprio espaço. Questões de convivência também podem surgir, como diferentes horários de sono e hábitos de limpeza, o que pode gerar conflitos. Portanto, ao optar por alugar e morar em um quarto, é essencial encontrar um equilíbrio que atenda às suas necessidades e prioridades, buscando uma convivência harmoniosa com os colegas de casa. Confira o vídeo que a estudante Rianne Netto fez sobre sua experiência ao alugar um quarto em Portugal. Ela conta que a parte mais complicada foi ter de lidar com a falta de privacidade: Vale a pena buscar por quarto para alugar em Portugal? Sim, pode valer muito a pena! Alugar um quarto oferece vantagens como custos mais baixos e menos responsabilidades domésticas. Porém, é importante considerar suas necessidades e preferências pessoais antes de decidir. No meu caso, Maurício, optei por chegar ao país com um apartamento já alugado por meio de uma empresa de relocation em Portugal. É um serviço personalizado que visa minimizar o estresse e as dificuldades associadas à mudança, facilitando todos os aspectos da transição, desde a busca por moradia até a aquisição de serviços como luz, água e internet. É uma opção um pouco mais cara, mas bastante cômoda. A ideia de alugar apenas um quarto nunca foi considerada durante nossos planos de imigração por questões principalmente de privacidade, comodidade e conforto. Se a ideia de conviver com outras pessoas e compartilhar espaços não é um problema para você, buscar por um quarto para alugar pode ser uma excelente opção para economizar dinheiro e viver uma experiência enriquecedora em Portugal. Perguntas frequentes sobre quartos para alugar em Portugal A seguir, separamos algumas das dúvidas mais comuns sobre o tema para responder. Confira! Como alugar um quarto em Portugal para um casal? Na hora de alugar um quarto em Portugal, a maioria dos sites de busca oferece o filtro de quarto duplo, que contém cama de casal e cujos valores são referentes a duas pessoas. Esses quartos, em geral, acabam valendo a pena, pois os valores brutos, se divididos por duas pessoas, são inferiores aos quartos individuais. Como alugar um quarto em Portugal estando no Brasil? É possível alugar quartos estando no Brasil de maneira segura, o que contribui para diminuir os gastos na vinda ao país. O aconselhável é utilizar o site Uniplaces, que verifica a autenticidade dos quartos anunciados na plataforma. O site funciona de tal maneira que o dinheiro só é enviado ao proprietário 24 horas depois que você chega no local e verifica que aquilo é mesmo o que foi anunciado. Caso se sinta enganado, pode notificar a empresa nesse período e recebe o seu dinheiro de volta. Outra opção viável é alugar um quarto de hotel ou Airbnb durante as primeiras semanas, enquanto busca um quarto em um apartamento por aqui. Essa é uma opção bastante segura, assim é possível chegar em terras lusitanas e visitar as opções com mais calma. Há ainda a opção de hospedar-se em uma residência estudantil, experiência que proporciona o convívio com outros estudantes e intercâmbio cultural. Essa opção, no entanto, costuma ser mais cara. Existem quartos baratos para alugar em Portugal? Alugar um quarto em Portugal é uma opção bastante mais barata que um apartamento, um Airbnb ou residência estudantil. Há quartos para alugar por excelentes preços, e alguns fatores podem diminuir ainda mais esse preço. Um deles é a quantidade de pessoas que vive com você. Quanto mais quartos em um apartamento, menor é o valor do seu aluguel. Isso significa também menos conforto e privacidade. Vale pesar o seu orçamento e fazer a sua escolha. Vai estudar no país? Temos um ebook especial para estudantes brasileiros que querem estudar em Portugal com todas as informações que você precisa para se mudar, desde a documentação até a adaptação no país. Vale a pena!

Jovem buscando um quarto para alugar na Itália
Itália

Quarto para alugar na Itália: descubra como conseguir o seu

Está de mudança marcada para o país da bota e está se perguntando o que fazer para encontrar um quarto para alugar na Itália? Já adiantamos que o processo pode ser mais simples do que alugar um apartamento inteiro, mas também exige atenção antes de assinar um contrato. Neste artigo, falamos tudo sobre valores, documentação e cuidados na hora de alugar seu quarto. Vamos? Como encontrar quarto para alugar na Itália? Encontrar um quarto para alugar na Itália pode ser a melhor alternativa para quem chega ao país, especialmente para quem vai iniciar um curso universitário ou acaba de encontrar um trabalho. Isso porque, pode te poupar de todo o processo de alugar apartamento na Itália, já que as exigências podem ser mais simples. Contudo, antes de partir para a pesquisa, é preciso definir bem: A cidade ou província para onde você irá se mudar; O orçamento disponível para o aluguel; Se o quarto estará em uma república, uma casa de família ou em algum tipo de pensão; Se os locais aceitam a presença de pets, caso tenha; As datas da mudança. Além disso, pode ser interessante contar com a ajuda de sites e grupos especializados neste tipo de aluguel, como a Uniplaces, que dão mais segurança tanto a quem disponibiliza os quartos quanto a quem aluga. Quartos para estudantes na Itália Quem procura quarto para alugar na Itália como estudante consegue encontrar muitas opções nas cidades universitárias, tais como Bolonha e Pádua. É uma alternativa muito atraente para quem acaba de chegar ao país e quer mais facilidade e economia no aluguel. O estudante pode conseguir alugar um quarto sozinho ou compartilhado e, geralmente, a casa terá outros quartos alugados para estudantes também. Quarto para trabalhadores na Itália Encontrar aluguel de quartos na Itália também é muito comum para trabalhadores que estão fuori sede, isto é, em outro local que não o seu de residência. Geralmente, os trabalhadores que optam pelo aluguel de um quarto estão muito distantes para fazer o trajeto diário de casa ao trabalho, poupando o desgaste de enfrentar horas em trânsito. Onde buscar um quarto para alugar na Itália? Existem vários sites e até grupos em redes sociais que podem te ajudar a escolher um quarto para alugar na Itália. Abaixo, listamos os 5 melhores sites para encontrar o seu com mais segurança e pelos melhores valores. 1. Uniplaces A Uniplaces é um lugar onde você pode encontrar com segurança o aluguel do seu quarto na Itália. Além da ampla disponibilidade de locais, todos eles são verificados pela equipe do site, evitando surpresas ao alugar um quarto. O foco é, principalmente, em estudantes e trabalhadores que procuram um aluguel facilitado. Aliás, a Uniplaces garante tranquilidade na hora de procurar seu quarto na Itália antes mesmo de chegar ao país, pois o processo de reserva pode ser feito totalmente online. E você pode utilizar o cupom de desconto UPEURODICAS15OFF para reduzir em 15% a taxa da plataforma no primeiro aluguel. A plataforma também dispensa a necessidade de um fiador e pode te fornecer um certificado de acomodação, que você pode apresentar para comprovar sua estadia ao solicitar um visto para estudar na Itália, por exemplo. É preciso pagar algumas taxas para reservar o quarto, mas os valores só são liberados para os proprietários dos imóveis depois que você já fez o check-in no local. 2. Roomgo O Roomgo é outro site muito usado para o aluguel de quartos, principalmente para estudantes e trabalhadores em início de carreira. Nele, o usuário cria um perfil com preferências e necessidades, seja para encontrar um quarto compatível com seu estilo de vida como para encontrar coinquilinos para dividir um imóvel. O site funciona de forma semelhante a um quadro de anúncios, porém voltado especificamente para aluguel de quartos e imóveis e de maneira altamente personalizada. Assim, ao completar seu perfil, apenas propriedades que estejam de acordo com as suas preferências serão mostradas, evitando que você perca tempo. 3. Subito.it O site Subito.it é um dos maiores sites de compra, venda e aluguel da Itália. Por isso, o catálogo de quartos é enorme e é possível encontrar opções para todos os gostos e em várias cidades italianas. O site com uma boa variedade de filtros: além do local, você pode escolher valores máximo e mínimo do aluguel, se o local está disponível de imediato, se já vem mobiliado, se aceita fumantes, dentre outros. Se preferir, você ainda pode baixar o aplicativo do site para facilitar sua busca e comunicação com os anunciantes dos quartos. 4. Idealista O site Idealista é famoso em diversos países e oferece milhares de acomodações em várias cidades italianas, com destaque especial para os quartos para alugar em Roma e Milão, que somam a maior quantidade de quartos disponíveis. Você pode filtrar por cidade ou província, escolher se o quarto é individual ou dividido, com quantas pessoas o imóvel é dividido, data da publicação do anúncio e até selecionar as características da casa onde o quarto será alugado. O Idealista conta também com um aplicativo, que você pode baixar e usar para se comunicar de maneira mais veloz com os autores dos anúncios para garantir seu espaço. 5. Immobiliare.it O Immobiliare.it é outro grande site de aluguel, compra e venda e é considerado o portal imobiliário nº 1 em toda a Itália. Ele oferece uma interface super simples e fácil de usar. Você pode escolher dentre vários filtros, como valor, localização, se aceitam animais e pessoas fumantes, se os coinquilinos são mulheres, homens ou se o apartamento é misto, dentre outros. É interessante notar que a grande maioria dos quartos e casas disponíveis estarão mobiliados e isso é muito comum nos aluguéis na Itália. E as residências estudantis e universitárias? Assim como no Brasil, muitas universidades italianas oferecem quartos para estudantes que estão fora das suas cidades de residência, sejam eles italianos ou estrangeiros. De maneira geral, para se ter acesso gratuito aos alojamentos das universidades italianas é preciso ser aprovado em um concurso público organizado pelo Edisu (Ente per il diritto allo Studio Universitario) da região a que se pleiteia o alojamento. Para achar o mais adequado, você pode pesquisar por "edisu" + nome da província ou região onde se localiza sua universidade e encontrar o seu edital. Residências privadas Existem também diversas opções de residências estudantis privadas. Elas são, normalmente, mais fáceis de se encontrar e são numerosas em cidades universitárias. Os preços variam bastante, mas também oferecem mais alternativas para quem prefere ser mais seletivo ao escolher um quarto para alugar na Itália. A Uniresidences é um ótimo site para encontrar essas residências privadas estudantis, pois seleciona especialmente aquelas com as melhores localizações (próximos às universidades ou a locais de fácil acesso) e ainda oferece a possibilidade de alugar um quarto com menos burocracias e mais segurança. Trabalhadores também são aceitos? Como você já deve imaginar, quem vai apenas trabalhar na Itália não é aceito em residências estudantis oferecidas pelas universidades italianas, uma vez que é preciso comprovar o vínculo com a universidade para ter direito a um quarto. Por outro lado, as residências estudantis privadas normalmente serão mais flexíveis e podem, sim, aceitar que trabalhadores aluguem um quarto. Vale sempre a conversa com os coinquilinos ou com o proprietário do apartamento para avaliar se é uma boa opção para você. [caption id="attachment_165133" align="alignnone" width="750"] Bolonha é uma das cidades onde estudantes e trabalhadores mais procuram quartos para alugar na Itália.[/caption] Quanto custa um quarto para alugar na Itália? Um dos locais mais caros para se alugar um quarto na Itália é em Milão. Segundo o jornal Corriere della Sera, em 2023 um quarto individual podia custar, em média, 626€ na capital da moda, seguida das cidades de Bolonha (482€) e Roma (463€). Abaixo, cotamos os valores médios que encontramos na Uniplaces em março de 2024. Confira! Cidade Valor Roma 480€ Milão 650€ Florença 550€ Bolonha 680€ Bari 430€ É fácil encontrar quartos para alugar na Itália? De forma geral, encontrar aluguel na Itália é uma tarefa desafiadora, seja ele de apenas um quarto ou de toda uma residência. Os próprios italianos consideram essa uma das maiores dificuldades de se morar na Itália, já que é preciso enfrentar contratempos como preços altos, condições impossíveis estabelecidas pelos proprietários e, claro, a disputa por um local. Além disso, os italianos ainda dão muito valor ao uso de referências. Isto é, se você conhece alguém que pode te indicar a um proprietário, como outros estudantes ou trabalhadores que já estão em um imóvel, ou que pode atestar sua responsabilidade em um ambiente compartilhado, saiba que isso pode fazer toda a diferença na hora encontrar um quarto para alugar. Quais as condições para alugar quarto na Itália? Para alugar um quarto na Itália, você vai precisar fazer um contrato com o proprietário e pagar todas as taxas referentes a sua entrada no imóvel. Documentação necessária Os documentos exigidos para alugar seu quarto na Itália serão, basicamente, os mesmo que você precisaria para alugar um imóvel completo. São eles: Carta de identidade do locador; Carta de identidade do proprietário; Documentos cadastrais da propriedade; Contrato de locação. O contrato deverá ser ainda registrado na Agenzia delle Entrate para ter validade e assegurar as partes de que todos os direitos estão resguardados. Precisa pagar caução e aluguel adiantado? Para alugar um quarto na Itália, na grande maioria das vezes, você vai precisar, sim, pagar uma caução ou aluguel adiantado. É possível ainda que você tenha de fazer ambos, adiantando um mês do aluguel e pagando a caução. Os proprietários na Itália pedem sempre um valor de 2 a 6 meses de caução para contratos de, pelo menos, um ano de duração, como forma de se "proteger" contra uma alta rotatividade ou problemas com os inquilinos. O que considerar na escolha de um quarto na Itália Com tantas variáveis envolvidas na hora de alugar um quarto na Itália, é preciso dar atenção extra a algumas delas para não ser pego desprevenido quando já estiver morando no local. Afinal, é uma decisão importante e pode sair caro sair antes do fim do seu contrato. Por isso, pensamos nos principais pontos que você precisa considerar antes de escolher seu cantinho. Contas O primeiro ponto que você precisa avaliar com muito cuidado são as contas que deverão ser pagas. Luz, gás, condomínio e internet são algumas das principais e podem pesar no bolso do morador para além do valor do aluguel. Por isso, se possível, converse com outros coinquilinos para entender o valor total mensal que se paga em média morando ali. Limpeza e manutenção Normalmente, os proprietários ou mesmo os coinquilinos combinam que uma pessoa vá fazer a limpeza da residência uma vez por semana ou uma vez a cada quinze dias. É óbvio que isso envolve custos, então avalie o quanto isso vai pesar no seu orçamento. Além disso, vale uma boa conversa e análise do local antes da mudança na Itália. Se você estiver em um quarto compartilhado com uma pessoa que não liga muito para organização e limpeza, isso pode acabar virando um motivo de desentendimento no futuro. Contrato Um dos pontos mais importantes a ser observado é o seu contrato de locação. Isso porque é lá que estarão definidos os termos essenciais, como valores, condições do aluguel, além da duração do contrato e outros pontos importantes. Muitos proprietários querem alugar in nero, isto é, sem um contrato e sem prestação de contas oficial. Apesar dos valores serem tendencialmente mais baixos nesses "contratos de boca", você fica sujeito a mudanças repentinas do proprietário e sem direitos caso tenha qualquer problema. No caso de aluguéis de quarto, os contratos serão do tipo transitório. Eles geralmente tem duração de um mês e podem ser renovados por até 18 meses. [caption id="attachment_165135" align="alignnone" width="750"] A maioria dos quartos de aluguel na Itália serão já mobiliados, evitando um gasto com móveis.[/caption] Localização Considerar a localização do seu imóvel pode fazer toda a diferença no final do mês. Por exemplo, estar em um imóvel mais afastado pode significar economia no aluguel, mas também pode gerar mais gasto de dinheiro e tempo com transporte. Pode ser interessante entender em quais zonas e regiões seus colegas de apartamento estudam e trabalham e até perguntá-los se é fácil chegar de onde vocês estão até o seu local de trabalho e estudo. É arriscado alugar quarto na Itália ainda no Brasil? Escolher e alugar seu quarto na Itália estando ainda no Brasil pode ser arriscado se você não der atenção a detalhes importantes. Por exemplo, ambientes renovados, muito próximos de universidades e de transporte público, com um valor muito abaixo da média, são pouco confiáveis e podem ser uma indicação de que há algo errado. Tenha atenção a estes tipos de sinais e, claro, evite usar sites com pouca ou nenhuma avaliação. Cuidados a ter na hora de buscar quarto para alugar na Itália Um dos maiores cuidados que você deve ter antes de alugar seu quarto na Itália é ter atenção a detalhes que indiquem preços muito baixos em imóveis que claramente poderiam ser muito mais caros. Também é importante não enviar nenhum tipo de dinheiro diretamente ao proprietário antes de uma primeira visita ao imóvel. Por último, escolha sites confiáveis para buscar seu quarto. A Uniplaces, por exemplo, é uma plataforma totalmente confiável, recomendada pelo Euro Dicas e te garante facilidade e segurança para alugar um quarto, mesmo ainda no Brasil. Vantagens de alugar e morar em um quarto na Itália Antes de partir para o aluguel de um quarto na Itália, é importante pesar as vantagens e desvantagens de estar em uma casa compartilhada. A primeira grande vantagem é a maior facilidade para conseguir um aluguel. Normalmente, você não precisa comprovar uma renda ou apresentar um contrato de trabalho, tornando o processo mais rápido. A caução para o aluguel do quarto também tende a ser menor, uma vez que o contrato de locação geralmente é mais curto, com duração mínima de um mês. Outra vantagem é a localização. Os quartos geralmente estarão em pontos estratégicos para estudantes e trabalhadores, em bairros e localidades onde é muito difícil alugar um apartamento completo por conta própria. Por último, os custos de aluguel de um quarto na Itália serão bem mais baixos, uma vez que as contas serão divididas entre os inquilinos. Desvantagens de alugar e morar em um quarto na Itália E as desvantagens? A primeira e mais importante delas é que você terá de dividir o espaço com outras pessoas que você acaba de conhecer. Isso significa que, em algum momento, você pode descobrir incompatibilidades com seus colegas que tornem a convivência mais difícil. Além disso, privacidade será uma coisa rara, já que ambientes comuns como banheiro, sala e cozinha serão compartilhados. Se você dividir o quarto com alguém, terá ainda menos momentos privados. A Pati, do canal Pati pelo mundo, fez um vídeo falando sobre o aluguel do seu quarto em uma casa compartilhada em Palermo, no sul da Itália, e contou mais sobre a experiência. Como vimos no vídeo, a experiência da família foi boa, já que a localização do quarto era ótima para os objetivos que eles tinham. Vale a pena buscar por um quarto para alugar na Itália? A resposta curta é depende. Isso porque, existem vários fatores relacionados que podem ou não ser vantajosos para você. Para quem busca um ótimo custo-benefício e gosta de companhia, alugar um quarto é uma opção excelente. Quem não vai passar muito tempo em casa devido a trabalho ou estudos também pode se beneficiar muito do aluguel de um quarto. Aliás, alugar um quarto pode ser uma ótima maneira de fazer amizades com italianos e outros estrangeiros que também estão vivendo no país, dando a oportunidade de lidar com diferentes culturas. Por outro lado, para quem é mais reservado, preza muito pela própria privacidade e gosta que as coisas estejam sempre organizadas ao seu gosto, a experiência de alugar um quarto na Itália pode se tornar um desafio. Se você já tomou sua decisão de morar no país da bota e não sabe qual cidade escolher, fizemos uma seleção com as 10 cidades mais baratas para morar na Itália para te ajudar a escolher a que cabe no seu bolso!

Casa de aluguel na Irlanda
Irlanda

Aluguel na Irlanda é caro? Veja preços médios e dicas para alugar

Aluguel na Irlanda é um dos maiores desafios dos estrangeiros que vão morar no país. O mercado imobiliário é super concorrido e encontrar um bom lugar exige muito planejamento. Os aluguéis são caros e a procura por imóveis é bem maior que a oferta, mas, com calma, flexibilidade, pesquisa e paciência, é possível diminuir bastante esse custo. Confira algumas dicas de como alugar um bom imóvel neste artigo, descubra como é o processo de locação na Irlanda, a média de preços e os melhores sites para encontrar o apartamento ideal. Vamos lá? Boa leitura! Como funciona o aluguel na Irlanda? O processo para alugar apartamento na Irlanda é muito parecido com o do Brasil. O primeiro passo é acessar sites de locação de imóveis no país e escolher aqueles que estejam dentro do seu orçamento e das suas necessidades. O próximo passo é agendar as visitas presenciais com o corretor ou proprietário do apartamento. A concorrência é acirrada na Irlanda e você pode perder um imóvel bom se demorar muito a decidir. De qualquer forma, depois que você fizer uma visita e for escolhido, o proprietário ou imobiliária vai solicitar o pagamento do depósito de confiança e o primeiro mês de aluguel. Após a assinatura do contrato, você estará pronto para morar na Irlanda. Porém, vale destacar que essa é a forma mais tradicional de procurar aluguel na Irlanda – mas não necessariamente a mais fácil. É difícil alugar apartamento na Irlanda? Sim. Conseguir um apartamento para alugar na Irlanda é muito difícil porque a demanda por apartamentos – e imóveis no geral – no país é extremamente alta. De acordo com a assistente administrativa Hanna Negrão, que mora em Dublin desde abril de 2022, optar por buscar quartos e apartamentos por grupo de Facebook ou WhatsApp pode abrir mais portas para agendar uma visita do que respondendo os anúncios das próprias imobiliárias: "[...] a procura é muito grande e eles [os corretores] recebem milhares de e-mails para um único anúncio”. Foi pelo Facebook e pelo WhatsApp, inclusive, que ela conseguiu 3 dos 4 quartos que já morou em Dublin. Mas, também por ser mais fácil, é preciso ter muito mais cuidado: "É importante ficar alerta quanto ao valor da vaga – se estiver muito abaixo da média, pode ser um risco –, ao perfil de quem está postando a vaga – verificar se não é fake, se é um perfil regular e ativo no Facebook, se tem muitos amigos ou não – e ter cuidado com "historinhas" que algumas pessoas contam, principalmente se pedirem algum valor antes da visita ou de receber a chave". Por historinhas, podemos dar um exemplo: pessoas que dizem estar fora da cidade e precisam de um valor de reserva para "segurar" o apartamento ou quarto para você, entre outras possibilidades. [caption id="attachment_166112" align="alignnone" width="750"] Hanna mora desde 2022 em Dublin e tem boas dicas sobre alugar apartamento ou quarto no país. Foto: Arquivo pessoal.[/caption] Além da concorrência acirrada e a existência de pessoas agindo de má-fé, outro obstáculo também pode ser as exigências feitas pelos proprietários. Por exemplo, alguns não aceitam estudantes e outros pedem que o inquilino tenha um emprego na Irlanda. Como são os apartamentos para aluguel na Irlanda?  De estúdios sem mobília a apartamentos de 3 ou mais quartos totalmente equipados, é possível encontrar todo tipo de aluguel na Irlanda. De qualquer forma, os apartamentos têm uma série de coisas em comum. São elas: São em edifícios de até cinco andares sem porteiro; São mais preparados para o frio, com paredes mais grossas e calefação; Há muitas oportunidades com carpete também, já que ajudam a reter o calor; Você pode alugar o apartamento vazio ou buscar apenas um quarto em imóvel compartilhado; A maioria já está mobiliado, embora haja também oportunidades sem mobília. A seguir, falamos um pouco mais sobre os detalhes mais importantes para você prestar atenção. Com mobília e sem mobília  A maioria das oportunidades que você vai encontrar pela frente são com mobília, embora haja ofertas de apartamentos não mobiliados também – mas que tendem a ser mais difíceis de encontrar. Se você pretende fazer uma mudança sem “mala e cuia”, a melhor opção é um apartamento já mobiliado mesmo. Assim você não vai precisar se preocupar com falta de geladeira ou fogão, por exemplo, e pode reclamar com o proprietário caso alguma coisa deixe de funcionar. Agora, se você pensa em levar sua “casa” no Brasil diretamente para a Irlanda, pode ser que fique mais difícil encontrar oportunidades – e o que já está difícil por conta da crise imobiliária do país e da Europa – torna-se mais complexo. Com isso, nossa dica geral é que você se mantenha aberto às possibilidades. A cozinha é equipada?  Na maioria dos casos, sim! Mas sugerimos que, enquanto estiver pesquisando nos sites de aluguel, você fique de olho se as cozinhas incluem tudo o que você precisa: principalmente geladeira e fogão – na maioria das vezes elétrico. De acordo com o Residential Tenencies Board (RTB), órgão independente que tem o propósito de regular o setor de aluguéis na Irlanda, inclusive, dentro dos padrões mínimos para toda locação com contrato de menos de 10 anos, deve estar o fornecimento de: Fogão de 4 bocas; Forno; Geladeira; Freezer; Microondas; Instalações para preparo e armazenamento de comida. Vale lembrar também que áreas de serviço não são necessariamente comuns na Europa e pode ser que a máquina de lavar roupa fique na cozinha. Confirme isso também antes de fechar qualquer negócio. Como buscar apartamentos para aluguel na Irlanda? Por sites de aluguel, diretamente com proprietários, por grupos no Facebook, no boca a boca – principalmente entre brasileiros. Há diversas formas de buscar apartamento para alugar na Irlanda e, no fim das contas, elas são bem parecidas com o que acontece no Brasil. A diferença na Ilha Esmeralda é que, normalmente, você começa essa busca sem conhecer quase ninguém e torcendo para não ter sua proposta rejeitada logo de cara por estar há pouco tempo no país – ou que nenhum outro "pretendente" do apartamento que você gostou chegue antes. A seguir, falamos dos meios para encontrar apartamento para aluguel na Irlanda separadamente. Sites de aluguel na Irlanda Após pesquisar bastante sobre a cidade da Irlanda que você vai morar, está na hora de refletir sobre como vai ser a moradia que atende a todas as suas necessidades e que cabe no seu bolso. Existem diversos sites que podem ajudar na hora de alugar apartamento na Irlanda, como Uniplaces e Daft – eu mesma, Rafaella, consegui o meu quarto em um desses sites. [caption id="attachment_166327" align="alignnone" width="750"] Sites especializados são de grande ajuda para os brasileiros que precisam encontrar uma acomodação na Irlanda.[/caption] Dividimos os sites em aluguel para curta duração, longa estadia e para alugar um apartamento compartilhado. Confira: Aluguel de apartamento de curta duração Confira algumas opções de sites para alugar apartamento na Irlanda, se você pretende ficar pouco tempo no país: Daft.ie; Rent.ie; AirBnB.ie; Myhome.ie. Aluguel de apartamento de longa duração Agora, se, por outro lado, os seus planos são de permanecer no país por um período maior, seja para estudar ou trabalhar, além dos sites listados acima que alugam tanto para curta quanto para longa duração, acrescento também os sites Uniplaces e Property.ie. A Uniplaces também é uma boa opção para encontrar apartamentos verificados e com contas incluídas – ideal para quem pretende morar em Dublin, uma vez que o site disponibiliza mais opções na capital irlandesa. Além disso, o Euro Dicas tem cupom de desconto nessa plataforma. Basta adicionar o código UPEURODICAS15OFF à sua reserva para ganhar 15% de desconto na taxa administrativa. Você pode optar pelo pagamento da reserva via cartão de crédito ou PayPal – que aceita o cartão de débito internacional da Wise. Alugar direto com o proprietário Procurar aluguel na Irlanda direto com o proprietário tem os seus prós e contras. A grande vantagem é que, conversando com o dono do imóvel, você tem a oportunidade de contar a sua história e convencê-lo a escolher você como bom inquilino. No entanto, é preciso ficar atento para não cair em golpes com falsos proprietários. Esse é um risco que todo estrangeiro corre ao alugar um apartamento na Irlanda. Para evitar problemas, vale a pena obter o máximo de informações sobre o dono e verificar a reputação dele nos sites. Outras formas para alugar apartamento na Irlanda  Mas você não precisa ficar preso aos sites de aluguel. Aliás, nem deve: enquanto nos sites você acaba competindo com mais pessoas, vamos combinar que não há nada melhor do que o poder do boca a boca. Um grupo de Facebook de brasileiros na Irlanda, por exemplo, pode ter alguém divulgando um quarto que acabou de vagar, outra pessoa pode estar procurando alguém para dividir apartamento, enfim. As oportunidades estão por aí, basta procurar. E não vamos esquecer do modo mais antigo de alugar apartamento: dando atenção para as placas de "Aluga-se" na frente de casas e edifícios. Muitas vezes, sua oportunidade está mais perto do que você imagina – você só não parou para reparar antes. No mais, mesmo se você não for das pessoas mais extrovertidas do mundo, faça um esforço para fazer amigos. Muitas vezes, só conhecendo pessoas que conhecem outras pessoas para, no fim das contas, encontrar o que busca e ser encontrado. Valor de aluguel na Irlanda: preços médios É possível encontrar aluguel na Irlanda por um bom preço. No entanto, isso vai depender da localização e tipo de imóvel que você escolher. Os imóveis localizados em cidades grandes como Dublin, por exemplo, e nos centros das cidades costumam ser mais caros. Por outro lado, os apartamentos em outras cidades da Irlanda têm um preço mais acessível. Para tornar isso mais claro, confira abaixo uma comparação dos preços médios dos aluguéis em Dublin, Cork e Galway: Acomodação Dublin Cork Galway Apartamento com um quarto (centro da cidade) 2.031,07€ 1.510,94€ 1.536,36€ Apartamento com um quarto (fora do centro da cidade) 1.744,79€ 1.313,33€ 1.325,00€ Apartamento com três quartos (centro da cidade) 3.407,59€ 2.730,77€ 2.587,50€ Apartamento com três quartos (fora do centro da cidade) 2.792,64€ 2.133,33€ 2.022,22€ * Consulta realizada no site Numbeo no dia 28/03/2024. Por que o aluguel na Irlanda é tão caro? Como mencionamos ao longo deste texto, nos últimos anos conseguir um aluguel na Irlanda tem ficado cada vez mais difícil – especialmente nas localizações mais centrais. Existem alguns fatores que podem explicar a alta do aluguel na Irlanda, no entanto, neste artigo, vamos nos ater a duas explicações. O primeiro fator tem relação direta com o aumento do número de brasileiros e imigrantes no geral – e em sua grande maioria estudantes – que vão para a Irlanda. O país é um dos poucos destinos para intercâmbio que tem o visto de estudante mais facilitado, poupando o estudante de passar por um processo de visto no Brasil. Diferente da Austrália, por exemplo, não é preciso submeter uma série de documentos para, então, os oficiais da imigração decidirem se você pode ou não ir estudar no país. Na Irlanda, basta apresentar a documentação necessária e em pouco tempo o intercambista já terá o visto para estudo e trabalho. Além disso, outro motivo que levou à alta do aluguel na Irlanda é que nos últimos anos o país se tornou um excelente negócio para multinacionais, o que, consequentemente, trouxe milhares de locatários estrangeiros para o mercado de imóveis irlandês. Documentos necessários para o aluguel na Irlanda Para alugar apartamento na Irlanda, é exigido o pagamento da caução e do primeiro aluguel antecipado. Mas essa não é uma regra fixa, alguns proprietários podem exigir um fiador, principalmente quando o locatário é estudante de intercâmbio. Além disso, você vai precisar providenciar vários documentos. Uma dica bacana é preparar a sua documentação com antecedência e levá-la consigo quando for visitar alguns imóveis. Dessa forma, você pode apresentar os documentos assim que encontrar o seu apartamento favorito. De maneira geral, mas que pode mudar dependendo de cada caso, você vai precisar da cópia da seguinte documentação: Documento de identidade, como passaporte; Comprovante de residência; Comprovante de renda; Carta de referência de um senhorio anterior; Contrato de trabalho. No segundo aluguel da Hanna, ela precisou mostrar apenas passaporte e o Personal Public Service Number (PPS), que é basicamente a permissão para trabalhar da Irlanda. Na quarta casa, porém, foi um pouco mais burocrático: "Também consegui [esse quarto] por um grupo de WhatsApp, mas toda a parte burocrática foi feita através de uma imobiliária que administra tudo. Além do passaporte e do PPS, precisei comprovar emprego e casas anteriores através de cartas de recomendação". Como fazer o contrato de aluguel na Irlanda? É importante conhecer as particularidades dos processos de aluguel irlandeses para garantir que sua experiência seja a mais tranquila possível – e você consiga sua moradia quanto antes. A seguir, confira alguns cuidados que você precisa ter antes e após assinar o seu futuro contrato de aluguel na Irlanda. Visita para conhecer apartamentos para alugar na Irlanda Antes de tudo, precisamos lembrar que visitar os imóveis ou quartos antes de assinar qualquer contrato é imprescindível. Somente assim você conseguirá ver de perto o espaço e avaliar se atende às suas necessidades e preferências. Durante essas visitas, observe não apenas se o local está em bom estado, mas também se a localização é boa para você e se há serviços essenciais por perto, como mercados e acesso ao transporte público. Além disso, lembre-se de fazer todas as perguntas necessárias sobre o imóvel, o bairro e as condições do aluguel à pessoa que está apresentando o apartamento, seja ela um proprietário, um agente imobiliário ou mesmo um futuro roommate (companheiro de apartamento). Assinatura do contrato de aluguel na Irlanda Após encontrar o apartamento ideal, o próximo passo é a assinatura do contrato de aluguel. Assim como no Brasil, o contrato de aluguel na Irlanda deve detalhar todas as obrigações e direitos tanto do inquilino quanto do locador. Embora seja em inglês – e talvez você ainda não esteja tão familiarizado com a língua –, é aconselhável revisar o contrato cuidadosamente e, se necessário, buscar aconselhamento legal. No fim das contas, você precisa se certificar de estar entendendo todos os termos do documento e confirmar que as seguintes informações estão de acordo com o previamente combinado: O valor do aluguel mensal; A duração do contrato; As datas de pagamento; As condições para uma possível rescisão. O aluguel na Irlanda exige caução Na Irlanda, além do pagamento do primeiro aluguel antecipado, também é comum solicitar uma caução ao alugar um imóvel. Assim como acontece muitas vezes no Brasil, a caução funciona como uma segurança para o proprietário contra possíveis danos ou em caso de falta de pagamento por parte do inquilino. Geralmente, o valor da caução equivale a um mês de aluguel. Mas você não pode esquecer que essa quantia deve ser devolvida ao fim do contrato, desde que o imóvel esteja em boas condições e todas as obrigações por parte do inquilino tenham sido cumpridas. Diante disso, assegure-se de ter um registro do estado do imóvel no início do aluguel para evitar qualquer problema sobre a devolução do depósito caução no futuro, ok? Mudança Chegou o dia da mudança? Encaixote tudo o que você trouxe no Brasil e, se tudo cabe em malas, melhor ainda. Talvez seja possível fazer a mudança você mesmo e você não terá que procurar empresas de transporte especializado para tal. Se for o caso de transportar tudo em uma ou mais malas, tenha em conta: O horário combinado de entrada no novo apartamento – dependendo do meio que você usou para alugar, alguém deve entregar as chaves a você; A distância entre o local em que você está e o local que você vai morar – se for muito longe e você tiver mais de uma mala, pode valer a pena alugar um carro para o deslocamento. Agora se você trouxe mais coisas do Brasil, uma empresa de mudança pode ajudar. Conheça alguns serviços aos quais você pode recorrer na Irlanda: Two men and a truck; Careline Moving and Storage; VanDel Couriers; Allen Removals; Anyvan Ireland. Vale lembrar também que, se você estiver entrando em um apartamento totalmente novo, pode ser necessário fazer as ligações de serviços como luz, gás, internet, entre outros. Aluguel de quarto na Irlanda Uma forma de driblar o alto custo de vida na Irlanda é alugar um quarto individual em uma casa de família. Confira abaixo quanto custa e onde procurar acomodações desse estilo. Onde alugar? Os quartos são, na grande maioria dos casos, alugados por intercambistas de todo o mundo. Para encontrar a melhor opção para você, acesse sites especializados nessas acomodações como: Thehomelike; Nestpick; Student.com. Quanto custa o aluguel de quarto na Irlanda? Em torno de 290€ por semana. Os preços dos aluguéis de quartos na Irlanda variam conforme a cidade e tipo de acomodação. Confira abaixo quanto custa, em média, quartos privados em Dublin e em Cork pelo site Student.com, focado no público estudantil, em março de 2024. Acomodação Dublin Cork Quarto privativo 1 285€/semana 252€/semana Quarto privativo 2 315€/semana 280€/semana Costuma haver também possibilidades de quartos compartilhados, mas todas as opções do tipo estavam indisponíveis em Dublin e, em Cork, havia apenas uma. O valor era de 240€ por semana. Alojamento para estudantes na Irlanda Outra opção de aluguel na Irlanda bastante utilizada por estudantes é dividir um quarto com outros intercambistas. Existem vários sites especializados nesse tipo de acomodação: Gumtree.ie; Roomster.com; Roomigo.io. Como rescindir o contrato de aluguel na Irlanda? Rescindir um contrato de aluguel na Irlanda é possível, mas tudo vai depender dos termos estipulados no contrato e da legislação vigente. Os principais pontos a considerar são: Aviso prévio: o período de aviso prévio varia conforme a duração do aluguel, conforme estabelecido pelo Residential Tenancies Board (RTB); Condições de rescisão antecipada: alguns contratos podem ter uma cláusula específica que permite a rescisão antecipada sob certas condições. Confira se isso acontece no seu contrato; Possibilidade de negociação: principalmente no caso de ter feito o seu aluguel na Irlanda diretamente com o proprietário, você pode tentar negociar diretamente. Se ambos concordarem com os termos da rescisão, isso pode ser formalizado em um acordo escrito; Transferência de locação: em alguns casos, você pode ter a opção de rescindir o contrato se o transferir para outra pessoa, com a aprovação do locador. Isso pode ser uma alternativa para evitar a quebra de contrato. Ainda, existem situações em que a legislação pode permitir a rescisão do contrato sem penalidades, como em casos de inadequação grave do imóvel ou violações de direitos por parte do locador. [caption id="attachment_166120" align="alignnone" width="750"] Em caso problemas com o proprietário, procure o Residential Tenancies Board (RTB)[/caption] Sendo assim, se não há muita clareza sobre o tema, recomenda-se sempre procurar aconselhamento legal para entender completamente seus direitos e obrigações antes de tomar qualquer decisão, ok? Cuidados a ter antes de assinar o contrato de aluguel na Irlanda Nossa sugestão é que você faça um checklist de cuidados básicos antes de assinar qualquer contrato. No geral, eles incluem que você: Verifique a legitimidade do locador; Inspecione o imóvel antes de fechar contrato; Documente o estado do imóvel no momento da entrada; Leia o contrato cuidadosamente e tenha certeza de que entendeu tudo; Faça questão de estar em contrato as condições de devolução da caução; Tenha certeza de quem será responsável pela manutenção e reparo do imóvel em cláusulas; Entenda as regras sobre sublocação e permanência de visitantes a longo prazo; Conheça seus direitos e responsabilidades como inquilino por meio do RTB; Avalie a política de renovação e rescisão de contrato. Mas não só. A Hanna também deixou algumas dicas e recomendações para você fazer o seu aluguel na Irlanda: Primeiro, não feche nenhum negócio antes de chegar aqui [na Irlanda]: é importante ter uma acomodação inicial de pelo menos um mês para ter tempo de procurar algo com calma. É cansativo, mas é a melhor forma de conseguir algo seguro. Depois disso, ela recomenda que você considere também que Dublin é uma cidade em constante crescimento e opções de aluguel mais afastadas do centro com valores mais atrativos têm surgido. Hoje em dia, segundo ela, morar no centro pode não ser a melhor opção, já que a maioria das casas são velhas e, por ter muita procura, os valores são bem mais altos. Algumas pessoas até optam por morar em cidades vizinhas, como Lucan e Leixlip: assim elas não enfrentam tanta concorrência e conseguem melhores valores. E por fim, ela remata com a terceira e última dica: A dica de ouro é o networking. Quanto mais pessoas a gente conhecer, maiores são as chances de achar não só acomodação, mas também emprego. É perigoso alugar apartamento na Irlanda ainda no Brasil? Como comentamos anteriormente, existem muitos golpes contra estrangeiros que alugam apartamento na Irlanda ainda no Brasil, especialmente pela internet. Como? Após supostos e-mails de negociação, inclusive com fotos do imóvel, os inquilinos são solicitados a enviar dinheiro para o “proprietário”. No entanto, quando os novos moradores tentam entrar em contato com o “proprietário” ou coletar as chaves da propriedade, ele não pode ser contatado, deixando o estrangeiro na mão. Mas esse tipo de fraude não acontece apenas pela internet. Também há golpistas que mostram um apartamento, levam o seu dinheiro na frente e nunca mais são vistos ou ouvidos novamente. Por isso, se você reservar uma acomodação de curta duração online, verifique cuidadosamente os comentários publicados por hóspedes anteriores. Além disso, tenha cuidado com a comunicação em inglês e com qualquer pessoa que peça dinheiro adiantado. Você também deve verificar se a pessoa realmente trabalha para uma agência de aluguel legítima e não está apenas fingindo ser de uma. É possível conferir ofertas de aluguel no Facebook No Facebook, é possível encontrar grupos de brasileiros, onde existem ofertas de aluguel de moradia. Esses grupos são chamados de "classificados brasileiros" e para cada cidade da Irlanda existe um grupo diferente, como o Classificados Dublin. Os grupos no Facebook são de grande ajuda para conseguir alugar apartamento na Irlanda, principalmente para aqueles que não estão familiarizados com o inglês, já que nos "classificados brasileiros" tudo é em português. Mas ninguém consegue verificar o que é publicado no Facebook Apesar de ser de grande ajuda, é importante avisar que os grupos no Facebook não têm nenhum tipo de filtro ou controle que valide qualquer oferta de imóvel. Ou seja, todo cuidado é pouco. Minha dica é não confiar apenas em fotos ou mensagens – antes de alugar tente visitar o local – e, ao pagar, é sempre bom solicitar uma confirmação de pagamento, para evitar qualquer problema. O Levi Amarilo, do canal Leviajando, dá dicas de como alugar uma acomodação de forma segura no vídeo abaixo: Dicas importantes para alugar apartamento na Irlanda O Residential Tenancies Board (RTB), do qual falamos anteriormente, é responsável por resolver disputas entre proprietários e inquilinos e, ainda, operar o Sistema Nacional de Registro de Locação (em inglês, National Tenancy Registration System). Todos os proprietários devem registrar os seus arrendamentos no sistema. Uma vez cadastrado, você receberá uma carta pelo correio com um número de identificação exclusivo. Você precisa manter esse número seguro, pois será necessário se precisar lidar com o RTB. O site também contém muitas informações úteis sobre como alugar apartamento na Irlanda, além de detalhes sobre os seus direitos, responsabilidades e obrigações como inquilino. Escolha a parte da cidade para você viver Depois que você já escolher qual cidade da Irlanda quer viver, é importante analisar o mapa da cidade e entender quais são as áreas mais caras e baratas. Por exemplo, o mapa da cidade de Dublin é dividido por áreas, sendo Dublin 1 e Dublin 2 as áreas centrais, os números pares mapeiam o Sul da cidade e os números ímpares o Norte. As áreas centrais e o sul de Dublin são as zonas onde alugar apartamento em Dublin é mais caro. Considere as suas deslocações diárias É importante considerar também a sua futura rotina no país e escolher uma área que fique perto do seu trabalho ou escola. Caso contrário, você poderá ficar dependente do sistema de transporte público, tendo um gasto mensal a mais, ou então, comprar uma bicicleta ou carro para conseguir se locomover pela cidade. Morar em uma cidade menor sai mais em conta O preço de aluguel na Irlanda vai depender de qual cidade você vai escolher viver. O principal destino dos imigrantes brasileiros é a capital, Dublin, mas é importante dizer que morar em Dublin é caro e, dependendo do tipo de moradia que você deseja, talvez não seja a melhor opção. Vale a pena viver de aluguel na Irlanda? Como quase tudo na vida, depende muito. Viver de aluguel permite que você entenda a cidade ou bairro que mais se adequam ao que você busca antes de se comprometer com a compra de um imóvel. Por outro lado, também pode fazer com que você se sinta jogando dinheiro fora mensalmente – e no caso da Irlanda, você vai desembolsar bastante dinheiro com isso, o que exige um bom planejamento financeiro. De qualquer forma, são escolhas: você pode entender o aluguel na Irlanda também como um investimento na sua nova vida, uma fase em que gastar mais com moradia será somente um passo para uma maior qualidade de vida no futuro, por exemplo. Sendo assim, pode valer a pena viver de aluguel na Irlanda ou não. Tudo vai depender da sua perspectiva e de como você organiza seu planejamento, no fim das contas. Perguntas frequentes sobre o aluguel na Irlanda Reunimos as respostas às perguntas mais comuns em relação ao aluguel na Irlanda. Confira-as a seguir. Aluguel e custo de vida na Irlanda são altos? Sim, o aluguel e o custo de vida na Irlanda, especialmente em Dublin, podem ser consideravelmente altos. De qualquer forma, o salário médio atende bem ao que você precisa para viver uma vida confortável. Qual o custo do aluguel de apartamento mobiliado na Irlanda? O custo do aluguel de um apartamento mobiliado na Irlanda varia de acordo com a cidade, o bairro e o tamanho do imóvel. Em média, um apartamento mobiliado de um quarto em Dublin pode custar de 1.700€ a 2.000€ por mês, enquanto em cidades menores os preços podem começar em 1.300€. Como fazer um aluguel de studio na Irlanda? Comece pesquisando online em plataformas imobiliárias para encontrar opções disponíveis em sua área de interesse. Agende visitas para conhecer as acomodações do tipo, avalie as condições do imóvel e a localização, e prepare a documentação necessária. Isso geralmente inclui identificação, comprovante de renda e referências. Agora que você já sabe como alugar apartamento na Irlanda, aproveite e entenda melhor sobre os tipos de vistos para morar no país. Saiba também que o seguro viagem para Irlanda, apesar de não ser obrigatório, é altamente recomendado, pois os custos de saúde no país são muito altos. No site do Seguros Promo é possível encontrar opções por menos de R$ 12 por dia. Depois disso, é só arrumar as malas e partir para a Ilha Esmeralda. Boa viagem!

Aluguel em Portugal está cada vez mais difícil.
Portugal

Aluguel em Portugal: guia completo de 2024

Nos últimos anos, muitos brasileiros têm vindo morar em Portugal e a escolha do imóvel para viver é uma das grandes decisões que devem ser tomadas. As dúvidas são muitas, seja sobre preços, procura de imóveis ou sobre qual a melhor região para viver. Por isso, se você quer assinar um contrato de aluguel em Portugal, acompanhe este artigo. Vamos tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto e explicar pontos importantes para você conseguir alugar o seu imóvel de forma esclarecida. Boa leitura! Perguntas Respostas Como é o aluguel em Portugal para brasileiros? Da mesma forma que para portugueses, é preciso encontrar o apartamento desejado e reunir toda a documentação necessária. Qual o valor do aluguel em Portugal? Depende da cidade escolhida, do bairro, da tipologia e das condições do imóvel. Encontramos valores a partir de 400€ no interior do país. É fácil alugar um apartamento em Portugal? Nas principais cidades está muito difícil. No interior, há maior facilidade. Como funciona o aluguel em Portugal O aluguel em Portugal funciona como no Brasil, ou seja, é preciso iniciar a pesquisa por um imóvel online e fazer as visitas pessoais (se assim desejar). Após encontrar o apartamento desejado, é hora de iniciar a negociação com o proprietário ou imobiliária, assinar o contrato, realizar o pagamento da caução e rendas adiantadas — conforme negociado entre as partes e iniciar a mudança. Após a mudança é preciso fazer as ligações de serviços como água, luz, internet, gás, TV, etc. Um ponto importante é se certificar de que o contrato assinado será registrado nas Finanças para fins de dedução no seu imposto de renda e, claro, para ambas as partes terem as suas garantias por lei. Inclusive, talvez o primeiro passo seja uma leitura da Lei de Arrendamento em Portugal para conhecer os seus direitos e obrigações. É difícil alugar apartamento em Portugal? Depende da localização. Se você planeja morar em Lisboa ou no Porto, a busca por um apartamento pode ser bem difícil. Ambas as cidades estão com pouca oferta e muita procura, o que tem feito os preços dispararem. Além disso, há o problema do grande fluxo de turistas e o crescimento de alojamentos locais para atender os flutuantes e não a população local. Eu (Lívia) vivo em um estúdio que aluguei em 2022 e a busca na altura já foi muito difícil. Hoje, queria buscar um apartamento T1, onde pudesse ter um quarto e uma sala separados e como moro sozinha, está simplesmente impossível encontrar um apartamento onde é possível equilibrar as contas (morando em casal é possível). "Para ter uma ideia, atualmente, o valor que pago na região que moro é quase a metade do que está custando um T1. Há 1 ano venho fazendo pesquisas semanalmente e até hoje não consegui encontrar. Minha vizinha também tem a mesma dificuldade — está doida para mudar de casa, mesmo que seja um estúdio, mas os preços dos imóveis disponíveis a fazem desistir". Recentemente, um amigo passou por essa busca incessante para morar sozinho e sair de um quarto. Foram 3 meses buscando casa e por sorte, encontrou um conhecido português que estava com uma casa para vagar e fez um preço justo e não inflacionado para ele. Cidades do interior, principalmente as que não atraem turistas, acaba sendo mais fácil buscar aluguel e com preços razoáveis. No entanto, a oferta de emprego não se compara às grandes cidades. Fenômeno nacional Apesar de Lisboa e Porto sentirem a maior pressão com a escalada dos preços de aluguel, esse é um fenômeno nacional e tem despertado o debate da população e dos órgãos públicos. No final de janeiro, por exemplo, milhares de portugueses e estrangeiros saíram às ruas para defender o direito à moradia. Os movimentos em defesa do direito à habitação também estão crescendo por todos os cantos, o Movimento Porta a Porta e o Casa para Viver são os maiores responsáveis pela organização das manifestações. [caption id="attachment_163897" align="alignnone" width="750"] Porto e Lisboa (e região metropolitana) são as cidades que mais enfrentam a crise de moradia.[/caption] Tardiamente, o governo português iniciou o debate e aos poucos vem propondo medidas que prometem melhorar o acesso à habitação. No final de 2023, aprovou o Programa Mais Habitação com o objetivo de construir e reabitar moradias e diminuir os impostos dos proprietários de imóveis. Assim como também revogou novas licenças para alojamentos locais que tenham foco no turismo e o Golden Visa para quem tem foco em investimento imobiliário — já que a maioria dos investidores nesse setor, pensam no turismo e não da população local. Como buscar apartamentos para aluguel em Portugal? Na hora de alugar um apartamento é preciso pensar em várias questões antes de tomar a decisão, principalmente se você ainda está no Brasil e não conhece Portugal de perto. Você tem dois caminhos para buscar aluguel m Portugal: Contar com ajuda de empresas que oferecem serviço de Relocation — neste caso, você diz as características do imóvel que deseja, e os funcionários da empresa responsável irão buscar pelo apartamento ou casa que atende as suas necessidades; Fazer o processo de busca de apartamentos e reunir toda a documentação por conta própria. Escolher entre as opções depende da sua disponibilidade e orçamento. Encontrar um bom apartamento em Portugal atualmente é uma missão bastante complexa e estressante, mesmo para quem já está aqui no país (e mais para quem ainda está no Brasil). 1. Com a ajuda de profissionais especializados Relocation Essa é a escolha para quem prefere chegar em Portugal com um apartamento já alugado, com os serviços básicos funcionando e não quer gastar dinheiro em aluguel temporário para fazer essa busca. O serviço de relocation tem custo fixo por cidade, que vai arcar com o serviço da Equipe de pesquisar o imóvel por você, realizar o aluguel e acionar os serviços básicos para a sua chegada. Este processo é mais rápido e menos estressante, por contar com auxílio de profissionais experientes que já estão em Portugal para te auxiliar. Se a sua intenção é chegar com o seu imóvel pronto para morar, vai gostar de conhecer a Oliveira Imóveis, uma assessoria de relocation que ajuda imigrantes brasileiros a encontrarem o imóvel ideal para alugar em Portugal e também na Espanha. A equipe faz a busca do imóvel ideal conforme o pedido do cliente, e assim que encontra que a empresa atua e envia fotos, vídeos e todas as informações sobre os imóveis encontrados. Veja como é o processo de relocation da Oliveira Imóveis. A equipe: Encontra até 5 imóveis com os requisitos do cliente; Manda entre 100 e 200 fotos do imóvel, fotografando cada cantinho, sem esconder possíveis defeitos dos imóveis, como é comum nas imobiliárias e plataformas de aluguel; Faz vídeos detalhados do imóvel e do bairro onde o imóvel está, mostrando as redondezas, supermercados próximos, padarias, farmácias, etc; Cria grupo no Telegram com a família para mostrar tudo e trocar ideias; Caso o imóvel agrade, a Oliveira Imóveis fecha o contrato para o cliente, e ativa água, luz e gás, para chegar com o apartamento funcionando!; Caso não agrade, a Equipe parte para o próximo imóvel (num total máximo de 5). A Oliveira Imóveis cuida de todo o procedimento burocrático e documental para garantir o fechamento do contrato. Ou seja, você já chega em Portugal com a casa pronta para morar e sem ter que lidar com a burocracia portuguesa. É um processo muito mais fácil e personalizado, que ajuda muito a alugar um espaço perfeito para as suas necessidades. Se você ficou interessado, não deixe de entrar em contato com a empresa. Já conhecemos a Equipe da Oliveira Imóveis há muitos anos, é da nossa confiança e o preço é super justo pela qualidade do serviço prestado. Caso esta seja a sua escolha, você já pode parar por aqui, pois a Equipe da Oliveira Imóveis vai te auxiliar em todo o processo documental para conseguir o seu apartamento. Imobiliárias para o aluguel em Portugal Você também pode acessar diretamente os sites das imobiliárias, se preferir. Confira algumas das mais conhecidas que possuem imóveis em várias zonas de Portugal: Remax; ERA; Frontal; Century 21; Casas e Contratos; Um Seis Um; Chave Nova; KW Portugal; UNU – Rede Imobiliária. 2. Por conta própria através dos sites de aluguel em Portugal Se você prefere ver o apartamento antes de alugar e tem tempo disponível para chegar ao país e ficar visitando cada um deles e negociando com proprietários e imobiliárias, essa pode ser a melhor opção para você. Você precisará chegar a Portugal e alugar um alojamento temporário (pela Uniplaces ou Airbnb, por exemplo) para ficar procurando o seu apartamento a longo prazo. Para tornar o seu aluguel na Uniplaces mais acessível, utilize o cupom UPEURODICAS15OFF na parte de pagamentos para obter desconto de 15% na taxa administrativa da plataforma. Uma boa maneira de encontrar apartamento para alugar em Portugal por conta própria é acessar os sites de aluguel ou grupos do Facebook, caminhar pelas ruas da cidade com olhar atento às placas e, se conhecer já pessoas no país, por indicação. Confira cada uma delas! Grupos do Facebook para alugar apartamento Os grupos do Facebook podem ajudar a dar uma noção de como está o mercado e até das imobiliárias e empresas que atuam no setor. Porém, tenha muita atenção ao fechar um negócio por meio de um grupo ou marketplace do Facebook. Evite principalmente quem pede pagamento adiantado como forma de “segurar” o apartamento, antes mesmo de assinar o contrato ou visitar o local. Procure garantias e jamais envie documentos e informações bancárias através da rede social. Os golpes mais comuns em Portugal acontecem exatamente na busca por apartamentos no Facebook e mensagens contando histórias de que “recebi uma proposta de trabalho fora e terei que deixar meu apartamento, por isso estou alugando por um preço mais baixo”. É golpe e muita gente cai. Muito cuidado! Alugar apartamento em Portugal por indicação Uma indicação de apartamento para alugar pode ser de grande valia para quem está à procura de um espaço. Isso porque se você conhece alguém que está de mudança e vai vagar um imóvel, essa pessoa poderá te indicar e encurtar o caminho até o proprietário. Muitos brasileiros conseguem indicação de outros brasileiros e fecham o negócio antes mesmo do imóvel ser anunciado em imobiliárias e grupos de aluguel em Portugal. Visitar as ruas da cidade onde pretende alugar Se já estiver em Portugal e tem a opção de caminhar pelas ruas da cidade onde pretende alugar o seu imóvel, pode ser uma boa opção ficar atento às placas que indicam que um apartamento está para alugar. Geralmente, essas placas são de representantes de imobiliárias e já constam o número de telefone do corretor. Sites para buscar apartamento para aluguel em Portugal Seja para buscar um apartamento por conta própria ou para ter uma noção dos preços ao solicitar o serviço de profissionais especializados de relocation ou consultores imobiliários, é bom saber quais são os principais sites do setor. Listamos eles para você! Uniplaces A Uniplaces é uma plataforma com apartamentos e quartos disponíveis para alugar por temporadas de curta ou média duração. É uma ótima opção para quem ainda está no Brasil e precisa de um lugar para ficar nos primeiros meses em Portugal, enquanto busca o seu apartamento definitivo. O diferencial da empresa é que a maioria dos seus apartamentos é verificado pessoalmente pela própria equipe da Uniplaces. As informações disponibilizadas pelos proprietários são checadas pela equipe da plataforma, para garantir que os apartamentos estão de acordo com o anúncio. Isso traz muito mais segurança para você que vai alugar um lugar que ainda não conhece pessoalmente. [caption id="attachment_163896" align="alignnone" width="750"] A Uniplaces é muito útil para quem deseja chegar a Portugal com um lugar para ficar para depois iniciar a busca por aluguel.[/caption] O site é muito utilizado por estudantes ou por famílias que passam temporadas curtas em Portugal. Mas, mesmo sendo um tempo menor de aluguel, a Uniplaces faz um contrato entre o senhorio e o inquilino, assegurando todo o processo com mais tranquilidade e praticidade para todas as partes. Além disso, os imóveis são mobiliados e muitas vezes já incluem o valor das contas mensais, facilitando muito nesse processo de mudança inicial para um novo país. O Euro Dicas oferece a seus leitores um cupom de desconto na Uniplaces de 15% para tornar o seu aluguel mais barato. Basta digitar UPEURODICAS15OFF na parte de pagamentos. Idealista O Idealista é um dos sites mais utilizados para anúncio de aluguel em Portugal e conta com muitas ofertas diferentes para você escolher. É possível filtrar a busca por região, tipo de apartamento, valor a pagar, entre outras características que facilitam a busca por um novo espaço. No site, é possível ver fotos e a descrição do imóvel, e você pode enviar uma mensagem diretamente ao anunciante, caso fique interessado. Imovirtual O Imovirtual tem um funcionamento bem semelhante ao do Idealista e também conta com uma grande variedade de anúncios. Você também tem diferentes filtros de busca no site, e pode usá-los para encontrar um imóvel conforme as suas necessidades. Assim como no Idealista, também consegue se comunicar com o anunciante do imóvel para agendar uma visita. Casa Sapo O Casa Sapo é outro site muito usado para o processo de aluguel em Portugal. Assim como os anteriores, você terá à disposição uma lista de imóveis, com fotos e descrição disponíveis. Caso se interesse por algum apartamento, basta contactar o anunciante para marcar uma visita. Airbnb A plataforma de aluguéis Airbnb é usada para locações de curta temporada, com apartamentos totalmente mobiliados e prontos para serem usados. Você pode ver as descrições das casas e também pode visualizar as avaliações de quem já alugou o imóvel. Se você ainda está em busca do apartamento ideal, alugar um imóvel temporário pelo Airbnb pode ser uma boa solução para você. Quanto custa alugar apartamento em Portugal? O custo do aluguel em Portugal pode variar bastante, considerando o tamanho do imóvel, número de quartos, localização, mobília e eletrodomésticos disponíveis na casa. Segundo o relatório de preço de habitação do Idealista, o preço do metro quadrado no país, fechou o mês fevereiro de 2024, com a média de 15,8€ - um aumento de 2,5€ por metro quadrado (+18,3%). Para que você tenha uma ideia, vamos listar os valores médios atuais, segundo o site Numbeo e o relatório do Idealista. A pesquisa foi realizada em março de 2024. Apartamentos em Lisboa O aluguel no distrito de Lisboa, fechou o mês fevereiro de 2024, com a média de 19,7€ por metro quadrado, segundo o Idealista. Já na cidade de Lisboa, o metro quadrado fechou em 21,5%. Em referência ao mês de fevereiro de 2023, a subida de preço no distrito e na cidade de Lisboa foi de 2,8€ (+16,5%). Confira a média, segundo o Numbeo. Tipo de apartamento Valor médio Apartamento de 1 quarto no centro da cidade 1.305,74€ Apartamento de 1 quarto fora do centro da cidade 907,10€ Apartamento de 3 quartos no centro da cidade 2.493,98€ Apartamento de 3 quartos fora do centro da cidade 1.631,11€ Apartamentos no Porto O aluguel no distrito do Porto, fechou o mês fevereiro de 2024, com a média de 15,1€ por metro quadrado, segundo o Idealista. Já na cidade do Porto, o metro quadrado fechou em 16,9%. Em referência ao mês de fevereiro de 2023, a subida de preço no distrito foi de 2,4€ (+19,4%) e na cidade foi de 2,1€ (+14,4%). Confira a média, segundo o Numbeo. Tipo de apartamento Valor médio Apartamento de 1 quarto no centro da cidade 971,41€ Apartamento de 1 quarto fora do centro da cidade 738,42€ Apartamento de 3 quartos no centro da cidade 1.573,65€ Apartamento de 3 quartos fora do centro da cidade 1.194,12€ Apartamentos em Braga O aluguel em Braga, fechou o mês fevereiro de 2024, com a média de 16,9€ por metro quadrado, segundo o Idealista. Em referência ao mês de fevereiro de 2023, a subida de preço foi de 2,1€ (+19,7%). Confira a média, segundo o Numbeo. Tipo de apartamento Valor médio Apartamento de 1 quarto no centro da cidade 792,86€ Apartamento de 1 quarto fora do centro da cidade 600,00€ Apartamento de 3 quartos no centro da cidade 1.233,33€ Apartamento de 3 quartos fora do centro da cidade 992,86€ Apartamentos no Algarve O aluguel no distrito do Faro (região do Algarve), fechou o mês fevereiro de 2024, com a média de 13,3€ por metro quadrado, segundo o Idealista. Já na cidade de Faro (a capital da região), o metro quadrado fechou em 12,2%. Em referência ao mês de fevereiro de 2023, a subida de preço no distrito foi de 1,8€ (+15,1%) e na cidade foi de 1,1€ (+21,1%). Confira a média, segundo o Numbeo. Tipo de apartamento Valor médio Apartamento de 1 quarto no centro da cidade 1.000,00€ Apartamento de 1 quarto fora do centro da cidade 850,00€ Apartamento de 3 quartos no centro da cidade 2.710,55€ Apartamento de 3 quartos fora do centro da cidade 1.254,76€ No Algarve, os preços variam muito, pois há áreas mais em conta e zonas consideradas de luxo. Vale a pena ter paciência na procura se você planeja morar no Algarve. Apartamentos em Leiria O aluguel em Leiria, fechou o mês fevereiro de 2024, com a média de 9,3€ por metro quadrado, segundo o Idealista. Em referência ao mês de fevereiro de 2023, a subida de preço foi de 1,3€ (+15,4%). Confira a média, segundo o Numbeo. Tipo de apartamento Valor médio Apartamento de 1 quarto no centro da cidade 733,33€ Apartamento de 1 quarto fora do centro da cidade 633,33€ Apartamento de 3 quartos no centro da cidade 950,00€ Apartamento de 3 quartos fora do centro da cidade 766,67€ Apartamentos para alugar no interior de Portugal Se você optar por morar no interior de Portugal, em cidades menores, os preços dos aluguéis vão ser um pouco mais baixos. Veja alguns exemplos de apartamentos T3 no centro da cidade: Cidade Valor médio Bragança 500€ Viseu 776€ Covilhã 850€ Viana do Castelo 942€ Guimarães 975€ Évora 1.200€ Coimbra 1.241€ Como fazer o contrato de aluguel em Portugal? Para fazer um contrato de aluguel em Portugal é preciso seguir alguns passos. Não basta assinar um documento sem ler. Confira os passos importantes a dar! Visita para conhecer apartamentos para alugar em Portugal Fazer uma visita pessoalmente para conhecer o apartamento ou contar com uma ajuda de um profissional especializado e de confiança, como a Oliveira Imóveis ou um consultor registrado, é importante para verificar as condições reais do imóvel. As casas e apartamentos em Portugal costumam ter muitos problemas com mofo, por exemplo, e só uma visita com um olhar mais cuidadoso é que vai perceber esse tipo de coisa. Assim como a qualidade dos acabamentos e da mobília — se aplicável. Fechar negócio Ao encontrar o apartamento você precisa conhecer as condições de aluguel em Portugal e as condições impostas pelo senhorio (o proprietário). Converse e tente negociar o valor do aluguel, a caução, o adiantamento das rendas, o tempo do contrato, o registro nas Finanças, etc. Esclareça todas as dúvidas e cloque tudo em pratos limpos para fechar o negócio. Assinatura do contrato de aluguel em Portugal Após fechar o negócio é hora de assinar o contato de aluguel em Portugal. Leia atentamente cada detalhe das cláusulas antes de qualquer assinatura. [caption id="attachment_163894" align="alignnone" width="750"] Nunca assine um contrato sem ler e nunca faça o pagamento sem assinar o contrato.[/caption] Estando de acordo, é hora de assinar e certificar que o contrato ficará registrado nas Finanças. Dessa forma, você sabe que o senhorio segue a lei e paga os devidos impostos e tanto você quanto ele, ficam salvaguardados em casos de quebra de contrato. O aluguel em Portugal exige caução A cobrança de um valor de caução é uma exigência comum nos contratos de aluguel em Portugal, e muitas vezes esse valor corresponde a 1 ou 2 meses de aluguel, mas há proprietários que exigem mais. A Lei de Arrendamento garante que a caução deve ter valor de no máximo 2 meses de aluguel. A caução fica com o proprietário do imóvel até o fim do contrato e deve ser devolvida para você ao final dele, quando o imóvel for entregue nas mesmas condições em que foi alugado. É importante saber que a caução e o adiantamento de aluguel são diferentes, e o proprietário pode exigir os dois. Pagar o adiantamento do aluguel É muito comum que seja exigido um adiantamento de valor dos aluguéis. Pela lei, o adiantamento máximo que pode ser exigido pelo proprietário é de 4 meses do valor. Mas há pessoas que exigem mais, principalmente, na falta de comprovantes de renda ou de um fiador em Portugal. Em uma situação dessas, o proprietário e o locador combinam um adiantamento maior, para dar mais segurança ao contrato. Tudo isso deve estar detalhado no contrato e registrado nas Finanças. Mudança Contrato de aluguel assinado, é hora de encaixotar os pertences e fazer a sua mudança. Um ponto importante e que difere bem do que estamos acostumados é que no Brasil, uma vez alugado, você faz o que quiser dentro do imóvel: pinta parede, fura parede, etc. Desde que, no momento da devolução do imóvel, você entregue da mesma forma que pegou. Também pode fazer ajustes e manutenções para a melhoria do apartamento, desde que acordado. Em Portugal, muitos contratos não permitem nenhuma mudança ou ajuste na casa. Os ajustes de manutenção são de responsabilidade do proprietário. Mas é comum cláusulas no contrato de aluguel que o inquilino não pode realizar nenhuma modificação, isso inclui pintar ou colocar um prego na parede. Eu (Lívia) aluguei uma casa semi-mobiliada e hoje, gostaria muito de me desfazer dos móveis da minha proprietária para colocar novos e com a minha cara, mas ela se recusa a retirar e como tem uma cláusula, simplesmente tenho que aceitar. Quadros na parede? Haja fita adesiva. Aqui em casa, em dias de maior umidade, eles costumam despencar da parede. Há também proprietários que não aceitam animais de estimação. Portanto, se você que trazer seu pet para Portugal ou adotar um por aqui, isso pode não ser possível. Atente-se a esse detalhe! Documentos necessários para o aluguel em Portugal A lista de documentos e exigências para fechar um contrato de aluguel pode variar. Alguns anunciantes exigem mais documentos e comprovações de renda do que outros. Para começar, o básico será o de identificação em Portugal: passaporte, Autorização de Residência ou Cartão de Cidadão. Os documentos solicitados normalmente são: Comprovantes de meios de subsistência Quase sempre os proprietários exigem um comprovante de que você tem meios de arcar com o pagamento do aluguel. É possível apresentar contrato de trabalho, recibos verdes (caso seja um trabalhador independente/freelancer) e Declaração do IRS (Imposto de Renda sobre o Rendimento de Pessoas Singulares). Veja o que é exigido pelo dono do imóvel e, na falta de algum documento, converse com ele sobre estes comprovantes. NIF O NIF (Número de Identificação Fiscal) é semelhante ao CPF do Brasil, sendo exigido para este tipo de negociação. Caso você ainda não tenha feito o seu, dirija-se às Finanças para fazer isso. O NIF é necessário em muitas situações, sendo um documento fundamental em Portugal. Caso não consiga fazer o seu NIF, entre em contato com a e-residence ou fale com a Bordr, ambas empresas que ajudam estrangeiros a fazer o NIF à distância. Já testamos as duas e são confiáveis. Fiador para aluguel em Portugal Normalmente os proprietários pedem que o contrato tenha um fiador português. Esta é uma questão delicada, principalmente se você chegou recentemente em Portugal. Caso você tenha encontrado um apartamento que deseja morar e o proprietário ou imobiliária exija um fiador, entre em contato com o proprietário ou imobiliária para saber se é possível substituir a figura do fiador através do adiantamento de aluguel e caução. Mas atenção, reforçamos que a lei de arrendamento em Portugal diz que só é legal exigir até 4 meses de aluguel adiantado e caução com valor máximo equivalente a dois aluguéis — ou seja, o senhorio ou imobiliária pode, dentro da lei, exigir 6 vezes o valor do aluguel para substituir o fiador. Como alugar um apartamento em Portugal estando no Brasil? É possível, mas somos honestos: não é fácil conseguir alugar um apartamento em Portugal estando fora do país. A disputa por imóveis em Portugal está muito acirrada, os proprietários e imobiliárias recebem uma enxurrada de candidatos interessados logo que colocam os imóveis disponíveis online. E como eles preferem a segurança de ter uma pessoa visitando presencialmente o imóvel e assinando o contrato à mão, quem está à distância perde logo para quem já está aqui no país. Dito isso, você tem duas opções: Alugar um imóvel temporário na Uniplaces para conseguir um local para ficar aqui em Portugal enquanto procura presencialmente pelo seu imóvel para alugar a médio e longo prazo. Sugerimos reservar o apartamento por no mínimo 30 dias para garantir que consegue visitar muitos imóveis até conseguir o seu; Fazer o processo de Relocation — ou seja, ter uma equipe dedicada a procurar o imóvel por você aqui em Portugal conforme a sua preferência, te passar tudo sobre ele (vídeos, fotos, texto, etc.) e você fecha o negócio à distância contando com uma equipe de confiança tratando de tudo por você. Você chega com a casa pronta para morar: com água, luz e gás já instalados. Para fazer o processo de relocation, você precisa contratar uma equipe experiente e de confiança para fazer o processo para você. O Euro Dicas confia e recomenda a Imobiliária Oliveira Imóveis. O processo de relocation deles é muito bom, eles selecionam o imóvel conforme o seu interesse, te passam um dossiê completo, alugam, ativam os serviços essenciais e podem inclusive fazer a limpeza e mobiliar o imóvel para você chegar com tudo pronto. Como pagar o aluguel estando no Brasil? É muito comum que os proprietários ou imobiliárias peçam o pagamento de uma caução e/ou rendas adiantadas para “segurar” o apartamento para você. É uma segurança que eles pedem para garantir o pagamento, já que os estrangeiros normalmente não possuem fiador em Portugal. Mas como fazer isso? É fácil. Você pode fazer a transferência através dos bancos, dos correios ou das plataformas online. A forma mais vantajosa é através das plataformas online, que têm as taxas mais baratas, seguras e você faz a transferência em poucos cliques. As plataformas que nós mais utilizamos e recomendamos aos nossos leitores são a Wise, Remessa Online, e a Western Union. Como alugar quarto em Portugal? A principal escolha de quem está chegando sozinho em Portugal é alugar um quarto. O site da Uniplaces é o mais indicado para quem deseja alugar quarto ou apartamento temporário. Nele você pode ver as fotos e vídeos do espaço, regras do senhorio e toda negociação é online. Ele atua como um intermediador e ainda oferece garantias, como a celebração de um contrato temporário. Essa é uma dica importante para que você possa procurar com calma um apartamento para alugar e não se precipitar. [caption id="attachment_163898" align="alignnone" width="750"] Para ter mais tranquilidade, indicamos que a pesquisa por um aluguel em Portugal comece com meses de antecedência.[/caption] Além disso, a plataforma é um dos sites de aluguel com o maior número de imóveis verificados do mundo. O que traz muito mais garantia e segurança para você. Se você chegar ao local e as condições não estiverem conforme o anúncio, a Uniplaces ainda dará até 24 horas para cancelar o aluguel e te ajuda a encontrar outro espaço. O que precisa de atenção é que a Uniplaces exige o pagamento do primeiro mês de aluguel mais a taxa de serviço. Então, é importante se preparar financeiramente antes de alugar. Como rescindir o contrato de aluguel em Portugal? No caso de querer rescindir o contrato de aluguel em Portugal é bom conhecer os seus direitos e deveres. A rescisão contratual deve ser feita por escrito e por meio de carta registrada (sim, os portugueses amam papel). Nessa carta deve ter seus dados, a quem está sendo dirigida, a referência do imóvel, o motivo da rescisão e a comunicação da data prevista para desocupar o imóvel. Como inquilino, o prazo de antecedência que deve fazer a comunicação por carta varia conforme o tipo de contrato, estabelecido por lei: Contrato inferior a 6 meses: 1/3 do período de duração inicial prescrito no contrato; Contrato superior a 6 meses e inferior a um ano: 60 dias de antecedência; Contrato superior a igual ou superior a um ano: 90 dias de antecedência; Contrato igual ou superior a 6 anos: 120 dias de antecedência. No caso do proprietário querer rescindir o contrato, ele deverá comunicar você com: Contrato inferior a 6 meses: 1/3 do período de duração inicial prescrito no contrato; Contrato superior a 6 meses e inferior a um ano: 60 dias de antecedência; Contrato superior a igual ou superior a um ano: 120 dias de antecedência; Contrato igual ou superior a 6 anos: 240 dias de antecedência. Como são os apartamentos para aluguel em Portugal? Em Portugal, o aluguel é chamado de arrendamento e o valor mensal pago para alugar apartamento em Portugal é chamado de renda. Já o proprietário do imóvel é chamado de senhorio. Com ou sem mobília Quando você for alugar apartamento em Portugal, poderá optar por um imóvel com mobília (mobilado, como se diz em Portugal) ou completamente vazio. Geralmente, quando é mobiliado, o apartamento tem pelo menos os eletrodomésticos básicos de cozinha e armários. Mas, qual será que vale mais a pena? O melhor a ser feito é analisar o seu caso e a sua situação em particular. Quando é melhor alugar mobiliado? Alugar um apartamento mobiliado pode ser a melhor opção caso você ainda esteja no processo de decisão e adaptação. Se você ainda não tenha certeza se morar em Portugal será provisório ou permanente, ou não tem condições financeiras para investir um bom valor em móveis logo de chegada, opte por um apartamento já mobiliado. Tenha especial cuidado ao conferir a lista dos itens que estão disponíveis no apartamento e o estado de conservação e funcionamento. Isso porque um relatório (vistoria) assinado por você e pelo proprietário do imóvel pode fazer a diferença no final do contrato e na devolução do valor da caução. Quando é melhor alugar sem mobília? Caso a sua disponibilidade financeira seja boa e mobiliar uma casa não faça diferença no seu orçamento, comprar os móveis que você mais gosta pode ser ótimo para dar o seu toque pessoal e deixar o seu lar do jeito que gosta. [caption id="attachment_163895" align="alignnone" width="750"] Além de verificar a mobília e a situação do imóvel, se tiver pet, certifique-se de que proprietário permite.[/caption] Portanto, se você já estiver com a decisão tomada de que Portugal será o seu novo país, alugar um apartamento sem mobília poderá ser a melhor escolha a longo prazo. Ainda que o gasto inicial seja alto, você vai deixar a sua nova casa confortável para você, o que é muito importante na adaptação em um novo país. Ah, e o valor do aluguel sem mobília costuma ser mais baixo. Com cozinha equipada Comprar fogão, máquina de lavar, geladeira, forno e outros e eletrodomésticos requer um gasto maior. Se você quer uma casa sem mobília, mas com uma cozinha equipada, é possível encontrar. Dessa forma, você economiza dinheiro, principalmente, se estiver de mudança para o país. O que significa T0, T1, T2 e T3 em Portugal? Com toda certeza, quando você começar a busca por um imóvel para um aluguel em Portugal, vai se deparar com estes termos: T0, T1, T1 + 1, T2, T3, etc. São as denominações de cada tipo de imóveis. Veja o que cada um significa: T0: apartamento sem quarto (quitinete); T1: apartamento de 1 quarto; T1+1: apartamento com 1 quarto e outro cômodo menor que pode ser usado como quarto ou escritório (geralmente sem janela); T2: apartamento de 2 quartos; T2+1: apartamento com 2 quartos mais o cômodo menor que pode ser usado como quarto ou escritório (geralmente sem janela); T3: apartamento de 3 quartos. Cuidados a ter antes de assinar o contrato de aluguel em Portugal Lembre-se sempre de que você estará em um país estrangeiro. Por isso, todo cuidado é importante na hora de alugar um apartamento. Separamos uma lista de precauções que podem ajudar você no processo de aluguel em Portugal: Verifique a classificação energética da casa, já que isso influencia no valor mensal; Verifique se há aquecimento no imóvel, caso contrário, pode ser necessário investir em aquecedores no inverno; Não alugue nada sem antes ver as condições do local; Exija o contrato de arrendamento; Verifique a condição de todos os móveis/eletrodomésticos no apartamento. Verifique se o aquecimento da água é elétrico ou gás; Confira se as janelas possuem vedação e vidros duplos, no inverno faz muita diferença; Verifique se há problemas de infiltração, umidade, mofo, etc. Isso agrava no inverno e com as chuvas; Veja em quais lugares da casa entra a luz do sol. É importante para ter menos umidade e a casa mais aquecida; Não realize nenhum tipo de transição bancária sem antes ver o imóvel e conversar com o proprietário. De preferência, realize o pagamento na hora de assinar o contrato; Leia o contrato todo. Veja quais as condições de reparo da casa, dos eletrodomésticos, tempo do contrato e principalmente o combinado para a quebra do mesmo; Dê preferência a imóveis com comércio ao redor e perto de transporte público, principalmente se você não tem carro; Verifique se é uma região segura e tranquila para viver, andar a noite, etc. Se tiver interesse, entre em contato com a Oliveira Imóveis através do assistente virtual para que eles possam te ajudar a encontrar um apartamento ideal e para chamar de lar. Perguntas frequentes sobre alugar apartamento em Portugal Logo abaixo, respondemos algumas perguntas mais frequentes dos nossos leitores quanto ao aluguel em Portugal. As respostas também podem ajudar a responder as suas dúvidas. Qual o valor médio de um apartamento em Portugal? O valor de aluguel em Portugal pode variar bastante, dependendo da região e do tipo do imóvel. Veja o valor médio de alguns apartamentos em Portugal que consultamos no site da Numbeo em março de 2024: Tipo de apartamento Valor médio Apartamento de 1 quarto no centro da cidade 934,16€ Apartamento de 1 quarto fora do centro da cidade 721,87€ Apartamento de 3 quartos no centro da cidade 1.702,49€ Apartamento de 3 quartos fora do centro da cidade 1.217,48€ Lembrando que esses valores podem mudar consideravelmente dependendo da cidade. Nos grandes centros, como Lisboa e Porto, os aluguéis podem ser mais alto do que estes valores apresentados e nas cidades do interior, podem ser mais baixo. Por isso, recomendamos sempre que busque uma média de valor da cidade onde pretende morar. Como alugar um apartamento barato em Portugal? A escolha da cidade interfere diretamente no valor do aluguel em Portugal. No interior, com certeza você terá as cidades mais baratas para morar em Portugal. O tipo do imóvel também é um ponto importante nesse aspecto, já que quanto mais quartos, mais o aluguel encarece. Aqui vão algumas dicas para que podem te ajudar a alugar um apartamento mais barato em Portugal: Busque saber quais são as cidades mais baratas para viver em Portugal; Se possível, escolha um imóvel mais simples, como apartamentos, estilo quitinete (T0) ou de apenas um quarto (T1); Procure por apartamentos fora do centro da cidade, caso tenha possibilidade de ter um carro; Converse com amigos que moram em Portugal para saber indicações de apartamentos. Geralmente, os proprietários preferem alugar por indicação e o valor pode ser melhor. Qual a cidade de Portugal tem o aluguel mais barato? Bragança, Castelo Branco, Caldas da Rainha e Viseu são algumas das cidades mais baratas para morar em Portugal. Todas são cidades pequenas, longe dos grandes centros, mas não quer dizer que não tenham uma boa infraestrutura para se viver. Todas possuem escolas, supermercados e até campus de universidades portuguesas. Além de mais baratas, essas cidades também são mais tranquilas e seguras, se comparadas com os grandes centros. A única questão que pode ser um ponto negativo são as ofertas de emprego. É possível encontrar emprego nesses lugares, mas não é tão fácil quanto nas cidades maiores, já que a população é menor e as grandes empresas estão localizadas nos grandes centros. Qual a cidade de Portugal tem o aluguel mais caro? As cidades com aluguel mais caro em Portugal são as grandes cidades: Lisboa, Porto, Braga, Faro, juntamente com as suas respectivas regiões metropolitanas. O contraponto é que as grandes cidades concentram as melhores oportunidades para trabalhar em Portugal, assim como oferece uma infraestrutura melhor em termos de hospitais, lazer, supermercados, academias de ginástica, escolas e universidades. Ajuda para morar em Portugal Se você deseja morar em Portugal, pode contar com a nossa ajuda. Preparamos o Programa Morar em Portugal, um guia completo com 22 videoaulas que te contam o passo a passo detalhado de tudo que você precisa fazer para mudar para Portugal, sem imprevistos e com segurança! Confira o que está incluído no Programa.

Guias e dicas sobre a Europa

Mais dicas sobre

Portugal

Mais dicas sobre

Espanha

Mais dicas sobre

Itália

Mais dicas sobre

França

Mais dicas sobre

Inglaterra

Mais dicas sobre

Alemanha

Mais dicas sobre

Irlanda

Mais dicas sobre

Outros países
Conteúdo exclusivo da Europa no seu email!
Receba na sua caixa de entrada os artigos, notícias e colunas da sua preferência para mergulhar no mundo europeu e preparar sua mudança!
Assine já nossa Newsletter