Se está planejando sua mudança para o Velho Continente, deve saber que abrir conta na Europa é muito mais fácil do se imagina. Assim como acontece no Brasil, após escolher o banco de sua preferência, terá que apresentar os documentos solicitados e fazer um depósito para ativar sua conta.

Neste artigo, vou te explicar o passo a passo, se é possível abrir sua conta a partir do Brasil, melhores bancos e muito mais!

Como abrir conta na Europa?

Não é difícil abrir conta na Europa e você tem duas opções. A primeira é optar pelos bancos digitais e a segunda é escolher um banco europeu que tenha atuação no Brasil e se deslocar pessoalmente à agência bancária.

De maneira geral, o passo a passo é o seguinte:

  • Pesquisar os bancos disponíveis e analisar as taxas de cada um;
  • Escolher o banco que melhor vai te atender;
  • Separar toda a documentação necessária;
  • Entrar em contato com o atendente para a abrir sua conta bancária ou abrir sua conta online;
  • Enviar a documentação;
  • Aguardar a aprovação da abertura da sua conta;
  • Fazer o depósito inicial (se aplicável).

É possível abrir conta na Europa estando no Brasil?

Sim. É possível abrir conta na Europa estando no Brasil.

Para isso, terá que encontrar os bancos europeus que possuem agência no país. No entanto, as opções são extremamente limitadas.

Além disso, é preciso verificar se o banco escolhido também possui uma agência bancária no país que pretende morar para o caso de precisar falar diretamente com o gerente.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →

Santander

O Santanter, por exemplo, é um banco espanhol com forte atuação no Brasil e oferece a possibilidade para abrir uma conta internacional. Porém, esse serviço é oferecido apenas para pessoas jurídicas. Se você está pensando em empreender na Europa, essa pode ser uma opção.

O site oficial do Santander, não disponibiliza a documentação necessária para abrir conta na Europa. Se você já é cliente do banco, deve procurar seu Gerente de Relacionamento ou o Gerente de Negócios Internacionais. Caso ainda não seja cliente, deve ir pessoalmente ao banco para obter mais informações.

Millenium

Outro banco europeu com atuação no Brasil é o português Millenium BCP. Ele permite a abertura de conta tanto para pessoas físicas quanto jurídicas em Portugal.

Contudo, só existem duas agências no país, uma localizada em São Paulo e outra no Rio de Janeiro.

Se você mora em alguma dessas duas cidades ou tem disponibilidade para se deslocar até uma delas, vai precisar dos seguintes documentos para abrir conta na Europa:

  • RG;
  • CPF;
  • Passaporte;
  • Comprovante de residência;
  • Certidão de registro comercial ou cartão de pessoa jurídica (se aplicável);
  • Depósito de 500 euros (pessoa jurídica).

Antes de se deslocar até o banco, aconselho a entrar em contato para verificar as condições de abertura de conta na Europa e se existe uma documentação complementar que deverá ser apresentada.

  • São Paulo: Rua Iguatemi, 192, 7º Andar – Conjunto 73, Itaim Bibi. Telefone e email para contato: (11) 3191-0700 / [email protected];
  • Rio de Janeiro: Praia de Botafogo, 228 – Ala B – Piso 9º, Conj. 908. Telefone e email para contato: (21) 2554-2100 / [email protected]

Atlântico Europa

O Banco Atlântico Europa também permite a abertura de conta na Europa estando no Brasil. Com sede em Lisboa, o Atlântico é supervisionado pelo Banco de Portugal e pela Comissão de Mercado de Valores Mobiliários.

Para abrir conta, basta entrar no site oficial no Banco Atlântico Europa, preencher os dados solicitados, enviar a documentação exigida e realizar uma videochamada para confirmação da sua identidade.

Os documentos exigidos são:

  • Passaporte, autorização de residência em Portugal ou cartão cidadão;
  • Cartão de identificação fiscal estrangeiro ou documento idôneo que o comprove;
  • Comprovante de residência com data de emissão inferior a 6 meses;
  • Comprovante de profissão com data de emissão inferior a 6 meses.

Contrato para abrir conta na Europa

Melhores bancos para abrir conta na Europa

A melhor maneira para abrir conta na Europa é utilizando a tenologia ao nosso favor.

No Brasil, já estamos bem acostumados com os bancos digitais e na Europa, eles estão cada vez mais fortes no mercado financeiro. Sendo assim, apresento as cinco melhores opções de banco digital na Europa são:

N26

O banco digital alemão N26 tem se tornado um dos queridinhos para abrir conta na Europa e tem atuação em diversos países do velho continente. A vantagem é que o processo de abertura de conta é bem rápido, demora apenas 8 minutos. Contudo, é preciso ter um endereço na Europa para receber seu cartão (por enquanto).

Sabe que o é melhor? Em breve ele vai começar a operar no Brasil.

Isso mesmo, o N26 já possui a permissão do Banco Central e está estruturando sua equipe no país. Se você não tem um endereço na Europa ou não possui um familiar, ou amigo que possa receber o seu cartão, vale fazer o cadastro no site para ser uma das primeiras pessoas a abrir conta quando a operação no Brasil começar.

O N26 oferece quatro opções de contas bancárias para pessoas físicas:

Conta Taxa de manutenção Saques mensais gratuitos na zona do euro
N26 Standart gratuita/sem taxa 3 saques
N26 Smart 4,90€/mês 5 saques
N26 You 9,90€/mês 5 saques + saques gratuitos e ilimitados*
N26 Metal 16,90€/mês 8 saques + saques gratuitos e ilimitados*

*Saques ilimitados em qualquer moeda nos caixas eletrônicos em todo o mundo.

O banco oferece ainda a opção N26 Business para profissionais autônomos.

Para abrir conta no N26 basta seguir o passo a passo:

  • Acessar o site oficial do N26 ou fazer o download da aplicação (iOS ou Android);
  • Selecionar o país de residência;
  • Preencher os dados pessoais e de residência (lembrando que até o momento é preciso ter um endereço na Europa);
  • Confirmar o email cadastrado;
  • Fazer a verificação da sua identidade através de uma videochamada com o atendente e enviar uma foto do passaporte e fazer uma selfie;
  • Inserir o código de verificação que será enviado para o seu telefone;
  • Criar um código PIN para acessar a conta;
  • Após a aprovação de abertura de conta, seu cartão será enviado para o endereço indicado.

Se você não conhece bem o Banco N26 e se é confiável, leia esse artigo de avaliação que fizemos do banco.

Revolut

O banco digital inglês Revolut também permite abrir conta na Europa sem precisar sair de casa. Porém, é preciso ter residência em um dos países do Espaço Ecônomico Europeu (EEE), na Austrália, Canadá, Singapura, Suíça ou Estados Unidos.

Para quem ainda reside no Brasil, o procedimento é entrar na lista de espera. Eles já estão em busca de um banco autorizado pelo Banco Central para iniciar uma parceria.

As vantagens da conta no Revolut é fazer transferências internacionais para mais de 30 países, fazer saques no exterior gratuitamente cujo valor varia conforme a conta, fazer compras de criptomoedas pelo próprio aplicativo, que é bem intuitivo. Além é claro, de oferecer uma conta básica gratuita e sem taxa de manutenção.

O Revolut oferece quatro opções de conta:

Conta Taxa de manutenção Saques mensais gratuitos
Standard gratuito 200€
Plus 2,99€/mês 200€
Premium 7,99€/mês 400€
Metal 13,99€ 800€

Veja o passo a passo para abrir conta no Revolut:

  • Acesse o site da Revolut ou faça o download da aplicação (iOS ou Android);
  • Insira o telefone de contato;
  • Preencha os dados solicitados;
  • Faça a confirmação do email;
  • Faça o depósito mínimo de 10€;
  • Valide sua identidade enviando os seguintes documentos: foto do passaporte, uma selfie; cópia do documento que comprova que vive legalmente em um dos países que o banco opera;
  • Aguarde o cartão ser enviado para o endereço indicado.

Wise

A inglesa Wise, antiga TransferWise, tem como principal objetivo o envio de dinheiro para o exterior. No entanto, ela também oferece a opção de abrir conta na Europa.

A vantagem oferecida pela plataforma é de criar uma conta multimoedas de forma gratuita e sem taxa de manutenção, ou seja, é possível ter mais de 50 moedas em uma só conta e ir alternando conforme o país onde estiver. Além disso, como seu foco é a transferência de dinheiro, ela utiliza o câmbio comercial e possui uma taxa bem mais baixa se comparado aos bancos convencionais.

Por enquanto, apenas uma opção de conta está disponível, chamada conta Wise. Você pode abrir a conta estando no Brasil e administrá-la através do aplicativo.

Porém, vai precisar de um endereço na Europa para receber o cartão de débito físico. O que você pode fazer é: abrir a conta, depositar dinheiro em reais, e depois, quando chegar na Europa, solicitar o seu cartão e gastar em euros.

Conta Taxa de manutenção Saques mensais gratuitos
Borderless gratuito até 200£ (libras)

Para abrir sua conta Borderless basta seguir o passo a passo:

  • Entrar no site da Wise ou fazer o download do aplicativo (iOS ou Android);
  • Preencher os dados solicitados e criar sua conta;
  • Solicitar o cartão de débito (disponível apenas para residentes na Europa);
  • Escolha se é uma conta pessoal ou empresarial;
  • Preencha novamente os dados solicitados;
  • Envie os documentos solicitados: identificação com foto, comprovante de endereço;
  • Aguarde a aprovação da conta (pode demorar alguns dias);
  • Espere o cartão chegar no endereço europeu indicado;
  • Faça a ativação do cartão.

Activo Bank

O Activo Bank pertence ao Banco Millenium BCP e é um dos bancos favoritos entre os brasileiros em Portugal devido a sua facilidade de abertura de conta. Eu mesma sou uma que tenho conta nesse banco e adoro. A linguagem do banco é super jovem e me faz lembrar o Nubank do Brasil.

Para mim, além de toda a praticidade que ele oferece através de um aplicativo bem intuitivo, ele conta com um programa chamado Activo+, que permite acumular pontos conforme vai movimentando a conta para trocá-los por vouchers em lojas, postos de gasolina e supermercados.

Outra vantagem é que a conta bancária não tem taxa de manutenção. A desvantagem do Activo Bank é que precisa ser residente em Portugal ou possuir um NIF – Número de Identificação Fiscal (equivalente ao nosso CPF).

São disponibilizadas duas opções de contas: uma exclusiva para menores, ou seja, desde o nascimento até os 17 anos e cujo depósito inicial é de 100€ e a conta simples para os maiores de 18 anos e depósito inicial de 500€.

Conta Taxa de manutenção Saques diários
Simples gratuito 400€
Menores gratuito 50€ a 200€*

*O valor varia de acordo com a limitação imposta pelos pais dos menores.

Há duas opções para abrir conta no Activo Bank: presencialmente ou online. Se optar por pela forma presencial, basta seguir o passo a passo:

  • Ir até uma agência do Activo Bank em Portugal;
  • Apresentar os documentos: documento de identificação com foto, NIF, comprovante de residência atualizado, comprovante de situação profissional (contrato de trabalho, recibo verde, matrícula da faculdade para o caso de estudantes, etc);
  • Assinar os documentos de abertura de conta;
  • Fazer o depósito inicial;
  • Pegar o seu cartão;
  • Cadastrar o PIN.

Na altura que abri a conta em Portugal, fui pessoalmente a agência e com exceção da fila que enfrentei, o processo foi bem rápido.

Para abrir conta online, o processo demora cerca de 15 minutos e o passo a passo é o seguinte:

  • Acessar o site do Activo Bank;
  • Preencher os dados solicitados;
  • Anexar a documentação;
  • Fazer uma videochamada com o atendente para verificar sua identidade;
  • Realizar o depósito inicial;
  • Aguardar o cartão chegar na residência indicada;
  • Seguir a instruções enviadas junto com o cartão para ativá-lo.

Monese

Para finalizar o ranking dos melhores bancos para abrir conta na Europa, temos o Monese. Apesar de não ser tão famoso entre os brasileiros, banco inglês vem conquistando o mercado cada vez mais.

A principal vantagem do Monese é permitir transferências em libras e euro e sacar dinheiro em caixas do mundo inteiro. A desvantagem é que para abrir conta é preciso ser residente legal do EEE.

O Monese disponibiliza três opções de contas:

Conta Taxa de manutenção Saques mensais gratuitos
Instant gratuito 200£
Classic 5,95£ 900£
Premium 14,95£ ilimitado

Para abrir conta no Moneze, siga o nosso passo a passo:

  • Acesse o site da Moneze ou faça o download do aplicativo (iOS ou Android);
  • Preencha os dados solicitados;
  • Envie uma foto do cartão de residente no EEE;
  • Faça um vídeo selfie lendo uma frase que será exibida;
  • Envie o comprovante de endereço;
  • Aguarde a aprovação da abertura de conta (pode demorar alguns dias);
  • Espere o cartão chegar no endereço indicado;
  • Faça a ativação do cartão.

Bancos tradicionais com agências físicas na Europa

Se você preferir bancos mais “tradicionais” e pouco digitais, eu recomendo que veja essa lista de “melhores bancos na Europa“, segundo a avaliação da Realbanks:

1. HSBC (Reino Unido);
2. BNP Paribas (França);
3. Credit Agricole Group (França);
4. Deutsche Bank (Alemanha);
5. Banco Santander (Espanha);
6. Barclays PLC (Reino Unido);
7. Societe Generale (França);
8. Groupe BPCE (França);
9. Lloyds Banking Group (Reino Unido)
10. ING Group (Países Baixos)
11. UiCredit S.p.A. (Itália)

Documentos necessários para abrir conta na Europa

Os documentos necessários para abrir conta na Europa podem variar de acordo com o banco escolhido. De maneira geral, você vai precisar:

  • Passaporte ou autorização de residência do país europeu que morar;
  • Comprovante de endereço;
  • O documento equivalente ao CPF do país europeu que morar;
  • Comprovante de atividade profissional;
  • Depósito inicial (se aplicável);

Banco Central da Europa

Quanto custa abrir conta na Europa?

Como descrito no tópico de melhores bancos para abrir conta na Europa, o custo varia conforme o banco escolhido e com a conta escolhida.

É possível abrir conta gratuitamente e sem nenhuma taxa de manutenção ou se optar por contas diferenciadas, onde o valor pode chegar até 15£ (libras) por mês. Além disso, alguns bancos exigem um valor de depósito inicial.

Aconselho a fazer um comparativo entre as contas para verificar qual delas vai melhor te atender.

Como funcionam os bancos na Europa?

Os bancos na Europa funcionam como no Brasil. Há aqueles que oferecem contas gratuitas e taxas mais baixas para as transações, assim como os que apresentam taxas mais altas.

Os saques podem ser feitos em caixas eletrônicos Multibanco ou ATM (Automatic Teller Machine).

Esses caixas costumam ficar espalhados no meio da rua, sem a necessidade de ter que entrar em uma agência bancária para fazer saques. Para quem é brasileiro, isso pode parecer muito estranho devido a nossa alta taxa de criminalidade, mas na Europa isso é bem comum e seguro.

Vale uma atenção especial na diferença entre o caixa Multibanco e ATM. O primeiro permite vários tipos de operação como, por exemplo, depositar dinheiro, recarregar o celular, fazer pagamentos, consultar saldo, fazer transferências e, o principal, saques sem pagamento de taxa.

Já o segundo se trata de uma rede internacional e é parecido com os caixas eletrônicos 24 horas do Brasil, ou seja, as operações são bem limitadas, sendo que o foco principal é o saque de dinheiro e com cobrança taxa.

Tipos de conta

Os bancos europeus costumam oferecer três tipos de conta:

  • Conta básica: que é a conta-corrente que vai atender as necessidades básicas do cliente, ou seja, recebimento de salário, transferências bancárias, pagamento de boletos, saques, utilização da função débito nos estabelecimentos comerciais;
  • Conta poupança: é similar ao do Brasil. Porém, o rendimento da poupança é extremamente baixo e não vale a pena. A taxa manutenção dessa conta provavelmente será maior que o rendimento da poupança;
  • Conta de investimento: como o próprio nome diz, permite o investimento em ações, fundos e títulos. É a conta destinada para quem gosta de aplicar o dinheiro.

Cartão de crédito

Claro que existem bancos e contas que oferecem a opção de adquirir um cartão de crédito. No entanto, seu uso na Europa é praticamente inexistente, assim como parcelar compras. Se você tem dinheiro, vai lá e compra. Se não tem, faz um planejamento para comprar a vista.

Além disso, não são todos os estabelecimentos que aceitam o cartão de crédito. Meu conselho é aprender a viver sem ele. Por experiência própria, foi a melhor coisa me aconteceu ao morar em Portugal.

Taxas cobradas

As taxas cobradas dependem do banco escolhido e tipo de conta. De maneira geral, as possíveis taxas que poderão ser cobradas são:

  • Taxa de câmbio para transferências internacionais;
  • Comissões bancárias em casos de transferências acima do valor determinado pelo banco;
  • Saque de dinheiro acima do valor mensal estipulado no tipo conta;
  • Taxa em caso de recusa de débito direto devido a saldo insuficiente;
  • Juros para o caso de cheque especial ou crédito pessoal;
  • Solicitação de um novo cartão e taxa de entrega;
  • Adiantamento de dinheiro para emergência;
  • Imposto de selo;
  • Entre tantos outros.

Antes de abrir conta na Europa, verifique o tarifário detalhado do banco e leia os termos e condições do tipo de conta que optar. Dessa forma, vai saber exatamente quais as taxas cobradas e qual o valor de cada uma delas.

Proteção de contas em caso de falência dos bancos

A União Europeia conta com o European Deposit Insurance Scheme (EDIS), em português, Sistema Europeu de Seguro de Depósitos que funciona como uma proteção de contas em caso de falência dos bancos.

Dessa forma, o sistema protege os clientes, garantindo depósitos de até 100 mil euros ou o financiamento da transferência para outro banco evitando assim, a retirada em massa de dinheiro dos bancos frente a uma crise financeira.

Como enviar dinheiro para a conta na Europa?

Para enviar dinheiro para a conta na Europa é muito simples. Você pode fazer a transação através do seu banco, que vai te cobrar taxas extremamente altas ou pode fazer através de plataformas especializadas como a Wise ou Remessa Online.

Essas plataformas trabalham com o câmbio comercial e possuem taxas bem mais baixas. Além disso, são super simples de usar e costumam fazer o envio de dinheiro para a Europa entre 1 a 3 dias úteis.