Lisboa tem se tornado o destino de eleição de uma série de brasileiros que resolvem viver em Portugal. Mas, se você pretende mudar para a capital portuguesa, vale a pena se informar com antecedência sobre apartamentos para alugar em Lisboa. Reunimos aqui algumas dicas preciosas que podem te ajudar ao longo do processo de busca da sua nova casa.

É fácil encontrar apartamentos para alugar em Lisboa?

Encontrar um apartamento para alugar em Portugal, especialmente em Lisboa a um custo não excessivo pode ser um enorme desafio.

Assim como grande parte das capitais europeias, em geral os aluguéis cobrados são bem mais elevados do que no resto do país. A boa notícia é que os salários em Lisboa frequentemente também são mais altos.

De alguns anos para cá, com o aumento do turismo e do programa Visa Gold, que retiraram imóveis do mercado de locação, o valor dos aluguéis subiu muito, o que impossibilitou uma série de pessoas de morarem no centro da capital.

Por outro lado, outras regiões nos arredores de Lisboa – como Setúbal, Odivelas e Loures – passaram a ter maior procura por apresentarem preços mais atrativos. Essas regiões mais periféricas podem apresentar opções interessantes de aluguel.

Resumindo: não é fácil encontra apartamentos para alugar em Lisboa, mas também não é uma tarefa impossível. Com paciência, informação e pesquisa você poderá encontrar o seu novo lar para alugar.

Como alugar apartamento em Lisboa?

Reunimos algumas dicas para te ajudar nesse processo de pesquisa e escolha para alugar em Lisboa:

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →
  • Estabeleça qual é o seu orçamento disponível. Que valores tem em mente? Se pretende alugar um imóvel de até 600€ deve balizar a sua pesquisa em torno desse valor. Saber o montante que poderá gastar ajudará muito a refinar a sua pesquisa;
  • Defina para você mesmo qual é o tipo de imóvel que pretende alugar: será um apartamento de dois quartos? Pode ser um quarto e sala? Faz questão de um apartamento maior?;
  • Depois de ter bem estabelecido quais são as características básicas do imóvel – como o número de quartos – e o orçamento que pode gastar, visite com regularidade sites de aluguel de apartamento em Portugal filtrando as pesquisas por valor e/ou tipologia do imóvel;
  • Crie um documento no qual possa reunir a lista dos apartamentos favoritos e entre em contato com o anunciante. Em geral, os apartamentos são anunciados por imobiliárias ou mesmo diretamente com o proprietário;
  • Visite os apartamentos que mais gostou e tire as suas dúvidas durante a visita. Onde fica o mercado mais próximo? Como é a região em termos de transportes?;
  • Separe toda a documentação requisitada pelo proprietário. Em geral, durante a própria visita você será avisado dos documentos necessários a apresentar quando fizer a sua proposta;
  • Entregue os documentos solicitados e faça a sua proposta.

Planejando morar em Portugal? Confira nosso guia completo para se mudar para o país.

Quanto custa alugar apartamento em Lisboa?

Para ter uma ideia em termos de custos, preparamos uma tabela com valores de apartamentos para alugar T1 (apartamento de 1 quarto) e T3 (apartamento de 3 quartos) em diferentes regiões de Lisboa.

Regiões de Lisboa T1 T3
Arroios 690€ 1.380€
Benfica 565€ 1.130€
Campo de Ourique 700€ 1.400€
Carnide 575€ 1.150€
Estrela 685€ 1.370€
Marvila 580€ 1.160€
Santo António 775€ 1.550€
Santa Clara 505€ 1.010€

A estimativa acima foi apresentada com base no valor do metro quadrado da localização de cada região fornecida pelo Idealista.

Os valores exibidos são atualizados para 2021 e são valores médios, o que significa que você provavelmente irá encontrar imóveis mais baratos e também mais caros nas regiões apresentadas. Consideramos um apartamento T1 com 50 metros quadrados e um apartamento T3 com 100 metros quadrados.

Melhores sites para encontrar apartamentos para alugar em Lisboa

Felizmente você pode começar a realizar a sua busca de onde estiver já que atualmente a maior parte dos imóveis para locação está anunciada em sites.

Dependendo do seu perfil de aluguel, pode encontrar portais específicos para o seu propósito, como o Airbnb, caso busque um imóvel temporário.

De toda forma, há uma enorme variedade de sites para alugar apartamento em Lisboa disponíveis no mercado. Recomendamos que utilize mais de um deles para ser apresentado a imóveis diferentes.

Idealista

O Idealista é um portal indispensável para quem procura apartamentos para alugar. A plataforma pode ser acessada pelo computador ou através da app. É possível também gravar o perfil de apartamento que mais te interessa e programar um alarme que irá te avisar cada vez que um imóvel com esse perfil entrar no mercado.

O Idealista tem a vantagem de permitir que o usuário desenhe a sua região de preferência no mapa, permitindo que você escolha exatamente a zona onde deseja morar.

Paisagem Lisboa

Casa Sapo

Assim como o Idealista, a Casa Sapo é um importante portal imobiliário do mercado português. O espaço reúne apartamentos para alugar em Lisboa anunciados tanto por imobiliárias como diretamente pelos proprietários.

Depois de selecionar o distrito e o concelho, o usuário pode filtrar por freguesia, zona, tipologia, preço, ano de construção e até tamanho da área útil.

Imovirtual

Outro poderoso aliado nessa procura é o Imovirtual, site no qual é possível encontrar igualmente listados apartamentos em Lisboa anunciados por imobiliárias ou particulares.

Airbnb

O Airbnb é uma plataforma bastante conhecida onde pode alugar quartos ou espaços inteiros preferencialmente durante um curto espaço de tempo. O site é indicado para quem está chegando na cidade e ainda não tem um local definitivo para morar.

O aluguel geralmente é cobrado em diárias, mas alguns proprietários costumam dar descontos caso o locatário pretenda se estabelecer por um período mais longo. Uma das maiores vantagens do Airbnb é apresentar apartamentos já mobiliados e com tudo o que os morados precisam, como roupa de cama, louça, etc.

Remax

A Remax é uma imobiliária internacional que possui uma forte presença em Portugal. Especialmente em Lisboa, é possível encontrar uma série de imóveis disponíveis para aluguel de longa duração.

O site da empresa oferece um espaço de busca no qual o interessado pode marcar a região que mais interessa – concelho, freguesia ou morada – e, posteriormente, características do imóvel como o número de quartos e a área.

Century 21

Outra rede de imobiliárias bastante conhecida na capital portuguesa é a Century 21. Assim como a Remax, a imobiliária tem uma grande variedade de apartamentos para alugar em Lisboa, em diferentes regiões da cidade.

No site da imobiliária é possível ver o anúncio de cada um dos apartamentos que eles negociam.

Era

A Era também é uma imobiliária com muitas filiais em Lisboa e um grande catálogo de apartamentos disponíveis para locação. Através do site da empresa é possível fazer uma busca pelos imóveis da região de interesse filtrando por número de quartos, banheiros, garagem, etc.

Documentos necessários para alugar apartamento em Lisboa

Muitas vezes, imobiliárias e proprietários exigem documentos diversos, listamos apenas os documentos básicos que costuma ser solicitados por ambos, confira:

  • Documento de identificação do futuro locatário com foto, idealmente deverá apresentar o Cartão de Cidadão, o Título de Residência ou o Passaporte;
  • NIF – Número de Identificação Fiscal é como o nosso CPF no Brasil e será necessário para a formalização do contrato;
  • Comprovante de rendimentos: contrato de trabalho, recibos de vencimento ou documento equivalente que comprove a sua capacidade de honrar com o compromisso do aluguel.

Lembre-se que é possível que o proprietário solicite outros documentos como o IRS – Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares. É normal que o proprietário peça também um fiador ou uma caução – muitas vezes os dois itens são mesmo exigidos.

Documentos do fiador

Se for solicitado um fiador, provavelmente os documentos que ele precisará apresentar serão semelhantes aos do inquilino: documento de identificação, NIF, comprovante de rendimentos e até IRS.

Tenha em consideração que o fiador também irá assinar o contrato de locação, por isso, assume o compromisso de manter as obrigações do aluguel e precisa apresentar garantias.

Caução pode substituir o fiador?

Muitos imigrantes brasileiros não possuem fiador em Portugal e, frequentemente, os proprietários não aceitam fiadores que estejam fora do país. Se esse for o seu caso, não se preocupe, alugar o apartamento em Lisboa poderá ser um processo mais complexo, mas não inviável.

Caso não possua o fiador, poderá ser solicitado que adiante uma caução maior, de três ou seis meses ou até mesmo um ano. Exigências assim não são incomuns especialmente quando o interessado a locação é estrangeiro.

Como são os apartamentos em Lisboa?

Na hora de escolher um apartamento para alugar em Lisboa, você deve ficar atento ao que os portugueses chamam de tipologia do imóvel. Existem várias categorias, as mais frequentes em Lisboa são:

  • T0: esses imóveis são integrados, isto é, a sala, o quarto e a cozinha fazem parte do mesmo ambiente. No Brasil costumamos chamar esse tipo de apartamento de quitinete ou loft. Esse espaço sem paredes costuma ser muito procurado por estudantes, pessoas que vivem sozinhas ou casais;
  • T1: esses são os famosos quarto e sala, são apartamentos onde é possível encontrar uma divisão entre os cômodos, ao contrário dos T0. O quarto aqui é um ambiente a parte, separado da sala por uma parede e com uma porta. Esse tipo de arquitetura proporciona uma maior privacidade;
  • T1+1: sempre que encontrar nos anúncios a expressão +1 saiba que se trata de um pequeno espaço extra (que frequentemente não possui janela). Um T1+1 é um apartamento quarto e sala que possui mais um pequeno “quarto”, uma espécie de subdivisão da casa que pode ser usada para arrumação, por exemplo. O +1 não possui dimensões de um quarto tradicional, por isso, não pode ser considerado como mais um dormitório e muitas vezes é um quarto interior, isto é, sem ventilação;
  • T2, T3, T4 e T5: o número que acompanha a tipologia será sempre o número de quartos da casa. As mais comuns são T2 e T3, esses imóveis podem comportar confortavelmente uma família composta por um casal com filhos;
  • Rés-do-chão: os apartamentos denominados rés-do-chão, são imóveis localizados no nível da rua. Eles podem ser tanto de frente, quanto de fundo, nesse último caso muitos costumam ter um pequeno quintal no fundo.

Confira as principais curiosidades sobre as casas em Portugal.

Dicas e cuidados para alugar apartamento em Lisboa

Na hora de planejar a sua mudança para Portugal, reserve uma boa parcela do seu tempo para pesquisar apartamentos para alugar. Especialmente se pretender viver em uma grande cidade como Lisboa, precisará de uma boa dose de paciência para encarar o desafio que é encontrar um apartamento que possa alugar dentro do seu orçamento.

Tenha paciência na busca

É importante que você não se desespere ao longo desse processo, que pode ser cansativo, e que traga uma boa reserva financeira para te dar tranquilidade para escolher o imóvel certo com calma.

Prédios apartamentos para alugar em Lisboa

Quando chegar, pode ser interessante se estabelecer na casa de um amigo, um familiar ou mesmo em uma hospedagem provisória enquanto visita pessoalmente os apartamentos que chamaram a sua atenção.

Fique de olho nos anúncios

Ficar sempre de olho nos sites de anúncio de imóveis é um passo essencial, já que especialmente em Lisboa o mercado de locação é muito dinâmico e os apartamentos para alugar desaparecem rapidamente.

Se gostou de um imóvel e acha que ele é compatível com o seu perfil e com a sua capacidade financeira, a nossa indicação é que telefone logo para o anunciante e marque uma visita.

Faça uma lista de imóveis

Fazer uma lista dos imóveis que mais chamaram a sua atenção e daquilo que mais gostou e menos gostou em cada um durante a sua visita pode te ajudar a descobrir qual será o apartamento que irá virar a sua casa.

Busque informações sobre a região

Além da localização do imóvel, tente descobrir se ele é servido por uma boa rede de transportes – está perto do metro? Do trem? De um ponto de ônibus? – e se tem serviços essenciais por perto como mercados, padarias, bancos, hospitais. Caso tenha filhos, pode verificar as escolas da região.

Fique atento aos golpes

Se gostou de um apartamento em Lisboa e quer fazer uma visita, tome cuidado com os golpes que andam no mercado: não faça qualquer transferência financeira antes de visitar um apartamento, por exemplo.

Um golpe conhecido entre os imigrantes são supostos proprietários que, para confirmarem o interesse genuíno do visitante, pedem um depósito para permitirem a visita. Não ceda a essa abordagem. Imobiliárias e proprietários sérios não fazem esse tipo de exigência e só pedem a caução quando a negociação está avançada.

Leia com atenção o contrato

Por fim, antes de assinar o contrato de locação leia com muita atenção o documento para conhecer os seus direitos e deveres. Fique atento a todas as informações, inclusive, deve constar no contrato o valor pago na caução, assim como o número de rendas adiantas que foram pagas.

Confira a classificação energética do apartamento

Tenha especial atenção à classificação energética do imóvel (de A a E), isso porque no inverno você poderá se ver em maus lençóis quando o frio apertar e o apartamento não esquentar. Então imóveis com classificações melhores, ainda que um pouco mais caros, podem ser uma boa pedida. Principalmente no caso de famílias com idosos ou crianças.

Confira o isolamento térmico do imóvel

Também se atenha ao isolamento térmico do prédio onde o apartamento está. Isso porque um prédio bem isolado poderá fazer toda a diferença nos meses de inverno e de verão.

Ainda que pareça exagero, tente verificar a posição solar e ter em conta que apartamentos virados para o Sul costumam ter uma maior incidência solar. Por consequência, você terá menos chances de ver suas roupas mofarem e até de desenvolver doenças respiratórias.

Para te ajudar ao longo desse processo de mudança, recomendamos que conheça o nosso Programa Morar em Portugal. No programa você tem acesso a 22 aulas em vídeo com as principais informações para se mudar de forma organizada e planejada.