Decidiu fazer as malas para Lisboa e ainda não sabe como começar a procura pelo lugar onde vai viver nos próximos tempos? Conhecer os bairros de Lisboa é essencial para ter uma escolha informada e garantir que o cantinho que irá chamar de seu tem mesmo as características que você precisa e cabe no seu bolso.

Encontrar o endereço certo, no entanto, pode não ser nada fácil: Lisboa é uma cidade grande, com regiões muito diferentes e um custo de vida elevado se comparado ao resto do país. Para te ajudar nessa tarefa, preparamos um guia com o passo a passo para conhecer melhor os meandros da capital do país.

Pergunta Resposta
Qual o melhor bairro de Lisboa para morar? Os bairros mais centrais de Lisboa são: Avenidas Novas, Arroios, Santo António, São Vicente, Santa Maria Maior e Estrela.
Quais são os bairros do centro de Lisboa? Não há propriamente um consenso sobre a questão, no entanto, a região mais central de Lisboa é aquela que reúne o eixo Avenidas Novas, Arroios, Santo António, São Vicente, Santa Maria Maior e Estrela.
Qual é o mais antigo bairro de Lisboa? A freguesia mais antiga de Lisboa é o Lumiar. O Lumiar foi criado em 2 de Abril de 1266.

Quais são os bairros de Lisboa?

Em Portugal o termo bairro não é muito usado, as cidades são divididas em Juntas de Freguesia. Lisboa possui atualmente 24 freguesias, a configuração atual foi estabelecida em 2012. As freguesias são:

  1. Ajuda;
  2. Alcântara;
  3. Alvalade;
  4. Areeiro;
  5. Arroios;
  6. Avenidas Novas;
  7. Beato;
  8. Belém;
  9. Benfica;
  10. Campo de Ourique;
  11. Campolide;
  12. Carnide;
  13. Estrela;
  14. Lumiar;
  15. Marvila;
  16. Misericórdia;
  17. Olivais;
  18. Parque das Nações;
  19. Penha de França;
  20. Santa Clara;
  21. Santa Maria Maior;
  22. Santo António;
  23. São Domingos de Benfica;
  24. São Vicente.
Mapa das freguesias da capital de Portugal
Mapa com todas as 24 freguesias de Lisboa após reforma administrativa de 2012

Melhores bairros de Lisboa para morar

A escolha o melhor bairro de Lisboa é polêmica: aposto que se você perguntar para dez moradores da capital provavelmente ouvirá dez respostas diferentes. Lisboa é uma cidade com casas com perfis muito variados: há construções com mais de 500 anos de história e há edifícios super recentes, erguidos no ano em que vivemos.

Há bairros muito centrais onde é possível fazer tudo a pé e há regiões onde é preciso pegar no carro ou ficar refém dos transportes públicos para tudo. Não há, portanto, uma resposta categórica para o melhor bairro de Lisboa.

O que é mais importante para você: uma boa localização ou um imóvel mais amplo?

O melhor bairro de Lisboa irá depender do seu estilo de vida e gosto pessoal. Vamos imaginar que você tem na família crianças pequenas ou idosos: morar no centro histórico pode ser uma experiência linda esteticamente porém nada prática já que raramente os edifícios possuem elevador.

As construções mais antigas também têm um isolamento térmico e sonoro mais frágil, dado que a estrutura do prédio não é feita com cimento e sim com madeira (as janelas também raramente possuem vidro duplo, o que faz uma enorme diferença no inverno).

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal legalmente e com segurança?

Recomendamos a assessoria da Madeira da Costa, uma sociedade de advogados experientes para auxiliar na sua solicitação de vistos, autorização de residência e outros trâmites. É da nossa confiança.

Saber Mais →

De modo geral os apartamentos também são menores ou, mesmo quando são amplos possuem uma planta complicada (com cômodos interiores sem janela).

Alfama, bairro tradicional de Lisboa
Bairros da região histórica de Lisboa carregam um charme tipicamente português

Para uma família com crianças e idosos pode ser mais interessante viver em um bairro mais periférico como Benfica, Olivais ou Lumiar, mas com condições melhores.

Vale lembrar que quanto mais central for o imóvel mais caro ele será, e o custo de vida em Lisboa é um fator central para ter em conta na hora da escolha.

Tenha em consideração o funcionamento da sua rotina antes de começar a procura

Se você for daqueles que saem com muita frequência de noite talvez faça sentido apostar em bairros com maior vida noturna como o Bairro Alto, Cais do Sodré ou Almada.

Se for amante de atividade física, pode ser interessante procurar um lugar para morar perto do rio, com um calçadão enorme onde pode correr, andar de bicicleta ou skate. Há também muitos parques urbanos como a Quinta das Conchas e a sua pesquisa pode começar a partir de regiões que ofereçam essa infra-estrutura. Belém, por exemplo, é um bairro privilegiado com acesso ao rio onde muitos lisboetas praticam esporte.

Em resumo: a dica número 1 é conhecer muito bem as suas rotinas e necessidades antes de começar a procura. Ter também um valor claro do quanto pode gastar para morar em Lisboa é importante já que a habitação consome uma fatia enorme do orçamento.

Visite antes de fechar negócio

Se puder, antes de fechar o contrato da casa onde irá viver, explore bastante Lisboa a pé. Passe uma tarde ou pelo menos algumas horas em cada bairro para descobrir a diferença e sentir o clima da região. Seguramente você irá eleger os seus cantinhos favoritos e provavelmente irá experimentar a sensação de ser um estranho no ninho em outros lugares.

Uma opção interessante, em termos de custos, pode ser apostar na região ao redor de Lisboa, conhecida como grande Lisboa. Se estiver disposto a morar em Oeiras, por exemplo, é capaz de encontrar opções mais em conta e com condições melhores.

Caso ainda não esteja em Portugal, mas já queira começar a sua procura, há inúmeros vídeos disponíveis que ajudam a te apresentar a cidade. Para conhecer cinco dos bairros mais famosos de Lisboa, pode dar uma espiada no vídeo abaixo:

Quais são os mais seguros?

De modo geral, a segurança em Portugal não é um problema.

E, apesar de ter a maior concentração urbana do país, Lisboa é uma cidade bastante segura. Há, no entanto, algumas regiões problemáticas como a Cova da Moura, a Quinta do Mocho, o Bairro da Bela Vista e a Quinta da Princesa. Tirando esses raros pontos, todo o resto da cidade é considerado bastante seguro.

Bairros de Lisboa mais caros

Lisboa pode ser uma cidade extremamente dispendiosa em termos de moradia, no ranking de cidades mais caras para morar em Portugal o topo da lista é sempre na capital.

Em termos de bairros, no momento, os metros quadrados com preços mais alarmantes da capital portuguesa estão situados em Santo António, no Chiado, na Misericórdia e na Estrela.

Belém, Avenidas Novas e Parque das Nações também estão no ranking de endereços mais caros do país.

Bairros de Lisboa mais baratos

Atualmente o bairro mais barato de Lisboa é Santa Clara, com o valor do metro quadrado significativamente mais baixo do que outras regiões da capital.

Também é possível encontrar oportunidades mais em conta em Carnide, Benfica, Ajuda, Olivais, Marvila e Beato.

Melhores bairros em Lisboa para estudantes

Especialmente nos dias de hoje pode ser muito difícil encontrar alojamento para estudantes em Lisboa. Grande parte da oferta de locação de quartos disponível preferiu migrar para o alojamento local deixando a cidade complicada para os estudantes.

No caso dos estudantes universitários, especialmente os da Universidade de Lisboa, os melhores bairros em termos de localização para se viver em Lisboa são: Alvalade, Campolide, São Domingos de Benfica, Avenidas Novas, Areeiro.

Se você for aluno do Instituto Superior Técnico pode ser interessante procurar casas na região da Alameda, Penha de França e Arroios.

Há também polos universitários mais distantes específicos, caso da Universidade Nova de Lisboa. A A NOVA School of Business and Economics MHIP, anteriormente Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa, agora está em Carcavelos.

Quais são os mais movimentados?

Se tivesse que escolher quais são os bairros com mais movimento em Lisboa certamente apostaria no eixo Santo António, Arroios, São Vicente, Penha de França, Santa Maria Maior, Avenidas novas, Estrela, Campo de Ourique e Alcântara.

Situadas no coração da cidade essas regiões têm sempre movimento.

Confira também quais são os melhores locais para praticar corrida em Lisboa.

Quais são os bairros mais boêmios?

A região mais boêmia do cenário lisboeta é o Bairro Alto. Com uma vida noturna intensa, com muitos bares e discotecas, o Bairro Alto reúne todos os dias, mas especialmente no final de semana, muita gente jovem.

Não muito longe dali, e em geral é uma caminhada que muita gente faz durante a madrugada, está o Cais do Sodré. Com a conhecida Rua Cor de Rosa, a região além de super charmosa tem lugares para todos os gostos.

Por lá você vai encontrar boates com estilos completamente diferentes, restaurantes das mais diversas nacionalidades além de muito agito. Diria mesmo que a vida noturna mais quente de Lisboa está no eixo Bairro Alto – Cais do Sodré.

Cais do Sodré em Lisboa
Cais do Sodré, bairro conhecido pela vida noturna intensa em Lisboa

Com uma pegada mais tradicional e clássica, Alfama é outro ponto conhecido pela boêmia. O bairro famoso pelas ladeiras é tido como o berço do fado e por lá você encontrará casas muito famosas como a Parreirinha de Alfama. A região também é muito indicada para quem quer tomar um copo de vinho e se sentir acolhido por uma vista típica.

Melhores bairros de Lisboa para comprar um imóvel

Comprar um imóvel em Portugal pode ser uma saga complicada, especialmente em Lisboa onde a procura é alta e a oferta é baixa. A nossa primeira recomendação é conhecer bem as suas necessidades reais e saber qual é o seu limite em termos de orçamento.

Experimentar passear pelos bairros de Lisboa também é uma ótima opção para descobrir com que cantinho você mais se identifica já que o clima pode variar bastante de acordo com a região que estiver.

Preste atenção nas suas necessidades

Se você tiver crianças pequenas ou familiares mais velhos pode não ser uma boa comprar imóveis na zona mais histórica da cidade. Isso porque raramente os prédios possuem elevador e as escadas não são as mais seguras e confortáveis.

Pense em como pode ser complicado para um idoso subir e descer todos os dias alguns lances de escada, ou como carregar carrinhos de bebê para cima e para baixo diariamente pode impactar o seu dia a dia.

Se a sua necessidade passa por ter mais espaço dentro de casa e ter mais acessibilidade (elevador, garagem), pode ser interessante procurar imóveis numa região mais periférica e plana como é o caso de Benfica, Carnide, Moscavide ou Olivais.

É fã da arquitetura contemporânea?

Se procura um imóvel em uma região moderna, a minha sugestão é começar a procura direto pelo Parque das Nações. Com construções recentes, os prédios são confortáveis e cercados de todo tipo de serviço.

É frequentador assíduo da noite Lisboeta?

Para quem é fã da vida noturna pode ser interessante procurar um imóvel para comprar no Bairro Alto, em Alfama ou no Cais do Sodré. Lembre-se apenas que muitos apartamentos podem sofrer com o barulho noturno, por isso se prepare para investir em vidros duplos ou até mesmo triplos.

Prefere a vista tradicional da cidade?

Caso seja fã da paisagem clássica lisboeta, prepare o bolso e comece a sua pesquisa pela freguesia de Santo António ou Santa Maria Maior. Com o metro quadrado mais caro da capital, essa região além de charmosa é super central e também muito bem servida em termos de transportes.

Vantagens e desvantagens de morar em Lisboa

Lisboa é uma cidade encantadora, com muitas opções de entretenimento, restaurantes e espaços verdes. Com boas ligações para o resto da Europa e o privilégio de ter um aeroporto cravado praticamente no centro da cidade, Lisboa permite fáceis deslocamentos para outros países.

Dentro da própria cidade também é possível se locomover com grande facilidade através da ótima rede de metrô ou dos ônibus. Há também a possibilidade de usar bicicleta em quase todos os pontos da cidade.

A maior desvantagem de morar na cidade diz respeito aos preços, especialmente da habitação. Nos últimos anos vimos os valores tanto de aluguel como de compra dispararem e parece ser um caminho sem volta. Morar em Lisboa custa caro, e o custo de vida também é bastante elevado se comparado ao resto do país.

Perguntas frequentes sobre os bairros de Lisboa

Lisboa tem bairros perigosos?

De modo geral os bairros de Lisboa são muito seguros. No entanto, há algumas regiões que podem ser problemáticas, especialmente nos períodos noturnos. Chelas, por exemplo, é há muito tempo conhecida como um espaço não tão seguro como o resto da capital.

Na Grande Lisboa também existem regiões que frequentemente aparecem nos jornais como a Cova da Moura. Vizinhanças próximas dos chamados bairros sociais também podem ser um problema.

Quais são os bairros da periferia de Lisboa?

Dentro da região administrativa de Lisboa existem bairros mais periféricos como Santa Clara, Olivais e Carnide. Chamamos de bairros da periferia porque eles não estão propriamente situados no centro histórico, o que não quer dizer que não possuam um bom suporte e uma gama de serviços bastante completa como supermercados grandes e variados.

Morar na periferia de Lisboa também não significa que perderá muito tempo nos meios de transporte já que, de forma geral, a cidade está muito bem conectada seja através da rede de metrô seja através dos ônibus.

Viver nos arredores de Lisboa pode ser uma ótima opção dado que os aluguéis e o custo de vida costumam ser bem mais baixos do que no centro da capital. Fique de olho em opções em Odivelas, Loures, Setúbal, Almada e Amadora.

Quais são os bairros típicos de Lisboa?

Aquela paisagem clássica dos prédios baixos com os varais para fora cheios de roupa secando não está presente mais em todas as regiões da cidade, mas ainda é possível encontrar bairros que guardam muito do espírito típico de Lisboa.

A região da freguesia de Santo António, por exemplo, conserva bastante o ar característico da capital, especialmente pela construção urbana formada por muitas pequenas ruelas tão estreitas que frequentemente não é possível passar com o carro. Nesse caso o melhor é contar com a estrutura de transporte público em Lisboa para ir e vir.

Espírito semelhante mantém a Mouraria, um reduto de artistas com muitos pequenos caminhos que quase sempre dão acesso ao famoso castelo de São Jorge. Apesar do charme, vale lembrar que morar nessas regiões pode ser não tão incrível quanto se idealiza. Em termos de acessibilidade costuma ser bem complicado já que os prédios não possuem elevador e as escadas, além de estreitas, tem degraus irregulares.

Margem Sul, onde é mais barato morar
Viver na margem sul é mais barato do que morar em Lisboa

Os prédios antigos também possuem muitas vezes canalização antiga, de metal, o que faz com que os moradores precisem comprar água em garrafão ou usar filtros. Como as construções são velhas, feitas de madeira, o isolamento acústico e térmico não é lá dos melhores (prepare-se para ouvir os vizinhos e sentir mais frio no inverno).

Outro bairro bem típico é a Graça, situada no alto de uma colina, com muitos belos miradouros com vista para a cidade. O Príncipe Real também é outro bairro bastante típico e com muito charme. Cheio de lojas, tascas, restaurantes e vida noturna, o Príncipe Real pode ser uma excelente escolha.

Para quem quer viver em um bairro típico cercado de monumentos e museus uma ótima aposta pode ser Belém. Apesar dos preços salgados a região tradicional, que tem sempre muitos turistas, tem a vantagem de ser mesmo banhada pelo rio Tejo.

Quais são os bairros históricos de Lisboa?

Alguns dos principais bairros históricos de Lisboa são: Bairro Alto, Alfama, Santa Catarina/Bica e Castelo. Nessas regiões é comum existir restrição ao trânsito para não moradores.

Graça, Cais do Sodré e Baixa pombalina também fazem parte da região histórica. Apesar de estarmos reunindo aqui todas as regiões dentro de uma mesma categoria – bairros históricos – a verdade é que há muita diferença entre eles.

O Bairro Alto, por exemplo, é bastante conhecido pela vida noturna. Alfama também costuma ser lembrada pela boêmia lisboeta. Já a Baixa Pombalina é celebrada como o coração da cidade e nela podemos encontrar uma série de escritórios, restaurantes e museus.

Está decidido a morar na capital portuguesa? Então você precisa conhecer o Programa Morar em Portugal, do Euro Dicas. É um guia completo com videoaulas e um livro digital com todos os passos que você precisa seguir para imigrar para Portugal com toda a segurança, confira!