Portugal

Aumento do custo de vida em Portugal: veja os valores atuais

Ao pensar em se mudar para determinado país, é necessário levar em consideração seu custo de vida. Por isso, neste artigo vamos falar sobre o aumento no custo de vida em Portugal, que está afetando quem mora ou quem está fazendo planos para se mudar para a região.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança na TransferWise, que funciona em toda a Europa.


A TransferWise não exige comprovação de rendimentos, você só precisa ter um endereço na Europa.

ABRIR CONTA »

Aqui, vamos comentar, entre outros tópicos, o que gerou essa alta e como driblar o aumento do custo de vida em Portugal.

Histórico do aumento do custo de vida em Portugal

Portugal é um dos principais países escolhidos por brasileiros na Europa, principalmente por causa da economia, da qualidade de vida e do idioma português, o que facilita muito a adaptação.

No entanto, é necessário se planejar bastante antes de se mudar para o país, pois houve um grande aumento do custo de vida em Portugal de uns anos para cá. O país tem se tornado destaque nas áreas de turismo e imobiliária, alavancado pela segurança e clima agradável, alguns dos fatores que contribuem para que o país luso seja mais atraente e destino favorito de turistas brasileiros, europeus e asiáticos.

Aumento do custo de vida em Portugal Porto

Por conta do intenso turismo e das qualidades que atraem imigrantes para o país, Portugal se tornou cada vez mais uma boa opção para brasileiros que desejam morar na Europa, além de destino de férias de outros povos, principalmente europeus, que decidem comprar imóveis em Portugal, para investir, morar ou passar férias.

Por que aconteceu o aumento do custo de vida em Portugal?

Por haver muita procura por imóveis na região, principalmente para férias, alugar apartamentos por temporada esquentou o ramo imobiliário, que ficou ainda mais aquecido com o aumento da imigração no país a partir de 2016.

Devido, principalmente, ao crescimento do turismo e à alta nos preços dos imóveis (muitos estrangeiros procurando o país e pouca oferta de residências), houve um real aumento no custo de vida em Portugal. E isso é muito mais sentido para quem vive nas cidades mais afetadas por essa valorização, como Lisboa e Porto.

Nos últimos anos, diversos proprietários acham mais vantajoso alugar seus imóveis por mês ou até mesmo por temporada para turistas. Isso está fazendo com que ocorra uma bolha imobiliária, que joga os preços dos imóveis lá no alto, principalmente nas grandes cidades, encarecendo o custo de vida em Portugal.

Os salários acompanharam o aumento do custo de vida em Portugal?

Infelizmente, não. Hoje em dia, é difícil viver bem recebendo um salário mínimo em Portugal, mesmo porque dificilmente você conseguirá um aluguel por menos que esse valor. E isso sem contar com as outras despesas, como as contas da casa, o transporte, etc.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com toda segurança.

VER COTAÇÃO »

Apesar de se perceber um movimento de algumas empresas no sentido de melhorar os salários dos funcionários, o ordenado do português ainda está longe de acompanhar esse aumento do custo de vida em Portugal.

Confira quais são as profissões mais bem pagas em Portugal.

O Governo tenta controlar a especulação imobiliária

Depois de diversas críticas, internas e externas, à especulação imobiliária no país, o governo português decidiu colocar fim ao Visto Gold para investimento imobiliário em Lisboa e no Porto.

Essa modalidade de visto atraiu investimento estrangeiro para o país e contribuiu para o aumento dos aluguéis e do custo de vida, por isso, de 2020 adiante, essa modalidade de visto só é concedida a quem queria investir no interior do país e nas regiões autônomas (Ilha da Madeira e Açores).

Como é o poder de compra dos portugueses

De acordo com o site Numbeo, o poder de compra em Portugal é baixo (49,71). Isso significa que os salários que os portugueses recebem são baixos em comparação com o custo de vida no país (apesar de ainda ser considerado baixo).

Quer saber como morar, trabalhar ou estudar tranquilamente em Portugal?

A Atlantic Bridge é o parceiro que nós recomendamos para ajudar a planejar e concretizar o seu sonho de vir para Portugal.

SABER MAIS »

Com base na matéria feita pela tvi24 em 2019, os portugueses estão perdendo o poder de compra e a queda de Portugal no ranking só é batida pela Venezuela e pela Grécia. A previsão do Fundo Monetário Internacional (FMI) é realizada com base no universo dos 64 países mais desenvolvidos, de acordo com uma classificação do Produto Interno Bruto (PIB) ajustado ao poder de compra, divulgada pela Associação das Empresas Familiares.

Saiba mais sobre a Previdência Privada em Portugal e descubra se vale a pena contribuir.

É mais barato ou mais caro do que viver no Brasil?

É meio complicado fazer essa comparação, mesmo porque o euro vale mais de quatro vezes o real. Porém, mesmo assim muita gente faz o exercício de converter o valor de um produto ou serviço para o real.

Mas a resposta é que mesmo com o euro disparado, ainda é mais barato viver em Portugal do que no Brasil –  mas apenas quando se recebe salário em euro. Enquanto em Portugal o poder de compra é baixo, no Brasil é muito baixo, de acordo com o Numbeo (32,71) – muitas pessoas vivem em situação de extrema pobreza no país, o que faz com o que o PIB diminua consideravelmente.

Descubra maneiras de como converter reais em euros.

Comparação básica

Como falamos acima, é complicado compararmos dessa forma, convertendo reais para euros, mas vamos fazer uma simulação básica, de acordo com as informações que constam no Numbeo, só para ficar claro que mesmo com o aumento do custo de vida em Portugal ainda é mais barato viver no país do que no Brasil pela porcentagem do salário que é consumido pelas despesas básicas.

Preços em Lisboa

Despesas Custos
Aluguel de um apartamento de um quarto no centro da cidade 878,78€ (R$ 3.987,19)
Supermercado para uma pessoa 200€ (R$ 907,44)
Refeição em um restaurante econômico 8,50€ (R$ 38,57)
Contas da casa 98,32€ (R$ 446,10)
Transporte 30€ (R$ 136,12)
Academia 34,14€ (R$ 154,90)

Se você tem interesse em morar na capital portuguesa, veja detalhadamente quanto custa morar em Lisboa.

Preços em São Paulo

Despesas Custos
Aluguel de um apartamento de um quarto no centro da cidade R$ 2.022,32
Supermercado para uma pessoa R$ 600
Refeição em um restaurante econômico R$ 30
Contas da casa R$ 242,53
Transporte R$ 208,90
Academia R$ 115,39

Observação: conversão realizada com base no Conversor do Google em janeiro de 2020, com o euro valendo R$ 4,54.

De acordo com o Numbeo, em Lisboa, o poder de compra da população é baixo e o indicador de custo de vida também é baixo. Já em São Paulo, temos o poder de compra muito baixo e o indicador de custo de vida baixo.

Além disso, ao compararmos os salários mínimos nas metrópoles, temos 635,31€ (R$2.882,52, com base no conversor do Google em janeiro de 2020) em Lisboa contra R$ 1.031 em São Paulo. Dessa forma, as contas devem ser feitas de forma a comparar os percentuais das despesas com base no valor do salário mínimo em cada região.

Assim, podemos concluir que o poder de compra de uma pessoa que vive de salário mínimo em Portugal é muito maior comparando com o de uma pessoa que vive de salário mínimo no Brasil.

Impostos e serviços públicos: Portugal sai na frente

Devemos considerar, ainda, os impostos cobrados no Brasil (de acordo com o Banco Mundial, o Brasil é o país onde população mais trabalha para pagar impostos), a saúde e a educação (que em Portugal o sistema público funciona e no Brasil não há condições de depender), bem como outros fatores que devem ser computados.

Conheça também os 10 países que mais pagam impostos na Europa.

Cidades que mais sofreram aumento do custo de vida em Portugal

As metrópoles portuguesas, como Lisboa e Porto, foram as que mais sofreram com o aumento do custo de vida em Portugal.

Morar em Lisboa ou no Porto? Saiba o que considerar na sua escolha.

Como driblar o aumento do custo de vida?

Ficou mais caro morar em Portugal de uns anos para cá. Mas se esse é o seu objetivo e o seu orçamento está apertado, o jeito é se adequar à nova realidade do país. Sendo assim, veja algumas maneiras de economizar e conseguir “segurar as pontas” nas terras lusitanas.

1. Fuja dos grandes centros urbanos

O movimento das pessoas de sair das metrópoles e buscar moradias em locais adjacentes é grande. Isso porque o custo nos arredores de Lisboa ou nos arredores do Porto pode ser cerca de 30% mais baixo do que as grandes cidades.

Além disso, é possível tranquilamente morar nos arredores dos grandes centros e trabalhar em Porto ou em Lisboa. Como o transporte público em Portugal funciona, em pouco tempo você chega em outra cidade, sem gastar muito. Utilizar os transportes públicos é também uma maneira de economizar no país.

Novas regras em Lisboa e Porto: transportes públicos intermuniciais por 40€ mensais.

2. Procure descontos e marcas brancas nos supermercados

Outra medida eficaz para economizar é aproveitar os descontos e marcas brancas nos supermercados. A maioria das redes oferece cartões de fidelidade. Com eles, quanto mais você usa, mais desconto ganha, inclusive de combustível.

Marca branca é qualidade por um preço baixo

As marcas brancas são produtos comercializados pelos próprios mercados. Essas marcas apresentam um valor mais baixo que as marcas concorrentes, sem diminuir a qualidade.

3. Aproveite o serviço público

Enquanto no Brasil é muito difícil depender do serviço público quando saúde e educação estão em pauta, em Portugal acontece ao contrário: há excelentes escolas públicas e uma saúde que não é perfeita, mas te garante atendimento.

Para quem se acostumou a pagar por esses serviços a vida toda, é até difícil se adaptar a usar o que o governo oferece – mais uma quebra de paradigma que o brasileiro que mora em Portugal deve fazer.

Já escrevemos sobre a saúde pública em Portugal e como funcionam o ensino privado e o público no país. Confira os artigos e saiba mais.

Conclusão sobre o aumento do custo de vida em Portugal

Como você pôde ver, o mercado imobiliário português está aquecido – há muita procura e pouca oferta de imóveis, principalmente nos grandes centros metropolitanos. Porém, a boa notícia é que a economia de Portugal vai bem e se fortalecendo. Além disso, como comprovamos, mesmo com o aumento do custo de vida em Portugal, ainda é mais vantajoso morar no país do que no Brasil.

No entanto, se você tem planos de se mudar para Portugal, é necessário muito planejamento, controle de gastos e preparo para o mercado de trabalho. Pensando em ajudar nossos leitores nesse preparo, criamos um e-book de como morar em Portugal. Nele você vai encontrar todos os passos para morar em Portugal: do planejamento à chegada no país.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas.
Compartilhe

Carolina Carvalho

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.

Ana Beatriz Furtado

Ana é uma jornalista brasileira que em 2017 saiu do Rio de Janeiro e se mudou com a família para o Porto. Ao lado do marido, o fotógrafo André Furtado, criou o site Portuguiando, espaço que usa para contar um pouco sobre a rotina de uma família de brasileiros em Portugal. Hoje se dedica à paixão pela escrita, à maternidade e a explorar a cultura lusitana.

Artigos Relacionados

Fechar