Braga tornou-se um dos principais destinos dos brasileiros que migram para Portugal, mas afinal, o que atrai tantas pessoas na cidade? Apresentamos os motivos pelos quais tanta gente escolhe morar em Braga, quais os atrativos da capital minhota, o que esperar da vida local e mais. Conheça melhor a cidade e descubra se é uma boa opção para o que você busca.

Como é morar em Braga, Portugal?

Braga é uma das maiores cidades do país, a terceira maior desconsiderando as cidades que fazem parte das zonas metropolitanas do Porto e Lisboa. Localizada no norte de Portugal, a capital do Minho tornou-se um dos principais destinos de brasileiros no país.

Com clima de interior, o jornalista carioca, Maurício Martins, que vive em Braga há um ano e meio com o seu marido Luis, destaca como pontos positivos a segurança, tranquilidade e arquitetura.

Maurício e o marido Luis moram em Braga
Maurício e Luis, em Braga

Apesar de se sentirem em casa, Maurício afirma que o excesso de chuva acaba sendo um ponto negativo. Não é à toa que a cidade é conhecida como o “penico do céu de Portugal”.

Questionado por que escolheram morar em Braga, Maurício ressaltou:

“Queríamos um lugar que não fosse tão agitado quanto o Rio de Janeiro, mas que também não fosse bucólico demais como uma cidade do interior. E ainda tinha, é claro, a questão do custo de vida. Até cogitamos ir para o Porto ou Lisboa, mas o valor dos aluguéis acabaria estourando nosso orçamento. Então, Braga acabou se encaixando perfeitamente com o que queríamos”.

Para o casal, a escolha da cidade foi a melhor decisão. “Sabíamos muito sobre a cidade, ainda estando no Brasil: desde os melhores bairros, de acordo com nossas preferências, até o clima mais friozinho”.

E ainda ressalta que, além custo de vida caber no orçamento, a proximidade com o Porto acaba sendo um facilitador para buscar um agito de vez em quando.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →

Onde morar em Braga?

Dividida em 37 freguesias, o equivalente a bairros no Brasil, a cidade tem a maior concentração populacional em São Vítor, seguida de Maximino, Sé e Cividade, logo depois de São José de São Lázaro e São João do Souto.

Cada região da cidade tem as suas vantagens e vai depender especialmente do que você busca para definir onde morar. Por exemplo, os estudantes preferem viver na proximidade da Universidade do Minho, cujo campus é em Gualtar. Já quem mora em Braga e trabalha no Porto prefere as proximidades da estação de trem (comboio em Portugal), que facilita o deslocamento no dia a dia.

Melhores bairros em Braga

Os melhores bairros para morar em Braga vão depender especialmente do que você busca, mas quem pretende aproveitar melhor a cidade, fazer a maioria das atividades a pé, certamente a zona central é a melhor escolha, especialmente a freguesia de Maximinos, Sé e Cividade.

Melhores bairros em Braga para morar

Já quem busca tranquilidade e prefere morar mais distante da zona central que é a mais movimentada da cidade, as freguesias de Frossos e Merlim São Paio são ótimas opções.

Custo de vida em Braga, Portugal

O custo de vida em Braga, no geral, é semelhante ao restante do país, especialmente em relação à alimentação e contas mensais, mas quando o assunto é aluguel, acaba sendo razoavelmente menor se comparado ao custo de vida de Lisboa ou Porto.

“Na minha avaliação, Braga tem um custo de vida alto, mas é menor do que nestas outras cidades. O que mais consome o nosso orçamento é o valor do aluguel. Até tentamos encontrar apartamentos com boa certificação energética, bem localizados e que fossem mais modernos por um preço razoável, mas foi impossível encontrar no Porto ou em Lisboa. Com relação a outros itens como alimentação e transportes, acredito que o valor é o mesmo e não muda muito de cidade para cidade”, afirma Maurício.

No dia 15 de novembro de 2021, consultamos o Numbeo, um dos principais sites de custo de vida no mundo e detalhamos alguns dos preços praticados.

Item Preço
Refeição em restaurante econômico 7€
Jantar completo para 2 pessoas em restaurante médio 35€
Passe mensal de transporte 30€*
Contas da casa (eletricidade, gás e água) 95€
Pacote de comunicação básica 35€
Academia 35€
Supermercado mensal para duas pessoas 200€- 250€

*Passe normal para circular pela cidade toda.

Aluguel em Braga

Existe uma boa oferta de apartamentos para alugar em Braga. Em sites como o Imovirtual e Idealista encontramos várias opções de imóveis para alugar na cidade, de diferentes tipologias e preços.

Porém, é preciso ter bem definido o que você deseja, qual bairro pretende morar em Braga e qual o seu orçamento, uma vez que existem imóveis de todos os preços, desde os mais simples e baratos até os mais novos e caros.

É mais barato que no Porto?

Sim, o aluguel em Braga é mais barato que no Porto. Para exemplificar buscamos os valores médios do Numbeo, atenção que esses valores são médios, ou seja, é possível encontrar imóveis mais caros, assim como mais baratos.

Apartamento Braga Porto
T1 – 1 quarto no centro 560€ 670€
T1 – 1 quarto fora do centro 425€ 500€
T3 – 3 quartos no centro 870€ 1.180€
T3 – 3 quartos fora do centro 660€ 860€

Confira como alugar quarto em Braga, custos e condições.

Empregos em Braga, Portugal

A cidade abriga grandes empresas, por isso, é considerado um bom lugar para encontrar emprego. Além disso, com o desenvolvimento e abertura de novos comércios decorrentes das últimas levas de imigrantes brasileiros, a cidade tem se desenvolvido e atraído cada vez mais pessoas.

Contudo, é como o Maurício relatou, tendo em vista que é um país muito pequeno, o mercado de trabalho acaba sendo restrito. Há muitas oportunidades na área de TI em Portugal, mas em outras áreas, conseguir uma recolocação profissional, por ser um pouco mais difícil, mas não impossível.

Como é viver em Braga

“Analisando as oportunidades oferecidas aqui na cidade, 80% são para a área de serviços como carpinteiro e pedreiro, 10% para o setor de vendas e telemarketing e outros 10% para demais áreas. Quem está pensando em emigrar precisa levar isso em consideração e pesquisar bastante. Talvez estando aqui será necessário mudar radicalmente de carreira ou investir num negócio próprio”, conclui Maurício.

Entre empresas de tecnologia, têxteis e calçados, Braga tem uma boa oferta de trabalho para profissionais qualificados nestas áreas. É claro que em grandes centros como Lisboa e Porto a oferta é muito maior, mas a concorrência também é. Portanto, vale a pena pesquisar por empregos em Braga e verificar se a cidade tem demanda na sua área de atuação.

Estudar em Braga

Braga abriga uma das melhores universidades de Portugal. A Universidade do Minho é uma das maiores e mais conceituadas do país e tem seu maior campus na cidade, a vizinha Guimarães abriga o outro campus.

A UMinho é destino de muitos estudantes internacionais, inclusive brasileiros. A universidade oferece centenas de cursos entre licenciaturas, mestrados integrados, mestrados e doutoramentos.

Proximidade do Porto para morar em Braga

Localizada a cerca de 55 km do Porto, se locomover entre as duas principais cidades do norte do país é fácil. Seja de carro que leva cerca de 40 minutos entre uma cidade e outra ou de comboio (trem) que leva entre 50 minutos e 1:10h dependendo do número de paradas e do tipo de comboio.

Também é barato o transporte entre as cidades, o comboio urbano, com frequência a cada 30 minutos custa 3,25€.

Vale a pena morar em Braga e trabalhar no Porto?

Depende. Braga é uma cidade mais barata, como mostramos, especialmente no aluguel. Por isso, pode ser uma economia morar na cidade, mas é preciso considerar os custos de transporte diário o que pode não valer muito a pena para um casal, por exemplo, se ambos trabalharem no Porto. Mas se um trabalhar no Porto e outro em Braga é possível viver na capital minhota.

Morar em Braga e trabalhar no Porto pode ser viável, mas antes de decidir, avalie também o tempo gasto no transporte diariamente. Claro que para quem está acostumado com o tempo de deslocamento nas grandes cidades do Brasil, 2 horas de deslocamentos diários é bem pouco. Mas quem deseja mais qualidade de vida pode acabar não encontrando exatamente esse benefício.

Lazer em Braga

Braga é uma cidade bem familiar com boas opções de lazer no dia a dia. São muitos parques e praças públicas com complexos de lazer, como piscinas e quadras esportivas.

Para quem gosta de explorar a história e cultura da cidade, existem alguns atrativos interessantes, como a Igreja do Bom Jesus do Monte e o Santuário de Nossa Senhora do Sameiro, ambas estão localizadas na mesma região.

Existe também a zona arqueológica romana, que conta um pouco da história dos primeiros habitantes da região. É possível visitar o sítio arqueológico das Termas Romanas.

Existem ainda outras opções de lazer na região, como os passeios as vinícolas de Vinho Verde, tradicionais do Minho. Mais distante da cidade, mas ainda no distrito está parte do Parque Nacional do Gerês, um dos mais importantes parques naturais de Portugal.

Clima em Braga

Localizada a norte de Portugal, o clima característico de Braga é chuvoso. Os meses de menor incidência de chuva são julho e agosto, mas não quer dizer que não chova no auge do verão.

No verão a temperatura máxima média é de 24º, já no inverno a média máxima não ultrapassa os 15º, especialmente nos meses de janeiro e fevereiro é quando faz mais frio na cidade, podendo as mínimas médias atingirem os 5º. É raro, mas por vezes costuma nevar nas zonas mais elevadas da cidade no auge do inverno.

Brasileiros em Braga

São muito os brasileiros em Braga, a cidade foi considerada o Eldorado português, especialmente em 2018 e 2019, quando atraiu milhares de imigrantes. Segundo as últimas estatísticas do SEF referente ao ano de 2020, a população de residentes estrangeiros em Braga seria de 21.113, dos quais 11.441 são brasileiros.

Além de estudantes, a cidade também é o destino de muitas familiares, pais aposentados que se mudaram com os filhos e respectivas famílias, casais jovens com filhos pequenos, enfim, são muito os perfis de brasileiros na cidade. Mas uma coisa é certa, a maioria escolheu a cidade pelas facilidades que proporciona, pelo custo mais barato se comparado as grandes cidades e a qualidade de vida.

Questionamos o Maurício para saber se ele já sofreu algum tipo de xenofobia em Braga, já que esse assunto está cada vez mais em evidência em Portugal.

“Não de forma direta. Os mais jovens têm uma mentalidade diferente e adoram a diversidade, mas algumas pessoas mais velhas costumam ter uma mente antiquada. Digo isso com base no que tenho observado neste tempo em Portugal. É claro que há formas explícitas de preconceito. Mas, sinceramente, não acredito que isso seja regra. Preconceito existe em qualquer lugar. Até hoje, só esbarrei com portugueses muito simpáticos, tolerantes e admiradores da cultura brasileira”.

Curiosidades sobre Braga

Se você quer morar em Braga, talvez se interesse em saber algumas curiosidades sobre a cidade.

  1. O cartão postal de Braga, o Santuário do Bom Jesus do Monte, é o segundo santuário mais importante de Portugal, ficando atrás somente do de Fátima;
  2. Braga é conhecida como a “Cidade dos Arcebispos”, centro de religiosidade em Portugal;
  3. A Semana Santa de Braga constitui a maior e a mais imponente de Portugal. Desde novembro de 2011, está declarada oficialmente como “Interesse para o Turismo”;
  4. A expressão “mais velho que a Sé de Braga” é utilizada para caracterizar algo extremamente velho, devido à Sé de Braga ser a catedral mais antiga do país;
  5. Braga é uma das rotas do Caminho de Santiago de Compostela;
  6. Contamos os dias da semana de forma diferente do inglês e do espanhol por causa de Braga. No período de transição entre o domínio romano e a conquista cristã portuguesa, ocorreu uma transformação na cidade e também nos aspectos linguísticos: tudo considerado pagão deveria ser transformado. Dessa forma, os dias da semana, que eram contatos como: “lunae dies”, “martis dies”, “mercurii dies”, “jovis dies”, “veneris dies”, “saturni dies” e “solis dies”, isto é, de acordo com os planetas e os deuses romanos, passaram a ser “feria secunda”, “feria tertia”, “feria quarta”, “feria quinta”, “feria sexta”, “sabbatum”, “dominica Dies”, o que derivou para a segunda-feira, terça-feira, quarta-feira, que falamos hoje na língua portuguesa.

Vale a pena morar em Braga?

Depende. Para responder essa pergunta, é preciso avaliar se a cidade é o que você busca, se existem empregos na sua área, se você vai se adaptar ao clima, se está disposto a viver em uma cidade do interior do país, entre muitas outras questões. Avaliando todas essas questões, a maioria das pessoas que já conversamos e vivem na cidade gostam e dizem que vale a pena sim.

Segundo Maurício essa é uma questão muito pessoal. Para ele e o marido, a paz, segurança e tranquilidade que a cidade oferece são pontos que fazem valer a pena morar em Braga. Inclusive, o casal mantém o Instagram @encontreseufarol, onde compartilham um pouco do dia a dia na cidade.

Especialmente quando se coloca na balança o custo e a qualidade de vida, a cidade tem grandes atrativos para quem deseja viver em Portugal. Se este é seu caso, o ideal é começar a planejar a mudança com o máximo de antecedência possível. Para ajudar nesse processo lançamos o Programa Morar em Portugal, que reúne aulas em vídeo, e-book e fóruns exclusivos para oferecer todo o suporte e tirar dúvidas.