Morar em Portugal com filhos: saiba como se planejar

Um dos principais motivos que leva algumas famílias a se mudaram para Portugal é proporcionar uma vida melhor para os filhos. Seja em relação à qualidade de ensino, a segurança ou as opções de lazer. Mas morar em Portugal com filhos exige ainda mais planejamento do que se o casal se mudasse sozinho.

Desde a documentação, até a matrícula na escola, apresentamos todos os detalhes para quem pretende começar uma nova vida no país com os filhos.

Como morar em Portugal com filhos?

Antes de mais nada, morar em Portugal com filhos exige muito planejamento, é uma mudança que vai afetar completamente a vida deles e pode representar um impacto enorme. O planejamento é essencial neste etapa, se um casal sozinho pode se mudar temporariamente para um quarto em uma casa compartilhada ou viver com muito menos do que está habituado, os filhos exigem mais cuidado.

Por isso, ao se mudar para Portugal com filhos, sejam eles crianças ou adolescentes tenha uma reserva financeira suficiente para manter a família por, pelo menos, seis meses. Esse é o tempo ideal para se adaptar e conseguir um trabalho, especialmente se você não tem cidadania portuguesa ou europeia, é preciso estar preparado para as dificuldades de conseguir um trabalho.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Na mudança, você vai precisar ponderar sobre qual a melhor época para a mudança, se vale a pena colocar os filhos na escola no meio do ano letivo, ou se o ideal é começar o ano regular em setembro.

A Fernanda Malaquias se mudou com o filho para Portugal quando ele ainda tinha apenas 2 anos e compartilhou um pouco da experiência com a gente. “O ponto principal era encontrar uma base sólida para a adaptação do meu filho. Na época que chegamos, ele tinha acabado de completar dois aninhos e uma série de vantagens aparecia a cada busca e troca de experiência com brasileiros que já estavam aqui a mais tempo“, conta.

filhos brincando em Portugal

Entenda, também, como é morar na Inglaterra com filhos.

Cuidados para anunciar aos filhos a mudança

Cada família tem uma dinâmica, em algumas, o diálogo é mais aberto e todos participam das decisões, em outras as decisões são tomadas pelos adultos e comunicadas aos mais novos. Independente de como funcione a sua família, a decisão final sobre mudar de país, no geral, é tomada pelos pais e apenas comunicada aos filhos.

Assim é preciso ter alguns cuidados na hora de contar para os filhos, e a idade deles faz muita diferença.

Crianças

Se os filhos são crianças, especialmente até os 5 ou 6 anos, quando ainda não entendem muito bem o que é uma mudança e como ela vai impactar a própria vida, não existe muito o que fazer. Compartilhe a notícia como quem conta que o filho vai mudar de escolinha, ter novos amigos, morar um pouco mais longe, mas sem o peso de uma mudança de país.

As crianças na faixa dos 7 aos 11 ou 12 anos já tem um pouco mais de consciência do que é uma mudança, por isso, vale dedicar mais tempo para a conversa, sobre o que muda e quais vão ser os principais impactos na vida dela. Você deve apresentar o novo país, explicar os motivos pelos quais estão se mudando e como será a adaptação.

Adolescentes

Os filhos adolescentes talvez sejam os mais resistentes a mudança. É uma fase difícil, carregada de transformações para eles, com algumas inseguranças e medos, por isso, mudar de país em meio a tudo isso pode ser mais um aspecto assustador e causar alguma resistência.

O ideal com filhos adolescentes é conversar com eles desde antes da decisão tomada, apresentar os motivos pelos quais a mudança pode ser positiva, como ele pode se beneficiar de viver em um país novo e tudo de bom que ele pode encontrar. O mais importante é manter um diálogo aberto e entender os medos e frustrações dele.

Cuidados gerais

Independente da idade dos filhos você precisa ter consciência que essa decisão é sua e ela vai impactar a vida de todos a curto, médio e longo prazo. Por isso, seja compreensível e entenda que eles não são obrigados a amar a ideia, entendendo ou não, mas você precisa fazer o máximo possível para proporcionar a eles uma transição tranquila e com todo o suporte psicológico que eles podem precisar.

viver em outro país com filhos

Descubra os melhores países da Europa para criar filhos.

Documentação da família para morar em Portugal

Se você possui cidadania portuguesa, não há com o que se preocupar, basta solicitar a documentação dos filhos e preparar a mudança. Mas se você não tem cidadania de um país europeu, então precisará dedicar um tempo a solicitação do visto.

Geralmente, apena um membro da família precisa solicitar um visto para Portugal. O solicitante será o responsável pela comprovação de rendimentos para manter a família no país. A modalidade da solicitação pode ser:

  • Visto de trabalho, caso já tenha um emprego garantido;
  • Visto de estudo, caso esteja indo realizar um curso superior no país;
  • Empreendedorismo, caso pretenda abrir um negócio;
  • Visto de rendimentos, caso seja aposentado ou tenha um rendimento fixo no Brasil.

No momento da mudança, a família viaja como turista para o país, com a exceção do portador do visto, pois é apenas em Portugal que acontece a regularização da família, com o chamado reagrupamento familiar.

Existem duas modalidades de reagrupamento, o primeiro é com a família já no país e o segundo é quando apenas o titular do visto já está no país, cada processo tem suas especificidades, assim, avalie o que melhor se encaixa para dua família.

Matricular filhos na Escola em Portugal

A maior dúvida de quem vai morar em Portugal com filhos é a matrícula na escola. O processo é muito simples e a documentação não tem muita diferença do que seria apresentado no Brasil, sendo o principal documento o histórico escolar e declaração de conclusão do ano escolar anterior, ambos com Apostila de Haia.

Além disso, também é preciso apresentar o passaporte e a carteirinha de vacinação, assim como NIF – equivalente ao CPF – que deve ser solicitado nas Finanças, o PB4 – que equivale ao seguro saúde- e o comprovante de residência para ser direcionado a escola adequada.

Escolas em Portugal

O ensino em Portugal é dividido entre as escolas básicas e secundários, sendo equivalentes ao ensino fundamental e médio, respectivamente. A maior diferença está no início do ano letivo, em Portugal as aulas se inciam em setembro e terminam em junho. Assim, o ideal é terminar o primeiro semestre no Brasil, dar uma pausa para a mudança e os primeiros meses de adaptação, aproveitando o verão e o clima bom, depois iniciar o semestre em Portugal.

As escolas em Portugal são gratuitas, cabendo aos pais arcarem apenas com os custos de alimentação, assim, os alimentos como lanches e almoços são fornecidos pela escola e os pais devem pagar o valor estipulado, que varia de acordo com os rendimentos da família.

A Fernanda também contou como foi a experiência ao matricular o filho na escola:

“Em termos de estrutura física, material didático, equipe profissional e principalmente ao método de ensino, estou bastante satisfeita. Além disso, as escolas costumam contar com as Associações de Pais, que são bastante atuantes aqui – eu por exemplo sou vice-presidente da associação da escola do meu filho. Foi uma forma que encontrei de entender o funcionamento de tudo, estar dentro do ambiente escolar o máximo possível e colaborar como voluntária de diversas ações promovidas pela escola”, relata.

Tem creche em Portugal?

Sim, em Portugal existem creches que atendem os bebês até os 3 anos, a creche tem o berçário, que abriga até 1 ano e meio. As creches, no geral, não são custeadas pelo governo, isso vai depender dos pais receberem apoios para isso ou não, assim, é preciso pagar para manter as crianças.

Após os 3 anos as crianças podem ser matriculadas no pré-escolar sendo que a obrigatoriedade de matrícula começa apenas aos 6 anos, mas aos 4 o governo já é obrigado a fornecer educação gratuita universal.

Segurança em Portugal

Portugal é um país muito seguro, especialmente no que se refere a violência urbana, os índices são baixos e os tipos de ocorrências mais comuns não estão ligados a rotina de transitar pelas cidades. A segurança em Portugal é um dos principais atrativos para quem se muda do Brasil, mesmo nas cidades maiores, há uma certa tranquilidade ao transitar.

Dependendo da idade, não é incomum ver pré-adolescentes e adolescentes nos transportes públicos entre a casa e a escola. O que se torna uma preocupação a menos para muitos pais. Para a Fernanda esse também foi um ponto que pesou, e alguns detalhes do dia a dia fazem toda a diferença nesse processo.

“Ao atravessar a rua de casa, com óculos de sol, celulares e toalhas na mão para aproveitar uma hora de brincadeira ao ar livre, sem nenhum medo. A certeza de chegar perto da faixa de pedestres, os carros irão automaticamente parar em respeito ao pedestre, é outro ponto fortíssimo nesse belo país. Diariamente meu filho é impactado com exemplos de civilidade e isso não tem preço”, pondera.

andar de bicicleta com os filhos em Portugal

Conheça as cidades mais seguras de Portugal e descubra se vale a pena morar em alguma delas.

A adaptação de crianças e adolescentes à vida em Portugal

O processo de adaptação vai depender de muitos fatores e, nessa etapa, é preciso que os pais estejam ao lado dos filhos. Mudar de escola e de país pode ser um pouco mais difícil para algumas pessoas do que para outras.

Talvez a principal dificuldade seja a escola, a diferença linguística pode atrapalhar no começo e, em alguns casos, acarretar episódios que dificultam a adaptação, como bullying. Para as crianças que tem mais dificuldade em fazer amigos esse pode ser um momento muito delicado e que os pais precisam participar ativamente para facilitar a adaptação.

Existe preconceito ou xenofobia nas escolas? Não são todas e não é sempre que isso vai acontecer, mas sim, pode existir e os pais precisam ser participativos, buscar informações na escola e maneiras dos filhos se adaptarem sem sentir tanto o impacto.

Saúde de crianças e adolescentes em Portugal

A saúde em Portugal é outro diferencial, enquanto no Brasil é preciso dedicar parte do orçamento mensal ao plano de saúde, em terras lusitanas é perfeitamente possível depender apenas do sistema público de saúde. Uma das maiores vantagens é que até os 18 anos não se paga nada pela saúde pública, seja para consultas, exames, emergências ou cirurgias.

A iniciativa é um incentivo ao aumento da natalidade no país, mas se estende aos imigrantes que vivem legalmente no país. Para isso, basta solicitar o PB4 no Brasil e se cadastrar no centro de saúde em Portugal, com um comprovante de endereço. Assim, cada membro da família receberá um número de utente que é o número de atendimento no serviço médico do país e irá acompanhá-lo durante toda a vida.

O sistema de saúde com médico de família também é elogiada pela Fernanda, que não se esquece como foi o primeiro atendimento médico do filho.

“Lembro como hoje da 1ª consulta do meu filho. Atendimento pontual, organizado e profissionais muito atenciosos. Saí impressionada e aliviada. Para melhorar mais a experiência, tivemos a sorte grande de ter uma médica de família incrível! Ela além de muito carinhosa e atenciosa, é altamente qualificada e está sempre disponível, já me ajudou em diversos momentos difíceis”.

Onde morar em Portugal com filhos?

Essa é a pergunta mais difícil de responder e só a sua família pode tomar essa decisão. É preciso considerar alguns fatores, como a possibilidade de conseguir trabalho, a qualidade do ensino e o custo de vida.

Nas principais cidades do país, como Lisboa e Porto, e suas respectivas áreas metropolitanas, o custo de vida é mais elevado, mas existem excelentes escolas. É preciso pesar quais os objetivos da família, se querem um cidade pequena, média ou grande. Além disso, é importante pensar no clima, algumas pessoas simplesmente não conseguem viver no frio, por isso, o norte do país não deve ser uma possibilidade.

Em algumas cidades, como no Porto, o transporte público é gratuito para estudantes até os 18 anos, após essa idade ainda podem se beneficiar de descontos. Em outras cidades, os descontos vão até os 13 anos.

morar em Portugal na praia com filhos

Desvantagem de morar em Portugal com filhos

A maior desvantagem para quem pretende morar em Portugal com filhos é a distância da família no Brasil. Imagina não ter ninguém para buscar os filhos na escola caso aconteça um imprevisto ou para ficar com eles quando estão indispostos para ir para a escola? Tudo isso pode acontecer e você não terá a família por perto para dar esse suporte.

Além disso, eles vão crescer longe da família, não terão aquela proximidade com os primos ou filhos dos seus amigos. Essa é exatamente uma preocupação da Fernanda:

“Muitas vezes me pego pensando se essa escolha de estar longe da família pode impactar negativamente a relação do meu filho com os primos, avós e tios, mas é só começar o encontro virtual das sexta-feiras no Facetime que coloco esse pensamento pra longe!”.

Saiba como é criar filhos no exterior a partir da experiência de duas brasileiras na Europa.

Principais cuidados para quem quer morar em Portugal com filhos

O planejamento é o maior cuidado que você pode tomar, é importante prever ao máximo os problemas e tentar evitá-los para que não impactem os filhos. Uma coisa é você passar alguns apertos, outra são os filhos. Por isso, todo planejamento é pouco, tente imaginar todos os cenários hipotéticos, especialmente os mais difíceis e tenha um plano para cada um deles.

Outro cuidado é conhecer bem seus filhos e prever algumas dificuldades naturais ao processo de adaptação. Se ele é mais tímido é bem possível que tenha mais dificuldade de integração, por exemplo. Por isso, esteja preparado para as dificuldades, e oferece todo o apoio que ele possa precisar.

Por fim, tenha humildade para reconhecer se as coisas não forem bem e você precisar voltar para o Brasil. Viver fora, com ou sem filhos, pode ser difícil, a saudade dos pais, dos irmãos e dos amigos pode pesar em alguns momentos e se estiver muito difícil para seus filhos pode ser que você não consiga administrar as suas próprias dificuldades.

Pensando sempre em se planejar e morar em Portugal com filhos com a maior tranquilidade possível, preparamos um produto super especial. O Programa Morar em Portugal apresenta todas as informações necessárias em 22 aulas em vídeo, desde o planejamento até o período de adaptação da sua família. Vale a pena!

Carolina é mineira e vive no Porto, em Portugal, desde 2018. Conheceu a cidade em 2013, quando realizou um intercâmbio acadêmico, se apaixonou e voltou para estudar e aproveitar o que o país tem de melhor; a qualidade de vida. Ama organizar roteiros de viagens detalhados e compartilha um pouco das experiências de viagem no @ourvieworld. Mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto e graduada em Jornalismo pela Puc-Minas, se especializou em Marketing Digital, área na qual atua há 6 anos.

Fernanda já deixou o Brasil por Angola, Espanha e agora é Portugal. Vive imersa em um estilo de vida que permite estar sempre em contato com diferentes culturas e aprendizados. A brasileira mãe do Leo é inquieta e sonhadora, amante de uma boa gastronomia e um bom jazz. Atualmente presta consultorias de Marketing para empresas Portuguesas, é responsável pelas estratégias de Marketing da iDigital Media, videomaker nas horas vagas e sócia-fundadora do Mães em Conexão.

Artigos relacionados

Como trabalhar em Portugal: visto, salários e oportunidades

Todos os passos para trabalhar em Portugal: veja como obter o visto de trabalho, média salarial, os melhores sites de emprego e mais.

Visto para Portugal: quem precisa tirar, quanto custa e mais

Vai se mudar para Portugal?Sozinho ou com a família? Confira o visto necessário, custos e procedimentos passo a passo para viajar tranquilo.

Como morar em Portugal em 2021: Guia passo a passo

Quer morar em Portugal em 2021? Nós te mostramos como! Confira o passo a passo, documentos necessários, custos e como é a vida no país.

Sites de emprego em Portugal: veja a lista com os melhores

Descubra os melhores sites de emprego em Portugal e algumas alternativas para encontrar a sua vaga, seja através de sites, agências ou pelas redes sociais.

Custo de vida em Portugal: quanto custa viver no país em 2021

Conheça o custo de vida em Portugal, quanto custa alugar apartamento, fazer compras do mês, gasto com saúde, transporte e salário para viver no país.

Validar diploma em Portugal: como fazer e quanto custa

Saiba todos os documentos, preço e o passo a passo de como validar diploma em Portugal, para quem pretende estudar ou trabalhar em Portugal.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube

1