Desemprego em Portugal: taxa atual e áreas mais afetadas

Portugal  / 

Ouvimos falar bastante sobre o desemprego na Europa, principalmente sobre o desemprego em Portugal, país europeu com um dos menores salários mínimos. Por isso, neste artigo vamos falar sobre a taxa de desemprego no país, explicar em que ponto está e quais áreas são ou foram mais afetadas.

Além disso, vamos mostrar a evolução do país nos últimos anos e suas tendências.

Taxa de desemprego em Portugal

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de desemprego em Portugal em janeiro de 2018 era de 7,9%. Segundo o INE, esse percentual era de 10,1% no mesmo período de 2017.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Se formos comparar a taxa de desemprego em Portugal em janeiro de 2018 com a de outros países da Europa, podemos constatar que ela está abaixo da média da dos países da Zona do Euro. Países como Espanha e Itália, por exemplo, possuem taxas de desemprego de 16,1% e 10,9%, respectivamente. Na Grécia, o desemprego chega a 20% da população, apesar de o país estar se recuperando da crise.

Saiba tudo sobre a Grécia.

Taxa de desemprego em Portugal a partir de junho de 2018

A economia portuguesa vem gerando mais empregos a cada ano. Como vimos, em janeiro de 2018, já estava abaixo da média dos países da Zona do Euro. A partir do meio deste ano, está, também, menor que a média de todos os países membros da União Europeia (UE).

Segundo dados apresentados pela Eurostat no dia 31 de julho deste ano – relativos ao mês de junho –, a queda da taxa de desemprego em Portugal foi uma das mais acentuadas entre todos os países da UE ao compararmos com o mesmo mês do ano anterior. O Chipre, a Croácia e a Grécia também se destacam na queda do índice de desemprego nesse mesmo período.

Saiba também qual é o valor do salário mínimo em Portugal atualmente.

Estágio do desemprego em Portugal

De acordo com as taxas apuradas pelo Instituto Nacional de Estatística e pela Eurostat, o índice de desemprego em Portugal vem caindo consideravelmente e já é menor do que a média dos países da Zona do Euro e também do que a média do índice de desemprego no restante dos países da União Europeia.

Mas Portugal não está entre as melhores economias da Europa quando o quesito é empregabilidade. O país já foi o terceiro país com maior desemprego na União Europeia, ficando atrás somente da Grécia e da Espanha. Porém, hoje, Portugal melhorou bastante e encontra-se da nona posição.

Portugal já possui o mesmo índice de desemprego que a Eslováquia.

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

As economias europeias com menos desemprego são a República Checa (2,3%), a Alemanha (3,4%) e a Polônia (3,5%).

Áreas mais afetadas com o desemprego em Portugal

Assim como em todo país, Portugal possui áreas com muita demanda de profissionais, como as ligadas à Tecnologia da Informação, à Saúde e à Restauração, por exemplo.

Mas também possui áreas que sofrem com o desemprego no país, principalmente entre os jovens.

De acordo com o Instituto de Emprego e Formação em Portugal (IEFP), os cursos superiores que registram maior índice de desemprego em Portugal são Comunicação, Arquitetura e Serviço Social.

De acordo com o Ministério da Educação e Ciência, que divulga as estatísticas relacionadas àqueles que se inscreveram nos centros de emprego do IEFP, em 2016 havia ao todo 28 cursos com desemprego igual ou maior que 20% e, segundo o órgão, 11 deles eram de uma dessas três áreas.

Desemprego para a população em geral

Os dados que apresentamos são mais relacionados ao público jovem trabalhador. Porém, os setores que mais sofrem com o desemprego em Portugal (sentem mais quando o desemprego aumenta) são os relacionados à Construção Civil, Indústria, Energia e Água.

Uma das explicações para a queda de empregos nessas áreas é que, se a população desempregada aumenta, consequentemente ela não possui verba para consumir como antes.

De acordo com a Michael Page, as áreas com “menor procura” são a banca e as seguradoras, que têm sofrido bastante no recrutamento ao longo dos anos.

Leia o artigo que fizemos sobre as profissões que estão em falta em Portugal e saiba como trabalhar em Portugal.

Evolução dos últimos anos

A economia em Portugal cresceu bastante nos últimos anos e a estimativa é que se movimente ainda mais.

Menor índice de desemprego desde 2002 no país

De acordo com informações do INE, estima-se que a taxa de desemprego em Portugal no mês de junho tenha sido de 6,7%. Esse percentual foi o menor nível atingido desde 2002 e está, agora, 1,6% abaixo da média dos países da Zona do Euro (8,3%) e 0,2% inferior à taxa de desemprego da média da União Europeia (que é de 6,9%).

De acordo com a Eurostat, seus vizinhos Espanha e França permanecem acima da média da União Europeia quando o assunto é taxa de desemprego no país.

Perceba que o índice de desemprego em Portugal vem caindo a cada ano.

Criação de empresas

De acordo com a Folha de São Paulo, a criação de empresas em Portugal bate recorde. Segundo o site, quase 24 mil empresas foram criadas só no primeiro semestre de 2018.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas, foi em Lisboa, na região norte do país e no Algarve que mais surgiram novas sociedades. Dois terços das empresas que foram criadas em Portugal têm a ver com o turismo.

O comércio e a reparação de veículos lideram a lista. O setor de hotelaria e restaurantes é o segundo maior e há, ainda, aumento nos setores de consultoria e de empresas ligadas ao setor imobiliário.

A criação de novas empresas movimenta a economia e gera mais empregos à população.

Saiba mais informações sobre a economia em Portugal.

Expectativas

De acordo com o Diário de Notícias, o Banco de Portugal (BdP) calcula que taxa de desemprego em Portugal caia até 5,6% em 2020.

Essa tendência se dá por causa do aumento do emprego, pelo aumento considerável da população ativa no país – fato que está ligado à imigração, principalmente de brasileiros, que vão para Portugal a trabalho e movimentam a economia – e também pela progressiva subida da idade de aposentadoria.

Saiba tudo sobre emprego em Portugal: veja os salários e como conquistar sua vaga.

Tendências pelo país

desemprego em portugal tendencias

Para movimentar a economia, estão surgindo muitas tendências. Na Europa, vemos muito a economia da partilha, principalmente entre a população mais jovem (que tem também influenciado os mais velhos nesse sistema). Em vez de comprar, é cada vez mais comum em Portugal pedir emprestado, trocar ou alugar alguma coisa.

O avanço tecnológico possibilita isso. O número de startups dedicadas a esse tema e de grandes empresas que apoiam e patrocinam essas ideias cada vez mais aumenta.

Com os negócios online, muitos escolhem viver como nômades digitais, muitas pessoas compartilham espaço de coworking, comercializam produtos pela internet, fiscalizam o que está sendo proposto por uma determinada empresa, se ela está cumprindo sua função e o que promete (são os chamados compradores detetives), trabalham com design digital, partilham espaços e, até mesmo, apartamentos.

Tudo isso movimenta a economia e faz com que as taxas de desemprego em Portugal caiam.

Se você tem planos de morar em Portugal, saiba como funciona o SEF e confira como fazer o agendamento do SEF ainda no Brasil.

Em destaque na Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE

Carolina é luso-brasileira, jornalista e especializada em Comunicação Empresarial. Desenvolve e revisa conteúdos para diversas mídias. Adora viajar o mundo, conhecer novas culturas e escrever sobre suas experiências. Tem prazer em dar dicas de restaurantes, hotéis e também em ajudar brasileiros que desejem morar em outro país.