Emprego em Portugal: veja os salários e como conquistar a sua vaga

Portugal  / 

Com a crise mundial que iniciou em 2008 nos Estados Unidos e, posteriormente, invadiu a Europa e o resto do mundo, as vagas de emprego em Portugal minguaram e o país se viu em apuros. Porém, como tudo na vida, existem vantagens e desvantagens em ser um país pequeno e Portugal sabe bem disso.

A velocidade com que o país sentiu os impactos da crise foi tão rápida quanto o processo de recuperação da economia. Claro que isso aconteceu após muito sofrimento da população e uma situação econômica que deixaria até os mais desavisados de cabelo em pé.

Veja nosso guia completo de como trabalhar em Portugal.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Há vagas de emprego em Portugal?

A crise está passando e agora Portugal vive um momento de ascensão econômica, mas lembre-se que o país europeu possui pouco mais de 10 milhões de habitantes, ou seja, é um crescimento proporcional ao seu tamanho.

Os impactos da crise ainda podem ser sentidos em alguns setores da economia, porém Portugal conseguiu trabalhar o seu turismo e isso está fazendo com que o setor de serviços alavanque a economia portuguesa.

Desemprego em queda

De acordo com o PORDATA (Base de Dados Portugal Contemporâneo), no auge da crise econômica em 2013, 16,2% dos portugueses em idade economicamente ativa estavam desempregados. Porém de lá para cá os números do desemprego tem diminuído. Já em 2014 estava em 13,9%, em 2015 12,4%, em 2016 11,1%, em 2017 8,9% e em 2018 chegou a 6,8%.

Com a divulgação recente de números sobre o desemprego, Portugal tem pouco menos de 7% de sua população atualmente desempregada. Ou seja, a crise parece ter ficado para trás.

Também já falamos sobre as profissões em falta em Portugal e os seus salários médios.

Salário mínimo e remuneração média em Portugal

Em 2019, o salário mínimo em Portugal é de 600 euros. Porém, é importante ter em mente que com os descontos, esse valor cai para aproximadamente 526 euros.

Esse é o valor habitualmente pago para quem desempenha trabalhos que não exigem graduação superior, como segurança ou auxiliar de limpeza, por exemplo.

Mas se você sonha em vir para Portugal para ganhar salários polpudos, vale rever seu planejamento. Portugal não é um país que costuma pagar altos salários. Para se ter uma ideia, de acordo com o INE (Instituto Nacional de Estatística), a remuneração média no país é de aproximadamente 887 euros (dado de 2018).

Precisa enviar dinheiro do Brasil para a Europa?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram e etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Com mais de 35.000 avaliações positivas, na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Confira também qual é o custo de vida em Portugal.

Profissões em falta em Portugal

Com o país saindo da crise e em pleno crescimento, há demandas de profissionais para muitas profissões.

Para se ter uma ideia, foi criada pela União Europeia uma nova lei de proteção de dados e muitas empresas terão que correr atrás de mão de obra especializada em segurança da informação para conseguir cumprir as regras. Algo que há pouco tempo não era prioridade agora é, e falta profissional qualificado.

Listamos abaixo algumas áreas de profissões que estão em falta em Portugal:

  • Especialista em segurança da informação;
  • Programador e desenvolvedor de tecnologia da informação;
  • Diretor de recursos humanos;
  • Atendimento ao cliente;
  • Turismo;
  • Varejo;
  • Chefe de cozinha;
  • Construção civil.

Trabalhos bem pagos em Portugal: veja quais são as melhores áreas e salários no país.

Quer saber como pode morar, trabalhar ou estudar tranquilamente em Portugal?

A Atlantic Bridge é o parceiro que nós recomendamos para ajudar você a legalizar o seu sonho de vir para Portugal.

SABER MAIS »

Sites de emprego em Portugal

Em Portugal você encontra diversos sites e portais de emprego, alguns inclusive, especialistas em determinada área de atuação. O Net-empregos é considerado o que mais divulga vagas em Portugal, mas existem outros também, veja abaixo:

Já fizemos uma lista completa de sites de emprego em Portugal que podem te ajudar.

Processo de recrutamento em Portugal

Os processos de recrutamento em Portugal costumam ter várias fases. Em muitos casos, incluem um primeiro contato por e-mail ou pela sua via de candidatura (site ou LinkedIn), alguma avaliação realizada de maneira remota, contato telefônico e depois uma entrevista presencial.

Entre essas fases e o resultado do processo, pode-se passar semanas. Muitas vezes você não recebe nenhuma resposta. Caso receba, mesmo que seja negativa, vale perguntar no que você pode melhorar. Isso vai te ajudar a se preparar para a próxima entrevista.

Emprego fora do Brasil: veja o que você precisa para conquistar sua vaga.

Trabalhar em Portugal com cidadania europeia

Se você tiver uma cidadania europeia, poderá trabalhar em Portugal com maior facilidade. Basta que você procure a Câmara Municipal da cidade em que se instalou e solicite um certificado de registo de cidadão da União Europeia.

Depois de estar por 3 meses no país, você deve solicitar o certificado no prazo de 30 dias. Esse documento será suficiente para que você possa buscar um trabalho formal.

Tipos de vistos para trabalhar em Portugal

No caso de você estar vivendo em Portugal com um visto, sim, você poderá trabalhar. Mas há regras diferentes para cada tipo de visto. Estudantes, por exemplo, precisam notificar o SEF e garantir que o emprego será compatível com a carga-horária de seu curso. Veja neste artigo como trabalhar com visto de estudo em Portugal.

Quem vem com o visto D7 – de rendimentos próprios ou aposentados – terá que primeiro ter em mãos a sua autorização de residência – o que pode levar meses para sair, dependendo da demanda do SEF na cidade em que você solicitar.

O processo mais simples é realmente através do visto de trabalho. Um dos mais cobiçados, mas não tão simples de se conseguir.

Isso porque para uma empresa oferecer um emprego para um estrangeiro, ela deve primeiro divulgar publicamente a vaga e tentar preenchê-la com um profissional local. Se em até 30 dias ninguém se encaixar, aí sim ela poderá buscar em outros países.

Agências de emprego em Portugal

Existem diversas agências que divulgam vagas de emprego em Portugal e, inclusive, fazem o processo de seleção. Algumas multinacionais especializadas em processo de recrutamento e seleção como a Adecco, Kelly Services, Randstad, ManpowerGroup entre outras possuem escritórios em diversas cidades portuguesas.

Conheça também as 10 melhores cidades de Portugal para morar.

Agências ajudam a colocar profissionais no mercado de trabalho

Já no caso das agências de emprego, vale muito a pena. Também é importante dizer que estamos falando de empresas multinacionais, na maioria dos casos, e que possuem uma experiência e competência muito grande em recolocar profissionais no mercado de trabalho.

Estas agências são, em sua maioria, utilizadas como os setores de recrutamento e seleção das empresas que não querem ter esse departamento internamente.

Tem custo?

Todas elas cobram dos interessados, tanto empregadores como empregados, mas prestam serviços de excelência e qualidade. Se você ainda não saiu do Brasil, tem qualificação e pretende se recolocar no mercado de trabalho português, elas podem ser uma mão na roda.

Veja também o que você pode fazer para conseguir emprego no exterior, ainda no Brasil.

Assessoria profissional

Ter uma assessoria profissional pode sempre valer a pena, principalmente em se tratando de encontrar um emprego em outro país.

Alguns até cobram dos usuários para que estes tenham um acesso mais personalizado, porém a maioria é gratuita e podem servir de luz para quem está em busca de vagas de emprego em Portugal, até porque podem basear em quais áreas as oportunidades são maiores.

Dica importante

Tenha muito cuidado e atenção com promessas de trabalho milagrosas. É comum que, ainda estando no Brasil, você comece a procurar emprego e queira qualquer coisa que seja mais um bom motivo para deixar o país. Porém tenha em mente que você está a milhares de quilômetros de Portugal e não deve confiar em todo mundo.

Por isso pesquise muito, não faça pagamentos para pessoas físicas ou empresas que desconheça.

Conclusão

Há empregos em Portugal, mas você conseguirá mais facilmente algum que pague o salário mínimo ou salários mais baixos do que você está à espera. Para disputar uma vaga que exija curso superior ou que ofereça melhores salários com um profissional português, você precisará apresentar algum diferencial.

Veja como validar diploma em Portugal e também como fazer e enviar currículo para Portugal.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autores

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.

Ana é uma jornalista brasileira que em 2017 saiu do Rio de Janeiro e se mudou com a família para o Porto. Ao lado do marido, o fotógrafo André Furtado, criou o site Portuguiando, espaço que usa para contar um pouco sobre a rotina de uma família de brasileiros em Portugal. Hoje se dedica à paixão pela escrita, à maternidade e a explorar a cultura lusitana.