Por ser a capital do país, Lisboa reúne as principais oportunidades do mercado de trabalho português. Mais aberta a imigrantes, a região é o destino escolhido por muitos daqueles que decidem tentar um recomeço profissional. Separamos para você algumas dicas preciosas para garantir o seu emprego em Lisboa.

Como conseguir emprego em Lisboa?

Hoje em dia a internet é a sua melhor aliada na hora da procura de um emprego. Preparamos para você um panorama sobre o atual mercado de trabalho e algumas dicas para conseguir se inserir profissionalmente em Lisboa.

Desemprego em Lisboa

A taxa de desemprego em Portugal fechou o terceiro trimestre de 2021, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), com 6,1% da população desempregada. O pico do desemprego no país na última década aconteceu em 2013 quando 16,2% da população ficou sem trabalho.

Olhando para a distribuição do desemprego na região continental do país, a área metropolitana de Lisboa é a que apresenta a segunda maior concentração de desempregados. Em 2020 a taxa de desemprego era de 7,7%, apenas atrás do Algarve, com 8,3%.

Dados de abril de 2021

Em abril de 2021, segundo o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), o número de inscritos no desemprego em Lisboa aumentou 37,5% se comparado com o ano anterior. No Porto essa subida foi de 18,5%, ou seja, o desemprego em Lisboa cresceu duas vezes mais do que no Porto.

Em Lisboa, em abril de 2021, havia 19.164 desempregados. Em Portugal, o número total de desempregados na mesma data era de 477.81 pessoas.

Para ter uma ideia dos números do país, de abril de 2020 a abril de 2021 cerca de metade dos municípios portugueses (145 dos 278 municípios existentes) registrou aumento no número de desempregados, resultado direto da crise provocada pelo coronavírus.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Quer morar em Portugal com segurança e qualidade de vida?

Recomendamos a assessoria boutique da Atlantic Bridge, para quem deseja ir para Portugal de forma planejada, sem contratempos e com a segurança de ser acompanhado pelos profissionais mais experientes do mercado.

Saber Mais →

Regiões mais afetadas pelo desemprego

O desemprego afetou principalmente as regiões mais dependentes do turismo, caso de Lisboa e do Algarve. O pequeno comércio local foi especialmente atingido além dos setores da hotelaria e da restauração. Dentro de Lisboa, considerando as freguesias, as com maior número de desempregados inscritos no IEFP são: Penha de França, Alcântara, Ajuda, Olivais e Santa Clara.

O número de despedimentos coletivos em Lisboa também aumentou em 2020. No primeiro trimestre de 2020, 30 empresas da região iniciaram processos de despedimentos coletivos, o que representa um aumento de 87,5% comparado ao mesmo período do ano anterior.

A boa notícia é que o mercado de trabalho em Lisboa felizmente está se recuperando.

Melhores sites para buscar emprego em Lisboa

Net-empregos

O principal site de ofertas de emprego em Lisboa é o Net-empregos. Possui mais de 200 mil empresas cadastradas, novas ofertas de emprego todos os dias e você pode cadastrar seu e-mail para receber vagas, artigos e dicas diretamente na sua caixa de entrada.

Sapo Emprego

Apesar de estar em segundo lugar, o Sapo Emprego possui milhares de ofertas em Portugal e em outros países e um designer mais organizado. Lá você também pode conferir um guia de carreira com diversos artigos que ajudam o candidato a se preparar para as oportunidades.

Alerta Emprego

Alerta Emprego é um site mais recente, possui um design bonito, organizado e simples de usar. Também disponibiliza um serviço de alertas de ofertas de emprego em Lisboa no e-mail e publica artigos que ajudam na busca por uma vaga.

Expresso Emprego

No Expresso Emprego, pode pesquisar os anúncios por função, localização ou empresa. Possui artigos para auxiliar os candidatos.

Carga de Trabalhos

O site Carga de Trabalhos é bastante utilizado por quem busca uma chance nas áreas da comunicação, design e tecnologias da informação.

Bolsa de Emprego Público

Ter um emprego público em Portugal não é impossível para um estrangeiro. Para acompanhar as ofertas você deve consultar a Bolsa de Emprego Público (BEP).

O site, do governo, reúne todas as oportunidades públicas de diferentes setores: podem ser vagas administrativas, técnicas, para cargos universitários. Em cada anúncio irá aparecer a remuneração além dos requisitos – esteja atento pois muitas vagas exigem diplomas de cursos superiores ou especializações.

Pesquisar emprego em Lisboa

Se quiser optar por buscar vagas apenas em Lisboa basta ir em Pesquisa Avançada e filtrar em Região/Distrito por Lisboa.

Olx

A primeira coisa que te vem a cabeça quando ouve as letras Olx são as negociações de produtos? Em Portugal o Olx vai muito além, no portal você pode, por exemplo, procurar imóveis para alugar ou comprar e também pode visualizar ofertas de trabalho. Muitos empregos em Lisboa são apresentados na plataforma, por isso vale a pena ficar de olho regularmente.

Indústria Criativa

O site Indústria Criativa é uma excelente dica para os profissionais criativos como designers, ilustradores e redatores.

Você pode cadastrar o seu perfil como freelancer listando as atividades que pratica além ficar por dentro de vagas na área.

Outros sites

Além dos portais citados anteriormente, você também pode conferir outros sites, como:

Áreas com mais ofertas de trabalho e melhores salários

As áreas com mais ofertas de trabalho e melhores salários de acordo com os sites de emprego são:

Tecnologia da Informação

Quem possui formação nesta área encontra um cenário muito favorável em Lisboa, com vagas de TI bem pagas além de inúmeros benefícios. Existem diversas empresas nacionais e multinacionais, além de parques tecnológicos na cidade, e esse número só aumenta. Com a pandemia, surgiu também a oportunidade de trabalhar inteiramente remoto para outros países ou regiões.

Muitos profissionais da área de TI atualmente colaboram com empresas da Inglaterra, da Alemanha, dos Estados Unidos, da França. Além de já ser um mercado muito aquecido e bem pago, com a maior aceitação do trabalho 100% a distância muitas oportunidades surgiram nos últimos tempos.

Salário de Ti

Um cargo de Diretor de Tecnologia da Informação, possui uma média salarial anual de 110 mil euros.

Turismo

Portugal foi um dos setores mais afetados pela pandemia, especialmente em Lisboa, que recebia uma enorme parcela dos visitantes do país. Para ter uma ideia da magnitude do impacto, Portugal foi o quarto país mais afetado em termos de turismo dentro da união europeia.

Essa quebra foi sentida tanto em hotéis como em hostels, pousadas, bares, no alojamento local e em restaurantes. Muitos espaços fecharam e funcionários que trabalham com o turismo foram demitidos – Lisboa perdeu 6000 unidades de Alojamento Local desde o início da pandemia.

A expectativa é que o cenário melhore gradualmente principalmente por Portugal ter feito um bom trabalho de casa em relação às vacinas. Com a pandemia mais controlada, a cidade voltou a receber turistas e está em processo de recuperação. Desse modo a previsão é que o turismo volte a contratar e recupere a força que tinha em níveis pré-pandemia.

Salário para profissionais de turismo

Para ter uma ideia de valores bem pagos no setor, um cargo de Diretor-geral de Operações, possui uma média salarial anual entre 119 e 140 mil euros. Mas atenção que grande parte das contratações na área do turismo em Lisboa são com ordenados baixos, que giram em torno do valor do salário mínimo em Portugal (705€ em 2022).

Área médica

Em Lisboa a área da saúde costuma contratar e com bons salários. Para ter uma ideia de valores, o salário médio de um médico em Portugal é de 3.510€. O salário base, inicial, no setor público, é de 1.566,43€ ilíquidos, que permanece entre os primeiros quatro e seis anos de carreira.

Apesar do valor ser bastante abaixo da média europeia, para padrões portugueses é bem acima de outras profissões. Há oportunidades tanto na área privada como na pública.

Salários para área médica

Os enfermeiros também são bastante procurados, em Portugal o salário médio é de 1.970€ por mês. Na função pública um enfermeiro não especialista começa ganhando 1.205,08€ sem os descontos.

Lisboa é a região do país onde há um maior número de contratações na área da saúde.

Marketing

A pandemia afetou bastante as áreas do turismo, da hotelaria, da restauração, do retalho e, por consequência, também o marketing. Com o fim da pandemia e a recuperação do mercado de trabalho o esperado é surgirem vagas no setor que vinha passando por um período de crescimento. Há bastante procura por profissionais de Marketing em Portugal, especialmente na área digital.

Salários para profissionais de Marketing

Os salários variam entre os 745€ e os 3.000€ dependendo da sua experiência e do cargo que irá ocupar. De forma geral, é importante ter formação superior na área e um bom nível de inglês. Experiências anteriores também costumam contar bastante.

Vagas de emprego em Lisboa

A realidade no mercado de trabalho após o coronavírus mudou bastante no mundo todo e em Lisboa o cenário não foi diferente.

A área do turismo foi uma das mais afetadas, mas está longe de ter sido a única: os profissionais da cultura, por exemplo, foram bastante penalizados com os confinamentos pelas limitações as apresentações. Enquanto em determinadas áreas o futuro é incerto e a recuperação é lenta, em outras o cenário é bem diferente.

Em TI as ofertas aumentaram e surgiram novas oportunidades principalmente fora de Portugal, para trabalho inteiramente remoto. Quem trabalha em áreas onde há procura no exterior e possui o domínio de outro idioma provavelmente viu no mercado de trabalho alguns cenários bastante favoráveis. Estamos falando de engenheiros de software, responsáveis de comércio eletrônico, especialistas em cibersegurança, especialistas em big data e marchine learning. Pessoas que atualmente vivem em Lisboa, mas trabalham para fora.

Também os especialistas em Marketing Digital passaram a ser mais procurados e valorizados. Na outra ponta da curva, os profissionais que perderam mais espaço no pós-covid em Portugal foram os relacionados com turismo, hotelaria e restauração.

Vagas de empregos qualificadas

De modo geral, o mercado português anda a procura de mão-de-obra qualificada, que não é fácil de encontrar. Muitos profissionais portugueses bem formados emigram para outros destinos da Europa a procura de salários mais elevados e melhores condições de trabalho.

Para os estrangeiros que resolvem mudar para Lisboa para trabalhar pode ser difícil conseguir ocupar essas vagas qualificadas porque é exigido, de modo geral, a validação de diplomas. Além de caro e demorado, esse processo burocrático pode exigir que o imigrante faça alguns cursos extras já que, em geral, os currículos universitários de Portugal e no Brasil não são exatamente iguais.

Outra dificuldade enfrentada é o pouco ou nenhum networking de quem chega e o preconceito de muitos empregadores portugueses, com receio em contratarem funcionários estrangeiros especialmente para cargos qualificados. Não podemos negar a existência de uma certa xenofobia em Portugal, também em ambientes de trabalho.

Vagas de emprego sem qualificação

As vagas de emprego em Lisboa sem qualificação são mais frequentes e contratam mais, embora tenham o forte contra de possuírem salários menores.

Existe muita procura na área da construção civil, por exemplo, e por empregados domésticos ou babás de crianças cuidadores de idosos.

Também havia muitas ofertas de trabalho como garçom ou atendentes em padarias e lojas, mas muitas dessas oportunidades desapareceram ou minguaram com o fechamento de estabelecimentos comerciais.

É difícil conseguir vaga de emprego em Lisboa?

Conseguir um emprego estando fora de Portugal pode ser bem difícil, mas mesmo estando aqui não é propriamente uma tarefa simples dependendo da sua área.

Os profissionais de TI são os mais procurados e, se você tiver boa formação, é possível que consiga uma vaga rapidamente seja através de recrutadores ou de candidatura espontânea. Já em outras áreas, como é o caso da comunicação, é bem complicado especialmente pelo preconceito em relação ao português do Brasil e as diferenças culturais.

Melhores sites de emprego em Lisboa

Caso a sua área necessite de validação do diploma, prepare-se para enfrentar algumas burocracias e demoras. Alguns cursos, como o Direito, também exigem que o profissional faça um curso de adaptação ao contexto português.

Dicas para conseguir emprego em Lisboa

Separamos sete dicas importantes que podem te ajudar na hora de encontrar trabalho na capital portuguesa.

1. Mantenha o seu currículo atualizado

É muito importante que o seu currículo tenha informações atuais e fidedignas.

Em termos de tamanho, o ideal para os empregadores portugueses é que o CV não seja longo, ocupando entre uma e duas páginas.

É fundamental garantir que o currículo não possua erros de português e que esteja, de preferência, em português de Portugal. Pode ser interessante pedir para outra pessoa dar uma olhada antes de enviar o documento, muitas vezes os erros passam despercebidos depois de reler uma série de vezes.

Coloque também contatos de Portugal, celulares portugueses facilitam o contato. O endereço de residência deve ser de onde, de fato, vive e o email indicado idealmente é aquele que consulta com maior frequência.

2. Faça um currículo em formato Europass

O ideal é que faça o seu currículo em formato Europass, um dos mais difundidos no país. Pode ser interessante ter também uma versão em inglês, dependendo da sua área, além de uma carta de apresentação.

Outro plus é contar com uma carta de recomendação de um antigo empregador.

3. Fique sempre atento as vagas

As ofertas de trabalho podem sair do ar rapidamente, por isso o ideal é que envie o currículo assim que se interessar por uma oportunidade.

Procure em vários sites diferentes e coloque alertas em algumas palavras-chave que representem aquilo que procura.

4. Esteja atento ao LinkedIn

Muitas oportunidades de trabalho aparecem no LinkedIn, o espaço também é o local ideal para seguir as empresas que gosta e estar atento as mudanças no mercado.

Muitos cursos também são publicitados pela primeira vez por lá, por isso quem procura emprego em Lisboa deve separar alguns minutos do seu dia para descobrir o que está acontecendo na rede social.

É possível que você reencontre virtualmente colegas de trabalho ou de estudo que estão atuando em locais que te interessam e podem te indicar caso surja alguma oportunidade.

5. Não espere pela vaga perfeita

Muitos recrutadores fazem uma longa lista com exigências e os candidatos se desanimam porque não cumprem absolutamente todos os requisitos.

Em Lisboa é frequente se deparar com a exigência de francês ou alemão, por exemplo, idiomas que poucos brasileiros dominam. Mas e se você tiver tudo aquilo que procuram, exceto essa característica? Pode ser possível aprender o novo idioma já após ser incorporado na vaga, por exemplo. A nossa dica aqui é: ao invés de desistir antes de tentar, por que não tentar a sorte?

6. Candidaturas espontâneas podem ser uma boa

Se você sonha em trabalhar em algum lugar específico, indicamos fortemente que escreva para lá e demonstre o seu interesse e disponibilidade. Voluntarie-se mesmo que ainda não exista nenhum cargo disponível.

Pode ser que não exista nenhuma vaga aberta, mas o seu contato fica guardado e é provável que um recrutador te procure no futuro.

7. Comunique-se

Deixe os amigos saberem que está a procura de trabalho, fale com conhecidos, acione a sua rede de contato ainda que ela pareça pequena.

Muitas contratações são feitas para vagas que nem chegaram a ser abertas para o público, pois foram preenchidas por indicações de pessoas que já trabalhavam no local e recomendaram amigos ou conhecidos.

Precisa de visto para trabalhar em Lisboa?

Se você tiver cidadania portuguesa a sua vida já será bastante facilitada em termos de burocracias. Mas se esse não for o seu caso, também é possível obter um visto de trabalho. Para isso você precisará ter ou um contrato de trabalho, ou uma promessa de contrato de trabalho emitido por uma empresa situada em Portugal.

Também é necessário que você obtenha uma declaração do Instituto de Emprego e Formação Profissional provando que a vaga que irá ocupar foi divulgada para o público antes de você ser contratado.

Dito isso, existem três tipos de visto de trabalho em Portugal: D1 (atividade subordinada), D2 (destinado a prestadores de serviços) ou D3 (atividade altamente qualificada).

Vale a pena trabalhar em Lisboa?

Os salários em Lisboa são, de modo geral, mais elevados do que no resto do país. É preciso lembrar, porém, que o custo de vida  em Lisboa também é mais caro.

Outro ponto interessante é que, como Lisboa reúne uma maior concentração de empresas, o mercado é maior e é possível encontrar mais ofertas de trabalho.

Uma dica importante é pesquisar com calma e tentar absorver o máximo de informação sobre como trabalhar em Portugal. Muitas vezes os anúncios saem do ar rapidamente, por isso é fundamental estar sempre pesquisando dentro da sua área.

Se o seu sonho é trabalhar em Lisboa, lembre-se que fazer um bom planejamento é essencial. Recomendamos o Programa Morar em Portugal, onde você encontra dicas imperdíveis e conteúdo exclusivo para que planeje a sua mudança e realize o seu sonho da melhor maneira possível. Vale a pena!