Muitos brasileiros sonham em morar na Itália e ainda existem aqueles que possuem algum vínculo com o país, mesmo vivendo no Brasil. Seja para viver ou para realizar transações bancárias, saber como abrir conta na Itália é essencial. Descubra neste artigo, quais são os principais bancos, os documentos necessários e os custos que envolvem abrir uma conta italiana.

Como abrir conta na Itália?

Com uma imigração italiana forte no Brasil, muitos acabam tirando cidadania italiana e resolvem viver na Itália. Outros possuem negócios por lá ou precisam enviar dinheiro para um familiar que vive no país.

E ainda há aqueles que acabam indo morar na Itália por diversos outros motivos. O fato é que interessa a todas essas pessoas saber como abrir conta na Itália. Para começar, é interessante conhecer um pouco mais sobre os bancos que existem na Itália e principalmente, sobre os que são mais usados pelos italianos.

Principais bancos italianos

BancoPosta

O PosteItaliane é como se fosse os Correios da Itália. Porém, ele possui diferentes serviços bancários a partir do BancoPosta, que é a maior rede bancária do país.

Assim como outros bancos, possui abertura de conta e diversos outros serviços. Para ter um cartão de débito do BancoPosta o valor é relativamente baixo, de 5 euros para emissão e 10 euros de anuidade. Este cartão possui o número de IBAN, que é necessário para realizar transferências bancárias na Europa.

No site, a conta de destaque é a BancoPosta, que possui uma versão básica e outra não. A básica custa 30€ anuais, contra 2€ mensais da outra. Ambas oferecem cartão de débito, serviços online e possibilidades para diferentes necessidades.

UniCredit

O UniCredit é um banco bastante reconhecido no país. Ele oferece algumas facilidades para quem quer saber como abrir conta na Itália. Uma delas é um cartão chamado Genius Card, que é de débito, recarregável e também possui o número de IBAN.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →

Para emitir o cartão o custo é de 5 euros e a anuidade custa 12 euros. O Unicredit possui a maior rede de caixas da Itália e sua conta-corrente de destaque é a “My Genius”. O banco ainda oferece outros tipos de conta como a Transacional Ouro, com diferentes ferramentas de pagamento.

Intesa Sanpaolo

O Intesa Sanpaolo foi criado através da junção de duas outras instituições, Banca Intesa e Sanpaolo IMI. No site do banco encontramos algumas facilidades para abrir conta na Itália. Suas duas principais contas são a Conta XME e Conta XME UP.

A primeira é uma conta gratuita para aqueles com menos de 35 anos. Ela também pode ser interessante para pessoas com idade acima de 35, pois oferece descontos em taxas mensais, dependendo do serviço. Já a conta XME UP, tem crianças como público-alvo. Ela funciona como um cofrinho eletrônico, com objetivo de ajudar os pequenos a se acostumarem com a ideia de juntar dinheiro.

Monte dei Paschi di Siena

O Monte dei Paschi di Siena é o banco mais antigo em atividade do mundo. Criado em 1472, foi fundado para ajudar cidadãos mais pobres e tem sua sede na Toscana. A conta de destaque no site do banco é a MPS Mio.

Esta conta diz ser simples, flexível e conveniente. De acordo com informações do site, é uma boa escolha para quem quer comodidade, com agências sempre disponíveis, diversos serviços e transferência online gratuita.

O correntista também pode escolher serviços como cartão de débito adicional, entre outras opções oferecidas pelo banco. O banco ainda possui a conta digital. Nela você faz tudo totalmente online pelo aplicativo do celular e também conta com atendimento por telefone.

Banca Nazionale del Lavoro

O Banca Nazionale del Lavoro foi fundado em Roma, em 1913. Em seu site estão em destaque as contas BNL X Smart, Alimentado e Cheio. O banco oferece uma promoção para menores de 30 anos, que não pagam taxas.

A instituição possui serviços online, cartão de débito, conta-corrente, alerta de SMS, entre outras facilidades. As contas Alimentado e Cheio são um upgrade à BNL X Smart. Elas oferecem dois saques de dinheiro por mês em caixas de outros bancos, consultoria financeira e talões de cheques.

Conta bancária italiana

Banco digital na Itália

O banco digital é uma boa opção para quem quer saber como abrir uma conta na Itália. Na maior parte dos bancos digitais, é possível abrir a conta online e contar com diversos serviços de internet banking.

Você poderá fazer basicamente as mesmas operações de uma conta tradicional e normalmente, terá taxas mais baixas do que em bancos tradicionais.

O único detalhe é que, em geral, você precisa ter um endereço fixo na Europa para abrir conta, mesmo que seja em um banco digital. Confira algumas opções de bancos digitais disponíveis na Itália a seguir.

Banco N26

O N26 é um banco digital alemão famoso em toda Europa, que também opera na Itália. Ele oferece diversos serviços para quem busca por um banco moderno, com poucas taxas e operação 100% digital.

Você consegue abrir conta no N26 na Itália gratuitamente e pode escolher desde a conta básica, que não possui taxa de manutenção, até a conta N26 Metal, que se trata de uma conta premium, com algumas vantagens e taxa mensal de 16,90€.

Fineco

O Fineco é um banco italiano e 100% digital. Fundado em 1999, já teve mais de um milhão de clientes. O banco tem como destaque a conta Fineco+.

A proposta é facilitar para quem quer saber como abrir conta na Itália e para isso, a instituição oferece um serviço personalizado para seus clientes. A conta oferece diversas facilidades como saques, cartões, taxa zero em transferências, entre outros. Também é possível transferir dinheiro para 250 países e mais de 20 moedas diferentes.

Revolut

Fundada em 2015, a Revolut é uma fintech londrina, criada por Nikolay Storonsky e Vlad Yatsenko. O principal objetivo de seus fundadores foi oferecer uma alternativa bancária digital que se destacasse perto das instituições bancárias tradicionais.

Presente em diversos países da Europa, inclusive na Itália, o banco hoje oferece cartão de débito pré-pago, troca de criptomoedas Bitcoin, Bitcoin Cash Ethereum, Litecoin e Ripple, câmbio e pagamentos peer-to-peer. Também possui serviço de transferência internacional e tem mais de 8 milhões de clientes.

A empresa oferece algumas opções de contas, com pacotes diversos. A mais básica delas é a Revolut Standard, que é uma conta gratuita. Com ela é possível fazer transferência em até 30 moedas, ter um cartão de débito físico para movimentar a conta e saques de dinheiro em espécie de até 200€ por mês.

Também há uma opção mais completa, que é a conta Revolut Metal. Pagando um valor de 13,99€ mensal, você recebe um cartão contactless de metal, enviado gratuitamente. Além dos mesmos benefícios da conta básica, o correntista tem limite de saque de 400€ mensais e cashback dos pagamentos feitos com o cartão de débito de 0,1% na Europa e 1% dos gastos em outros países, incluindo Bitcoin, Litecoin e Ether.

Se você ficou interessado em saber como abrir conta no Revolut temos um artigo com mais informações sobre o assunto.

Documentos para abrir conta na Itália

É importante ressaltar que estrangeiros podem abrir conta na Itália, sejam pessoas jurídicas ou físicas, com cidadania ou qualquer tipo de visto. Os estrangeiros residentes passam por um processo para quem vive legalmente no país, sendo semelhante ao de um italiano.

Já os estrangeiros não residentes, têm a opção de abrir uma “conta de não-residente”, que tem seus custos específicos e pode ser tanto em euros como em outras moedas.

Documentação para abrir conta como residente

Em geral, recomenda-se uma visita inicial à agência para apresentar a documentação básica. Algumas instituições podem exigir outros documentos, mas normalmente eles são:

  • Passaporte ou outro documento de identificação;
  • Comprovante de endereço italiano;
  • Codice fiscale: um código numérico parecido com o CPF brasileiro. Caso seja cidadão europeu ou de outro país que não exige visto para entrada na Itália, pode se dirigir a uma Agenzia delle Entrate com o passaporte para solicitar o Código;
  • Carta d’Identitá: este é o documento que equivale à identidade italiana. Em determinados bancos, você poderá apresentar apenas o passaporte para abrir conta, outros exigem este documento. Caso precise tirá-lo, deve ir ao órgão administrativo do município em que vive, com uma foto a ser usada na Carta d’Identitá. O montante cobrado será de 16,79€.
  • Permesso di Soggiorno: os estrangeiros precisam mostrar sua permissão para viver na Itália ao abrir conta no país.

Ainda existem alguns documentos que podem ser exigidos para estrangeiros residentes, como contrato de trabalho.

Os bancos na Itália têm tarifa de manutenção?

Na abertura de uma conta da Itália, o banco tem o dever de informar aos clientes a respeito das taxas de juros e das taxas mensais, caso as tenha. É comum os bancos italianos cobrarem uma taxa mensal de serviço e alguns cobram por saques.

Porém, normalmente a abertura da conta é gratuita. Os custos de manutenção da conta bancária podem ser fixos ou variáveis:

  • Fixos: manutenção da conta, custo de envio de correspondência para cliente, taxas de cartões de crédito e débito;
  • Variáveis: pode mudar conforme as operações realizadas como saques de dinheiro em outra instituição, pagamentos de utilitários, transferências, etc.

As políticas e taxas variam em cada banco, da mesma forma que acontece no Brasil.

É possível abrir conta na Itália estando no Brasil?

Existem bancos italianos que oferecem a possibilidade de abrir conta à distância, pela internet. Porém, pode ser algo complicado para aqueles que não possuem documentos de cidadãos italianos. Portanto, a melhor opção é abrir a conta pessoalmente quando estiver no país.

Caso seja necessário abrir a conta antes de sair do Brasil, o processo é normalmente iniciado com a obtenção de um formulário de inscrição no site do banco de sua escolha. Porém, nem todos os bancos disponibilizam essa opção, especialmente pela barreira de idiomas. Então, caso você tenha urgência, será necessário pesquisar bastante.

Mesmo abrindo sua conta online, ela só poderá ser movimentada depois que você comparecer em uma agência na Itália, por questões de segurança.

Dá para abrir conta pela internet na Itália?

As melhores opções para abrir conta na Itália pela internet são os bancos digitais. Nos bancos tradicionais você até consegue iniciar o processo de abertura online, mas terá que ir pessoalmente na agência física para começar a realizar as operações.

Os bancos digitais permitem que você faça as mesmas operações de bancos tradicionais e normalmente, têm taxas e custos de manutenção bem mais baixos.

Você também pode usar as plataformas online, como a Wise, que possui sua conta multimoedas. A abertura da conta Wise é rápida, gratuita e prática. Nela você consegue depositar mais de 40 moedas diferentes, fazer a conversão entre elas e usar a moeda que quiser, no país que estiver.

A conta ainda possui um cartão de débito da Mastercard, que chega na sua casa em cerca de uma semana. Contudo, é preciso ter um endereço na Europa, pois o cartão ainda não é enviado para o Brasil.

Saque de dinheiro na Itália

É preciso fazer um depósito inicial para abrir conta na Itália?

Alguns bancos podem pedir o depósito de um valor mínimo para abrir conta, mas isso não é muito comum. A conta deve ter ao menos os fundos necessários para cobrir manutenções e taxas, caso houver. Você pode usar o site Facile.it para comparar os custos das contas de diferentes bancos.

Uma das coisas importantes para quem quer saber como abrir uma conta na Itália, é estar sempre atento às condições e termos, e o depósito inicial é um deles. Assim como no Brasil, isso pode variar bastante. Portanto, leia cuidadosamente o contrato antes de prosseguir com sua inscrição.

É comum os bancos oferecerem cartão de crédito na Itália?

Em geral, você recebe um cartão de débito e um pacote de serviços que pode variar segundo o tipo de conta e sua renda. Existem bancos que disponibilizam cartão de crédito na abertura da conta, mas eles são autorizados apenas se o correntista comprovar uma renda que faça jus ao crédito oferecido.

Como abrir conta na Itália na qualidade de não residente

Se você quer saber como abrir conta sem morar na Itália, esteja ciente que é um pouco mais complicado. No site da União Europeia fica claro que as instituições podem optar por recusar o pedido, caso encontrem alguma irregularidade. As taxas também costumam ser mais altas do que o normal.

Para facilitar o processo, é interessante contratar agências para intermediar. Existem bancos que oferecem pacotes específicos para estrangeiros. Você pode comparar as taxas e serviços oferecidos antes de iniciar o processo.

Como enviar dinheiro do Brasil para a Itália

É possível enviar dinheiro para a Itália de diferentes formas e algumas delas são:

  • A partir de bancos convencionais;
  • Usando plataformas online que fazem remessa de dinheiro;
  • Pelos Correios.

A forma mais econômica de enviar dinheiro para qualquer país do exterior com certeza são as plataformas online. Cada uma possui suas taxas e especificidades. Porém, todas são mais baratas e rápidas que os bancos convencionais, além de usarem o câmbio comercial. Dependendo do valor enviado pelas plataformas, pode cair em menos de 24 horas.

Qualquer pessoa pode fazer a operação da sua casa e para receber, basta o beneficiário informar sua conta na Itália passando os dados.

As plataformas online principais são:

E como enviar dinheiro da Itália para o Brasil

As formas de envio de dinheiro da Itália para o Brasil são basicamente as mesmas: bancos tradicionais, correios e as plataformas online. As famosas fintechs, que são as empresas responsáveis pelas plataformas de remessas internacionais, atraem cada vez mais pessoas por serem seguras, oferecerem menores taxas e fazerem a operação em tempo recorde.

Na plataforma Remessa Online, por exemplo, a transferência é realizada em apenas um dia útil. O processo é todo online e basta se cadastrar no site para fazer a transação.

Fique atento às taxas

Caso você esteja na Itália e precise enviar dinheiro para o Brasil, independente do meio que escolha, é preciso estar atento às taxas, veja quais são:

  • Taxa de envio: trata-se de um valor determinado pelas instituições, que pode variar com a quantia enviada;
  • Taxa de câmbio: preço cobrado na conversão da moeda estrangeira. Existem instituições que cobram taxas para cobrir custos, já outras cobram somente o valor comercial, como as plataformas online;
  • IOF: taxa de 0,38% para enviar dinheiro do exterior para uma conta no Brasil, através de qualquer meio;
  • VET: criado para proteger o cliente, este é o Valor Efetivo total da operação de câmbio, que mostra a taxa de câmbio, tarifas e tributos cobrados.

Agora que você já sabe tudo que precisa para abrir conta na Itália, basta escolher a melhor instituição para o seu caso e aproveitar sua estada no país!