Países com menos impostos na Europa e no mundo: saiba quais são

Você sabia que existem países onde o valor do imposto é irrisório ou nem mesmo é cobrado da população? Acompanhe esse artigo e conheça os países com menos impostos no mundo e na Europa.

Países com menos impostos no Mundo: os 8 com menores cargas tributárias

Impostos são basicamente a quantia em dinheiro que os cidadãos pagam para o governo custear parte das despesas administrativas e serviços essenciais como segurança, saúde e educação.
A quantia paga em impostos e contribuições de segurança social varia muito entre os países e depende de uma série de fatores.
Anualmente o Fórum Econômico Mundial (FEM) divulga informações sobre as economias de vários países e a carga tributária de cada um deles.
Conheça a seguir os países com menos impostos do mundo e da Europa:

1. Brunei

Localizado no sudoeste da Ásia, sua independência econômica é garantida pelo petróleo.
As exportações, a produção industrial e as vendas não são taxadas, além de cobrar a menor taxa de impostos para empresas, cerca de 8,7%.
paises com menos impostos brunei
Nenhum dos cidadãos de Brunei paga impostos, a educação, saúde e moradia são totalmente gratuitas. Por isso, Brunei está no topo da lista de países com menos impostos no mundo.

2. Qatar

As receitas do Qatar provêm da produção e sobretudo da exportação de petróleo e gás. As operações realizadas neste setor estão sujeitas a cobrança de imposto de até 35%.
Apesar disso, não são cobrados impostos sobre vendas, capital ou patrimônio. Vale lembrar que a isenção de impostos não se limita apenas aos cidadãos naturais, mas a todos os residentes no país.
No entanto, os cidadãos descontam todos os meses um valor de até 5% do seu rendimento para a Segurança Social.
Impostos em Portugal: conheça o sistema tributário português e tire dúvidas.

3. Kuwait

Sua riqueza e lucro também resultam da comercialização do petróleo e não há cobrança de qualquer tipo de imposto sobre o rendimento. Os cidadãos nacionais descontam cerca de 7,5% de seu rendimento salarial para a Segurança Social.
Consequentemente, a não cobrança de impostos levou o país a um alto déficit público.
Estrangeiros estão sujeitos a cobrança anual de uma taxa no valor de 173 dólares destinados a saúde.

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

4. Oman

Como o restante dos países do Oriente Médio, a maior parte de suas receitas provém da comercialização do petróleo.
Não há qualquer tipo de imposto sobre o rendimento individual do cidadão, apenas é descontado cerca de 6,5 % do seu salário para a Segurança Social.
É verdade que a Europa cobra 25% de imposto na aposentadoria? Descubra aqui.

5. Bahrein

Não existem impostos sobre ganhos de capital, vendas, propriedades, juros, dividendos ou honorários. Os cidadãos pagam uma taxa de 7% do seu rendimento para a Segurança Social.
Sua riqueza é gerada pelo petróleo e pela produção de hidrocarbonetos, que garantem 88% das suas receitas.

6. Arábia Saudita

Mantém os impostos baixos devido às receitas que recebe pela exportação do petróleo. Entretanto os cidadãos nacionais contribuem para a Segurança Social com até 9% de seu rendimento salarial.
Para as empresas que mantêm trabalhadores estrangeiros contratados é cobrada uma taxa de até 640 dólares, e este valor depende do número de estrangeiros contratados.

7. Emirados Árabes Unidos

País exportador de petróleo, vive exclusivamente dessa receita e não taxa os rendimentos de sua população. O serviço de saúde é gratuito e não é descontado do cidadão nenhum valor para a Segurança Social.
Das companhias petrolíferas é cobrado cerca de 55% de impostos corporativos.
As bebidas alcoólicas são taxadas em até 30%, no Dubai esse valor é de 50%.
Vai visitar o Dubai? Aproveite os descontos em um tour pelos pontos turísticos da cidade clicando aqui.
Migração de brasileiros para Portugal: o que é tributado em cada país? Saiba tudo.

8. Singapura

Singapura localiza-se no sudeste asiático e é considerado um dos países mais competitivos no ranking do Fórum Econômico Mundial. As taxas de impostos começam em 2% e a taxa de imposto de renda para pessoas físicas é de 20%.

Países com menos impostos na Europa

1. Andorra

Situado entre o nordeste da Espanha e o sudoeste da França, Andorra atrai muitos imigrantes. As condições de vida e de trabalho são boas, entretanto a isenção de impostos é um dos principais motivos para a permanência no país.
paises com menos impostos andorra
Os cidadãos contribuem com um valor de 5 % a 9% de seu salário para o fundo de Segurança Social. Os sistemas de saúde e educação são gratuitos e de excelente qualidade.Por isso, Andorra está no topo da lista de países com menos impostos na Europa.
Conheça também os 10 países que mais pagam impostos na Europa.

2. Irlanda

País altamente competitivo e que tem atraído muitas empresas de tecnologia, devido as alíquotas de impostos para empresas serem baixas, cerca de 12,5%.
O país encontra-se em quarto lugar no ranking do Índice de Competitividade Tributária Internacional da Tax Foundation, formado por 35 países.
Segundo dados do Eurostat, em 2016 a Irlanda foi o país europeu que menos imposto cobrou dos cidadãos e empresas.
Ao todo, a soma dos impostos e das contribuições sociais representou 23,8% do PIB, porcentagem baixa no contexto europeu.

3. Mônaco

É um paraíso fiscal que atrai muitos estrangeiros, tanto que a maioria dos moradores não são nativos do local.
O lucro obtido com os cassinos é utilizado para custear as despesas do Estado e não há cobrança de impostos sobre o rendimento individual, mas vale lembrar que o custo de vida é altíssimo.
Uma contribuição média de 13% é cobrada dos cidadãos e destinada para a Segurança Social.
Acesse o artigo sobre impostos em Portugal.

4. Suíça

Segundo a OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) a porcentagem de imposto de renda pessoal cobrada na Suíça, está entre as mais baixas dos países industrializados ocidentais.
Em dados de 2017, um contribuinte suíço desembolsou cerca de 17% de seu salário bruto para impostos e contribuições de previdência. Vale ressaltar que isso é relativo porque a carga tributária depende do cantão e município em que se vive.
Entretanto, por mês, o cidadão suíço é obrigado a pagar um seguro de vida particular pois o país não oferece sistema de saúde pública.
Saiba como conseguir emprego na Suíça.

5. Estônia

A Estônia é considerada um país modelo pelo Tax Foundation e segundo a OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) tem o código tributário mais bem estruturado.
O imposto de renda individual é de 20%, e acredite, as empresas não pagam imposto sobre os lucros que geram! Além disso, o imposto sobre o patrimônio incide sobre o valor do solo e rendimentos adquiridos no exterior são totalmente livre da cobrança de impostos.
Encontra-se entre os países que oferecem as melhores combinações entre carga fiscal e simplificação de regras fiscais.

6. Macedônia

É um pequeno país no sudeste da Europa, na região dos Bálcãs. É instável politicamente, mas tem uma das menores taxas de impostos do mundo. As empresas tem pouco acesso as linhas de crédito e pagam taxa de impostos inferior a 10%, a taxa de renda pessoal é fixada também em 10%.
Tenha mais informações sobre impostos nos países europeus neste site.

7. Luxemburgo

É considerado um paraíso fiscal devido a estabilidade política e econômica. As empresas estrangeiras pagam uma taxa de imposto muito baixa para enviar dinheiro para dentro e fora do país, além de receberem grandes incentivos fiscais. Por isso, Luxemburgo fecha a nossa lista dos países com menos impostos na Europa.
Luxemburgo abre processo de cidadania para brasileiros, saiba tudo aqui.

May Bell é brasileira, graduada em Zootecnia, pós-graduada em Administração e Economia Rural e com MBA em Gestão Estratégica de Negócios. Adora história mundial, literatura, mapas e museus. Depois de explorar a imensidão de seu país partiu em busca de novas aventuras. Em suas inúmeras viagens, contemplou o mundo e descobriu a magia que é conhecer e desfrutar de novas culturas. Hoje divide seu tempo entre produção de conteúdos e nova formação em Marketing Digital.

Artigos relacionados

Family Search: saiba se é seguro e como funciona

Para ajudar a conectar familiares existe o Family Search, ferramenta que coleta, preserva e compartilha registros genealógicos no mundo todo.

Apostila de Haia: o que é, como fazer e quanto custa

Entenda o que é a Apostila de Haia, por que ela ajuda quem quer morar fora do Brasil, quais documentos pode apostilar e onde apostilar.

Carta de motivação: modelos e dicas para preparar o documento

Confira dicas para preparar uma carta de motivação, um modelo desse documento e veja exemplos de como escrevê-la para intercâmbio, mestrado e universidade.

Morar na Noruega: motivos para morar e para não morar no país

Razões para morar e para não morar na Noruega, custo de vida no país, história, moeda, língua, imigração, vistos e dados sobre a população local.

Cidades que pagam para morar: 10 regiões encantadoras

Confira a lista de cidades que pagam para morar ou dão moradia ou terreno e veja quais são as condições para isso. Há várias na Europa.

Países fáceis de imigrar: veja os 4 mais receptivos da Europa

Confira a lista de países fáceis de imigrar e descubra o porquê da facilidade. Veja como é a adaptação, visto e burocracias para brasileiros nesses países.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube