Para dirigir na França precisa de carteira internacional? Saiba tudo

França  / 

Uma excelente maneira de conhecer os lindos vilarejos franceses é viajando de carro. Mas para dirigir na França precisa de carteira internacional? Neste artigo vamos tirar suas dúvidas.

Saiba também como comprar sua passagem para a França.

Para dirigir na França precisa de carteira internacional?

A resposta é não. Você não precisa de carteira internacional para dirigir na França, porém essa é uma excelente opção. Explico.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.


O N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

ABRIR CONTA »

Segundo o site oficial da administração pública francesa:

Conduire en France avec un permis non européen:

Si vous venez en France pour un court séjour (pour des vacances par exemple), vous pouvez conduire avec votre permis. Il doit être valide et être rédigé en français ou accompagné d’une traduction officielle en français ou d’un permis international.

Si vous souhaitez obtenir la traduction en France, vous devez vous adresser à un traducteur agréé.

Traduzindo…

Caso você esteja na França por um curto período (menos de 185 dias) você pode dirigir usando sua carteira de habilitação do Brasil, no prazo de validade. Porém, ela deverá estar acompanhada de uma tradução francesa feita por um tradutor juramentado, ou então acompanhada da carteira internacional.

O mais prático é você tirar a carteira internacional (PID) no Detran antes de viajar, é feita rapidamente e tem a duração igual à da sua carteira de motorista.

Lembrando que apenas a carteira internacional não é válida, ela deve estar acompanhada de sua carteira de habilitação na validade. Se você decidir por fazer a tradução juramentada, esteja sempre com essa tradução e sua CNH.

Quer vir morar na França? Veja as melhores cidades para morar.

Casos particulares

As informações dadas anteriormente valem para pessoas que venham ficar menos de 185 dias ou então quem veio com visto de estudante. Ou seja, mesmo que se seu visto de estudante seja de 3 anos, você poderá dirigir na França com sua CNH acompanhada de uma tradução juramentada ou da carteira internacional.

Caso você tenha obtido uma “carte de séjour”, ou seja, obteve através de um visto de trabalho ou qualquer outro visto que não seja o de estudante, então será obrigatório trocar a carteira de habilitação brasileira por uma carteira de habilitação francesa.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é o Remessa Online.


No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

VER COTAÇÃO »

Atenção pois você deve fazer isso antes de completar um ano de permanência. Se você perder esse prazo então terá que fazer todo o processo para tirar a habilitação francesa como se fosse a primeira vez, ou seja, aulas, exames, etc.

Dirigindo pela França

As estradas francesas em geral são muito boas e é bem agradável dirigir pela França. Porém, fique atento às placas de sinalização para não levar multa nem ocasionar nenhum acidente.

Caso deseje alugar um carro, dê preferência para carros a diesel por serem mais baratos para abastecer.

Saiba como fazer o aluguel de carro em Paris.

Diferente do Brasil, na França não há frentistas nos postos de gasolinas. E nas grandes cidades como Paris, os “postos de gasolinas” podem ser apenas bombas de abastecimentos que passam desapercebidas.

Para abastecer, você deverá primeiro fazer o pagamento por cartão de crédito na própria bomba de abastecimento e depois abastecer o seu carro.

Se tiver problemas para pagar, vá até a loja de conveniência do posto e diga o número da bomba e faça o pagamento. Porém, o melhor é ter vários cartões pois há muitos postos que não tem loja de conveniência. O pagamento em dinheiro poderá ser feito apenas nos postos que tenham uma loja de conveniência.

Veja também sobre os transportes públicos franceses.

Pedágios na França

As estradas francesas são ótimas, porém tem muitos pedágios e são caros. Normalmente o pagamento é feito por cartão de crédito na máquina e não há nenhum atendente.

Outra opção é dirigir pelas estradas sem pedágios, visitando os vilarejos. É uma viagem mais longa, mas se você tiver tempo vale a pena, afinal o próprio trajeto já se torna uma viagem.

Fique bastante atento aos pedestres! Eles têm prioridade!

Agora que você sabe como dirigir na França, pé na estrada e aproveite esse lindo país.

Já contratou o seu seguro viagem para a França? Esse documento é obrigatório para entrar no país, saiba quanto custa e onde contratar no nosso artigo.

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Elaine é brasileira e mora em Paris há dois anos. Completamente apaixonada por Paris desde pequena, sempre sonhou em  morar na cidade Luz. Adora viajar, fazer novos amigos, conhecer novas culturas e descobrir cada vez mais sobre França e a cultura francesa.