Bruxelas: tudo sobre morar na capital da Bélgica

Bélgica  / 

Bruxelas não é apenas a capital da Bélgica, mas também a capital, centro político e sede da União Europeia. Considerada um importante centro da política internacional, na cidade também está a sede da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

Portanto, Bruxelas é uma cidade poliglota que abriga as principais instituições da União Europeia e é frequentada por políticos, diplomatas e funcionários públicos. Com seus quase 2 milhões de habitantes, é também um importante centro financeiro da Europa.

Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil.


Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem. Faça uma cotação online sem compromissos e confira as várias opções de seguro para a sua viagem.

FAZER COTAÇÃO »

Custo de vida na Bélgica

Com um salário mínimo mensal de 1.900€ (mil e novecentos euros), Bruxelas ocupa a 38ª posição no ranking das cidades mais caras para se viver na Europa.

Portanto, apesar de ser a capital da Bélgica, ainda é uma boa opção para se viver considerando o valor do salário mínimo e o custo de vida.

Preços em Bruxelas

Fizemos abaixo uma lista de preços praticados em Bruxelas para você ter uma ideia, confira:

Preços em Bruxelas
Menu básico de almoço 20€ (vinte euros)
Aluguel mensal (apartamento de 85m2) 900€ (oitocentos e oitenta euros)
Bilhete mensal de transporte público 49€ (quarenta e nove euros)
ingressos para o cinema 22€ (vinte e dois euros)

Confira o custo de vida na Bélgica.

morar em bruxelas

Como morar em Bruxelas

Assim como outros países e cidades da Europa, para morar em Bruxelas sendo brasileiro é necessário ter um motivo para estar lá. Basicamente são cinco tipos de visto, confira:

1. Visto de turista ou curta duração

Na condição de brasileiro você que vai passar menos de 90 dias em Bruxelas não necessita solicitar visto, pois ele será dado pela autoridade policial na alfândega do país.

Apesar de não se exigir o processo de pedido de visto, isso não significa que a sua entrada não possa ser negada. Ainda no aeroporto irão solicitar um seguro de viagem internacional que seja válido na Europa, meios de subsistência pelo tempo da viagem e comprovante de alojamento.

Conheça 10 curiosidades da Bélgica.

2. Estudante

Para solicitar o visto de estudo para morar em Bruxelas, você terá que estar devidamente matriculado em um curso, ter um seguro de saúde válido e comprovar seus meios de subsistência.

O visto de estudo tem a validade de 12 meses e deve ser renovado no final desse período, caso seja necessário. Com o visto de estudante você terá o direito de trabalhar por 20 horas semanais.

3. Casamento ou Reunião Familiar

Imagine que o seu parceiro(a) more na Bélgica, você poderá solicitar o visto de reunião familiar. Para isso deverá encontrar meios de comprovar o seu relacionamento, um seguro de saúde, uma declaração de habitação e uma declaração de renda (financeira).

O seu par deverá comprovar para o governo belga que consegue manter os dois (você e ele(a)) ou que será responsável por você em caso de desemprego.

4. Trabalho

É considerado o visto mais complicado de se conseguir, pois quem entra com o pedido deve ser, obrigatoriamente, o empregador.

Para isso, ele terá que encontrar meios de provar e comprovar que não encontrou outro profissional qualificado na Bélgica. Ou até em outro país europeu. Ele vale por 12 meses e precisa ser renovado pelo empregador todos os anos.

5. Residência de Longa Duração

Se você residir na Bélgica por mais de cinco anos poderá solicitar esse tipo de visto. Ele substitui a nacionalidade, ou seja, se você optar por esse visto terá os mesmos direitos e deveres dos cidadãos belgas, mesmo mantendo a sua nacionalidade original.

Conheça o Atomium, o símbolo de Bruxelas.

custo de vida bruxelas

Língua oficial

Na Bélgica são três os idiomas oficias: francês, holandês e o alemão. A grande maioria dos belgas que vivem em Bruxelas utilizam o francês para se comunicar mas depende muito do bairro. Alguns bairros são flanders, portanto a língua falada é o holandês.

Obviamente que, por conta das instituições europeias e mundiais que estão na cidade, o inglês é um idioma comum entre todos e ganha cada vez mais e mais adeptos.  Ou seja, o inglês é muito bem aceito na capital da Bélgica.

Como arranjar emprego em Bruxelas

Algumas áreas profissionais são muito valorizadas em Bruxelas e, por conta disso, possuem mais oportunidades. Confira algumas das áreas:

  • Farmácia e Química: as maiores corporações da área farmacêutica e química mantém escritórios e fábricas em Bruxelas como, por exemplo: Bayer, Pfizer e etc.
  • TI (Tecnologia da Informação): multinacionais como a IBM e a Siemens empregam milhares de colaboradores na capital da Bélgica e podem ser uma alternativa de emprego.
  • Setor bancário: grandes corporações mantêm negócios na cidade belga.
  • Administração Belga: sendo a capital, em Bruxelas estão os principais setores administrativos do país e da União Europeia.
  • União Europeia: como sede da União Europeia, na cidade da Bélgica existem muitas oportunidades para profissionais que atuam no setor governamental.

Importante

Ter formação superior e o domínio de idiomas (inglês obrigatoriamente, francês ou holandês) são, sem dúvida, um grande diferencial para ingressar no mercado de trabalho belga.

Pelo site Glassdoor  é possível entender como funcionam as entrevistas nas grandes empresas por lá.

Moradia em Bruxelas

Não é tão complicado encontrar moradia em Bruxelas. Considerando a lei da procura e da oferta, em Bruxelas há muito mais ofertas de casas do que procura. E as ofertas variam muito. Vão desde quartos (média de 350€ mensais) até apartamentos inteiros por 1000€ mensais.

Obviamente que os valores variam conforme a localização, o tamanho,  qualidade e idade do imóvel, porém há muita disponibilidade.

Veja nossas 7 dicas para economizar na Europa.

Principais qualidades e principais problemas da cidade

Morar em Bruxelas, como em qualquer cidade do mundo, terá qualidades e problemas. Listamos para ajudar você:

Qualidades

  • Oportunidades profissionais;
  • Salário mínimo atraente;
  • Contato com várias culturas;
  • Proximidade com outras grandes capitais europeias;
  • Importante centro econômico e político da Europa;
  • Transporte público de qualidade.

Problemas

  • Segurança – como acontece com as cidades capitais dos países na Europa, pode ser alvo de ataques terroristas. Mas a presença ostensiva de militares causa sensação de segurança;
  • Exigência do mercado de uma alta qualificação profissional;
  • Domínio obrigatório de outros idiomas;
  • Clima (para quem não gosta de frio pode ser um problema).

Veja também quais são as melhores comidas típicas da Bélgica.

Obviamente que você deverá analisa o pesa dos prós e contras de morar em Bruxelas. Mas se você gosta ou está acostumado a viver em uma cidade grande, Bruxelas é para você.

Veja também a lista completa de países e capitais da Europa, você conhece todas elas?

Em destaque no Euro Dicas
  • Sabia que é obrigatório ter Seguro de Viagem para entrar na Europa?

    Seja para morar ou visitar, a imigração pode exigir esse documento no país destino. Se você não tiver, será obrigado a voltar ao Brasil. Em parceria com a Seguros Promo garantimos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

    COTAR SEGURO »
  • Precisa enviar dinheiro para outro país?

    A nossa plataforma preferida é o Remessa Online. No Remessa Online você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com segurança.

    VER COTAÇÃO »
  • Pensando em morar em Portugal?

    Escrevemos um guia com todos os passos necessários para organizar a sua saída do Brasil com rapidez, segurança e sem complicações. Receba grátis o índice e primeiras páginas.

    RECEBER AMOSTRA »
COMPARTILHE
Autor

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Escreve para seu site Vagas pelo Mundo sobre oportunidades de emprego, a experiência de morar fora, bolsas de estudo e vistos para morar no exterior.