Viver na Bélgica pode ser um sonho. Afinal, o país em si parece um gigantesco cenário de filme, cheio de construções medievais e pontos turísticos impressionantes. Porém, para viver no país, encontrar um trabalho local é muito importante. Isso porque você vai precisar receber em euro para conseguir manter um bom padrão de vida no país. Nesse artigo, veja tudo o que você precisa saber sobre trabalho na Bélgica para brasileiros e como se preparar para ele.

Há trabalho na Bélgica para brasileiros?

Sim.

Há trabalho na Bélgica para brasileiros e para pessoas de todas as nacionalidades. Mas encontrar o trabalho dos sonhos é um objetivo mais difícil de ser conquistado. Para contratar um brasileiro, as empresas na Bélgica precisam comprovar para o Estado que não conseguiram encontrar algum belga capaz de realizar as funções de determinado cargo.

Isso coloca uma barreira entre a pessoa e a vaga, a tornando muito mais concorrida que o normal. Por isso, se você trabalha em áreas específicas, como administração, marketing, direito, medicina, contabilidade, etc., prepare-se para enfrentar uma boa competitividade por uma vaga na sua área de atuação.

Em que os brasileiros costumam trabalhar na Bélgica?

Não há pesquisas que mostrem especificamente os cargos de brasileiros na Bélgica. Porém, segundo a Statista, as áreas com a maior quantidade de vagas abertas para imigrantes são: serviços e cargos auxiliares, construção civil, área da saúde e TI.

Uma boa parte dos brasileiros está na Bélgica com fins estudantis e de pesquisa acadêmica, e recebe salários das instituições de ensino.

Além dessas posições, é muito comum que brasileiros na Bélgica abram seus próprios negócios e contratem outros brasileiros. No país, sobretudo em Bruxelas, existem diversos restaurantes, cafés e mercados brasileiros. Esses estabelecimentos reúnem não só demais brasileiros expatriados na Bélgica, como também belgas interessados pela cultura.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Onde procurar trabalho na Bélgica para brasileiros?

Assim como no Brasil, existem várias formas de procurar trabalho na Bélgica. Você pode tanto enviar currículos presencialmente quanto procurar em sites e em agências de emprego.

Ultimamente, a divulgação de vagas em sites da internet tem sido mais massiva. Com poucos cliques é possível encontrar vagas em todos os lugares do mundo, inclusive na Bélgica. Mas, nesses casos, a agilidade e rapidez em enviar o seu currículo são muito importantes. Afinal, essas vagas são preenchidas com a mesma velocidade que elas aparecem nos portais.

Placa de restaurante na calçada
Café brasileiro em Brugge, na Bélgica. Estabelecimentos brasileiros são bem comuns no país. Foto: Lara Delgado.

Precisa validar diploma para trabalhar na Bélgica?

Sim, precisa.

Para trabalhar na Bélgica, você precisa ter seu diploma e histórico acadêmico com apostilamento de Haia e com tradução juramentada.

O apostilamento de Haia pode ser emitido em praticamente todos os cartórios brasileiros (salvo algumas exceções), e consiste em um certificado que atesta a legitimidade do seu documento.

A tradução do diploma e do histórico deve ser feita por um tradutor juramentado, profissional com registro que irá traduzir seu documento e comprovar que a tradução é fidedigna.

E é importante lembrar que para validar seu diploma e histórico, você provavelmente precisará de dois apostilamentos: o apostilamento do documento original (em português) e o apostilamento da tradução (em inglês, francês, alemão ou holandês, no caso da Bélgica). Essa necessidade depende muito da empresa que irá te contratar, então é sempre bom ficar de olho nas regras e especificidades.

Salário mínimo e remuneração média no país

Em 2022, o salário mínimo da Bélgica é 1.593,81€, e o salário médio é 2.300€. O valor do salário médio, é claro, varia conforme o cargo que você assume e a sua carga horária (meio expediente ou expediente completo).

Em linhas gerais, o salário mínimo e médio são suficientes para cobrir os custos de vida na Bélgica. Por isso, independente do seu cargo, com um salário mínimo você conseguirá se manter no país sem grandes dificuldades.

Imigrantes ganham bons salários na Bélgica?

Sim, imigrantes ganham bons salários na Bélgica. No entanto, é bom ressaltar que imigrantes podem receber um pouco menos que os nativos.

Conforme o Fragomen e o Destination Scanner, a média salarial de um trabalhador imigrante na Bélgica, em cargos de especialistas ou estagiários, é de 3.627€ mensais. Por outro lado, nativos com os mesmos cargos recebem a média salarial de 4.167€ mensais.

Esses valores aumentam de acordo com o cargo ocupado, tanto do imigrante quanto do nativo. A média salarial e cargos executivos para imigrantes é 5.803€ mensais. Para nativos com o mesmo cargo, esse salário pode chegar até 8.926€ mensais.

É difícil conseguir trabalho na Bélgica para brasileiros?

Infelizmente, sim. É difícil. Para que um brasileiro (ou qualquer outro estrangeiro) seja contratado, a empresa contratante precisa provar para o Estado que não há um nativo apto para realizar o trabalho. Isso torna as vagas muito estritas.

Outro ponto é que, segundo a Trading Economics, em janeiro de 2022, o número de pessoas empregadas na Bélgica cresceu. Isso implica em menos vagas disponíveis e mais competitividade.

Também é importante considerar que, em uma comparação entre Brasil e Bélgica, o nível e qualidade de escolaridade da Bélgica é muito superior. Isso acaba exigindo mais de você em relação ao currículo, que precisa ser muito bom e completo. Para pessoas sem uma graduação, conseguir emprego na Bélgica é muito mais difícil.

Dominar o idioma é muito importante

Além disso, o idioma é um ponto importante. Conseguir trabalho na Bélgica sendo brasileiro pode ser mais fácil se você dominar tanto o inglês quanto o idioma local, principalmente quando se trata de cargos que envolvam contato com o público.

Posições de atendente de caixa, garçom/garçonete e em escritórios são apenas alguns exemplos de cargos que vão exigir o idioma na ponta da língua.

Normalmente, pessoas que não dominam pelo menos o básico do francês, alemão ou do holandês tendem a conseguir vagas mais operacionais, que não demandam tanta comunicação com o público.

Restaurante em praça de Brugge
Grote Markt, em Brugge. Para trabalhar em contato com o público, é necessário dominar os idiomas locais. Foto: Lara Delgado.

Como trabalhar regularizado na Bélgica?

Para conseguir um trabalho regularizado na Bélgica, existem duas possibilidades: conseguir um visto de trabalho, sendo contratado(a) antes mesmo da sua mudança para o país, ou tendo cidadania ou cartão de residência europeu.

Cidadania europeia

Quem tem cidadania europeia pode conseguir trabalho na Bélgica com mais facilidade, porque essas pessoas fogem da regra de que deve existir um nativo capaz de realizar determinado trabalho.

Se você é cidadão ou residente europeu, pode trabalhar de maneira regularizada sem enfrentar grandes burocracias.

Visto de trabalho

Caso surja uma oportunidade de emprego e você não tenha cidadania ou residência europeia, o visto de trabalho é a solução. Nesses casos, a empresa contratante irá providenciar uma comprovação de que você irá trabalhar lá. Com essa comprovação, você pode dar entrada em um visto de trabalho no consulado belga no Brasil.

O consulado irá analisar seus documentos e avaliar a veracidade do seu contrato de trabalho. Com todos esses detalhes em ordem, seu visto será emitido e você poderá trabalhar de maneira regularizada na Bélgica.

Como encontrar trabalho na Bélgica para brasileiros?

Há três formas de encontrar trabalho na Bélgica para brasileiros: sites de emprego conhecidos, entrega pessoal de currículos e as agências de emprego. Qual dessas maneiras escolher depende da sua intenção de trabalho, do seu nível de escolaridade e também da sua habilidade com os idiomas.

Quando optar por sites de emprego

Se você possui uma formação, qualificações e pretende trabalhar na sua área de conhecimento, o ideal é enviar seu currículo através de sites para procurar emprego na Bélgica, como o LinkedIn e o Randstad.

No LinkedIn, você pode filtrar a seção de trabalhos em “Brazil” e “Belgium” para encontrar vagas na Bélgica que requerem como idioma o português, o que facilita um pouco encontrar um emprego no país.

Captura de tela do LinkedIn
Se você ainda não tem segurança com o idioma local, filtrar trabalhos que exijam o português pode ser uma boa saída. (print do Linkedin)

Na era das startups e empresas multinacionais, fica um pouco mais fácil encontrar trabalho na Bélgica para brasileiros. O trabalho remoto também tem mudado muito esse cenário, possibilitando que pessoas que moram na Bélgica trabalhem em empresas do Brasil.

Porém, isso não faz com que essas vagas sejam menos concorridas. Muito pelo contrário: é necessário ter um currículo completo e com diferenciais, além de possuir fluência no inglês.

Além do LinkedIn e do Randsatd, você pode contar com outros sites de busca de emprego: Brussels Jobs, Xpat Jobs e StepStone também são muito comuns.

Quando optar pela entrega de currículos pessoalmente

Se você não possui uma formação ou ainda possui inseguranças com o idioma, você pode optar por entregar currículos pessoalmente e concorrer para vagas de entrada, como em mercados, farmácias, estabelecimentos, etc.

Nesses casos, é importante lembrar que nem sempre apenas o inglês será suficiente para garantir uma vaga. Isso vale principalmente para trabalhos que exigem contato com o público em alguma instância.

Saber o idioma da região da Bélgica em que você está (holandês, alemão ou francês), ou pelo menos demonstrar que está aprendendo de forma rápida e empenhada é fundamental.

Quando optar por agências de emprego

As agências de emprego na Bélgica são muito comuns, e são ideais caso você tenha número de registro na prefeitura. Nessas agências, os trabalhos disponíveis serão filtrados de acordo com o seu currículo e com a sua proximidade do idioma.

A agência é quem entra em contato com você caso haja alguma vaga disponível, e a próxima etapa é passar pelas entrevistas.

Como se destacar no mercado de trabalho belga sendo brasileiro?

O primeiro ponto (e mais fundamental) é: saber o idioma do local em que você está (holandês, alemão ou francês), além do inglês fluente. Isso é necessário porque as vagas de emprego na Bélgica são competitivas, e se você pretende trabalhar em contato com outras pessoas, saber se comunicar com elas é primordial. Por isso, no seu currículo, deixe claro que você está aprendendo o idioma com empenho.

O segundo ponto é a qualificação. Como o nível escolar na Bélgica é alto, os belgas costumam possuir currículos bem recheados e completos. Não fique para trás e prepare-se com antecedência, preenchendo seu currículo com cursos, formações e experiências de trabalho anteriores que foram satisfatórias.

E o principal ponto é: não desanime. O fato de o mercado de trabalho na Bélgica ser competitivo pode ser um problema, mas com paciência e empenho certamente é possível encontrar um trabalho ideal. Também é importante ter em mente que, talvez, seja necessário aceitar um trabalho que não é “o” trabalho dos seus sonhos em um primeiro momento.

Caso isso seja necessário, aproveite o período para adquirir experiência, conhecer pessoas, formar laços, contatos e também mais proximidade com o idioma.

Boa sorte na sua jornada!