Como resgatar investimentos do exterior: saiba tudo aqui

Enviar dinheiro para o exterior  / 

Suas aplicações no exterior estão dando lucro e você não sabe como resgatar esse dinheiro? Vamos te ensinar como resgatar investimentos do exterior. Confira.

Como resgatar investimentos do exterior

Há algumas opções com diferentes custos e vamos te explicar cada uma delas se você quiser trazer dinheiro de sua conta de investimento no exterior para o Brasil.

Como resgatar investimentos do exterior por transação bancária

A forma mais comum de trazer dinheiro de aplicações no exterior para o Brasil é através dos bancos. Mas essa não é, necessariamente, a opção mais barata. Dentre as que vamos apresentar ela costuma ser considerada, na verdade, a mais cara.

Para usar essa opção, você precisa ser correntista de um banco ou corretora no exterior, receber o rendimento de suas aplicações e, então, realizar uma transferência internacional (ou remessa internacional ou ordem de pagamento internacional).

Isso pode ser entre bancos de marcas diferentes ou entre agências de bancos presentes em mais países, caso do HSBC e do Citibank, por exemplo.

Saiba também como abrir conta no exterior.

Dados que você vai precisar

Para realizar a transferência, podem ser solicitados alguns dados (o que varia de banco para banco):

  • Nome do banco;
  • Código Swift/BIC (Bank Identifier Code), que é o código universal do banco beneficiário;
  • Código Iban (número de conta bancária internacional do beneficiário do pagamento);
  • Nome do destinatário (o seu nome mesmo, em caso de transferência para conta do mesmo banco);
  • Número da conta no Brasil;
  • Endereço completo do titular da conta;
  • Taxas incidentes na transação.

Entenda todas as taxas que você vai pagar

IOF

O Imposto sobre Operações Financeiras é cobrado de acordo com a legislação brasileira e as transferências internacionais para um terceiro ou para contas de mesma titularidade têm cobrança diferente:

  • IOF cobrado em remessa para conta de mesma titularidade: 1,1%;
  • IOF cobrado para remessa para contra de titularidade diferente: 0,38%.

Taxa de envio

Cada banco pratica uma taxa diferente. É possível encontrar bancos que cobram R$ 30 pelo serviço e outros que cobram R$ 150.

Taxa de câmbio

Para transferências internacionais, os bancos trabalham com a taxa de câmbio com margem de lucro. Ou seja, usam a cotação comercial da moeda (mais barata que a do turismo e usada para transações internacionais), mas têm liberdade para acrescentar um ganho em cima.

Taxa Swift

Swift é a sigla para Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication ou Sociedade de Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais, em português.

Trata-se do sistema de mensagens usado pelos bancos no mundo todo. O valor não é fixo, ou seja, cada banco estipula o seu preço.

Na hora de fazer a transferência, quando solicitarem o “código Swift”, estarão pedindo o código internacional do seu banco no Brasil. Também podem se referir a ele como “código BIC”.

A finalidade dos códigos SWIFT ou BIC é identificar uma instituição bancária por meio de um código universal único, que pode ter entre 8 e 11 caracteres.

Leia também nosso artigo sobre se receber dinheiro do exterior paga imposto.

Transferência bancária funciona?

Sim. É a maneira mais tradicional de enviar seu dinheiro para o Brasil.

No entanto, durante a pesquisa, nos deparamos com diversos depoimentos de pessoas reclamando das taxas altas praticadas pelos bancos e também da burocracia.

Em alguns casos, as pessoas só conseguiram realizar a ordem de pagamento indo pessoalmente na agência.

Como resgatar investimentos do exterior por plataformas de envio de dinheiro

Outra opção à questão de como resgatar investimentos do exterior mais simples e barata do que os bancos são as startups de remessas internacionais de dinheiro.

Ao utilizá-las, você confere na hora o câmbio utilizado para conversão da moeda e as taxas incidentes. Então, vale sempre fazer uma simulação antes de completar a remessa.

Geralmente as taxas cobradas são inferiores às dos bancos, mas você não foge ao IOF e à variação do câmbio. Entretanto, consegue uma conversão melhor, porque essas corretoras online utilizam a cotação comercial de cada moeda e não a turismo, que é sempre mais elevada. Geralmente, não acrescentam margem nenhuma de ganho em cima do câmbio.

É importante frisar que há restrições nos valores movimentados. Indicamos o limite máximo de transferência em cada uma das plataformas que apresentamos abaixo. Confira.

1. Remessa Online

Para usar a plataforma Remessa Online, é preciso fazer cadastro e também ter uma conta-corrente de origem e uma de destino – mesma titularidade ou não.

É cobrado o IOF, mais 1,3% de custo da empresa, mais as tarifas bancárias (que variam de acordo com o valor enviado). Para envio de até R$2.500 o valor é fixo de R$5,90. O envio é totalmente gratuito para valores maiores que R$2.500.

Diferentemente das demais plataformas, a Remessa Online possibilita a transferência direta entre contas de investimento no exterior e contas correntes no Brasil.

Como utilizar a Remessa Online

  1. Entre no site da Remessa Online;
  2. Clique em “Criar uma nova história”,
  3. Escolha entre “enviar para uma pessoa física” ou “enviar para uma corretora internacional”, se for o caminho inverso – ou seja, você enviando dinheiro para a conta de investimento e preenche os dados solicitados;
  4. O aplicativo te informa todos os custos e taxas da movimentação e datas que o dinheiro estará disponível na conta selecionada.

Para realizar transferências de até 37,5 mil reais por dia ou 75 mil reais por ano, você pode realizar um cadastro simples no portal.

Se quiser movimentar uma quantidade maior de recursos, você precisa fazer o cadastro completo e fornecer alguns documentos, como declaração de imposto de renda.

Simulação de remessa pelo Remessa Online

Ao enviar 1 mil euros para o Brasil via Remessa Online, o montante disponível na conta brasileira seria de 4.617,31 reais em 10 de outubro de 2019. Sendo que 1,3% seria de taxa fixa do serviço do aplicativo e 0,38 de IOF. O câmbio usado na data era de 4,54 reais.

Se você não conhece a Remessa Online, leia nosso artigo completo sobre a plataforma e veja se ela é confiável.

2. TransferWise

Ao resgatar lucros e dividendos no exterior, você pode programar uma remessa desses valores para o Brasil, utilizando a plataforma TransferWise.

Para tanto, você precisa de se cadastrar no aplicativo. Você preenche um formulário no site do TransferWise e envia cópia de um documento pessoal. Feita a verificação pela empresa, você já pode começar a usar.

Como utilizar a TransferWise

  1. No aplicativo ou no site oficial, você programa a remessa do dinheiro que quer trazer do exterior. Ao digitar o valor a ser transferido no aplicativo, você consegue visualizar a conversão e quanto vai pagar de taxa e de imposto;
  2. Feito isso, você tem duas opções: ou realizar uma transferência para uma conta indicada, pagando o valor referente à sua remessa mais os custos de uso do aplicativo, ou pagar via boleto eletrônico;
  3. Você recebe o boleto por e-mail, paga, e depois recebe outra mensagem confirmando a data em que o dinheiro estará disponível na conta brasileira.

Para boletos, o limite mensal de remessa é de 9 mil reais (valor distribuído em uma ou várias transações). Já no caso de Transferência Bancária (TED), cada uma delas não pode ultrapassar o valor de 30 mil reais.

Caso sua movimentação seja muito alta na plataforma, pode ser que a TransferWise entre em contato pedindo alguns documentos como comprovação de origem das rendas ou declaração do Imposto de Renda.

Simulação de remessa pela TransferWise

Simulamos uma remessa de 1 mil euros para o Brasil em 10 de outubro de 2019. O montante depositado na conta-corrente pela TransferWise seria de R$4.479,73. A cotação do euro comercial na data era de 4,54 reais.

Uma economia estimada de 30 euros em relação à mesma transação se fosse feita via bancos, de acordo com a ferramenta desenvolvida pelo próprio aplicativo. Saiba mais sobre a TransferWise nesse artigo completo sobre ela.

3. Western Union

Para utilizar o Western Union para resgatar investimento do exterior é preciso, obrigatoriamente, ter uma conta bancária no exterior.

Isso porque a movimentação do dinheiro para a plataforma Western Union é feita apenas via transferência bancária de conta de mesma titularidade.

Mas é possível receber o dinheiro no Brasil em uma das agências conveniadas, sem necessariamente ser em conta-corrente brasileira.

As transações via Western Union pagam IOF. Além disso, a empresa adiciona uma porcentagem que varia de acordo com o valor da remessa e o local de e para onde é feita. Mas esses valores não são explicitados de maneira muito clara na simulação e ao fazer a simulação abaixo conseguimos ver o porquê.

O limite de envio é de 5 mil reais diários.

Simulação de remessa pelo Western Union

Simulamos uma remessa de 1 mil dólares para o Brasil. Se a transferência fosse de conta-corrente para conta-corrente, a estimativa em 10 de outubro de 2019 seria receber 4.068 reais na conta brasileira.

Nesse caso específico, não haveria cobrança de tarifa, mas em alguns casos ela pode chegar a 30 dólares (aproximadamente 120 reais).

Um porém importante: o valor é simulado e, dependendo da cotação da moeda, a pessoa pode receber menos do que o estimado pela ferramenta na hora do envio. Então, atenção a esse detalhe para não se decepcionar.

No dia da simulação apresentada aqui, o dólar comercial estava a 4,12 reais, bem inferior aos 4,068 da estimativa do aplicativo.

como resgatar investimentos do exterior computador

Quando é melhor transferir o dinheiro?

Ao resgatar seus investimentos, sempre lembre que a moeda oscila em relação ao real, então é preciso atenção às altas e baixas para não perder dinheiro. Procure resgatar com a moeda estrangeira em alta, para seu dinheiro render ainda mais.

É preciso declarar imposto de renda?

Declarar os seus investimentos e ganhos no exterior é muito importante para você garantir cumprir as leis e enriquecer licitamente.

É necessário informar anualmente na declaração de Imposto de Renda o valor investido no exterior atualizado para a data de 31 de dezembro do ano anterior.

Bitributação

Em alguns países, o imposto sobre investimentos já é retido na fonte, como nos Estados Unidos, por exemplo. Ou seja, se você tem ações de empresas, ao receber os dividendos automaticamente já tem os impostos descontados. E ao declarar no IR brasileiro, informa o imposto já pago.

Um ponto importante é se informar se o país onde você tem investimentos tem acordo de bitributação com o Brasil, que justamente evita o pagamento duplo de impostos. É possível conferir no site da Receita Federal todos os países com os quais o Brasil tem acordo de bitributação.

Como resgatar investimentos do exterior: declaração ao Bacen

Quem tem investimentos no exterior superiores a 100 mil dólares (ou o equivalente em outras moedas) precisa também informar os investimentos ao Banco Central (Bacen). A “Declaração de capitais brasileiros no exterior junto ao Banco Central” deve ser anual ou trimestral, dependendo do enquadramento.

  • Anual: para quem tem 100 mil dólares ou o equivalente em outras moedas;
  • Trimestral: para quem tem 100 milhões ou o equivalente em outras moedas.

As multas por não declarar ou nas demais hipóteses previstas na legislação variam de R$ 2,5 mil a R$ 250 mil, podendo ser aumentada em 50% em alguns casos.

Agora que você já conhece todos os detalhes sobre como resgatar investimentos do exterior, basta ter atenção às taxas, fazer todas as declarações necessárias e aproveitar o seu rendimento no exterior.

COMPARTILHE
Autor

Cláudia Zucare Boscoli trabalha como jornalista há 20 anos, tendo se formado na Cásper
Líbero, com extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha),
especialização em Marketing Digital pela FGV e pós-graduação em Jornalismo Econômico
pela PUC-SP. Já trabalhou para IstoÉ Online, O Estado de S. Paulo, Diário de S. Paulo e
Editora Abril, entre outros veículos. Adora viajar, conhecer novas culturas e contar o que
descobriu.