Com o mercado imobiliário aquecido, comprar imóvel na planta em Portugal é uma opção que surge na mente de muitos investidores. Apesar de rentável, o processo deve ser realizado com muito estudo e alguns cuidados, especialmente neste caso, quando é feito em um país estrangeiro.

Neste artigo, conheça as vantagens e desvantagens deste tipo de investimento, além das precauções necessárias caso decida investir em um apartamento na planta no país.

É possível comprar imóvel na planta em Portugal?

Sim.

Um estrangeiro pode adquirir um imóvel na planta em Portugal tranquilamente, mesmo estando no Brasil. Para isso, é preciso apenas atentar-se a alguns detalhes, como a emissão de documentos portugueses e abertura de conta em banco português.

É importante lembrar, no entanto, que comprar casa em Portugal não oferece necessariamente a permissão para viver no país.

Como comprar um imóvel na planta em Portugal?

O processo de comprar uma casa em Portugal é semelhante ao do Brasil. Em geral, a maior diferença está nos documentos necessários e no pedido de financiamento para um banco português. Ele consiste nas seguintes etapas:

  1. Definir os seus desejos e necessidades;
  2. Buscar pela casa, processo que pode ser realizado pela internet ou facilitado por uma imobiliária;
  3. Visitar andares modelo, se estiverem disponíveis;
  4. Pesquisar pelo histórico da construtora e por eventuais mudanças no bairro que possam valorizar ou desvalorizar o imóvel;
  5. Negociar valores;
  6. Assinar o contrato;
  7. Realizar os pagamentos.

É seguro comprar imóvel na planta em Portugal?

Comprar imóvel na planta sempre envolve seus riscos, já que o prédio ainda está em construção. Eles são ainda maiores em outro país, já que o investidor pode não conhecer o mercado imobiliário em Portugal e as construtoras mais confiáveis.

Mas há uma série de cuidados que podem ser tomados para que esse risco seja minimizado ao máximo e que você realize um bom investimento em Portugal.

Onde buscar um imóvel na planta em Portugal?

Em um primeiro momento de pesquisa, você pode buscar por imóveis na planta em Portugal em sites imobiliários, como Idealista, Supercasa e Casa Sapo. Ali, é possível sondar valores de diferentes regiões e construtoras, e conhecer o que está disponível no mercado. Para isso, utilize a aba “Nova construção” ou “Em construção”.

É possível que, já por ali, você encontre uma opção que te interesse, mas é sempre importante pesquisar a reputação da empresa com que você está negociando antes de fechar negócio.

É indicado contratar uma assessoria

Caso procure mais segurança na hora de comprar um imóvel na planta, é recomendado contatar uma imobiliária que possa te auxiliar nesse momento. A Pati Lemos Homes é a nossa indicação e uma boa opção para brasileiros, já que oferece assessoria especializada para esse público.

Tem como adquirir um imóvel na planta estando no Brasil?

Sim.

Você pode adquirir imóveis em Portugal estando no Brasil, desde que tenha um representante no país. No entanto, é recomendado que você acompanhe as decisões com atenção, pesquise pela construtora e, se possível, visite um andar modelo.

Esse processo trará mais segurança para um investimento com valor consideravelmente alto, evitando que você perca dinheiro ou se arrependa da compra.

Pai e filha comprando imóvel na planta em Portugal
Para comprar o imóvel no Brasil, pesquise a reputação da empresa ou conte com a ajuda de especialistas, como a Pati Lemos

Quanto custa comprar imóvel na planta em Portugal?

Entre 115 mil euros e 6.2 milhões de euros.

A verdade é que os preços podem variar muito de acordo com a cidade na qual você deseja morar ou investir, a tipologia do imóvel, a metragem e até a construtora.

Encontramos apartamentos na planta por 115 mil euros em Castelo Branco, uma das cidades mais baratas para morar em Portugal, e de 6,2 milhões de euros em Lisboa, a cidade mais cara do país.

Para se ter uma ideia melhor dos valores médios, fizemos uma cotação no dia 11 de dezembro de 2023 no site imobiliário Idealista. Consideramos apenas imóveis na planta em diferentes cidades do país, tipologias e metragens.

Cidade Tipologia Tamanho Andar Preço (em euros)
Lisboa T1 60 m² 433 mil
Lisboa T3 173 m² 1,2 milhão
Aveiro T3 130 m² 700 mil
Coimbra T2 108 m² 265 mil
Castelo Branco T5 259 m² Casa 350 mil
Porto T3 145 m² 535 mil
Porto T0 75 m² Rés-do-chão (térreo) 250 mil
Faro T1 67 m² 260 mil

É possível financiar um imóvel ainda na planta?

Sim.

O financiamento bancário para imóveis na planta em Portugal funciona de forma semelhante ao de imóveis prontos no país.

Dessa forma, ele não cobre 100% dos custos do apartamento, e é preciso reservar uma quantia destinada à reserva do imóvel e alguns adiantamentos, como documentos e escritura.

O processo de financiar uma casa em Portugal pode ser um tanto burocrático. É aconselhado fazer simulações em diferentes bancos para conferir as melhores condições.

A Pati Lemos Homes pode ajudar nesse sentido, já que a empresa, além da consultoria imobiliária, oferece serviço de assessoria para brasileiros no financiamento.

Como transferir dinheiro para Portugal e comprar o imóvel na planta?

Essa é uma dúvida comum para quem decide viver ou investir em Portugal. Afinal, as taxas cobradas pelos bancos convencionais para transferências internacionais podem ser bastante altas.

Uma alternativa a esse tipo de serviço são plataformas como a Wise e a Remessa Online. Ambas empresas cobram taxas consideravelmente menores para essa operação, de 0,43% a 2,4% do valor da remessa com IOF incluído – que varia entre 0,38% para transferências entre contas de titulares diferentes e 1,1% para remessas entre contas da mesma titularidade.

Apesar de oferecerem serviços semelhantes, a Wise destaca-se pela sua opção de Pix, em que o dinheiro cai na sua conta europeia na hora. A Remessa Online, por sua vez, possui uma parceria com a Nubank e clientes que realizem a transferência pelo aplicativo do banco possuem um desconto na taxa cobrada.

Além desses diferenciais, os dois serviços funcionam bem. Se eles não fazem diferença para você, vale entrar no site das duas empresas e realizar simulações com os valores de cotação do dia para saber qual faz mais sentido na hora de enviar dinheiro para Portugal.

Documentos necessários para adquirir seu imóvel na planta em Portugal

Para comprar uma casa em Portugal, são necessários os seguintes documentos:

  • NIF, equivalente ao CPF brasileiro;
  • Documento de identidade, como passaporte, Autorização de Residência ou Cartão Cidadão;
  • Comprovantes de renda para o financiamento, como o Imposto de Renda brasileiro.

Durante o processo, ainda estarão envolvidos outros documentos, comuns na compra e venda de imóveis em Portugal, como:

  • Certidão do Registro Predial: é a certidão de teor, utilizada para confirmar a legitimidade do proprietário e do comprador;
  • Caderneta Predial: comprovando a atual situação fiscal do imóvel (esse documento deve ser solicitado no serviço de Finanças);
  • Licença de Utilização: serve para dizer qual será a finalidade do imóvel e deve ser solicitada na junta de freguesia local;
  • Ficha Técnica de Habitação: descreve todas as características técnicas do imóvel.

Ainda é indicado que o comprador realize o Contrato de Promessa de Compra e Venda (CPCV), que assegura muitos dos seus direitos na compra de um imóvel na planta.

Comprar imóvel na planta dá direito ao Golden Visa?

Depende.

O programa Golden Visa, que fornece vistos para investidores estrangeiros em Portugal, está em vias de acabar. Por isso, não é uma boa ideia utilizar o projeto para tentar mudar para o país.

Além disso, ele segue uma série de regras, e é válido para a compra de imóveis nas regiões menos habitadas do país, excluindo regiões como Lisboa, Porto e Algarve.

Comprar imóvel na planta é um bom investimento em Portugal?

Depende.

Pelas condições de crédito oferecidas no país e pela possibilidade de valorização do imóvel, com o mercado imobiliário aquecido no país, esse pode ser um bom investimento.

Mas realizar uma compra dessas em outro país envolve riscos, que são potencializados na compra de um apartamento que ainda não existe. Por isso, é importante atentar-se para uma série de cuidados a serem tomados e até considerar recorrer a uma imobiliária para trazer maior segurança ao seu investimento no exterior.

Vantagens e desvantagens do imóvel na planta

Comprar um imóvel na planta pode ter suas vantagens e desvantagens, e é preciso conhecê-las para fazer a decisão mais acertada de acordo com os seus objetivos.

Entre as vantagens, podemos listar:

  • Preço e potencial de valorização do imóvel, já que a casa em projeto apresenta um valor mais baixo do que quando está com as obras concluídas;
  • Possibilidade de personalizar a casa, já que na fase de construção é possível escolher acabamentos, a orientação solar que deseja e por vezes até lugar de estacionamento;
  • Melhores condições de crédito bancário, já que no Contrato de Promessa de Compra e Venda (CPCV) a construtora indica as formas de pagamento faseado, à medida que as obras avançam;
  • Garantia, já que a casa estará nova e com os materiais e tecnologias mais recentes disponíveis. Problemas com climatização ou defeitos na construção estão cobertos na garantia por lei.

Mas comprar um imóvel na planta não apresenta apenas qualidades, e há alguns riscos envolvidos nesse investimento. Citamos alguns:

  • Risco da obra ficar por concluir, que é o pior cenário possível para o comprador. Isso geralmente acontece por dificuldades financeiras do promotor ou do construtor e não é tão comum, mas pode acontecer;
  • Atrasos na entrega, que podem ser um problema se você tiver planos, como casar, aumentar a família ou regressar ao país após um período fora. O CPCV prevê eventuais indenizações para esses casos, mas o inconveniente continuará;
  • Resultado abaixo das expectativas, já que você apenas saberá de verdade como a casa vai ficar após a conclusão da obra.

A Pati Lemos, do Pati Lemos Homes, realizou um vídeo bastante interessante em que cita algumas vantagens e desvantagens de comprar imóveis na planta em Portugal:

Cuidados a ter ao considerar um imóvel na planta em Portugal

Vimos que comprar um imóvel na planta em Portugal pode ter as suas vantagens. Se está convencido de que essa é a melhor opção para você, confira alguns cuidados que é preciso ter para minimizar os riscos envolvidos nesse processo.

Pesquise a solidez do construtor

Sabe aquela desvantagem que listamos anteriormente, de que o imóvel não seja entregue por problemas financeiros da construtora? Você pode evitar essa situação pesquisando bastante a solidez da empresa de quem estiver comprando.

Para isso, procure pelo histórico do trabalho da construtora e tente descobrir a sua situação financeira.

Considere recorrer a uma imobiliária

Claro, utilizar os serviços de uma imobiliária envolve maiores custos e, por esse motivo, muitas pessoas evitam recorrer a elas na hora de comprar um imóvel na planta.

Mas em alguns casos, como investir em imóveis no exterior, onde você não conhece as melhores localizações e o histórico das empresas, esse tipo de assessoria pode trazer mais segurança para os seus investimentos. Um pequeno custo extra pode poupá-lo de muita dor de cabeça ou até da insatisfação na compra.

Corretor imobiliário apresenta opções de imóvel na planta em Portugal
Antes de realizar o investimento, é preciso pesquisar o histórico da construtora e as perspectivas do bairro nos próximos anos

A empresa pode ainda apoiá-lo com serviços jurídicos e burocráticos, como a elaboração do CPCV, documento que defende os seus direitos na compra.

Visite um andar modelo

Já pensou em comprar um imóvel e, após a conclusão da obra, ficar insatisfeito com ele? Um modo de evitar isso é visitar um andar modelo, caso ele exista.

Assim, você consegue visualizar e ter uma ideia melhor daquilo que está adquirindo, especialmente no que diz respeito às áreas e acabamentos. É possível entender melhor, por exemplo, os tamanhos dos quartos e os revestimentos que ficam bem.

Preveja todos os detalhes e situações

Para garantir a sua satisfação com o imóvel, pense à frente. Pesquise pelo Plano Diretor Municipal (PDM) da cidade e descubra como estará aquela região quando o prédio estiver concluído.

Há projetos que podem valorizar ou desvalorizar o seu imóvel? Outros prédios que podem fazer sombra no seu apartamento ou uma futura estação de metrô que valorizará o bairro? Tudo isso pode ser levado em conta na hora de fazer a sua decisão.

Tenha sempre um documento por escrito

Para ter seus direitos assegurados, tenha sempre um documento escrito e assinado por ambas as partes. Nele, certifique-se de especificar os prazos de entrega e de pagamento e as eventuais indenizações em caso de descumprimento.

Esse documento pode te proteger em casos de atraso, por exemplo, ou caso a obra fique por concluir.

Vale a pena adquirir um imóvel na planta em Portugal?

Mais uma vez, depende do que você procura.

Como investimento, comprar imóvel na planta pode apresentar vantagens como a maior valorização do apartamento, mas também envolve maiores riscos. Por isso, é importante tomar os cuidados necessários, como pesquisar a solidez da empresa ou até procurar ajuda de uma imobiliária.

Se, por outro lado, deseje morar no apartamento, uma questão interessante é a possibilidade de pedir pequenas mudanças no imóvel, especialmente no acabamento, e escolher fatores como a orientação solar, o andar, a localização da vaga de garagem e outros cuidados com a casa em Portugal.

Outra vantagem é a garantia de que tudo no apartamento funcionará por alguns anos, como isolamento térmico e sonoro e questões estruturais.

Por fim, a possibilidade de atraso nas obras pode atrapalhar eventuais planos que você tenha, como mudar de país, casar ou aumentar a família.

Pronto! Agora que você sabe de todos os detalhes sobre comprar imóvel na planta em Portugal, pode decidir com calma e fazer uma escolha responsável de investimento. Boa sorte!