Europa

Hábitos que adquiri ao morar no exterior (e outros que perdi)

Muita gente me pergunta quais as diferenças entre Brasil e Portugal, o que tem aqui que não tem no Brasil, o que tanto mudou na minha vida. E quando eu respondo a essa pergunta, o que eu mais falo é dos hábitos que adquiri ao morar no exterior.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?

Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança na TransferWise, que funciona em toda a Europa.


A TransferWise não exige comprovação de rendimentos, você só precisa ter um endereço na Europa.

ABRIR CONTA »

Nós só percebemos que mudamos os nossos hábitos quando voltamos pra casa (pro Brasil). Vou contar pra vocês alguns hábitos que adquiri aqui em Portugal.

O que muda na vida quando se vive no exterior?

A primeira coisa que muda, ou pelo menos mudou pra mim, foi o amadurecimento. Aqui temos que aprender a nos virar sozinhos. Temos que amadurecer de qualquer jeito. Não é a mesma coisa que sair da casa dos pais no Brasil.

Se alguma coisa der errado, estamos muito longe. Além disso, muda muita coisa:

Damos valor a pequenas coisas

Começamos a dar valor a coisas “bobas”, como feijão, um cartão postal que recebemos, ver o nosso cachorro no Skype (acreditem, eu choro toda vez que os vejo), fotos antigas, lembranças que o Facebook mostra, um abraço mais apertado que recebemos.

Falamos com mais frequência com a família

Isso pode parecer mentira, mas não acontece só comigo. Muitos amigos brasileiros que não moram mais no Brasil também me disseram isso. Depois que saímos do país sentimos a necessidade de falar com a nossa família com mais frequência. O meu pai me disse que fala mais comigo agora do que quando eu morava no Brasil. Sinceramente, dos hábitos que adquiri ao morar no exterior, esse é o melhor.

Aprendemos a fazer comida típica

A saudade do nosso país é tão grande que acabamos aprendendo a fazer comida que nunca nos imaginamos fazendo. Isso é verdade gente! Eu nunca fui de cozinhar no Brasil! Agora sei fazer várias comidas de regiões diferentes do Brasil. E vamos até onde Judas perdeu as botas para encontrar os ingredientes. Incrível isso!

Ah, sem contar que dos hábitos que adquiri ao morar no exterior, esse é o que a minha mãe mais gostou, pois agora tenho sempre que cozinhar quando vou a casa!

Aprendemos a lidar com a saudade

O início é bem difícil. Tão difícil que dá vontade de chorar quando alguém fala “nossa, mas você não sente saudade da sua família?” (não sei pra que falam isso!!! é claro que sentimos!!!). Mas com o tempo aprendemos a conviver com esse sentimento, continuamos a sentir saudades, é claro, mas viver com a saudade é um dos hábitos que adquiri ao morar no exterior.

A família inteira aprende a utilizar a tecnologia

Ao falar de hábitos que adquiri ao morar no exterior, tenho que falar também do que mudou na vida da minha família. Todos aprenderam a usar Skype, e agora WhatsApp. É incrível como a necessidade faz com que as pessoas logo aprendam a usar tecnologia.

Veja as vantagens e desvantagens de morar em Portugal.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a TransferWise.


Na TransferWise você vai economizar até 8x nas suas transferências e, se precisar de algum suporte, o apoio ao cliente é em português. Crie a sua conta grátis e envie dinheiro com toda segurança.

VER COTAÇÃO »

skype call

Quais foram os hábitos que adquiri ao morar no exterior

Andar a pé ou de transporte público

No Brasil eu não tinha esse costume. Tudo o que eu ia fazer era de carro. Raramente andava de transporte público (somente na época da faculdade). Andar longas distâncias a pé era impensável.

Veja como funciona o transporte público em Portugal.

Sair a tarde para tomar um café

Aproveitar os dias de sol para ir a uma esplanada tomar um café e conversar com os amigos. Mas só por algumas horinhas, pois todos temos muita coisa para fazer. Esse é dos hábitos que adquiri ao morar no exterior e que quero levar para a vida toda. Passar nem que seja um tempinho com os amigos uma vez por semana é muito importante.

Sair para um bar e não comer

Sair com os amigos para tomar uma cerveja, sentar na mesa para beber e conversar, sem petiscar nada.

Ir à praia e largar as coisas na areia

Deixar as minhas coisas na toalha enquanto vou entrar no mar, sem me preocupar (tá bem, eu ainda fico olhando, mas aos poucos estou me acostumando).

Veja a lista das melhores praias de Portugal.

Chegar na hora combinada

Marcar um horário e chegar na hora combinada. E saber que se marcar aquela hora com a pessoa, ela estará lá na hora marcada. Nada de atrasos para ninguém ficar chateado.

Respeitar as diferentes culturas

Um dos hábitos que adquiri ao morar no exterior, e que considero dos mais importantes, é respeitar as diversas culturas. Ao morar no exterior fazemos amizade com pessoas de diferentes países e culturas, e acabamos aprendendo sobre elas. Isso nos abre a mente e nos faz ver o quanto sabemos pouco sobre o mundo.

Voltar para casa sozinha

Poder voltar pra casa sozinha a qualquer hora é um dos hábitos que adquiri ao morar no exterior e que não sou capaz de abrir mão. Essa liberdade e segurança é simplesmente incrível.

Acostumar com a segurança

Poder andar com o celular na mão, sentar em um bar e poder apoiar a bolsa na mesa, não ter medo ao andar na rua. Não estou dizendo que somos completamente livres de violência, estou relatando como eu me sinto. Eu não trocaria a segurança que eu sinto por nada.

Veja quais são os golpes mais comuns em Portugal e aprenda a se prevenir.

Quais os hábitos que eu deixei de lado

Intimidade de brasileiro

Conversar com todas as pessoas como se fossem nossas amigas de infância. Agora converso com um pouco mais de formalidade, até construir uma amizade.

Conversar encostando em todo mundo

Eu tinha a mania de encostar em todas as pessoas quando conversava, e muita gente não gosta disso. Normalmente os brasileiros não se importam, mas os estrangeiros não gostam muito. Alguns portugueses não ligam, mas é melhor prevenir, por isso deixei de lado esse hábito (e foi difícil).

Como foi a adaptação a uma nova cultura

A minha adaptação em Portugal foi muito fácil. A cultura aqui não é assim tão diferente da nossa. É claro que existem muitas diferenças. Os brasileiros são mais alegres, os portugueses mais fechados e diretos (às vezes os brasileiros confundem isso com falta de educação, mas não é, é sinceridade mesmo).

Sotaque

Todos falamos português mas temos um pouco de dificuldade com o sotaque (eu tive bastante) e com algumas palavras que acabam sendo pegadinhas, mas nada que o tempo não resolva.

Veja o minidicionário Português de Portugal e Português do Brasil.

Clima

Outra coisa que também atrapalha um pouco a adaptação em Portugal é o clima, pois estamos acostumados com um clima mais quente, e aqui vivemos as quatro estações.

Saiba como é o clima em Portugal.

Comida

A comida em Portugal é muito boa, os pratos típicos são bons, e nós até conseguimos encontrar restaurantes brasileiros. Ah, e tem tantos brasileiros morando em Portugal que é fácil se sentir em casa.

No geral, é muito fácil conviver com os portugueses. Uma vez que conquistamos a confiança deles, temos amigos para a vida toda. A sinceridade deles nos choca no primeiro momento, pois não estamos acostumados com isso, mas depois acaba por nos fazer rir.

Cada momento vivendo em um outro país é um aprendizado e mais conhecimento. Eu já fiz intercâmbio nos Estados Unidos e na Itália, agora estou morando em Portugal. Estou muito feliz com a minha escolha e espero que cada vez mais coisas boas surjam na minha vida aqui em Portugal.

Veja como é morar no exterior depois dos 30 e também depois dos 40.

Este artigo pode conter links comissionados para serviços e produtos de parceiros do Euro Dicas.
Compartilhe

Julia Discacciati

Julia é brasileira, formada em Turismo e mora em Portugal há 6 anos. Tirou o mestrado em Empreendedorismo na Universidade da Beira Interior e atualmente está terminando o doutorado em Gestão. Apaixonada por viagens, baladas e por fazer novas amizades, gosta de usar o tempo livre para conhecer novos países e culturas.

Artigos Relacionados

Fechar