Morar no exterior depois dos 40: vantagens e desvantagens

Existe idade para mudar de vida? Muitas pessoas acham que não vale a pena morar no exterior depois dos 40. Vamos ver porque isso é extremamente equivocado e explicar para você que não existe idade para desbravar o mundo, conhecer novos lugares e sair da sua zona de conforto.

Por que morar no exterior depois dos 40?

Por que não? Temos que parar de nos limitar ao que as pessoas dizem e começar a fazer aquilo que queremos. Queremos mudar de vida e temos condições para isso: então vamos! Queremos mudar de vida mas ainda não temos condições: vamos batalhar para ter condições!
Podemos citar diversas vantagens de morar no exterior depois dos 40, afinal, é a partir dessa idade de começamos a enxergar a vida de uma maneira mais madura, e não nos deixamos enganar por propostas furadas e pessoas falsas (pelo menos é o que dizem, não é mesmo? Ainda não cheguei lá, mas estou quase!).
Saiba também 10 coisas a fazer antes de morar no exterior.

Vantagens de morar no exterior depois dos 40

Maturidade

Depois dos 40 as pessoas deixam de se importar tanto com a opinião alheia e passam a valorizar mais aquilo que os faz bem.

Experiência

Com 40 anos, normalmente já passamos por muita coisa. Conquistas e fracassos. Assim, já aprendemos a nos erguer após uma derrota e não desistir de lutar.
É difícil morar longe do Brasil? Veja um relato pessoal da nossa redatora que vive na Suécia.

Desvantagens de morar no exterior depois dos 40

Maior dificuldade de adaptação

Quanto mais tempo passamos em um lugar, mais nos adaptamos a ele. Por isso, se formos comparar uma pessoa de 20 anos com uma de 40 mudando de país, vamos ver que a dificuldade de adaptação vai ser diferente (é óbvio que vai variar de pessoa para pessoa, estamos falando aqui de uma maneira geral).

Precisa enviar dinheiro para o exterior?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Maior dificuldade de arrumar emprego

Infelizmente isso é real. A maioria das empresas preferem contratar pessoas jovens para as vagas, dificultando assim a entrada no mercado de trabalho para pessoas com mais de 40 anos.
Saiba tudo sobre empregos na Europa e veja como conseguir emprego no exterior.

Ter que desapegar de muita coisa

Mais uma vez, se formos comparar uma pessoa de 20 anos com uma de 40 anos que deixa tudo para trás para morar no exterior, provavelmente a de 20 tem muito menos para deixar para trás. Por isso, morar no exterior depois dos 40 pode implicar ter que desapegar de muitas coisas, abrir mão de muitas coisas para poder seguir em frente.
Veja também as vantagens e desvantagens de morar fora do Brasil.

Morar no exterior depois dos 40 com ou sem filhos?

Muitas vezes as pessoas acham que os filhos representam dificuldades para a realização de sonhos e para a mudança. Muito pelo contrário. Na minha opinião, os filhos são a força dos pais para que busquem a mudança e para que alcancem os sonhos (e sonhem juntos).
Não é impossível morar no exterior depois dos 40 com filhos. É um sonho válido, real e muito comum. Acredite, você não está pensando nisso sozinha. Nesse momento existem diversas pessoas com mais de 40 pensando em morar no exterior principalmente para dar uma vida diferente para os filhos.
Por isso, não utilize os filhos como desculpas para não realizar os seus sonhos, até porque as crianças se adaptam com muita facilidade a novos ambientes.

Como escolher o país

Escolher o país para morar no exterior depois dos 40 vai depender do que você quer, do seu perfil e do perfil da sua família.
Se você tem filhos, e vai morar no exterior depois dos 40 com seus filhos, deverá pensar em qual país será melhor para todos vocês. Portugal, por exemplo, tem a vantagem da língua, da facilidade para o pedido de visto (dependendo do tipo de visto), de aceitar as crianças na escola e aceitar ENEM para entrar nas universidades.
Em outros países existem escolas e universidades onde as aulas são ministradas em inglês, o que pode ser uma boa ideia, caso você consiga uma oportunidade de trabalho que não seja em um país onde todos da sua família falem a língua.
De qualquer maneira, é importante analisar alguns pontos antes de morar no exterior depois dos 40:

  • Vantagens e desvantagens do país;
  • Oportunidades de emprego;
  • Custo e qualidade de vida;
  • Idioma;
  • Cultura;
  • Documentação para visto.

Não se esqueça que, independente da idade, nunca é uma boa ideia mudar ilegalmente para o exterior. Por isso busque todas as informações sobre se mudar legalmente antes de comprar as passagens e preparar a mudança.
Temos um artigo que explica como decidir o país para morar no exterior: tire todas as suas dúvidas.

Trabalhar no exterior depois dos 40

Uma questão muito importante para quem quer mudar de país é pensar no emprego. Estar com a mente aberta e sabendo que não é fácil arrumar um emprego é imprescindível para que você não se decepcione na primeira semana.
Além disso, estar disposto a trabalhar fora da sua área também é um ponto importante para quem quer trabalhar e morar no exterior depois dos 40 (e, sinceramente, em qualquer idade). A não ser que você tenha bastante dinheiro para se sustentar sem trabalhar até conseguir o emprego dos sonhos ou o emprego na sua área, é possível que você tenha que aceitar trabalhar fora da sua área (em lojas, mercados, no setor de serviços, call center, etc).
O importante é que você prepare o seu currículo, busque as melhores ofertas de emprego e não desista de procurar.
Saiba também como é morar no exterior depois dos 30 – outra fase da vida no estrangeiro.

Julia é brasileira, formada em Turismo e mora em Portugal há 6 anos. Tirou o mestrado em Empreendedorismo na Universidade da Beira Interior e atualmente está terminando o doutorado em Gestão. Apaixonada por viagens, baladas e por fazer novas amizades, gosta de usar o tempo livre para conhecer novos países e culturas.

Artigos relacionados

Family Search: saiba se é seguro e como funciona

Para ajudar a conectar familiares existe o Family Search, ferramenta que coleta, preserva e compartilha registros genealógicos no mundo todo.

Apostila de Haia: o que é, como fazer e quanto custa

Entenda o que é a Apostila de Haia, por que ela ajuda quem quer morar fora do Brasil, quais documentos pode apostilar e onde apostilar.

Carta de motivação: modelos e dicas para preparar o documento

Confira dicas para preparar uma carta de motivação, um modelo desse documento e veja exemplos de como escrevê-la para intercâmbio, mestrado e universidade.

Morar na Noruega: motivos para morar e para não morar no país

Razões para morar e para não morar na Noruega, custo de vida no país, história, moeda, língua, imigração, vistos e dados sobre a população local.

Cidades que pagam para morar: 10 regiões encantadoras

Confira a lista de cidades que pagam para morar ou dão moradia ou terreno e veja quais são as condições para isso. Há várias na Europa.

Países fáceis de imigrar: veja os 4 mais receptivos da Europa

Confira a lista de países fáceis de imigrar e descubra o porquê da facilidade. Veja como é a adaptação, visto e burocracias para brasileiros nesses países.

Câmbio de moedas

EURO € : R$ 0.00

LIBRA £ : R$ 0.00

DÓLAR $ : R$ 0.00

Ouça nosso Podcast

Curta nossa página

Euro Dicas no Youtube