Muitas pessoas desejam viajar para Holanda e o país nunca deixa de estar em alta como um destino dos sonhos. Seja por seus campos de tulipas, canais ou os famosos moinhos espalhados pelo país, o lugar encanta a todos que o visitam. E se você também pensa em viajar pelo país, este artigo pode ser útil.

Vamos falar sobre o passo a passo para viajar para Holanda, quais serão os seus principais gastos, dar dicas de cidades para visitar e muito mais.

Como viajar para a Holanda?

Existem diversas boas razões para viajar para a Holanda e com certeza será uma experiência única para qualquer pessoa. Mas como tornar isso realidade?

Veja o passo a passo básico do que você precisa fazer para conhecer os Países Baixos:

  • Providencie um passaporte ou confira a validade do seu (ele deve estar válido por até 90 dias após a sua data de retorno para o Brasil);
  • Defina as datas de ida e retorno;
  • Pesquise e compre as passagens com antecedência;
  • Monte o seu roteiro para definir em quais dias estará em qual cidade, quais atrações vai visitar e quais passeios vai fazer;
  • Reserve a sua hospedagem em hotéis, hostels ou no Airbnb;
  • Compre tudo o que puder antecipadamente, como os ingressos de museus e outras atrações;
  • Faça um planejamento financeiro para separar a quantia adequada para a viagem;
  • Defina os meios de pagamento que você vai usar seja dinheiro em espécie, cartão de crédito, cartões recarregáveis (o ideal é diversificar);
  • Adquira um seguro viagem Europa;
  • Pesquise a previsão do tempo e faça as malas levando apenas o necessário.

Brasileiros já podem viajar para a Holanda?

Segundo as informações no site do Itamaraty, só podem ingressar na Holanda atualmente, cidadãos de nacionalidade neerlandesa e cidadãos estrangeiros que tenham visto de residência válido. Porém, existem exceções para determinadas categorias.

Devido à pandemia COVID-19, houve a proibição de entrada na União Europeia, impedindo a viagem de brasileiros a turismo para o continente. Você só poderá viajar para Holanda se o propósito da viagem enquadrar em uma das categorias listadas no site do governo holandês:

  • Nacionalidade e direito de residência;
  • Estudo, conhecimento e pesquisa;
  • Para trabalhar na Holanda (com visto emitido no Brasil);
  • Razões convincentes para visitar a sua família;
  • Proteção internacional e razões humanitárias;
  • Trânsito, transferência.

Mesmo nestes casos, será exigido um teste rápido de Covid-19 com resultado negativo realizado até quatro horas antes do embarque, para países considerados de “alto risco” (que é o caso do Brasil), assim como quarentena obrigatória.

Precisa enviar dinheiro para outro país?

Envie dinheiro com toda a segurança, rapidez e melhor taxa de câmbio. Atualizamos a melhor entidade diariamente, faça já a sua simulação!

Cotar Agora →
Precisa enviar dinheiro para outro país?

Depois de testarmos as principais alternativas do mercado (Paypal, Western Union, Moneygram, etc), a plataforma que nós recomendamos é a Wise. É seguro, rápido e fácil de utilizar.

Ver Cotação →

Além disso, é necessário apresentar um comprovante de resultado negativo para o teste tipo PCR realizado até 72 horas antes do embarque.

Essas informações foram coletadas em junho de 2021. Como as regras em relação à entrada de estrangeiros nos países está mudando a todo o tempo, recomendo consultar o site do governo holandês que está atualizando as informações periodicamente.

Turismo na Holanda

Principais cidades para conhecer na Holanda

A Holanda, ou Países Baixos, possui muitas cidades lindas e encantadoras para conhecer. Vou listar cinco destaques que acredito que valem a pena visitar quando você for viajar para Holanda.

Amsterdã

Capital da Holanda, Amsterdã com certeza é um destino imperdível do país. Apesar de ser considerada uma cidade grande, tem ares de cidade pequena por causa dos seus tradicionais prédios com característica construção holandesa, pontes sobre os canais e ruas de paralelepípedos.

Amsterdã tem uma beleza urbana e clássica e além de se encantar com a cidade, não faltam atrações para visitar. Museu Van Gogh, Museu da Anne Frank, Heineken Experience, museu Madame Tussauds, são apenas algumas atrações da cidade.

Além delas, você não pode deixar de visitar os parques, que são lindos em todas as estações. Também vale fazer um passeio de bicicleta pelas ciclovias, mas tenha cuidado, pois o trânsito de bicicletas é intenso na cidade.

Haia

Uma cidade litorânea, que fica apenas a 60 quilômetros de Amsterdã e chama atenção dos turistas por sua organização e limpeza. Haia é uma cidade linda e charmosa e não faltam programas interessantes para fazer por lá.

A cidade também é conhecida por ser sede do Tribunal Internacional de Justiça das Nações Unidas e o Tribunal Penal Internacional.

Quando for visitar, não deixe de conhecer o Museu Mauritshuis, que é uma maquete muito real do país. Também conheça o Panorama Mesdag, um museu de realidade virtual que é bem interessante. Vale ainda visitar o Palácio Real Holandês de Noordeinde.

Rotterdam

Rotterdam é uma cidade portuária, charmosa e cheia de coisas para visitar. Com certeza é válido incluí-la no seu roteiro quando for viajar para Holanda.

Não deixe de conhecer o Museu Marítimo, que retrata a história da cidade com o mar. A Igreja Peregrina do século XVII, que fica no bairro Delfshaven, também é uma atração muito interessante e histórica. Ela foi destruída quase por completo durante a Segunda Guerra Mundial, mas se reconstruiu e atualmente recebe muitos fiéis atualmente.

Além dos monumentos históricos, Rotterdam também é uma cidade muito moderna, com pontes imponentes.

Lisse

A cidade de Lisse é muito indicada para quem for viajar para a Holanda na primavera, entre abril e maio. Lá fica o Keukenhof, conhecido como o Jardim da Europa. Trata-se de uma área de 32 hectares, repleta por plantações de tulipas e outras espécies de flores como rosas e lírios.

O local possui muitas exposições, além do labirinto de flores e o tradicional moinho holandês. O parque também conta com um pequeno zoológico e lojinhas com produtos locais. Você pode combinar a visita ao jardim com um passeio na praia em Nordwijk, que dá para fazer no mesmo dia.

Delft

Delf é uma cidade pequenininha, mas que parece que saiu de um conto de fadas. Seu centrinho histórico é muito charmoso e vale fazer o passeio com calma, levando um dia todo.

Existem relatos de que Delf existe desde de 1062. A cidade é muito rica em história e uma das mais famosas é sobre Guilherme o Taciturno, que morreu assassinado por Johannes Vermeer, que foi um dos maiores pintores da Holanda.

Na cidade não deixe de visitar o coração azul, que é uma escultura feita de ferro e vidro azul. Também vale conhecer a Igreja Nieuwe Kerk, fundada em 1300, onde está o mausoléu da família real holandesa.

Por fim, não deixe de conhecer os mercados, que são bastante tradicionais.

Melhor época para viajar para Holanda

Todas as épocas são boas para viajar para Holanda e cada uma tem seus encantos. Mas, se você quer aproveitar as atividades ao ar livre, o mais indicado é ir na primavera ou verão europeu, que ocorrem entre março e setembro.

Nessa época, você vai poder conhecer os campos de tulipa e se encantar com a beleza das cores dessas flores, principalmente na primavera. O verão também é muito agradável, as flores e folhas ficam radiantes e os lagos ficam cheios de patinhos.

Eu visitei Amsterdã no inverno e também foi incrível. O tempo é mais chuvoso e faz bastante frio, mas ainda assim consegui aproveitar bastante.

Requisitos para viajar para Holanda

A notícia boa é que os brasileiros não precisam de visto para viajar para a Holanda por até 90 dias. Porém, existem outros documentos que devem ser providenciados para a sua viagem.

Pode ser que o serviço de imigração não te cobre todos esses documentos quando chegar no país. No entanto, recomendamos levar todos os documentos possíveis impressos para não ter surpresas. Veja a seguir quais são:

  • Passaporte com validade para pelo menos três meses depois da sua volta para o Brasil;
  • Seguro viagem para a Holanda, que é obrigatório e deve ter no mínimo 30 mil euros de cobertura;
  • Passagens de ida e volta com data;
  • Comprovantes de orçamento suficiente para a sua estadia que podem ser dinheiro em espécie, extrato bancário ou fatura de cartão de crédito internacional;
  • Reservas do hotel que vai se hospedar ou comprovantes de reserva de Airbnb. Caso você vá ficar na casa de alguém, providencie uma carta-convite da pessoa que vai te receber.

Como viajar para Holanda

Melhores companhias aéreas para a Holanda

A KLM é a única companhia aérea que faz voo direto do Brasil para a Holanda. Mas, existem outras empresas com uma ou duas paradas que vão até à Holanda como a LATAM, Iberia, Air Europa, TAP, Lufthansa, Delta, Air France, etc.

O voo direto para a Holanda costuma sair do Rio de Janeiro ou de São Paulo. Muitas companhias fazem escala no Aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, para depois seguirem para o destino final. A gente indica o site Passagens Promo para procurar passagens, os preços são ótimos e é seguro.

Algumas companhias também oferecem um período de parada de um a cinco dias na Holanda, que é chamado de Stop Over. Essa é uma boa oportunidade para quem vai para outro lugar e quer dar uma passada no país.

Se a Holanda não for sua primeira parada da viagem ou se você estiver na Europa, vale checar os valores das companhias aéreas low cost (de baixo custo) como Ryanair e Easy Jet.

Como viajar dentro da Holanda

Assim como na maioria dos países europeus, o sistema de transporte da Holanda funciona muito bem. Para viajar pelas cidades holandesas você poderá usar trens e metrôs que são excelentes, ágeis e pontuais.

A rede ferroviária holandesa se comunica com as principais cidades do país. Os bilhetes podem ser comprados pessoalmente ou pela internet, mesmo estando ainda no Brasil.

Também existe a opção de usar ônibus, que costuma ser bem confortável. E você ainda pode alugar um carro que não terá problemas. As estradas são boas e têm bastante sinalização. Basta escolher qual a melhor opção para o seu caso.

Quanto custa viajar para a Holanda?

Viajar para o país não é barato, afinal, o custo de vida na Holanda é alto.

Na verdade, com a cotação do euro qualquer viagem para a Europa não sai barata atualmente. Mas, a boa notícia é que os preços caíram um pouco por conta da pandemia, principalmente em relação à passagem aérea.

Calculei um valor por pessoa para um casal que vai passar uma semana em Amsterdã. A partir disso, você pode ter uma ideia de quanto vai gastar para viajar para Holanda, ainda que vá passear em outras cidades além de Amsterdã.

O valor das passagens pode variar bastante. O período da viagem, cidade que vai sair no Brasil, antecedência que compra a passagem, companhia aérea, cotação da moeda entre outros fatores podem alterar o valor.

Passagens aéreas

De acordo com uma consulta feita em junho de 2021 no comparador de preços Passagens Promo, uma passagem ida e volta saindo de São Paulo para Amsterdã está custando em média R$5.000 reais por pessoa.

Seguro viagem

O seguro viagem obrigatório é um custo que deve ser levado em conta. Usando o comparador de seguro viagem do Euro Dicas  encontrei um plano com cobertura de 60 mil dólares (o dobro do mínimo exigido) por R$144 por pessoa.

Alimentação

Podemos considerar um valor mínimo de 50€ por dia para cada pessoa se alimentar em Amsterdã, o que daria 350€ por semana. Quem for mais econômico e se o hotel tiver café da manhã, pode até gastar menos.

Também existe a opção de comprar coisas no supermercado, o que economiza bastante. Com cerca de 80€ você consegue comprar coisas para se alimentar por uma semana.

Hospedagem

Fiz uma consulta no Booking e encontrei hospedagem para duas pessoas, no centro de Amsterdã, por cerca de R$5.000 reais durante uma semana.

Transporte

Você pode comprar um bilhete de transporte público de 1 a 7 dias por 8,50€ por pessoa na Get your Guide.

Ingressos das atrações turísticas

Consultei o Get your Guide, para pegar os valores de alguns ingressos para museus e passeios que costumam fazer parte do roteiro de quem viaja para a Holanda. Veja alguns valores abaixo:

  • Excursão noturna de barco pelos canais: 19€;
  • Museu Van Gogh: 21€;
  • Amsterdam: Ingresso Heineken Experience:19,50€;
  • Ingresso Museu Stedelijk sem fila: 20€;
  • Ingresso Madame Tussauds de Amsterdã: 21,50€;
  • Rijksmuseum: 21€;
  • Volendam, Marken e Moinhos de Vento com Cruzeiro no Canal: 65€.

Na GetYourGuide você pode encontrar todos os tours em Amsterdam e comprar seu passeio com antecedência.

Fazendo uma estimativa de gastos para viajar para Holanda atualmente, podemos dizer que um casal vai gastar de R$10 a R$15 mil por pessoa para passar uma semana a turismo, com hospedagens econômicas e passeios.

Viajar para Holanda para morar

Para quem pensa em morar na Holanda é muito interessante conhecer o país antes. Desta forma, você terá um mínimo contato com a cultura local, o estilo de vida, conhecer melhor os gastos, a dinâmica da cidade que pretende viver e quem sabe até já fazer uma breve pesquisa de um imóvel para morar.

Se você quer morar na Holanda e tem essa oportunidade, sugiro fazer uma viagem para conhecer o país antes de dar esse passo.

Descubra quais são as melhores cidades para morar na Holanda.

Estilo de vida Holanda

Precisa de visto para morar?

Sim, é necessário visto para morar na Holanda. Estrangeiros que não possuem cidadania europeia precisam providenciar um visto para permanecer por mais de 90 dias no país.

Portanto, se você pretende morar, precisa analisar em qual tipo de visto para Holanda pode se encaixar. Veja as opções mais comuns a seguir:

Visto de trabalho

Este é um visto de longa permanência, também chamado de MVV (Machtiging voorlopig verblijf). Ele normalmente, é solicitado pelo próprio empregador que contrata um estrangeiro para trabalhar na Holanda. Pedir por conta própria esse visto não é tão simples e ele pode ser recusado.

Visto de estudo

Quem vai estudar na Holanda, também precisa obter o visto de estudante de longa permanência (MVV) e a permissão de residência (VVR), que serão contemplados de acordo com a duração do curso.

O processo desse visto começa com a admissão em uma instituição de ensino holandesa e também será necessário comprovar meios para se sustentar durante o período no país. A própria instituição de ensino costuma auxiliar na obtenção deste visto.

Visto de companheiro

Este visto é específico para cônjuges, namorados de alguém com nacionalidade holandesa ou permissão para viver no país por pelo menos um ano e parceiros registrados. A união precisa ser reconhecida como estável, exclusiva e de longo prazo. O casal precisa ter mais de 21 anos, deve morar junto na Holanda, entre outras exigências.

Outros tipos de visto

Existem outras opções para viajar para Holanda e morar legalmente. O intercâmbio cultural é uma possibilidade, por exemplo. Você vai para os Países Baixos e seu anfitrião holandês também precisa ter a chance de vir para o seu país.

Também existe o visto de au pair, que é solicitado por quem vai viver com uma família holandesa por até um ano e cuidar das crianças.

Dicas para viajar para a Holanda

Se você ficou empolgado para viajar para Holanda temos algumas dicas finais para você aproveitar ao máximo a sua viagem:

  • Adquira passes especiais que podem te ajudar a economizar tempo nas filas das atrações turísticas. Uma opção é o Holland Pass, que pode ser usado em toda a Holanda e tem vários descontos para restaurantes e bares. Outra é o Amsterdam City Card, que é específico para Amsterdã e pode ser usado em várias atrações da cidade;
  • Fique atento às sinalizações da cidade. Em estações de trem, ruas e alguns estabelecimentos as placas vão estar apenas em holandês e determinados termos como “entrada/saída” (binnenkomst e uitgang), “aberto/fechado” (open/gesloten) e proibido (Verboden) podem ser importantes saber. Faça uma pesquisa rápida sobre isso antes da sua viagem. Em lojas e ruas mais turísticas é mais fácil encontrar informações em inglês;
  • Tenha muito cuidado com as bicicletas. O trânsito de bicicletas é intenso na cidade e elas andam em alta velocidade. Olhe atentamente antes de atravessar;
  • Antes de passear pela cidade de bicicleta, busque as informações sobre as regras para ciclistas. Você pode correr o risco de ser multado se estacionar em lugares proibidos, por exemplo;
  • Não deixe de provar os queijos e cervejas locais. Os queijos dos mercados são maravilhosos e as cervejas holandesas também são famosas mundialmente, como a La Trappe e Heineken, a queridinha de muitos brasileiros.

Se a sua ideia não é viajar para Holanda apenas para turismo e sim de morar no país, sugiro adquirir o nosso e-book “O sonho de viver na Europa”. Com ele você vai descobrir o passo a passo para conseguir morar na Europa de forma simples e eficaz.